História Reencontro | Shortfic Jimin - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~EsterAndJimin

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin
Tags Fluffy, Jimin, Reencontro, Romance
Visualizações 356
Palavras 976
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Famí­lia, Festa, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, espero que gostem desse prólogo, primeira vez que posto algo no Spirit.

Boa leitura ♥️

Capítulo 1 - Prólogo.


Fanfic / Fanfiction Reencontro | Shortfic Jimin - Capítulo 1 - Prólogo.

    Min Yura, a pequena herdeira do povo de Arendell. Tinha dez anos; possuía cabelos lisos e escuros, encantadora e querida por todos onde passa. Mas muito solitária no grande castelo, onde mora com seu pai – que também é muito querido pelo povo – e também alguns servos que são considerados como da família pelo próprio rei.

Yura por ser a herdeira, tinha muita proteção, a impedindo de fazer amigos nas aldeias. Quando ia com seu pai visitá-las, um dia por sorte ou obra do destino, Yura conseguiu um amigo, ou mais que isso.

YURA ON

Acordei com Dona Ninhá me chamando, para tomar café. Estava animada por faltar apenas alguns dias para o meu aniversário de onze anos. Papai sempre fazia algo especial, ou um dia inteiro de brincadeiras e presentes, ou um grande jantar com os servos do Castelo, que sempre tive muito carinho por eles, e eles comigo. Estava no jardim e vi uma linda borboleta roxa voando sob os girassóis, corri até ela, mas, antes que eu chegasse as flores tropecei e cai sobre algumas pedras.

- Ai! – grunhi de dor.

- Ei, você está bem? – perguntou um menino de cabelos negros, que aparentava ser um pouco mais velho, e me ajudou a levantar – Se machucou?

- Não, estou bem. Obrigada! – passei a mão por meu vestido e o fitei – Nunca te vi por aqui.

- Meu pai começou a trabalhar por essas terras hoje. Vamos morar ali – apontou para a pequena casa de grandes tijolos ao lado do Castelo.

- Prazer, Min Yura. – fiz uma breve reverência .

- Jimin, Park Jimin. – fez o mesmo que eu – Você é a princesa? – assenti – Que bom! – sorriu.

- Nem tanto – Jimin continha um semblante confuso – É chato porque eu não tenho amigos. Papai zela muito por minha proteção, então não possuo amizades nas aldeias e nem aqui. – demonstrei minha tristeza.

- Agora você tem um. Eu! – sorriu – Meu pai, pretende ficar de vez, por aqui.

- Combinado, amigos! – selamos com um aperto de mão.

YURA OFF

E quando Yura menos esperava e procurava, ganhou um amigo, Jimin. E realmente essa amizade cresceu. Passaram quatro anos inseparáveis, e o que Yura menos esperava aconteceu.

- Yura? – o jovem de cabelos escuros, apareceu com os olhos vermelhos e o rosto molhado.

- Jimin? Por que está chorando? – Yura se aproximou e o abraçou.

- Papai vai embora, e eu vou também. – sem conseguir segurar as lágrimas, Jimin desabou na frente da garota.

- Uh! Por que? - Yura não estava diferente, as lágrimas apareceram e não pararam.

- Papai conseguiu um emprego perto da aldeia. – disse ele cabisbaixo.

- Mas você prometeu não me deixar, lembra? – o questionou.

- Sim, me desculpe. Eu não quero ir, mas, papai precisa de mim. – fitou Yura com seu semblante triste e olhar vago.

- Vou ficar sozinha de novo... – disse ela entre soluços – Promete voltar um dia? – o olhou esperançosa.

- Prometo! – limpou suas lágrimas e sorriu.

- Por favor cumpra! – abraçou o mais velho como se fosse a última vez – Eu te amo. – declarou-se, sem medo algum.

- Também te amo Yu! – o mais velho pronunciou suas últimas palavras, beijou a testa da mais nova e saiu a meio de soluções e lágrimas.

“Oh não partas, meu doce amor;

Não deixe, meu coração em dor;

Retorne para o fazer feliz;

Não só hoje, mas, todos os dias”. – Mazini.

Depois da pior despedida de sua vida, Yura não tinha mais o controle de seu sofrimento. As lembranças dos melhores momentos com Jimin vieram a tona, a relembrando que ele havia partido, e agora, estava sozinha de novo.

Flashback On.

- Jimin! Espera. – gritou a menina.

- Corre Yura! Vamos logo. – Jimin saiu correndo dentre a pequena floresta que havia perto do Castelo.

- Onde estamos indo? – perguntou ela, totalmente curiosa.

- Em um lugar que eu descobri. Você vai gostar. – assentiu e seguiu mais velho.

- Chegamos!! – ele sorriu, ao mostrar o lugar.

Era um lindo jardim e uma grande cachoeira, com cascatas altas. O lugar cheirava a terra molhada, Jimin sabia que ela amava esse cheiro.

- Como achou? – indagou contente.

- Ontem quando estávamos brincando de esconde-esconde, eu corri na floresta e parei aqui. Sabia que você ia gostar. – sorriu largo.

- Realmente é lindo, e eu amei! Obrigada Jimin. – deu-lhe um abraço.

- De nada Yu. Tenho um presente pra você, eu sei que seu aniversário é daqui três dias, mas, quero ser o primeiro a te presentear – Jimin abriu uma caixinha que tinha um lindo colar prata, com pequenas pedras azuis.

- Uuh! É lindo! – ele tirou o colar da caixinha e colocou no pescoço de sua amada amiga.

- E o meu é igual o seu, porém é preto. – mostrou.

- Obrigado Jimin, eu amei! – novamente o abraçou, por longos segundos. – Promete nunca me abandonar?

“Promete que vai ser só meu;

Que vai me entender, no olhar;

Que irá visitar, meus sonhos;

A luz do luar?” – Mazini.

- Prometo Yu, nunca. – pegou em sua mão, depositando um beijo.

E assim aconteceu a promessa quebrada, que foi selada pelos pequenos dedos entrelaçados.

Flashback Off.

Yura, não era mais a menina alegre, que tinha apenas o sorriso em seu rosto.

Seu largo sorriso, deu lugar a um semblante triste que estava sempre molhado pelas lágrimas que não cessavam. Tudo que via e ouvia, a fazia se lembrar de Jimin.

A Partir daquele dia, Yura se isolou de tudo e todos, menos de seu pai e Dona Ninhá, que sempre tentavam animá-lá. O que falhava miseravelmente.

A rotina de Yura era apenas interna, não saia mais do Castelo e muito menos passava perto do jardim onde conheceu jimin, os livros da grande biblioteca, era seus novos companheiros, a fim de se distrair e tentar esquecer que estava sozinha de novo.

"Que nossa despedida tenha em breve um reencontro."


Notas Finais


Então..como hoje foi apenas o prólogo, amanhã tem capítulo novo, e prometo que vai ser bem maior que esse.
Essa shortfic era para ser postada mês passado como presente pra minha dongsaeng @EsterAndJimin, porem não foi possível.
Espero que tenham gostado ♥️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...