História Relações - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Rap Monster
Tags Ineedminjoon, Lemon, Minjoon, Nammin, Projetominjoon, Pwp
Visualizações 127
Palavras 2.662
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Pois er ner...
Meio tarde para estar postando sá fanfic. Meu plano era postar essa fanfic mais cedo, mas acabaram acontecendo imprevistos...
É triste esse imprevisto, minha avó acabou morrendo, e ontem – 11/08/17 – eu viajei pra cidade onde ela morava para o enterro dela e tals... Eu juro que me esforcei para escrever esse capítulo, mas sorry se ele não ficou bom – talvez nem bom como eu mesma desejasse.
Eu acabei perdendo a data também, mas perguntei se essa fanfic ainda podia participar do projeto, e ela - INeedMinJoon autorizou – me deu uma “colher de chá” ou um “descontinho”, agradeço muito por terem entendido a situação :)

Capítulo 2 - Coragem


Fanfic / Fanfiction Relações - Capítulo 2 - Coragem

 

Jimin fugira o mais rápido possível para o andar de cima de sua casa, mais especificamente, correra para o seu quarto.

Estava fugindo do seu próprio “bofe”, “senpai”, “oppa”, “crush”, enfim, como você desejar chamar.

Jimin necessitava seriamente questionar alguém sobre o que fazer. Dessa vez ele se sentia muito confuso mesmo e não estava conseguindo resolver a questão: Aceitar fazer “coisas” com o crush, ou não? Namjoon tinha pelo menos as noções básicas dos perigos que relações sexuais podiam trazer?

 

“Claro que ele sabe... É mais experiente que eu, que sou um virjão” Virjão com orgulho. Jimin estava se reservando para apenas uma pessoa. Só não sabia se seria realmente Namjoon... Ele deseja que seja.

 

[...]

 

Jimin vasculhou o seu quarto. Não tinha nenhum preservativo, nenhum lubrificante...

- Não me diga que eu vou ter que pedir pro Namjoon ir comprar... – Jimin não sabia se teria coragem de chegar a um estabelecimento a procuras dessas “coisas”.

- Jimin? – Namjoon batia na porta do quarto.

Jimin arrumou a bagunça que tinha feito de modo afobado para poder abrir a porta para Namjoon. Era o que iria fazer se... Não começasse a imaginar que Namjoon iria chegar já o agarrando e o jogando para cima da cama.

A imaginação de Jimin estava voltando a ficar fértil com a presença do rapaz ali... Talvez até demais. Jimin começou a sentir seu corpo esquentar.

 

“Jimin, para de pensar nisso!” Jimin xingava a si mesmo por ter aqueles pensamentos impuros, esses pensamentos que o causava arrepios e outras sensações.

 

- E-eu estou me trocando! – Jimin inventou uma desculpa para não ter que abrir a porta para Namjoon no momento.

- Vai se vestir do que...? – Jimin sentia um tom pervertido vindo por parte de Namjoon.

 

“Que safado meu deus... Porque que eu fui gostar desse cara?!” Jimin não podia acreditar que seus interesses haviam saído do conceito de “namorado fofo” para “namorado safado”. Mas decidiu responder Namjoon a altura só por brincadeira.

- Você já vai saber... – Jimin ficou vermelho como um tomate por ter dito aquilo, e ainda mais por ouvir a risada de Namjoon em seguida.

 

“Socorro... TAE!” Jimin lembrou-se de que iria contratar o seu “salvador da pátria”.

 

Falando nisso... Jimin sabia que Taehyung estava no mesmo estado que ele; ambos sempre encalhados; sem nenhuma experiência amorosa.

 

[...]

 

Jimin pegou seu celular e de modo corrido ligou para Taehyung, que demorou a atendê-lo.

- Q-que tu quer?

- O Namjoon... Quer o meu bumbum Tae-Tae!

- Ave Claúdinha! Dá pra ele logo! Tchau... Ahn... – Jimin ouviu um gemido vindo da ligação de Tae. Parece que tinha atrapalhado um casal.

Sabia não que Taehyung era rápido assim... O cara já deve ter nascido uma naja e Jimin não estava sabendo.

 

“Taehyung... Cuidado com o que você faz. Que o Hoseok não te machuque, amém Jeová” Não era nada demais desejar uma boa sorte para o amigo.

 

[...]

 

Jimin estava decidido que iria aceitar a proposta de Namjoon. Orava a cada minuto que tudo iria ficar bem e não era a pior coisa do mundo, isso chegava a lhe encorajar.

Jimin disse para Namjoon que estava se trocando, e não iria mentir para o rapaz.

Jimin abriu a última gaveta do seu guarda-roupa, encontrando camisas compridas ali.

Seria “sexy” se ele tirasse suas calças e só se vestisse com uma daquelas camisas compridas? Na sua imaginação, aquilo lhe daria mais credibilidade. Na parte de sua imaginação que se reserva para pensamentos impuros.

Bem, pelo menos Jimin tentaria.

Jimin livrou-se de suas calças, e evitando-se olhar no espelho, vestiu-se somente com uma camisa comprida.

 

“Ah, ha...” Jimin estava rindo de nervoso. Ele olhou-se no espelho de volta e sentiu que a sua inocência de antes havia saído de seu corpo... Mesmo ele, que sempre muda do estilo “dark” para o estilo “kawaii”, admite curtir ter um estilo “fofo” de ser.

 

Jimin até esquecia-se da parte que até ele mesmo se atraia. Suas pernas e seu bumbum avantajado estavam em destaque com ele usando só aquela camisa.

“Namjoon não irá resistir” Era o que Jimin queria pensar, mas estava nervoso para sua primeira vez... Devia lidar com essa situação como um adulto, mas estava difícil viu.

 

“Só vai” Jimin abriu a porta do quarto, vendo que Namjoon estava recostado sobre a parede oposta a do quarto.

 

Namjoon levantou o olhar para Jimin, tomando um susto que fez com que esse batesse a cabeça sobre a parede.

- Au... – Namjoon gemeu de dor enquanto levava suas mãos ao local que batera a cabeça.

Jimin aproximou-se do rapaz, preocupado.

- Doeu?

- Sim, sim... – Namjoon mesclava entre olhar para o rostinho de Jimin e olhar para o corpo do rapaz.

Namjoon balançou a sua cabeça, colocando os pensamentos no lugar.

- Tá tudo bem então né?

- Não foi uma batida tão forte assim, eu não quebrei a cabeça Jimin... Eu sei bem da visão que estou tendo a minha frente – A vontade de Namjoon era de pegar Jimin no colo e levá-lo para o quarto, mas isso só assustaria o rapaz. Apesar de sua sanidade estar se esvaziando a cada olhada que dava para o corpo de Jimin, Namjoon tentaria manter o controle.

Jimin levantou-se, fazendo Namjoon ofegar ao ter a melhor visão das pernas do rapaz.

A sanidade estava caindo...

- Vou pegar um remédio pra ajudar nessa sua cabeça – Jimin virou-se para ir em direção a seu quarto, lugar onde ele guardava todos os remédios que tinham naquela casa.

Namjoon segurou sobre as pernas de Jimin, não deixando que esse prosseguisse; segurou-as de modo um tanto infantil, por estar lembrando uma criança grudada a perna dos pais.

- Me solta. Por favor, Namjoon – Jimin só não se soltava bruscamente das mãos de Namjoon, porque ele gostou da sensação de Namjoon estar o segurando daquela forma.

Namjoon subiu suas mãos por as pernas de Jimin, deixando o rapaz desestruturado por aquela ação. Jimin sentiu-se arrepiado e suas pernas começaram a tremer, além de sentir uma estranha vontade de abrir sua boca para soltar um gemido, que foi reprimido.

- N-Nam... – Jimin afastou-se de Namjoon. Aquilo já iria começar? Ali no corredor mesmo?!

- Você está me provocando muito Jimin – Namjoon levantou-se do chão, aproximando-se de Jimin, que recuava rapidamente.

Jimin foi encurralado na parede, que ficava bem ao lado direito da porta do seu quarto.

- Sai – Era para ser assim mesmo? Jimin se recusava a dizer que já estava ficando excitado e que todo tipo de pensamento estava passando por a sua cabeça.

Namjoon aproximou-se ainda mais de Jimin, juntando-se ao corpo do menor. Namjoon desceu suas mãos novamente sobre as pernas de Jimin, apalpando aquelas coxas, para seguidamente provocar Jimin passando sua mão sobre a ereção que se formava sobre a cueca do mesmo. Jimin soltou um gemido arrastado.

Namjoon ao ouvir isso, aproximou sua cabeça até poder tocar seu lábio rente à orelha de Jimin.

- Vai me deixar fazer... Uh... Jiminie? – Namjoon deixou um beijinho um pouco abaixo da orelha de Jimin, o que fez com que o rapaz soltasse um suspiro, quase deixando outro gemido escapar.

- P-pode... – Jimin abraçou-se a Namjoon, tomando mais coragem para se entregar ao homem. O mais velho havia feito com que Jimin desejasse tê-lo e isso já era um passo dado.

Namjoon agora levou suas mãos às coxas de Jimin para poder levantar o rapaz. Jimin se surpreendeu um pouco com a ação, enlaçando suas pernas a cintura de Namjoon de modo afobado.

Namjoon riu um pouco do susto que Jimin havia tomado, mas tranquilizou o rapaz deixando um selar sobre o pescoço do mesmo.

O mais velho não hesitou em levar Jimin até a cama, deixou que o rapaz se sentasse sobre a cama, enquanto ele trancava a porta do quarto, só por garantia.

Namjoon respirou fundo, antes de seguir até a cama, onde Jimin o esperava.

Namjoon subiu acima da cama, vendo Jimin engatinhar até ele e o puxá-lo para cima de si.

Jimin beijou Namjoon de iniciativa, o mais velho sentia o quão excitado o rapaz já estava.

Namjoon deixou que Jimin lhe beijasse, acompanhando o ritmo do menor, até que esse precisasse recuperar o ar.

Quando Jimin cessou o beijo, Namjoon levantou a camiseta do menor; Jimin ofegava bastante e os mamilos desse mostravam a excitação que o mesmo estava.

Namjoon tocou levemente sobre um dos mamilos de Jimin, fazendo com que o mesmo soltasse uma risada, a qual foi interrompida quando Namjoon levou sua boca a aquele mamilo.

Jimin gemeu de modo manhoso, enquanto sentia Namjoon mordiscar um de seus mamilos e tocar sobre a sua ereção.

Jimin levou sua mão em direção da mão que Namjoon usava para provocá-lo nas partes baixas.

Namjoon percebeu que a intenção de Jimin era de começar a se masturbar, o que Namjoon não permitiu.

Jimin ofegou de modo frustrado, sentindo seu pênis latejando.

 

“Que malégno...” Jimin gemia de modo baixo, sentindo seu corpo todo esquentar ainda mais. A sua vontade de se aliviar só lhe deixava cada vez mais excitado, ele mesmo não pensava que seria assim, mostrando que Namjoon sabia realmente mais que ele.

 

Namjoon prensou a mão que Jimin desejava usar para se masturbar, beijando-a quando já dera a devida atenção aos mamilos do rapaz.

Namjoon levantou-se sobre a cama, retirando sua camiseta e jogando para qualquer lugar. O homem foi em direção da cabeceira da cama e se sentou ali, com as pernas um pouco abertas.

- Venha aqui Jiminie – Jimin engatinhou até a frente de Namjoon. O mais velho começou a abrir o zíper de sua calça, deixando o volume de sua ereção a mostra para o mais novo.

 

“Eu não pensei que fosse assim...” Um pouco de arrependimento bateu sobre Jimin, mas o mesmo sabia que não poderia voltar atrás.

 

- Pode trazer a sua boquinha até aqui – Namjoon trouxe Jimin para mais perto de si, esperando a ação por parte do menor.

Jimin engoliu em seco, ofegando um pouco.

Jimin fechou os olhos, primeiramente calculando a área que iria “trabalhar”. Só foi abri-los quando estava de frente para a ereção de Namjoon.

Jimin abaixou um pouco a cueca de Namjoon, tomando cuidado para que “aquilo” não acertasse o seu rosto.

Jimin começou tocando levemente a glande do pênis de Namjoon com os dedos, provocando o mais velho, que proferia uma palavra desconexa junto a um gemido grave. Grave como a voz do mesmo, o que já era de se esperar.

Jimin fez alguns movimentos de vai-e-vem, esperando que pênis de Namjoon se lubrificasse por si só. Quando isso acontecerá, Jimin engolira em seco novamente.

Jimin tomou coragem para continuar com o ato, tocando o a extensão do pênis de Namjoon com a sua boca, subindo para a glande e deixando que aquilo invadisse sua boca sem muita pressa.

Namjoon soltava um gemido agora mais audível, Jimin sentiu seu pênis latejar ao ouvi-lo e levou sua mão livre ao mesmo, masturbando-se na mesma velocidade que praticava o oral em Namjoon.

Jimin soltava alguns gemidos ainda com o pênis de Namjoon em sua boca. Utilizou da estratégia de chupar a glande de Namjoon; não deixava de ser incomodo para ele não poder gemer quando não podia reprimir os gemidos.

Jimin parou por um momento para aumentar a velocidade de sua masturbação, masturbando Namjoon agora com sua mão livre na mesma velocidade que ele mesmo aplicava para si.

Namjoon um pouco trêmulo levou uma mão aos cabelos de Jimin, puxando-os de um modo um pouco brusco, fazendo com que Jimin voltasse a masturbá-lo com a boca, agora com Namjoon ditando os movimentos.

Jimin rebolava um pouco, sentindo seu ápice chegando. Algumas lágrimas escapavam de seus olhos.

Namjoon estocava como podia enquanto ditava os movimentos que Jimin fazia sobre seu pênis, sentindo que também estava chegando a seu ápice.

Namjoon foi parando de ditar aos poucos os movimentos de Jimin, retirando seu pênis da boca do menor. Não era a intenção do mais velho ejacular agora.

Jimin agora com a sua boca livre, liberava os gemidos que estavam sendo reprimidos. Os sons saiam manhosos e descompassados.

- Ahn-ah... An... – Jimin reergueu-se, para se aproximar de Namjoon.

Namjoon abraçou o mais novo, que ousava gemer em seu ouvido, deixando-o ainda mais excitado.

Jimin chegou a seu ápice, demonstrando ao arquear as costas e abraçar-se fortemente a Namjoon, arranhando as costas do rapaz.

Jimin ainda bem ofegante se arrumou sobre o colo do rapaz.

Namjoon começou a chupar o pescoço do mais novo, que foi se recuperando aos poucos.

- Eu posso...? – Namjoon mordiscou a orelha de Jimin, o menor podia sentir a ereção de Namjoon passando sobre seu bumbum.

Jimin acenou positivamente, se apoiando sobre os ombros de Namjoon.

Namjoon retirou um preservativo do bolso de sua calça.

 

“Benzadeus” – Jimin não queria ter que fazer aquilo sem se proteger... Mesmo não sabendo bem dos conceitos.

O mais velho não hesitou em penetrar o mais novo, esperando que ouvisse reclamações por parte de Jimin, mas acabou se surpreendeu por Jimin ter se mantido forte durante o processo.

- Está tudo ok? – Namjoon deu uma leve estocada, esperando que Jimin falasse sobre algo.

- E-eu... Forte... – Jimin começou a rebolar sobre o pênis de Namjoon. Aquilo sim não era esperado de Jimin.

Namjoon entendendo o recado que Jimin dera, segurou fortemente a cintura do mais novo e começou a estocá-lo sem muito pena. Jimin gemia em alto tom e o abraçava forte, Namjoon podia sentir que Jimin estava rebolando sobre a ereção, o ajudando nesse processo.

Namjoon iniciou um beijo no meio do ato, esperando poder distrair um pouco Jimin, para que esse aumentasse ainda mais a velocidade das estocadas e talvez atingisse a próstata do rapaz.

Jimin começou a rir em meio aos beijos, fazendo com que seus gemidos voltassem a ser manhosos. Namjoon já adorava ouvir aquele tipo de gemido de Jimin.

Namjoon aumentou a velocidade das estocadas, cortando a risada de Jimin. O menor abraçou-se a Namjoon de maneira necessitada, arranhando as costas do homem. Namjoon já soube que estava atingindo a área mais prazerosa de Jimin e focou-se em atingir aquele lugar, ouvindo Jimin gemer o seu nome, pedindo para que esse aumentasse a força de forma necessitada, cada vez mais. Jimin sorria um pouco quando Namjoon o acertava na próstata, demonstrando o prazer que estava sentindo.

Lágrimas começaram a se juntar novamente nos olhos de Jimin, o rapaz chegaria ao ápice pela segunda vez.

Namjoon puxou Jimin para colar-se a seu corpo.

- Rebole para mim... – Jimin começou a rebolar, enquanto Namjoon só podia o segurar com uma de suas mãos. Namjoon começou a dar atenção também para a ereção de Jimin que havia surgido novamente.

Namjoon masturbava Jimin rapidamente, fazendo com que Jimin rebolasse mais rápido sobre si. O rapaz chegara rapidamente ao ápice, ejaculando sobre sua mão.

Namjoon quando estava sentindo estar prestes a chegar o ápice, aumentou a velocidade das estocadas o máximo que pode até chegar ao orgasmo.

Ambos estavam exaustos. Jimin parecia já estar ficando sonolento.

O menor deitou-se sobre Namjoon, começando a recuperar o fôlego de maneira um pouco falha.

- Jimin... De onde você tirou esse jeito? – Namjoon falava ainda ofegante.

- Nem eu sei... – Jimin mostrou um biquinho para Namjoon. Namjoon deixou um selar sobre ele.

- Cara... Estou me sentindo mais sonolento que o Yoongi.

- Quem é ele uh?

- Nossa, é só um amigo... Você é ciumento?

- Tenho que proteger o que tenho – Jimin lembrou-se que Namjoon não era uma total garantia de ficar consigo e fechou a cara.

Jimin deitou-se sobre o peito de Namjoon e acabou dormindo antes de Namjoon.

Namjoon ainda refletia sobre o que havia acontecido. Mas decidiu que não devia encher a sua cabeça novamente de problemas, principalmente sentindo sono.

Namjoon deitou sua cabeça próxima a de Jimin, podendo sentir o cabelo do mesmo.

Era mesmo uma maravilha Jimin e Seokjin utilizarem o mesmo Shampoo... A vida era feita de relações afinal.

 

?Mif?


Notas Finais


Olha, acho que esse lemon não saiu tão ruim assim em minha opinião – não manjo muito de lemon, mas manjo de ler eles :v
Bem, eu tentei e espero que tenha agradado aos leitores.
E reforçando: Essa fanfic faz parte de um projeto feito por a ~INeedMinJoon – mais informações no perfil dela... Que até agora não sei se é ela mermo :n – bem, eu chamo todo mundo de “Carinha” e outros, independente do gênero entom acho que tá tudo bem chamar de “ela”.
“Mif” mermo :v Não sei se vai ser o “mif”. Estou pensando que ainda posso tirar um pouco da história que criei com essa fanfic e com a “Meu novo shipp”; alguns temas do projeto podem acabar não tendo relações com essas duas fics, mas já outros temas... Talvez.
Beijins de Nuttela <3 <3 <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...