História Rei Negro - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Demonios
Visualizações 8
Palavras 500
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção Científica, Luta, Magia, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


leia o último capitulo para entender melhor =3

Capítulo 2 - Quando tudo desmoronou...


Sério? - Kei pergunta

Sim. - Responde o soldado

Kei se vira olhando para sua mãe, se aproxima e diz sussurrando:

"Volto já..."

Kei de acordo com as instruções do soldado, se sentou na garupa do cavalo.

No castelo...

*O que será que o rei quer comigo ..?"

o soldado levou Kei até uma sala com apenas uma cadeira.

-Espere aqui.

Kei se sentou e ficou pensando no que poderia ser. Alguns minutos depois chega o rei.

-Obrigado pela paciência. - Diz o rei estendendo sua mão

Kei pega a mão dele, ainda pasmo.

- Por favor, me siga.

Ele guia Kei até uma sala escura, num canto mais afastado de onde eles estavam. Parecia ser uma área particular. As luzes se acendem, e Kei vê claramente um livro em cima de um  pequeno mastro branco.

- Eu sei que você deve estar confuso por ser chamado aqui tão repentinamente.

- Bem.. sim..

- Vou explicar tudo, incluindo essa marca em seu braço

*Como ele sabe disso?*

- A muito tempo atrás, - Diz o rei foleando o livro - um mago extremamente poderoso, sentiu um poder maligno. Ele sentiu que essa escuridão estava vindo nessa direção, mas ele sabia que não estaria aqui para proteger o reino quando esse trágico dia chegasse. Ele então, usando sua magia, previu quando aconteceria e passou seu poder para sua geração futura, para que a pessoa que herdasse esse enorme poder pudesse deter a escuridão. E você, Makoto Kei, foi o escolhido. A marca em seu braço é a prova disso.

- O que? isso não é possível...

 - Acha que eu mentiria?

- Claro que não, mas...

- Ontem a noite, quando ganhou essa marca, o poder emitido foi tão grande que alertou ao rei negro que você havia despertado. Agora ele não vai descansar até destruir você e tudo que ama. É escolha sua fazer isso ou não. Venha amanhã, me dizer sua resposta.

Chegando em casa, Kei contou tudo para sua mãe, e como de costume, ela o apoiou em qualquer que fosse sua decisão. 

 No dia seguinte ele voltou ao reino para contar ao rei o que havia decidido.

- Bom ver que veio 

- Bom dia, sua majestade.

- Já tomou sua decisão?

- Sim, não irei fazer o treinamento. 

- Ora, e por que não?

- Não quero me envolver com o reino... se o fizer, estarei expondo quem mais amo ao perigo. Se me der licença, já vou em bora.

Depois de dizer isso, Kei fez uma reverência, e saiu do castelo, pegando um dos cavalos como montaria até em casa.

Ela sentiu um frio na barriga quado viu, de longe, una fumaça vinda de perto da sua casa.

chegando lá, tudo que ele viu foi escombros de sua casa queimada e o corpo de sua mãe jogado no chão, envolto por sangue. No meio de tudo um cartão ensanguentado dizendo:

"Cuide-se, 'Herói'. O próximo é você."

- Rei negro... - Kei sussurrou enquanto apertava o cartão com a mão.


Notas Finais


espero que gostem :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...