1. Spirit Fanfics >
  2. Reinos de Cristal. >
  3. Casamento vermelho

História Reinos de Cristal. - Capítulo 22


Escrita por:


Capítulo 22 - Casamento vermelho


Fanfic / Fanfiction Reinos de Cristal. - Capítulo 22 - Casamento vermelho

Capitulo 22: Casamento vermelho

 

 

 

 

Todo o casamento sem amor resulta em amor sem casamento. - Millôr Fernandes.

 

 

 

O grande dia finalmente havia chegado. Mito estava em sua carruagem a caminho do reino Uchiha, o sol ainda não tinha nascido, em sua carruagem encontravam-se suas irmãs e suas damas de companhia que cochilavam. Mito estava acordada, ela estava ansiosa demais para conseguir descansar, seus olhos estavam fixados na pequena janela de sua carruagem, não dava para ver muita coisa por causa da escuridão, mas aquilo certamente a acalmava.

 

 

 Madara aproveitara sua última noite como solteiro, deu uma pequena festa para alguns nobres regada a álcool e belas mulheres. O primogênito acordou antes do nascer do sol, ao lado de sua cama se encontrava uma garrafa de vinho da noite anterior, não dormira com nenhuma dama, só desfrutou da companhia de algumas delas. Ele se levantou e trocou de roupa, aproveitou o silêncio do castelo para reler as cartas trocadas com Mito, ele estava ansioso para chamá-la de esposa e reconfortava seu coração com as doces palavras escritas por sua noiva.

 

 

Os primeiros raios de sol estavam aparecendo timidamente quando a carruagem das Uzumakis parou em frente ao grande portão do Uchihas. A primogênita acordou gentilmente suas irmãs e suas damas de companhia para que pudessem entrar no castelo. A primeira a sair da carruagem foi a mais velha, depois a irmã do meio, seguida pela mais nova e por último as damas de companhia. As jovens mulheres foram recepcionadas pelo Rei e pelo seu filho mais novo que se encontravam em frente a grande escadaria que dava acesso aos quartos do castelo - Sejam bem vindas! - disse Izuna cordialmente, todas agradeceram e cumprimentaram o rei e o príncipe.

 

 

Izuna caminhava tranquilamente pelo corredor quando encontrou seu irmão que olhava pela grande janela que dava vista para o jardim que agora estava todo decorado para seu casamento, o mais novo deu um sorriso e encostou no ombro de seu irmão - A Mito, suas irmãs e suas damas de companhia, chegaram - disse, recebendo a atenção do primogênito- Não posso ver a noiva antes da hora - ele disse com um meio sorriso - Certo, só achei que você gostaria de saber - falou o mais novo dando os ombros - daqui a algumas horas ela será uma Uchiha- ele disse com um brilho nos olhos - Senhora Uchiha - Izuna disse, fazendo o sorriso de Madara aumentar - Finalmente, o dia que sonhei nos últimos anos...Chegou - falou o mais velho, Izuna assentiu - Aproveite suas últimas horas como solteiro, irmão - falou o Uchiha mais novo e o mais velho riu - Aproveitarei.

 

 

Os criados dos Uchihas acomodaram as convidadas em seus respectivos quartos. Após se ajeitarem, as damas de companhia de Mito se arrumaram rapidamente e foram para o quarto da primogênita dos Uzumakis para ajuda-la a se arrumar para o grande evento do dia. A primogênita estava nervosa, andava de um lado para o outro dentro do grande quarto de hospedes enquanto sua irmã tentava a acalmar – Respire Mito, vai dar tudo certo – disse Yume com um sorriso – Eu não sei se eu consigo... – confessou a mais velha – Consegue sim, claro que consegue! Você o ama, irmã! Sabes que é a herdeira de nosso reino, assim que papai se aposentar, você liderará as nossas terras, pense como líder, como futura a rainha que você é! – disse a mais nova, Mito se sentou em sua cama – Você tem razão, a partir de agora começa uma nova fase de minha vida, tenho que agir de acordo com o cargo que irei ocupar futuramente – falou ela, a sua irmã deu palminhas de alegria – Isso mesmo, agora sente-se que eu irei te arrumar – disse a mais nova.

 

 

Madara terminara de se vestir, estava com seus longos cabelos negros presos em um rabo de cavalo, trajando um quimono preto com o símbolo de seu clã estampado atrás. O jovem se olhava no espelho admirando sua própria beleza – Está pronto, Madara? – perguntou Izuna que passava pela grande porta de carvalho – Eu nasci pronto – disse o mais velho sem olhar para seu irmão, Izuna revirou os olhos e riu – Vamos, os convidados já estão a chegar, nosso pai esta recepcionando-os. Todos querem ver o noivo, afinal! – Madara riu – Assim seja, então – disse o primogênito seguindo seu irmão mais novo.

 

 

Mito já estava com seu quimono branco com o símbolo do seu clã feito especialmente para ela, seus cabelos estavam presos em dois coques com dois fios soltos dos dois lados da cabeça e a sua coroa de ouro. Usava um batom rosa claro que realçava sua boca e sua maquiagem era bem leve, a menina se olhava no espelho enquanto colocava um colar em seu pescoço para ornar com sua coroa - Está pronta? - perguntou Yume encostada na porta do quarto de hóspedes - Quase - respondeu a ruiva mais velha olhando a caixinha de joias, pegou um par de brincos de pérolas e colocou em suas orelhas - perfeito! - comemorou.

 

 

Madara estava em pé em baixo do arco de flores em frente ao altar, todos os convidados já estavam sentados, inclusive a família Senju que estava na segunda fileira da esquerda. O Uchiha sorria vitorioso esperando a mulher de sua vida passar pelo tapete vermelho coberto de flores para ser sua esposa. A marcha nupcial tocada por músicos do reino começou, os olhos cor ônix do moreno estavam fixo na ponta do longo tapete vermelho, onde a ruiva aparecera alguns segundos depois, ela estava deslumbrante em um quimono branco com detalhes dourados e um grande símbolo de seu clã estampado em suas costas.

 

 

Hashirama estava com seu coração apertado, sentado na segunda fileira a esquerda do noivo, ele olhava ansiosamente para a entrada com esperanças que Mito desistisse do casamento. Ao inicio da marcha nupcial ele a viu, nunca tivera tão deslumbrante quanto no dia de hoje, carregava em sua face o sorriso doce que o moreno tanto amava,  foi nesse momento que ele percebeu que se era isso que a deixava feliz, ele também ficaria feliz por ela. Descobrindo assim o verdadeiro significado do amor.

 

 

Mito andava graciosamente acompanhada do rei do clã Uzumaki até o altar. Ao chegar ao lado de seu futuro marido, seu pai entrego-a à ele e deu um beijo em sua testa, Mito se virou para Madara com um doce sorriso, derretendo o coração do moreno. O Uchiha segurou a mão de sua noiva e os dois se viraram para o padre que começou o seu sermão.

 

 

Madara se virou para sua noiva e segurou gentilmente suas delicadas mãos para proferir seu votos - Em nome de Deus, eu, Uchiha Madara, aceito você, Uzumaki Mito, para ser minha esposa, na riqueza e na pobreza, na saúde e na doença, para amar e respeitar, até que a morte nos separe. - disse Madara olhando nos olhos castanhos de Mito - Em nome de Deus, eu.... - Os votos de Mito foram interrompidos por uma voz - OS SOLDADOS DE SUNAGUKARE ESTÃO NA FRONTEIRA! - anunciou o guarda que chegou ofegante no local. Todos olharam para ele horrorizados - Preparem nosso exército, nós vamos defender nossa fronteira! - falou o rei Tajima, se levantado do lugar em que estava sentado.


Notas Finais


Gostaram? Comentem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...