História Relativos - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Chris Argent, Hayden Romero, Kira Yukimura, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Mason Hewitt, Melissa McCall, Scott McCall, Sheriff Noah Stilinski, Stiles Stilinski, Theo Raeken
Tags Kira, Kira Yukimura, Liayden, Scalia, Stydia, Theo, Theo Raeken
Visualizações 38
Palavras 1.084
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olha, o segundooooo. Eu espero que gostem desse porque estava com um pouco de pressa quando fiz. Boa leitura meus amores!

Capítulo 3 - Quando todas as luzes se apagam


Fanfic / Fanfiction Relativos - Capítulo 3 - Quando todas as luzes se apagam

Depois da sobremesa ela teve que lavar os pratos, como se ofereceu. A vontade de ir embora estava cada vez mais presente, até porque enxugar os pratos enquanto Scott os lavava não era confortável. Tudo parecia mecânico e nenhum deles havia proferido qualquer palavra, mas Kira sabia o quanto ele estava feliz. Mas porque a situação entre eles parecia tão desconfortável se para Scott, houve anos em que seu relacionamento ocorreu? arriscava dizer até décadas.

-- Estou feliz por vocês. -- resolve se manifestar de maneira simples. Scott sabia que não estava porque é difícil se enganar um lobisomem, mas Scott não se arrisca a olhar para ela.

-- Eu também estou feliz por você. -- foi o que foi capaz de dizer. Kira não se sentiu triste, ela sentiu algo mais destrutivo, sentiu raiva e novamente teve medo de acabar em maus lençóis por isso.

  A situação incomoda havia piorado. Scott não sabia se deveria pedir desculpas novamente pelo que aconteceu a tanto tempo. Ambos estavam casados e eram pais agora. Mas a kitsune não o deu oportunidade, secou um último prato e se foi.

Theo não acreditava realmente no que estava ouvindo. Não estava crendo em muita coisa na verdade, sonhos compartilhados, filhos, e Liam o pedindo conselhos de como se comportar durante um parto?! Isso era o cúmulo do absurdo! Todos sabem que deveriam perguntar isso para o Scott que gostou tanto da experiência que vai ter um segundo filho. Ou para Lydia que é mãe de gêmeas.

-- Em? Theo, eu estou em pânico!  -- Liam sacode levemente o seu braço. Ele ainda estava atordoado demais para qualquer reação. E Liam mais ainda sendo pai de primeira viagem, e Hayden podendo ter aquele bebê a qualquer momento.

-- Só segure firme a mão dela e respire fundo. Isso vai passar, aquilo que você enfiou nela vai sair. -- Theo fala com um sorriso ao ver o desespero do garoto.

-- Eu disse que não deveria perguntar isso a ele! -- Corey diz ao lado de Liam. Eles estavam em uma pequena reunião enquanto do lado de fora olhando as crianças brincarem na enorme grama recém aparada coberta por brinquedos.

-- Já sabem qual é o sexo do bebê? -- Theo resolve perguntar.

-- Não. Queremos saber no momento. -- ele responde demostrando ansiedade. Não que o momento estivesse longe. Mason quem vem chegando, senta ao colo do noivo em gargalhadas.

-- O que foi? -- Liam pergunta irritado. Visivelmente preocupado... Theo gostava do desespero, mas também não sabia o que faria em seu lugar. Como assim em seu lugar? Ele nunca estaria em seu lugar.

-- Do que estam falando? -- Hayden sai do dentro da casa com um pote de sorvete em mãos.

-- Nada querida. Não deveria tomar tanto sorvete, você pode pegar um resfriado! -- Liam diz preocupado. A morena agarra uma colher grande do sorvete e enfia na boca somente para provocar. Liam corre atrás de sua esposa enquanto os amigos riem copiosamente.

-- É mentira! -- Mason fala em meio às gargalhadas. Corey cutuca ele também tentando não rir.

-- O que é mentira?
 
-- O bebê é menino. Hayden não aguentou a curiosidade e perguntou ao médico. Todos sabem a alguns meses... menos o Liam. -- ele volta a rir e Corey o acompanha.

Para entrar para o conjunto de coisas que Theo não acreditava, nunca pensou que poderia ser tão bem aceito por eles depois de tudo o que fez.

A silhueta de Kira toma a sua visão e ele admira por alguns segundos. Não era certo até mesmo para ele, se envolver dessa forma com inimigos era o ato mais perigoso que poderia fazer. No entanto estava cada vez mais disposto a conhecer o quanto a Kira boazinha não era boazinha.

Ela o olha como se quisesse ir embora. E queria. Mas ele a chamou e ela teria que ir. Não queria que seus "amigos" notasse algo de estranho. Isso eles podiam resolver sozinhos. Resolveriam e voltariam para as suas vidas. Kira infelizmente vai e quando seus movimentos são estudados e cercados por lobisomens e outros seres, se vê obrigada a sentar no colo de Theo simplesmente para dizer que queria ir embora em seu ouvido. Seria ainda mais suspeito ir e larga-lo aí.

-- Então vamos! -- eles se levantam e começam a se despedir rapidamente dos amigos. 

-- Mas já vão? -- Malia pergunta. Como viu que Kira não iria responder ele disse um breve sim e a puxou até aonde Freya brincava com as gêmeas Alisson e Cláudia. 

-- Querida temos que ir para casa. -- Theo sorri para as garotinhas iguais. 

-- Theo! -- de longe Liam corre em sua direção. -- Você se encomodaria se eu e Hayden ficássemos na sua casa? Nós estamos em um hotel e... 

-- Pessa para a Kira. -- ele diz simplesmente se voltando para as garotinhas. Mas se surpreendeu com o tom natural do "pessa para a Kira". 

_

O caminho para casa foi silêncioso e assim que Liam parou o carro ela agarrou Freya e desceu correndo para a "sua casa". 

-- O que foi mamãe? 

-- Que tal irmos tomar um banho e depois conversamos? -- sugeriu levando a garotinha até o seu quarto. Era lindo. Exatamente como ela pensou que seria... escolheu um pijama para a garotinha e voltou para o seu quarto. Theo trataria de apresentar a casa para os hóspedes. Entrou em seu quarto e abriu o closet procurando um simples pijama  de flanela.

Se surpreendeu quando achou outra coisa. Kira pega a camisola vermelha em suas mãos completamente assustada. A seda era muito fina e os detalhes que deveria cobrir não cobria! 

-- Essa ficaria ótima em você. -- Theo resolve provocar. A kitsune salta para o lado assustada. 

Ela não sabia o que dizer mais quando observou que Theo estava novamente só de cueca e deu um passo a frente, correu para o banheiro e se trancou lá. Com aquela maldita camisola como roupa! Ela esperaria ele sair e pegaria outro roupa. Tomou o seu banho e se enrolou na toalha abrindo a porta cuidadosamente para ver se ele não estava. E não estava. Correu em direção ao closet mas se bateu em algo que quase a derrubou e levou sua toalha junto. Todas as luzes daquela casa se apagaram com a surpresa de Kira. Todas estouraram na verdade. Theo a impedia de cair no chão, mas ela estava agora exatamente como veio ao mundo.




Notas Finais


Kkkkk espero que gostem.
Bom diaaa para vocês e até o próximo capítulo! 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...