História Reencontros - Imagine BTS and Got7 - Capítulo 4


Escrita por: e _RitchBich_

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Bts, Got7, Imagine
Visualizações 229
Palavras 1.817
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa noite anjineos, como estão? Como prometido aqui estão mais dois caps e sem palavras pra beleza desse homem apenas sei sentir akjskske boa leitura sz

Capítulo 4 - Perguntas


Fanfic / Fanfiction Reencontros - Imagine BTS and Got7 - Capítulo 4 - Perguntas

Eu estava ansiosa para rever a senhora Kim, não tem como esquecer a beleza daquela doce mulher, minha salvadora, meu abrigo um bálsamo para minhas feridas tanto físicas como emocionais. 

Sua casa continuava quase a mesma, ela só retocou a pintura e plantou flores rosas e azuis por toda frente da casa, o vento batia em alguns sininhos pendurados perto da porta, haviam pelo menos uns 5 espalhados pela varanda coberta, tinha uma pequena mesa abaixo da janela direta, aonde colocaram as flores do jardim que Namjonnie projetou. Tudo perfeitamente arrumado e no seu devido lugar... Era como eu me lembrava.

Eu coloquei apenas um pé no hall de entrada, e a porta logo foi aberta. 

- Meu passarinho está de volta, o meu pequeno pássaro voltou pra casa! Eu nem dormi esperando a sua chegada! - a senhora Kim disse enquanto abraçava forte a minha cintura, eu senti algumas lágrimas molharem minha pele exposta pelo cropped que eu usava, abracei a minha salvadora e lhe beijei o topo da cabeça.

- Estou tão feliz em rever a senhora! - essa foi a única coisa que eu consegui dizer antes de chorar feito um bebê recém-nascido, acabei caindo sobre meus joelhos, e ela me abraçou como se o mundo fosse acabar, seu cheiro era tão bom, e seu abraço tão acolhedor, todos no mundo deveriam experimentar dessa sensação.

- Então.... Que momento lindo, mas sem querer atrapalhar... É que... Estamos com fome senhora Kim. - Taehyung falou coçando a cabeça, recebendo a atenção de todos.

 - Oh meu Deus, por um momento eu esqueci de vocês, me perdoem! - a senhora Kim disse enquanto os meninos riam, Namjoon me ajudou a levantar e limpar meu rosto completamente molhado. 

- Vem, eu vou te levar até o banheiro. - o loiro disse puxando minhas mãos. 

- Fique a vontade, a casa é sua. - Namjoon disse fechando a porta do banheiro, a casa realmente não mudou, continua exatamente a mesma, pequenas mudanças foram feitas, mas nada de especial. 

Começo a retocar a maquiagem completamente borrada, dou uma risada baixa do meu reflexo no espelho, cabelo bagunçado, batom borrado e o delineador já não existia mais em meus olhos.

"Eu estou horrível."- penso comigo antes de recomeçar a maquiagem.

Não demoro muito, e antes de descer decido explorar o segundo andar da casa em que estou, "acho que a senhora Kim não irá se importar caso eu olhe alguns dos quartos"- penso abrindo umas das portas no fim do corredor... 

Era o quarto de Namjoon, esta diferente, tem uma cama de casal, e está bagunçado, Jonnie nunca deixaria o quarto assim... Decido vasculhar as gavetas perto do armário, tem roupas de mulher aqui e não se parecem nada com as roupas da senhora Kim, tem lingeries em umas das gavetas "nada contra uma senhora de mais idade usar isso, mas por que isso estaria no antigo quarto de Jonnie?" me pergunto enquanto mexo nas outras gavetas.

- Ai esta você! - tomei um susto ao ouvir a porta abrir de repente. - Achei que tivesse caído dentro da privada... Ufa, ainda bem que eu estava errado. - falou Taehyung em um tom divertido enquanto caminhava até mim para me levantar - Vamos passarinho, todos estão te esperando lá embaixo - falou o castanho me puxando, eu nem tive tempo de ver as outras gavetas.

- Aish Taehyung, me deixa - falei numa tentativa de me soltar de suas mãos, obviamente uma tentativa falha, Tae é bem mais forte que eu, então, eu apenas cedo e o acompanho.

- Ah, você a encontrou, onde ela estava?- a senhora Kim perguntou me puxando uma cadeira.

- Ela estava lá em cima, no quarto antigo de Namjoon fuçando as gavetas - Taehyung disse me fazendo abaixar a cabeça envergonhada, pude sentir o olhar de todos sobre mim.

- Namjoon me disse que a casa é minha, então... Estou fazendo jus a suas palavras,... - falei e todos riram me fazendo suspirar aliviada pela minha desculpa de ser extremamente curiosa funcionar. 

Todos estavam sentados, havia muita comida na mesa, um banquete como Jonnie tinha me dito. A mesa era redonda e grande, Namjoon sentou a minha direita e logo ao seu lado estava sua mãe, Tae se sentou a minha esquerda, e bem na minha frente um pouco afastado de todos, como se ele tivesse calculado desde o início sentar-se ali estava Yoongi, me olhando pronto para avançar no meu pescoço, não me surpreenderia se ele começasse a rosnar.

- Muito bem crianças, vamos agradecer, Taehyung faça as honras. - a senhora Kim pediu, e logo Tae começou as preces, foi até que rápido, ele agradeceu a comida, a companhia de todos na mesa, e a minha volta pra casa, assim que ele terminou, nós começamos a nos servir. 

Eles riam e conversavam, e eu apenas observava em silêncio, apenas respondia quando falavam comigo, eu pude observar cada um deles. Taehyung era o sinônimo de perfeição, dentes alinhados, pele lisa e uma personalidade engraçada, parece um moleque, o mesmo de antes, e talvez um pouco atrapalhado, ele sempre deixava algo cair de seu hashi. A senhora Kim quase não havia mudado, sua beleza era hipnotizante, agora eu sei de onde Namjonnie puxou. Uma mãe solteira, criando dois filhos, sim, eles são em 3, Senhora Kim, Namjoon e Jungkook, Kookie não era muito presente, ele estava na faculdade, que pra variar é longe de sua casa, mas eles mantinham sempre que possível um contato básico. Namjoon ou Jonnie como preferir chamar, alto, forte, bonito, inteligente e obviamente desajeitado, quebrava tudo pelo caminho, mas ele não fazia por querer e se sentia péssimo quando quebrava algo, eu o conheci quando estávamos naquela famosa praça "Praça das flores" pra ser mais exata, nós corríamos e riamos de tudo, meus tutores e a senhora Kim eram amigos, eu, Jonnie, Jungkook e Jinyoung éramos inseparáveis até o acidente...

Por fim, Yoongi, eu sabia pouco sobre ele, Namjoon me disse coisas básicas a seu respeito... Yoongi perdeu a mãe em um acidente, ele tinha apenas 7 anos, ele e seu pai foram morar em outra cidade, passaram por dificuldades até Yoongi começar a trabalhar, pode-se dizer que ele já fez um pouco de tudo até arrumar um emprego fixo perto da sua faculdade, seu pai se casou novamente, e Yoongi perdeu o contato com ele... E talvez isso tudo explique o seu gênio forte. Isso foi tudo o que Jonnie me contou, estou começando a me sentir culpada pelo o que disse sobre sua mãe... Mas nós dois falamos coisas ruins, eu apenas estava me defendendo, já passei por poucas e boas nessa vida, não vou deixar qualquer um cuspir mentiras a meu respeito.

- Estava tudo muito bom senhora Kim, senti falta da sua comida - falei enquanto a ajudava tirando a mesa.

- Querida por favor, deixe isso ai, os meninos podem me ajudar, onde eles estão?! - falou enquanto procurava algum sinal de vida dos meninos. 

- Eles subiram Ommanie, deixa que eu te ajudo, temos tanto pra conversar. - falei levando os últimos pratos para cozinha.

- Certo passarinho, obrigada! Tenho tantas perguntas, você pode me responder a todas elas, não pode? - a senhora Kim parece ser tão curiosa quanto eu, mas consigo entender, fiquei 7 anos fora. 

- Claro que posso, a senhora tem passe livre, pergunte o que quiser! - falei enquanto secava alguns copos. 

- Olha, não quero ser muito intrometida, mas tem coisas que eu quero saber - eu apenas assenti. 

- Como está aquele garoto, Matheus, Carlos Martinez... como era o nome dele mesmo? - ela me perguntou dando uma risada por ter esquecido o nome do rapaz. 

- É Mark, Mark Tuan, Ommanie. - Falei entre risos, ela continuou a pergunta,... 

- Então... Como está esse Mark?! Ainda vão se casar? Para ser honesta, acho você muito nova pra isso! - ela falou tudo isso sem sequer respirar.

- Ommanie, nós terminamos a dois anos atrás, não existe mas nada disso. - falei soltando um suspiro, fazendo com que ela me olhasse,... 

- Como assim?! Sem casamento? Poxa, eu sinto muito - ela falou com os ombros baixos.

- Tudo bem, já faz muito tempo, eu e ele somos diferentes, queremos coisas diferentes, uma hora iria acabar, e aquilo nem era um "compromisso" - falei sinalizando aspas com os dedos, - basicamente era sexo sem culpa de se apaixonar, mas não deu muito certo. - disparei tentando explicar minha situação.

- Fico feliz que tenha conseguido ficar com alguém depois de tudo aquilo. - disse a senhora tentando me consolar..., 

- Agora já passou, você deve querer saber o motivo do termino né. - falei divertida e ela apenas assentiu ansiosa. - Eu vou lhe contar... Ele quis oficializar seja lá o que tínhamos, eu concordei, já morávamos juntos, então eu pensei "porque não" é um risco a se correr.... Passaram dois meses, nós brigávamos muito, as vezes sem motivo, eu comecei achar que aquilo de "compromisso" era o causador de tudo, já que antes, nós eramos um casal perfeito... Foi ai que eu sai de LA e voltei para o Brasil, sem avisa-lo formalmente, eu apenas deixei um bilhete escrito algumas babaquices, e fui embora! Ele deixou por isso mesmo, e seguimos a nossa vida sem ressentimentos. 

- Minha nossa, quantos anos você tem mesmo?! - ela perguntou em um tom divertido - Você é uma garotinha muito forte, na verdade um passarinho muito forte. - eu apenas abaixei a cabeça sentindo minhas bochechas queimarem de vergonha.

- Essa será minha penúltima pergunta, na verdade será uma observação. - eu a olhei curiosa, parando de guardar os pratos para ouvi-la.

- Você está linda! Cresceu e se tornou uma mulher maravilhosa, eu ainda te vejo como um passarinho, mas admito que sua beleza é hipnotizante e muito exótica! - e mais uma vez lá estava eu envergonhada.

- Obrigada Ommanie - foi a única coisa que eu consegui dizer naquele momento constrangedor.

Depois de algum tempo jogando conversa fora, senhora Kim faz a pergunta que eu estava temendo. 

- Como estão seus tutores querida? Sei que é um assunto delicado, mas eu me preocupo com a sua tutora - ela me perguntou um tanto quanto receosa.

- Eles estão bem, ela está bem... Eu não me preocupo com os outros dois - falei sem pensar duas vezes... 

- Eles te acharam não é? Por isso esta aqui?! - eu apenas assenti por medo do assunto se prolongar. 

- A senhora sabe, é complicado - eu senti uma lágrima cair sobre um dos pratos, sorte eu estar de costas para senhora Kim, não queria faze-la sentir-se culpada. Ela estava apenas curiosa, eu pude entender isso, não a culpo.

Já eram​ 23 horas da noite quando Namjoon decide ir embora.

- Voltem quando quiserem, amo vocês crianças! - gritou a senhora Kim logo após se despedir. Eu estou morta, quero chegar em casa, tomar um banho e ter uma breve conversinha com Namjoon.


Notas Finais


Foi isso, estão gostando? Deixem as vossas opiniões sz e desculpem qualquer erro despercebido.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...