História Reinos em Guerra (interativa) - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Interativa, Vagas Abertas, Yaoi, Yuri
Visualizações 56
Palavras 736
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Orange, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura e nas notas finais está a ordem que os reinos aparecerão.

Capítulo 9 - Primeiro arco - The Winter is coming - cap. 1


Forte dos Pinguins - 9:45 am

Ao longe, nas proximidades dos fortes gélidos da cidade de Rushvsky (uma das grandes cidades-estado do poderoso reino Glacinata), quando a neve baixava podia se ver o rosto vermelho devido ao frio de um pequeno menino que carregava uma flor de lotus envolvida por um bloco de gelo para preserva-la.

- Sven? Sven? - gritava uma mulher com olhos de pupilas transparentes procurando o garoto em meio a neve.

- Estou aqui mama.

- Pelos deuses garoto, não some assim, quer matar sua velha mãe do coração? Quer?

- Desculpe mama. - o pequeno Sven guarda a flor no bolso de sua calça e estica seus braços para a mãe pedindo por colo.

- Nunca mais desapareça desse jeito - a mulher puxa o menino pro seu colo - quem sabe o que poderia acontecer com você? Agora vamos pra casa.

- Vamos. - os dois começam a seguir pelo caminho de pedras vermelhas que foram colocadas sobre o gelo para marcar os caminhos até os fortes, caminhos esses que dificilmente se cobriam de neve por conta da magia de calor que saia das pedras, fazendo-as sempre brilhar em um tom vermelho e laranja e também manter uma temperatura contante de 30 graus célcios.

Já na cidade as aparências eram diversas, seres do mundo todo vinham até o reino em busca dos raros produtos que só eram produzidos aqui, por conta da temperatura ou pelas criaturas dos quais vinham, sendo muitas impossíveis de se capturar e levar a outros continentes, muitas sendo por culpa do seu tamanho, como as baleias rosas, que podem parecer fofas em nome, mas são seres carnívoros de mais de trinta metros e com mais de trezentos dentes serrilhados e a língua que funciona como uma segunda mandíbula.

Apesar de muitos o chamarem de reino esquecido por poucos realmente gostarem de vir aqui por conta das temperaturas, muitos também deram-lhe o nome de "reino da união", por dois motivos: o primeiro é o fato de sobrenaturais e humanos viverem em paz aqui e quase nunca ocorrem brigas (isso vale para todas as espécies na verdade) e o segundo é pelo lugar conseguir produzir o melhor açúcar do planeta (estranho né?).

- Olha pra isso. - dizia o Rei Nover andando com seu principal guarda-costas pelo centro da cidade - Um dia você imaginaria que nosso reino teria esse tanto de gente?

- Era difícil de imaginar depois da crise dos icebergs.

- Aquele foi um período conturbado na nossa história, mas agora tudo se ajeitou e não estamos mais em guerra, bem, pelo menos não nosso reino. - ela fecha um dos botões do seu casaco que havia se soltado sozinho (não é a primeira vez que isso acontece).

- REI, REI. - um homem vinha correndo até ele.

- Diga homem.

- Golens de gelo, VINDO PELO LESTE.

- Preparem os canhões, dos muros eles não passam e chamem nossa melhor guerreira.

- Sim senhor.

A poucos metros dali, um bando com uns cinco golens tentavam quebrar o grande muro de gelo negro que envolvia Rushvsky, eles eram nada mais, nada menos, do que enormes seres feitos de puro gelo e neve, com olhos azuis escuro e que brilhavam.

- Vamos lá homens, quero ver quem é mais forte, eles ou nossas espadas. - um cavaleiro se jogou em direção aos golens e foi bruscamente pisoteado por um deles, deixando o gelo do corpo do mesmo em cor vermelho-vivo conforme absorvia o sangue do corpo dele e da neve.

- Ai, ai, esse povo não sabe mesmo o significado de "esperem sua melhor guerreira, depois pulem neles". - uma menina de pele bem albina e olhos azuis escuro, além dos chifres de rena que ela tinha.

- Sne?

- Eu mesma. - ela estala os dedos e o gelo se abre, fazendo os golens caírem pela fenda que se fecha e os esmaga logo depois - Viu? Mias fácil.

- Sne, ainda bem que você apareceu, precisávamos te pedir um favor.

- Diga.

- Os ataques de monstros tem aumentado nos últimos meses, no começo eram só um ou outro espirito da neve ou um mamute, mas agora estão vindo golens, dragões e até um gigante foi visto pelas redondezas, esperamos que você descubra o motivo pelo qual eles tem nos atacado.

- Deixe-me pensar nisso...

( X ) investigar            (  ) recusar a missão


Notas Finais


Bem, foi isso por hoje e agora a ordem dos reinos:

Glacinata;
Persean;
Lendas;
Asiaticos;
Abissal;
Mortos;
Orixas;
Peçonha;

os outros reinos não tem ninguém pra história e assim que tiverem eles serão adicionados por ordem de chegada...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...