História Reiji sakamaki is Daddy - Capítulo 25


Escrita por:

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Personagens Originais, Reiji Sakamaki
Visualizações 167
Palavras 1.011
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Estupro, Incesto, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei,e hoje teremos pela primeira vez (Eu acho) O Akira narrando, então tenham uma boa leitura.

Capítulo 25 - Chapter Twenty-Five: What?


Fanfic / Fanfiction Reiji sakamaki is Daddy - Capítulo 25 - Chapter Twenty-Five: What?

Chapter Twenty-Six: What?

Akio Pov's On

Quando a Akami saiu correndo eu me levantei e tentei correr atrás dela,mas quando ela entrou na floresta eu acabei perdendo ela de vista, e fui forçada a voltar para dentro da mansão e quando eu entrei o Carla veio até mim.

Carla- Oque aconteceu?

Eu- Akami se irritou comigo...

Carla- Qual o motivo?

Eu- Ela se irritou comigo...Ela não aceitou muito bem uma das condições que o Karlhienz me deu.

Carla- Quais são as condições?.

Eu: Eu posso visitar a Akami uma vez por semana, não posso dormir em ouro lugar a não ser a mansão dele,em toda viajem que ele fizer eu terei que ir junto,eu terei que dormir no mesmo cômodo que ele e por fim.... terei que me casar com ele.

Carla- Você tá de brincadeira né?

Eu- Queria estar... Mas se significar poder abraçar a Akami novamente eu aceitarei todas elas... até o casamento.

Carla- Mas e o Reiji?.

Eu- Ele também irá se casar,ambos seguimos em frente.

Carla- Ser obrigada a se casar não é seguir em frente.

Eu- Podemos não falar sobre isso? Eu quero encontrar a Akami.

Carla- Está bem,vou ligar para o Reiji e seus irmãos talvez ela esteja lá.

Então ele foi para o escritório dele e eu peguei meu celular e liguei para a Akami mas caiu apenas na caixa postal.

Eu- Droga Akami! Atende por favor.

[...] Quebra do tempo- Três dias depois

Já fazia três dias que a Akami estava sumida, todos disseram que é mais comum do que imagino a Akami fugir de casa, mas eu não me importava,eu apenas quero ela aqui de volta, não posso perde-la novamente.

Eu estava na sacada do quarto do Karlheinz observando as nuvens e curtindo a brisa fria, quando eu senti uma presença atrás de mim,mas não precisei olhar para trás para saber quem era.

Karlheinz- Ira ficar doente se ficar mais tempo aqui.

Eu- Tanto faz, porque você se preocupa?

Karlheinz- Porquê você carregará meu herdeiro, Não pode estar fraca para isso, não quero ter que te reviver novamente.

Eu- Você quer um herdeiro,mas a varinha sobe sozinha? ou precisa do azulzinho?.

Karlheinz- Eu poderia mostrar do que sou capaz mas irei esperar, qualquer meretriz é melhor que você.

Eu- Claro elas abrem a perna até para o banco central quando passam por ele.

Karlheinz- Olha como fala comigo sua humana de merda.

Eu- Eu irei falar como eu quiser com você, agora da licença que tenho que encontrar minha filha.

Akami Pov's On

Já era o terceiro dia que eu estava na casa do Akira, eu havia desistido de carregar meu celular no segundo dia, era tantas ligações que eu realmente desisti de carregar ele.

Akira- Akami porque você não carrega o seu celular e para de usar o meu?

Eu- Porque se eu carregar o meu celular, minha mãe,meu pai e meus tios vão encher minha caixa de mensagens e não vão parar de ligar.

Akira- Eles estão preocupados Akami.

Eu- Tanto faz... eu ainda não estou pronta para voltar.

Akira- Está bem, então que tal a gente dar uma volta no centro?

Eu- Pode ser.

E então eu me levantei e peguei uma roupa minha que eu havia esquecido na casa do Akira e coloquei logo em seguida eu peguei meu tênis,e coloquei uma boina  vermelha.

Eu- To pronta.

Akira- Então vamos.

Eu apenas assenti e segui ele até a limousine e depois de alguns minutos chegamos ao centro e saímos da limousine e começamos a andar.

Akira- O que você quer fazer primeiro?

Eu- Vamos andar, depois a gente para em algum lugar e come qualquer coisa.

Akira- Okay.

Akira Pov's On

Apesar de entender um pouco o que a Akami está sentindo, não consigo parar de pensar que ela também está errada, não me afastei dela porque o tio dela me ameaçou e sim porque não quero magoar ela,ela é sempre bem humorada quando está comigo e confesso que quando transamos pela primeira vez eu me senti mais que atraído por ela,eu me senti apaixonado por ela, e por isso não posso magoá-la.

Depois de um tempo andando e olhando algumas lojas eu senti meu estômago roncar e quando olhei no celular vi que já era meio dia.

Eu- Akami eu estou com fome, podemos comer algo?

Akami- Claro.

E então nós dois entramos em um restaurante de fast-food e eu fui pedir meu lanche e a Akami fez o mesmo depois de alguns minutos o meu lanche ficou pronto e eu fui para uma mesa perto da janela e quando a Akami estava chegando na mesa eu tirei meu celular do bolso e liguei a câmara.

Eu- Akami sorria

E quando ela me olhou eu tirei a foto e sorri logo em seguida.

Akami- Akira apaga!

Eu- Não, você ficou bonita.

Akami- Se você ousar mostrar essa foto para alguém eu te mato.

Eu- Pode deixar que não vou mostrar para ninguém.

Akami- Bom mesmo.

E então ela se sentou na minha frente e quando ela se sentou ela se esticou e pegou uma batata minha e comeu.

Eu- Ei! você tem as suas!

Akami- Você tirou uma foto minha,acha que é de graça tirar uma foto minha?

Eu- Acho.

Akami- Então se enganou, para guardar parte do meu brilho é preciso pagar e suas batatas serão o pagamento.

E então ela pegou mais uma batata e sorriu e eu neguei com a cabeça sorrindo.

Eu- Eu gostaria de saber como você consegue comer tanto sem engordar.

Akami- Isso é porque eu sou perfeita né querido.

Eu- Ta bom então senhorita perfeita.

Akami- Qual o seu lanche? o meu é cheddar e bacon.

Eu- Triblo bacon.

Akami- Guloso.

Eu- Falou a menina que tá devorando duas batatas fritas inteiras.

Akami- Eu posso,da licença bebê.

Eu- Não vou questionar.

Akami- Bom mesmo.

E então nós dois rimos e começamos a comer nossos lanches e depois de alguns minutos comento alguém entrou no restaurante e veio até nós e quando olhamos para cima vimos o pai da Akami.

Reiji- Você sabe como estavamos preocupados com você Akami? Você fugiu, não atendeu ninguém e agora está no centro da cidade como se nada tivesse acontecido?.

Akami- Primeiramente,eu estou acompanhanda do Akira, segundamente vocês são irritantes para caralho e terceiro eu fugi porque não vou aceitar nenhum casamento mais!

Reiji- Como assim? apenas eu irei me casar.

Akami- Minha mãe não contou? então adivinha papai,sua ex esposa vai se casar com o seu pai!

Reiji- O que?

Contínua....


Notas Finais


Que a sequência de merdas comece


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...