História Reinos da Mente - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 2
Palavras 450
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Shounen, Sobrenatural, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


opa bão

Capítulo 1 - A Grande Criação


Da escuridão profunda e primordial, o vazio mais ontológico que se pode atingir na natureza, Ekkert moldava o mundo através de sua vontade. Em consequência de não ter forma física, antecessor a qualquer dimensão, Ekkert deu-se uma estrutura que o mesmo denominou "corpo", e usufruindo de suas mãos viscosas e enegrecidas disparou uma saraivada de vinhas por seus dedos que deram forma a natureza física. Cada vinha se transmutava num aspecto diferente do físico, indo desde terra até a mais nobre nebulosa. Disso estrelas, galáxias, e até mesmo universos gigantescos tomaram forma, ocupando o vazio com espaço físico, em infinitas direções geométricas. Ekkert notou a incrível criação do seu ser, algo sem nem um pingo de trabalho, mas ainda assim grandioso.

No topo de todas dimensões, Waktu nasceu, filho de Ekkert. Sua missão foi transpassar pelas vias do espaço todo o tempo, fazendo seu fluxo correr por toda criação, emaranhando o destino, o passado, o futuro, e o presente. Waktu tem pleno controle sobre o tempo, permitindo-o criar linhas temporais e alterar o direcionamento da história como bem entender. Entretanto, Ekkert alertou que só deveria fazer isso quando extremamente necessário. O espaço e o tempo se entrelaçam e moldam o mundo. Faltava apenas o não-físico. Das mãos unidas de ambos, a explosão ocasionada pelo toque delas trouxe a existência os planos além do físico comum: espiritual e a mente.

Os espíritos são partes conectadas ao físico por uma laço de vida. Ao nascer, uma pessoa é conectada à uma alma recém criada que o mantém vivo de forma sobrenatural, sugando resquícios de energia etérea e transportando para a corpulência física através do link.

A mente é o único local reservado, sendo o terceiro ponto da estrutura dos seres. É nela que todos seus ideais, objetivos, sentimentos, e ações, tomam início. Um ser sem mente, é um ser vazio.

Os dois primeiros perceberam que só faltava uma única coisa: o próprio laço da vida. Do pó de terra e do plasma estelar, unificando-os, Ekkert trouxe a existência Nolosha, e junto dela, seu oposto, vindo da fusão entre a podridão e um pedaço do tempo, Mirtis. Ela teve o propósito de trazer a plena vida, criando as espécies por toda extensão dos vastos universos, dentro de todas as infinitas dimensões da existência. Já ele, Mirtis, beneficiou-se com um dos quatros cavaleiros, sendo ele a Morte. Quando chegasse a hora de cortar o laço da vida e desligar os três pontos estruturais, a ceifada ocorrerá. Diversos deuses e abstratos "nasceram", e tudo estava completo. Ekkert e Waktu, no entanto, decidiram entrar em reclusão e se transformaram em duas safiras: a Safira da Escuridão e a Safira do Tempo.

Agora, tudo está em paz.


Notas Finais


opa tchau


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...