História Reinos em Guerra (interativa) - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Interativa, Vagas Abertas, Yaoi, Yuri
Visualizações 42
Palavras 296
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Orange, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 6 - Abissal


Zonas abissais - templo do Deus Kraken


- Muito bem. - dizia a sacerdotisa ao povo - Vamos agora homenagear o nosso deus Kraken, que inicie a oferenda ao deus.

          Uma porta se abre e dois olhos vermelhos são vistos, revelando um enorme Megalodonte de no mínimo doze metros de largura e preso por correntes que o ligavam ao fundo do oceano.

- Quem tem coragem de lutar com o Megalodonte em nome do nosso deus? Quem vai honrar está arena com sangue de tubarão hoje? Quem ira enfrentar a morte e rir na cara dela hoje?

         Todos os homens e todas as mulheres fixamente para a arena, mas ninguém teve coragem de pular lá no meio onde se encontrava a fera que tinha sangue escorrendo pela boca.

- Eu vou. - um jovem de cabelos azuis pulou na arena, com um machado da mesma cor em mãos (mas com o preto também como cor) e um revolver na cintura.

- E qual seu nome meu jovem guerreiro?

- Meowin, Meowin Spash.

- Bem, boa sorte Meowin. - ela solta o grande tubarão que avança contra o cara, mas não deu dois minutos pra que o machado se cravasse dentro da mandibula do bicho.

- Hora de fazer sushi. - ele puxa o revolver e dá um tiro dentro da boca do tubarão.

- Isso foi muito fácil, deveria ser algo mais difícil para agradar o Kraken. - reclamou uma mulher entre os milhares de guerreiros ali presentes.

- Isso foi apenas um teste, um teste de coragem no qual só este jovem passou. - a sacerdotisa pula até o local em que o garoto estava e o encara.

- O que foi?

- Filho, você tem o necessário para nos honrar na guerra, aceita defender o seu povo contra os malignos Atlantis?

(  ) aceitar

(  ) recusar


Notas Finais


Bem, isso foi só para vocês terem uma ideia de como vai funcionar a fic...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...