1. Spirit Fanfics >
  2. Reinado! III (Final) >
  3. Fuja e venha me chamar.

História Reinado! III (Final) - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - Fuja e venha me chamar.


Fanfic / Fanfiction Reinado! III (Final) - Capítulo 7 - Fuja e venha me chamar.

H A N D O N G

Levanto e tento fazer magia, esse garoto é um Bak então alguma coisa ele sabe fazer, tento várias coisas, portais, mágicas de lançamento, cura, arma espiritual, projeção, mover coisas, mas nada, eu simplesmente não consigo.

- Alguma habilidade ele deve ter.

Estava ocupada com meu pensamentos e tentando fazer algo que não vi um morto se aproximando, quando vi levei um puta susto então em um piscar de olhos eu estava do lado do corpo da SuA.

"Oi? o que aconteceu?"

Me abaixo e tento acordar a SuA, olho pro lado e vejo o Livro e o punhal dentro, tiro o punhal e coloco na mão dela, a mesma acorda e me da um soco, com o susto eu não levei o soco, mas parei longe dali.

- Eu sumo e apareço em outro lugar? (teleporte)

S - DESCULPA.

SuA grita de longe e eu assinto, ela levanta e eu fico de boa onde tô, eu não sei lutar então é melhor que eu fique longe da luta, foi quando algo segurou meu pé.

- AAAAAAAAH
(Imaginem um homem bombado gritando que nem garotinha)

Teleporto e quando vejo estou no castelo da Yoohyeon, os soldados estão lutando contra os mortos vivos e perdendo, então imagino ir pro castelo da Dami e adivinhem, consegui.

- HEHEHE...

Cl - Thunder?

Levo um puta susto e teleporto pro outro lado.

- Quer me matar do coração?

Cl -Como você fez isso?

- Eu sou Bak, sei fazer magia... aqui tem mortos vivos?

Cl - Só demônios mas já exterminamos todos.

- O outro reino precisa muito de vocês.

Cl - Nós estamos nos reunindo pra ir.

- Ja deu a ordem?

Cl - Já, elas estão nos portões.

- Então vem comigo.

Vou até ela e a abraço, teleporto pro reino e ela arregala os olhos, a solto e ela manda eu ir buscar Ostara.

- Sim capitã.

Então é isso, eu fui busquei a loba, depois mais duas guardas, depois mais duas e duas, aí trouxe camufladas tambem, e algumas arqueiras, parei pra descansar, tomei uma água e depois fui buscar mais gente, escutei a trombeta e vi o portão sendo incinerado, arregado os olhos e vejo JiU entrando com sangue nos olhos, torrando mortos, o povo começou a comemorar, Yoohyeon entrou logo depois e começou a esmagar gente, SuA estava com o livro fazendo invocações Dami e Siyeon lutando com espadas e os lobos tambem, e no Fim vinha BOM ainda controlando os poderes da SuA e da JiU.

- elas são poderosas, o nível delas é acima da Yoohyeon.

Lembro da Gahyeon e teleporto pra lá, procuro o castelo todo até que encontro, estava dormindo e a avó ao lado dela, suspiro e me aproximo.

Hr - Thunder o que faz aqui?

-   E-Eu fui mandado pela rainha... num portal. Há mortos vivos lá, muitos.

Hr - Deuses, meu filho, você o viu?

"Não posso mentir..."

Hr -  O Rei teve uma morte honrada, lutando por seu reino.

Ela começa a chorar e eu a abraço, Gahyeon acorda e se encolhe na cama abraçando o Nimbus, sorrio fofo pra ela.

G - DongDong? Porque está no corpo do Thunder?

A vó dela me empurra e tira uma espada de perto  da cama, me assuto e teleporto.

-  C-Calma aí senhora, eu não estou possuida, quer dizer eu estou possuindo,mas é porque meu corpo foi queimado junto com o inimigo e este rapaz havia acabado de morrer.

Mostro o corte na camisa e todo o sangue, ela continua me olhando.

Hr - Quem o matou?

- Sua sobrinha, ele estava em dominio do inimigo, e ela não teve escolha... senhora eu sou uma sacerdotisa jurada, não posso mentir.

G - DongDong cadê o papá e a mamá?

A mulher nega com a cabeça.

- Sua mamá está na cidade de citrás lutando bravamente.

Hr - Seu papá deve estar lá embaixo liderando as tropas meu amor.

G - DongDong me abraça, eu tô com medo.

Suspiro e a mulher abaixa a espada, vou lá e abraço ela e o lobinho.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------

----------------------------------------------------------------------------------------

D A M I

Após controlarmos a situação da cidade, nós enfim sentamos pra descansar, estávamos todas exaustas, sem excessão, mas é claro que entre nós tinha que haver uma teimosa, Siyeon chama Lotus várias vezes mas ele não aparece.

Sy - Mataram meu cavalo... maldito.

Y - Siyeon é melhor descansar.

Sy - eu não posso, meus filhos estão sozinhos em casa.

-  Estamos esgotadas Siyeon, eles devem estar bem, veja... as tropas do reino estão aqui.

.Ela me ignora e levanta, guarda a espada e chama os lobos, apenas Yule e Samhaim vão com ela, Ostara estava com CL, Beltane ficou no meu colo e Mabon ao lado de JiU.

Sy - EU CHAMEI BELTANE, OSTARA E MABON.

Eles choram e vão até ela com os rabinhos entre as pernas.

J - Calma Siyeon, eles estão exaustos.

- Eles tem que acima de tudo me respeitar.

Ela começa a andar e os lobos atrás, suspiro.

S - Ainda não entenderam...?

Olhamos pra ela confusas.

S - ... ela matou o homem que amava, ela precisa ficar sozinha, ela precisa chorar.

Y - Mas eu vi ele.

S - Aquela é Handong dentro do corpo dele, Thunder se foi.

SuA levanta e corre até Siyeon.

---------------------------------------------

---------------------------------------------------------

S u A

Alcanço ela e a faço parar, a mesma me olha séria.

- Eu sei que está sofrendo, só não demora muito pra voltar, meu coração não vai aguentar tantas saudade de você e da Samhaim.

Sorrio fraco e abraço ela, depois beijo seu rosto.

- Te amo... quando se sentir triste, saiba que tem alguém aqui, te esperando pra cuidar de você... -Suspiro e vejo JiU olhando de longe.- não só eu, como a Minji.

Dou um selinho nela e a solto, me abaixo e abraço Samhaim.

- Sam, cuide bem dela, se acontecer algo, fuja e venha me chamar.

Faço carinho nela e a solto, depois me despeço e volto até o castelo, foi dificil ver ela partindo pra floresta, eu impediria se tivesse forças.

Nós passamos exatamente 3 dias sem dormir, organizando o que sobrou do reino, queimando mortos, purificando alimentos e água.  Fomos através de portais até Malpetrim e Serath, ambas estavam tomadas por mortos vivos.

J - Temos que dar um jeito nisso depois que melhorar-mos.

D- Pela quantidade e pelos dias que isso a aconteceu, ficaremos meses purificando isso.

Y - É tempo o suficiente pra pra reconstruir o reino.

Minji e eu fizemos uma barreira mágica em cada reino para que os mortos vivos não saiam dali e nenhum vivo entre, depois retornamos ao nosso reino e começamos a ajudar na construção, quando ficávamos fracas nós pegávamos energia de Yoohyeon.

Demoramos 1 mês pra reconstruir e purificar o reino.

Y - Okay, onde vamos primeiro?

B - Que tal cada uma pra um reino?... minha missão de intermediar elas é só pra evitar que elas matem inocentes, e lá não tem.

J - Você é má.

- Realista hehehe.

J - Yoo ce ta bem?

Y- Não... desde que Siyeon e Dami partiram eu nunca mais tive notícias delas e do reino Lee.

- Tá pensando na Dami né... olha, ela viu você esmagando a cabeça do cara que ela amaa....

J - SuA!

- Temos que ser realistas.

Y - Eu fiz por impulso, ele ia cortar a cabeça dela.

- Não, naquele momento ele estava lutando contra aquela criatura que ia cortar a cabeça dela.

Y - Não faz eu me sentir pior do que já estou.

B - Você quer vê-la?

Y - Sim...muito.

BOM sorri e se levanta, chama o mensageiro.

B - Vá até o reino Lee e entregue isto a rainha Yoobin.

Ela dá um rolo pro rapaz e ele assente.

Y - O que é isto BoM?

B - Uma carta da Grã-Sacerdotisa felicitando Lee Yoobin, por sua esposa estar grávida de um filho legítimo do rei.

Meu queixo cai e JiU arregala os olhos, Yoo fica em choque.

Y - Que?

B - Isso mesmo majestade, sua áurea está com uma coloração diferente.

Yoohyeon sorri, ela parecia realmente feliz.

Y - E-eu vou ser mãe?

J - Eu vou ser titia?

B - Sim.

- Tô chocada.

Y - Ela vai ficar tão feliz... - ela olha pro rapáz - Ainda tá aqui?

Ele sai correndo e eu dou risada, depois levantamos e abraçamos ela.

--------------------------------------------------

---------------------------------------------------------------

D A M I

Um mês de luto sem falar com ninguém, trancada na minha sala, dando atenção apenas pra Gahyeon, tadinha do meu bebê, chorou por dia pelo pai e nem teve a oportunidade de se despedir, tudo o que restou  a ela foi a pulseira que Siyeon me devolveu antes de sumir com os lobos.

- sinto sua falta.

Acaricio a pintura na parede com a imagem dele e suspiro, vejo CL se aproximando e curvando, mando ela levantar.

Cl - Majestade, acaba de chegar um mensageiro do reino de Citrás

Suspiro e assinto, vou até a mesa e coloco minha coroa, depois vou com ela até o salão principal, o rapaz esta de joelhos no chão de cabeça baixa, era um dos Parks que foram morar pra lá.

p - Salve rainha soberana, portadora do útero sagrada, dinvindade entre os humanos.

- Te saúdo, homem viril, representante do Deus, o que tens pra mim?

p - A Grã-Mestra Bak Bom lhe enviou esta mensagem.

Ele ergue o pergaminho e eu pego, abro e começo a ler, paro na metade.

-...esperando um filho legítimo do rei.

Leio e releio aquilo, sorrio.

- CL MANDE PREPARAR MEU CAVALO E A CARRUAGEM REAL.

CL - Sim Majestade.

- DÊEM DE COMER E BEBER A ESTE HOMEM, ABENÇOADO SEJA POR TRAZER TAL NOTÍCIA.

Mando chamar SunMi, Harin e Gahyeon.

G - Mamá...mandou chamar?

- Sim meu amor.

Sm - Alguma coisa aconteceu majestade?

Hr - Ta me assustando.

- Arrumem suas coisas, vamos pra Citrás.

Entrego o pergaminho para Harin que pega e ler alto, arregalou os olhos ao chegar na melhor parte e leu com lágrimas nos olhos.

Hr - Meu filho deixou um herdeiro.

G - Uhul vou ter uma irmãozinho ou manzinha

Sm - Abençoada seja a Rainha Yoohyeon.

Gahyeon sai correndo e vai arrumar as coisas dela, Harin vai junto com SunMi e eu saio em seguida porque não tô aguentando de felicidade  e não consigo esperar.

------------------------------------------------

---------------------------------------------

G A H Y E O N

- Eu vou ver a DongDong uhul.

Faço dancinha porque tô com saudades dela, mesmo que seja no corpo do Thunder e que ela venha aqui a noite pra ler uma história, eu quero mesmo estar com ela.

"Vou pedir pra ficar grande definitivamente."

Termino de fazer minha trouxinha e desço correndo, pego o Nimbus e corro pra fora, entro na carruagem.

Assim que vovó e tia Sun entraram, vó CL deu ordens e nós saimos, chegamos a noite e nós fomos bem recebidas, entramos e fomos até a sala onde mamá já estava lá.

- Me deixou pra trás.

D - Desculpa meu amor.

Fomos lá com a rainha e abraçamos ela, depois jantamos e fomos descansar.

- Mamá.

D - Oi meu amor.

- Quero ficar grande e casar com a  DongDong de novo.

D - AAAAAAAH NÃO, agora ela é homem e tem...

- Tem?

D - Uma coisa que machuca.

- Ta falando do piupíu?

Ela fica vermelha e assente.

- O papá me ensinou como faz, ele disse que dói e sangra porque rompe uma pelinha e sai uma coisa liquida e branquinha do piupiu que faz a mulher engravidar, mas só fica grávida na primeiras vez se a mulher for muito fértil, senão tem que ficar tentando.

D - Seu pai não tinha jeito mesmo.

- Mamá isso é ensinado na primeira série.

D - Não com tantos detalhes assim.

- Hehehe...

D - Está disposta a consumar com um homem mesmo sendo uma criança que ainda nem sabe falar direito?

- A mas assim a zenhora me ofende.

D - Hahahaha... nem sabe lavar direito as calcinhas e faz pipi na cama.

- Mamá.

Cubro meu rostinho com vergonha.

D - Meu amor... não há nada de errado em esperar, Thunder tem 17 e você 7, espere mais 10 anos, até ter uma fala melhor, um teinamento melhor, até ter seu primeiro sangramento, filha você precisa passar por todas as fazes pra ser uma mulher de verdade como eu.

Olho pra ela e sorrio.

- Ta bom mamá, eu vou esperar.

Ela beija meu rosto e me acomoda na cama.

- Mamá e a tia Siyeon?

D - Tudo o que sabemos é que ela mora na floresta...como uma loba solitária que governa sua matilha.

- Tenho xaudades dela.

D - Eu também meu amor... mas sua tia achou melhor ficar sozinha.

Ela beija minha testa e vai embora, fico revirando na cama até que durmo.

--------------------------------------------

10 ANOS DEPOIS

--------------------------------------------

G - E então, nós conseguimos?

B - Sim alteza... você está esperando um bebê.

- UHUL 

Faço dancinha e DongDong da risada, abraço ele e beijo seu pescoço.

G - Vamos lá no reino contar pra mamá.

-----------------------------------------------

-------------------------------------------------------------

S u A

Acordo com beijos na nuca, sorrio e viro de frente pro meu amor, beijo ela.

- bom dia Filha do Sol.

J - Bom dia Rainha dos Mortos.

Fizemos careta e levantamos, fomos escovar os dentes pra poder dar um beijo descente.

J - Tem certeza que vai fazer aquilo?

- Se eu pude colocar a alma do Taemin no Taemin II, eu posso colocar a alma do Thunder no filho dele.

J - E se for uma menina:?

- ai eu troco as almas e a Gahyeon surta kkkkk

J - Maldade.

- Não faria isso, só tô esperando pra saber se vai ser um menino.

Terminamos e voltamos pro quarto, ficamos na cama namorando até que levei um puta susto.

- AAAAH

J - Que foi?

Ela olha e da um pulo.

J - Samhaim o que faz aqui? e como entrou?

Me enrolo no lençol e vou até ela, a abraço estava com cheirinho de sabão.

- oi menina linda, veio me buscar?

Ela assente e eu sorrio.

- Vou só me arrumar e nós ja vamos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...