História Regress 1D (Ziam, Ned & Larry) - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Larry, Ned, Ziam
Visualizações 170
Palavras 3.666
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OIE
Tá, desculpa. Mil desculpas, de verdade. DESCULPA DESCULPA DESCULPA
Me perdõem, ok? Não fiquem bravos. Finalmente voltei com a reconciliação ziam!!!

Me desculpem mesmo por eu não ter postado antes, mas não vou enrolar muito. Enfim, espero que gostem do capítulo, sim?
Desculpa qualquer erro e
Boa leitura!

Capítulo 26 - Casamento Part. 1


Fanfic / Fanfiction Regress 1D (Ziam, Ned & Larry) - Capítulo 26 - Casamento Part. 1

A luz que entrava pela janela atingiu o rosto de Louis, o fazendo resmungar em desconforto, seu sono estava tão bom aquela noite, a cama de casal estava tão quentinha com Harry enroscado em seu peito, e Darcy abraçada em seu pescoço, estava tudo tão perfeitamente aconchegante, que Louis julgou ser um sonho, mas não era. Ele e Styles realmente haviam passado por todas as dificuldades juntos, eles conseguiram vencer a maldade do mundo apenas com seu amor, e com alguns ‘foda-se’ vez ou outra.

E finalmente chegou o grande dia de oficializar isso, oficializar seu amor para o público. Ao perceber isso Tomlinson arregalou os olhos, os fechando novamente pela claridade excessiva. O homem de olhos azuis bocejou despertando lentamente, virando o rosto em direção a seu noivo. Céus Harry era tão lindo, com sua expressão relaxada, lábios entreabertos e respiração calma. E a melhor parte de tudo, era que o homem cacheado era inteiramente de Louis. Tomlinson soltou um risinho com o pensamento, se esticando até o criado-mudo – cuidando para não acordar Darcy –, alcançando seu celular, vendo que já passava das oito horas da manhã, e que seu pai estava realmente animado pelo casamento, pois havia lhe ligado mais de cinco vezes às seis da manhã.

O homem suspirou colocando o aparelho no bidê novamente, ajeitado Darcy na cama de forma que a menina se deitasse somente no colchão, e não em si. Louis passou a distribuir beijinhos leves pelo maxilar e pescoço do noivo, ouvindo um suspiro, seguido de um resmungo, o fazendo rir.

- Baby... – Louis chamou, vendo H virar de costas para si, na tentativa de dormir mais.

Tomlinson riu novamente, passando a beijar as costas nuas do mais novo, que se arrepiou dos pés a cabeça, com os lábios finos e quentinhos em suas costas branquinhas.

- Vamos, Hazzy... É hoje... – O de olhos azuis murmurou contra o ombro do outro, que abriu os olhos lentamente, sorrindo grande ao assimilar o que estava acontecendo.

- Bom dia... – Harry disse com a voz extremamente rouca, se virando de frente para o noivo, que se aproximou, lhe dando um beijinho de esquimó.

- Bom dia, bebê... – Louis resmungou deixando um selinho nos lábios carnudos do amado.

- Que horas são? – Styles questionou bocejando, sentando com as costas na cabeceira.

- Oito e meia. – O mais velho respondeu sonolento, abraçando uma coxa de Harry, esfregando seu pequeno nariz ali.

- Hum... Temos que levantar, yeah? – O cacheado resmungou afagando os cabelos lisos de Louis, que assentiu contra a coxa do mais novo, que estava apenas com uma bermuda de moletom.

- Só mais cinco – Tomlinson foi interrompido por batidas fortes na porta, o fazendo bufa e Darcy acordar assustada.

- Hey, amor, dormiu bem? – Harry perguntou a filha, que coçou os olhos sonolenta.

- Uhum... – A menina resmungou, se arrastando até o colo de H, que a acolheu nos braços, enquanto o homem de olhos azuis ia até a porta.

Louis abriu a porta se deparando com uma Anne sorridente, o fazendo retribuir o ato.

- Olá, querido! Vocês já estão atrasados. Mark tentou ligar, mas nenhum de vocês atendeu... – A mulher disparou falando, logo entrando no quarto ao menos se importando com o rosto sonolento do genro. – Oi, filho. – Cumprimentou o cacheado, que tinha Darcy – quase pegando no sono novamente – em seus braços.

- Oi, mãe. Aconteceu alguma coisa? – Ele questionou preocupado.

- Não, amor, vocês só estão um pouco atrasados. Deixe a Day comigo, e vão para o Garden Party, o Alexander já está esperando vocês lá em baixo. – Anne respondeu sorrindo bondosa, logo recebendo a neta nos braços, a aconchegando ali.

- Os ternos estão lá, certo? – Louis perguntou vestindo uma calça de moletom, assim como H.

- Sim, sim! Logo levarei Darcy também, mas irei com Mark, Daniel e Des. – Ela disse fazendo os dois homens assentirem. – Hazza, será que posso falar com você antes de ir? – Questionou pousando a neta na cama de casal, a cobrindo com o cobertor quentinho.

- Claro... – Styles murmurou, colocando o celular no bolso. Louis sorriu deixando um selinho nos lábios do noivo, e um beijinho na bochecha da sogra, que sorriu grande. – O que foi? – Perguntou calmo, pegando as mãos de sua progenitora.

- Queria te dizer que estou extremamente orgulhosa de você... Por tudo que você passou, meu bem, você e Louis, tudo que mais merecem é a pura felicidade. Sei que você queria que Robin estivesse aqui conosco, para te levar ao altar junto a mim, mas pode ter certeza que ele está muito, muito orgulho de sua vitória, amor... Também sei que ele vai estar lá, não de corpo... Mas sim de alma, Hazz. Temos muito orgulho de você. – A mulher falou, ouvindo um fungar do filho, que a abraçou forte.

Robin era o padrasto de Harry, que infelizmente faleceu por conta do câncer há quase dois anos. O homem era o herói de H, sempre o apoiando e incentivando a ser quem realmente era, muito mais que seu próprio pai. Styles tinha orgulho de dizer que Robin Twist era seu segundo pai. A morte do homem foi algo muito difícil para Harry, já que foi bem no meio de sua primeira turnê solo, mas lá estava Louis, lhe dando apoio e amor.

- Eu queria o ter aqui... – Harry sussurrou contra o pescoço da mãe, tendo a voz embaraçada.

- Mas ele está, amor... Ele vai estar lá... – Ela sussurrou de volta com a voz também falha. – Mas agora você precisa ir, precisa se arrumar para seu grande dia! – Anne falou, segurando o mais novo pelos ombros, olhando em seus olhos verdes marejados.

A mulher sorriu compreensiva, limpando algumas lágrimas que caíram nas bochechas branquinhas do filho, afagando seu rosto com afeto.

- Eu vou... Te amo, mamãe. – H respondeu, depositando um beijo na bochecha da mãe, que sorri grande.

Não demora e Harry está saindo do quarto rumando o veículo, que levaria os noivos até o local da cerimônia.

(...)

- Puta merda, Lou! Para! Você parece uma barata tonta. – Zayn chiou.

Os dois amigos estavam em uma sala a parte do jardim, Louis já estava totalmente arrumado, com um terno azul escuro e uma camisa branca por baixo, seus sapatos eram brilhantes e seu cabelo em um perfeito topete, mas o nervosismo estava o atormentando. Ele havia se preparado para aquele dia desde que conheceu Harry, mas parecia algo tão inalcançável... Entretanto lá estava ele, e menos de uma hora para a troca de votos.

- Você estaria da mesma forma no meu lugar. – Tomlinson resmungou ofegante por estar andando de um lado para o outro do pequeno cômodo. – Falando nisso, você e Liam ainda não se acertaram? – Questionou rapidamente.

                Zayn bufou levantando e puxando o amigo para sentar no sofá que havia ali.

                - Ontem a Alice me procurou para dizer que ela e Taylor haviam drogado Liam mesmo, e que era para eu acreditar no Payne... Eu não sei, Lou... – O moreno contou suspirando.

                - É bem a cara da Taylor. – Louis respondeu relaxando contra o acolchoado do sofá. – Qual é, cara? Você sabe que a Taylor já fez dessas comigo e o Hazz... Por que está relutando tanto em acreditar no Liam? – Perguntou franzindo o cenho.

                - Medo...? – Malik falou em um sussurro, saindo mais como uma pergunta.

                - Medo de que? – O baixinho sentou ereto, virando totalmente para o amigo.

                - Não sei... As coisas entre a gente foram muito rápidas, sabe? Antes era fácil, era só Zayn e Liam... Agora é Zayn, Liam, Bear, Taylor, Cheryl e Gigi. Porra, o Bear me considera pai dele, Louis! Desde quando eu sou pai? Eu amo aquela criança, mas é muita coisa para mim, entende? – O moreno desabafou olhando para o próprio colo.

                - Entendi... Mas você não pode simplesmente fugir dele, conversa com o Liam, fala como se sente. Ele vai ter que dar um jeito, yeah? – Louis disse afagando o ombro do outro.

                - É eu já estava pensando em falar com ele... Eu até ia fazer ontem, mas imaginei que ele estaria ocupado ou algo assim... – Zayn resmungou, recebendo um soco leve no braço.

                - Para de enrolar, idiota! Só vai lá e fala com ele, merdinha! – Tomlinson mandou, fazendo Malik rir.

                - Eu resolvo isso depois, mas e você? Está bem? – Perguntou mais sério, fazendo com que Louis percebesse a que o moreno se referia.

                - Eu queria que ela estivesse aqui... – O de olhos azuis sussurrou olhando par um ponto fixo no chão.

                Zayn suspirou mordendo o lábio inferior, jogando um braço sobre os ombros do baixinho.

                - A tia Jay está aqui. Eu sei que sim, assim como o tio Rob. – O moreno falou, tendo um assentir fungado do amigo.

                - Hey, gente, não queria atrapalhar, mas já está na hora. – Mark apareceu na porta da sala, sorrindo para os dois. – Tudo bem? – Perguntou com o cenho franzido, ao ver as finas lagrimas que ameaçavam cair dos olhos do filho.

                - Eu queria que a mamãe estivesse aqui... – Ele murmurou segurando o choro.

                - Oh, meu filho! Ela está, Jay não perderia este dia por nada! – Mark exclamou, puxando o mais novo para um abraço, o ouvindo fungar contra seu ombro. – Pode apostar que ela vai estar te assistindo naquele altar e te dando força. Ela está orgulhosa do homem que você é, Lou, da neta que você deu a ela, de tudo. Ela te ama muito, assim como eu. – O mais velho completou em um sussurro, sentindo Louis assentir.

                O Tomlinson mais novo respirou fundo se afastando, limpando as lágrimas que escorriam de seu rosto amorenado, sorrindo leve para o pai.

                - Obrigado por tudo, pai. – Ele agradeceu suspirando alto.

                - Não precisa agradeceu, Lou. Apenas vá para aquele altar antes que Harry descida ir ele. – O mais alto debochou, arrancando o riso fraco do menor.

                - Vamos, Z. – Louis chamou, tendo a amigo do seu lado.

                Os três homens saíram da sala, rumando o jardim. Quando Louis passou pela porta de vidro, que ligava a parte interna da externa, seu coração parou, aquilo estava se realizando de verdade. Ele passou os olhos rapidamente pelos convidados avistando Shawn, Steve, Lauren, Eleanor, Nicholas, Luke, Mike, Ashton, Calum, todos estavam lá. Com sorrisos orgulhosos rasgando seus rostos. O homem de olhos azuis respirou fundo se posicionando no centro do altar, juntando suas mãos em frente do corpo.

                Não demorou muito, e a marcha nupcial soou pelo gramado, e logo os padrinhos e madrinhas passaram a entrar. Primeiro entrou Gigi e Shawn, a mulher vestia um cropped branco decotado e uma saia longa da mesma cor, com um corte que ia do início da coxa até a ponta, e Mendes um terno preto simples. Em seguida Niall e Bleta caminharam graciosamente pela passarela, Rexha usava um vestido vermelho longo e justo, dando destaque a cada curva da mulher, com um decote “coração”, enquanto o homem usava um terno cinza claro, acentuando suas curvas. Depois chegou a vez de Zayn e Liam, Malik vestia um terno rosa claro bem alinhado, já Payne estava em um terno azul marinho, que podia facilmente ser confundido com um cinza grafite. Logo apareceu Daisy e Tom, a menina usava um vestido curto junto preto, e sapatos altos em um vermelho vibrante e o garoto um terno preto com detalhes em cinza. Não demorou para a vez de Phoebe e Carter, a garota usava um vestido vinho de saia rodada, com botas de cano curto e saltos na cor preta, enquanto seu namorado vestia um terno bege. E por fim Charlotte e Gemma, a Styles usava um vestido curto listrado branco e preto, e quanto a Tomlinson estava com um vestido também curto, mas junto e na cor rosa bebê.

                Depois de todos ou padrinhos no altar, lá apareceu Darcy, Doris e Ernest. Darcy vestia um vestidinho branco, com um laço azul na cintura, e estava no meio dos tios, carregando uma pequena almofada que possuía duas alianças douradas, enquanto os dois irmãos Tomlinson jogavam pétalas de rosas pelo caminho da passarela, e atrás das três crianças estava ele.

                Louis sentiu seus olhos marejarem, Harry estava tão lindo, com seu terno azul claro, e seus cachos caindo nos ombros de forma desleixada, Anne também estava maravilhosa ao lado direito do filho, com seu vestido cinza, com algumas rosas aplicadas, e Desmond do lado esquerdo com seu terno amarelo escolhido pelo próprio Harry.

                Tomlinson riu da escolha do noivo, sempre obsessivo com os ternos Gucci, fazendo questão que todos os ternos fossem da marca tão amada por ele. Não demorou muito e Harry já havia chegado no altar, fazendo a música cessar.

                O cacheado deu as mãos para seu noivo, sorrindo grande, com os olhos verdes cheios de lágrimas. Louis podia sentir as mãos do amado suarem em nervosismo, o fazendo soltar um risinho.

                Logo o juiz de paz se pôs a começar:

                - Amigos e amigas, estamos aqui hoje para unir Louis William Tomlinson e Harry Edward Styles em matrimônio. – O homem proferiu ouvindo o grito animado de Niall. – Então, senhor Tomlinson, pode fazer seus votos.

                Louis respirou fundo, apertando forte as mãos do maior.

                - Hazzy, quando eu sai de Doncaster, tudo que eu pensava era em fazer aquelas besteiras que todo adolescente ama fazer, beber até cair, dormi com metade da população londrina e festejar até o amanhecer, mas antes que eu pudesse fazer qualquer uma dessas coisa, você apareceu na minha vida e me fez virar um bobo apaixonado, que só queria te fazer bem. Desde meus dezoito anos e seus dezesseis, a gente vem lutando contra todos que nos querem mal. Eu lembro, - Louis riu, deixando uma lágrima escorrer em seu rosto. – que os nossos gestores apostavam quanto tempo nossa relação iria durar com a pressão da mídia, quanto tempo nós iriamos aguentar... E resposta, Dan, - Olhou rapidamente para seu mais antigo gestor, que estava sendo em um dos bancos distribuídos pelo gramado, logo voltando sua atenção para Styles. – é para sempre. Nós lutamos, e nos machucamos muito nesses nove anos, mas finalmente vencemos, temos a Darcy, o nosso maior tesouro... Uma coisa você pode ter certeza, Harry Styles, eu sempre estarei aqui por você. Eu te amo. – Ele finalizou ouvindo o noivo fungar, soltando uma de suas mãos, para limpar o rosto repleto de lágrimas.

                - Senhor Styles. – O juiz pediu.

                Harry fungou. Logo deixando suas covinhas em evidência.

                - Aí, droga, eu prometi que não ia chorar. – Styles murmura fungando, fazendo os convidados rirem. – Lou, quando eu cheguei no X-Factor, com meus dezesseis aninhos, todo perdido e inseguro, você não demorou para me botar para cima e me relaxar.

                - Mas botou para cima legal! – Gigi gritou, dando um duplo sentido a fala, fazendo todos rirem, inclusive Louis.

                - Não nesse sentido, Hadid. – Harry resmungou parando de rir. – Mas você deu confiança a um adolescente de dezesseis anos a subir em um palco e cantar em rede internacional. Se não fosse por você, eu jamais teria chegado onde cheguei. Depois, já na One Direction, você foi me dando força e segurança para ser quem eu sou, para não ter vergonha de mostrar como eu sou de verdade. Louis Tomlinson, você me deu amor, carinho e confiança. Você sacrificou diversas coisas, apenas para eu ser livre primeiro, para eu poder me libertar. Se hoje eu estou aqui e sou feliz, é tudo graças a você, Lou. Nós atravessamos muitas barreiras juntos, cada uma nos fortalecendo mais, e diferente do que certas pessoas pensavam, né Dan, – Debochou do gestor, que apenas revirou os olhos. – a cada dificuldade mais nos aproximávamos, e fazíamos do outro o nosso lar. Você é meu lar, Louis Tomlinson, e eu te amo. – Finalizou, vendo o rosto encharcado do menor.

                - Louis William Tomlinson, você aceita Harry Edward Styles como seu legítimo esposo? – O juiz questionou sorrindo simpático, pegando a almofada de Darcy, estendendo para o de olhos azuis.

                - Sim, eu aceito. – Louis respondeu com os olhos azuis fixos nos verdes, desviando apenas para pôr a aliança no dedo do amado.

                - Harry Edward Styles, você aceita Louis William Tomlinson como seu legítimo esposo? – O homem perguntou, levando a almofada em direção a Styles.

                - Sim, eu aceito. – Verde no azul, azul no verde. Alianças douradas e corações ligados.

                - Com o poder investido em mim, eu vos declaro casados. Podem se beijar. – O homem autoriza.

                Louis sorri grande, deixando seus olhos em fendas, e puxa Harry para mais perto, laçando a cintura do, agora, marido, não demorando para selar seus lábios em um selinho demorado, ouvindo todos baterem palmas e gritarem eufóricos.

(...)

                Liam estava encostado no balcão do bar bebendo um drink, enquanto olhava as pessoas andando de um lado para o outro, com a conversa e algazarra alta.

                - E aí, Payne? – O homem ouviu uma voz conhecida, se virando e avistando Olly, que lhe oferecia um sorriso amigável.

                - Hey. – Murmurou retribuindo o sorriso.

                - Faz tempo que não nos falamos, como estão as coisas? – O loiro questiona arqueando as sobrancelhas.

                - Bem... Eu acho. – Payne responde dando de ombros.

                - Cadê seu filho? Ainda não conheci ele... – Olly disse olhando em volta.

                - Ele está brincando com a Darcy. – Liam falou sorrindo, dando um gole no drink.

                - Ah, sim! Isso é uma loucura, parece que era ontem quando nós todos saímos escondidos do hotel para ir em alguma boate gay. – Murs relembra nostálgico.

                - Sim! Era uma época engraçada... Eu nunca diria que aquelas duas crianças iam ter uma filha. – O moreno admitiu rindo.

                - Oi. – A voz de Zayn se fez presente ao lado de Liam, que engasgou com a própria bebida.

                - Oi! – Payne respondeu sorrindo.

                - Uh, eu soube dos últimos acontecimentos, e sei que essa é minha deixa, então até mais garotos! – Olly se despediu, saindo dali.

                - Err... Será que podemos conversar em algum lugar privado? – Zayn perguntou, colocando as mãos no bolço da calça social.

                - Ah! É claro! – Payne se apressou em dizer, deixando seu drink no balcão e saindo no encalço de Malik.

                Não demorou muito e os dois estavam entrando na mesma sala que o moreno conversava com Louis mais cedo. Zayn deu passagem para Liam entrar primeiro, entrando logo depois, fazendo questão de fechar a porta atrás de si.

                - Então...? – Liam franziu o cenho, sentando no sofá que havia ali.

                O menor ficou um tempo encarando Payne antes de se manifestar:

                - Eu queria que soubesse que eu acredito em você. Acredito que não tenha me traído com a Taylor. – O moreno falou baixinho, fazendo um sorriso rasgar o rosto do maior lentamente.

                - Acredita? – Liam perguntou de forma débil.

                - Acredito... Mas isso não muda o fato de que temos que conversar. – Zayn respirou fundo antes de ir até o sofá, sentando ao lado de Payne.

                - Pode falar... – O maior se prontificou, pegando delicadamente a mão do amado.

                - Tudo bem... Liam, você precisa concordar comigo que tudo aconteceu muito rápido entre nós... – O menor começou, olhando para suas mãos juntas. – E isso está me assustando... Está sendo algo demais para mim, entende? – Malik olhou para os olhos de Liam que assentiu. – Eu amo o Bear, ele é uma criança incrivelmente adorável e carinhosa, mas eu não me sinto pronto para ser pai, sabe? É algo muito grande... Ele pode confiar em mim para tudo, mas eu não me sinto pronto para ser o pai dele. Qual é, Lee? Um pouco antes de a One Direction voltar eu estava me acabando em festas e bebidas... Tudo foi meio da noite para o dia, e esse tempo que nos afastamos, me fez perceber que meu maior medo era esse... – Finalizou esperando alguma reação, mas a única coisa que recebeu foi um carinho leve proporcionado pelo dedão de Payne em sua mão.

                - Entendi... – Liam respondeu em um tom calmo, deixando um sorriso preguiçoso aparecer em sua face. – Você podia ter me falado antes... – Ele murmurou arqueando as sobrancelhas.

                - Me desculpa. – Zayn sussurrou.

                - Podemos cuidar disso, Z. Podemos começar do zero, o que me diz? – O maior propôs, recebendo um sorriso bonito do moreno, que se sentia agradecido pela compreensão do outro.

                - Seria muito bom... – Ele murmurou rindo baixinho.

                - Ok, então, Zayn Malik você me daria a honra de sair com você? – Liam perguntou sorrindo grande.

                - Sim! – Malik respondeu animado.

                - Tudo bem! Podemos combinar tudo certinho depois, preciso me esforçar para isso... – Payne fez uma careta, arrancando um riso do menor. – Vou falar com o Bear sobre isso, ok? Vamos com calma. – Completou, recebendo um assentir. – Mas me responde uma coisa... Beijo é ser muito rápido? – Questionou arqueando as sobrancelhas, fazendo o moreno rir alto.

                - Você é um idiota, Liam. – Zayn murmurou negando com a cabeça.

                - O que? É uma dúvida séria. – Liam tentava se manter sério.

                - Um beijo. Só um. – O menor resmungou, se aproximando do outro, não demorando para selar seus lábios. Inicialmente não passou de um encostar de lábios, mas logo Liam tratou de deslizar a língua para dentro da boca de Malik, deixando que suas línguas e saliva se misturassem de forma gostosa e bagunçada, mostrando parte da grande saudade que um sentia pelo outro. O beijo foi separado pela falta de ar, deixando ambos os homens ofegantes. – Agora a gente precisa sair daqui. – Zayn sussurrou contra a boca do outro.

                - Nem mais um beijinho? – O maior formou um biquinho nos lábios, fazendo Zayn se afastar e gargalhar da carinha de cachorro que caiu da mudança.

                - Não, Payne, eu já tinha dito, só um beijo. – O moreno falou, levantando do sofá. – Me mande mensagem para marcar nosso encontrou, sim? – Zayn completou, caminhando calmamente até a porta da sala.

                - Claro que mando! – Payne exclamou, ouvindo a porta se fechar delicadamente.

                Liam abriu um sorriso grande, Zayn finalmente havia acreditado nele. Agora as coisas ia começar a se ajeitar para o casal.

                 Continua...


Notas Finais


Oie amores! Espero que tenham gostado!
Me desculpem pela demora, não vou minha intenção, de verdade. Obrigada pelo pessoal que me mandou mensagem e tudo. De maneira nenhuma quero que pensei que não tenho consideração por vocês, ok? Eu amo muito meus leitores, mas realmente me atrapalhei :p
vou tentar voltar a rotina de postar uma fez por semana, mas não é certo, até porque eu estou bem no fim do segundo trimestre da escola, e está tudo uma loucura! MAS VOU TENTAR COM TODAS AS MINHAS FORÇAS, OK?
Comente e favoritem, mesmo que seja para me xingar pela demora, pode ser?
Obrigada por não desistirem da minha pessoa, fico muito feliz <3
Bom, até o próximo capítulo!
Beijinhos nas bundinhas e bundonas de vocês <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...