História Relato de uma filha - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Desabafo
Visualizações 8
Palavras 616
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Famí­lia

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - 1


Fanfic / Fanfiction Relato de uma filha - Capítulo 1 - 1




Mãe, eu só queria que você me entendesse, que me aceitasse, que parasse de uma vez por todas com essa mania de tentar me mudar. Só peço que, sei lá, olhe pra trás, que tente lembrar o passado, desde o dia em que eu nasci. Você passou por aquele sofrimento todo, só pra fazer-me passar também? Olhe a minha infância. Você me ensinou tantas coisas, pra agora enfim, não deixar-me colocá-las em pratica? Eu sei que erro, eu sei que não sou perfeita, sei muito bem disso. Só não consigo enfiar na minha cabeça, o fato de você insistir na idéia absurda de que eu posso sim fazer tudo certo.Porra, eu não posso. Então pare de fazer essa cara de estressada, pare de demonstrar fraqueza e cansaço na minha frente. Olhe meu lado, meu ponto de vista. Tente entender que dói não receber um “obrigado”, ou um “eu estou orgulhosa de você”, ou qualquer coisa que demonstre que você realmente sente algo por mim. Porque eu também estou cansada, eu também me estresso, eu também sou fraca. Mãe, pelo amor de Deus entenda que eu não sou um robô! Eu também sofro, eu também choro, eu também preciso de atenção as vezes. Suas palavras também me machucam. Eu sai de dentro de você, deverias muito bem saber que eu não sou de ferro, nem de aço. Sou praticamente de vidro mãe. Você não poderia ter me deixado cair, mas deixou. Varias e varias vezes acabei em pedaços no chão, depois de uma discussão ou briga. Quantas vezes me largou ali, em fragmentos em cima da cama, sozinha, sem apoio algum. Quantas vezes fez com que eu me sentisse um lixo, e nem se quer ligou. Eu não mereço se quer um pedido de desculpas não é? Eu não mereço nada, é o que você sempre me diz. E suas palavras, ao contrário das palavras de qualquer outra pessoa, ficam marcadas. Lembre-se disso: Palavra de mãe marca. Só não sei se você faz de propósito, se realmente quer que eu cresça, vá embora, e sempre me lembre de você como uma pessoa com quem eu não posso contar, porque vai contra tudo e qualquer decisão que eu tome; Que julga todo e qualquer príncipio que eu adote, e enfim, que não liga pro meu bem estar, pois eu “sempre estou errada”. Eu sempre estou errada, e eu sempre estou errada. Na sua cabeça funciona assim, eu não faço nada certo, mas a errada é você, que nem se quer TENTA compreender meus atos. E então suas desculpas são: Isso é perda de tempo. Claro, não vale a pena tentar me entender. Sabe, o tempo passou rápido demais, e continua passando. Você esta me perdendo mãe. Seus atos me machucam, e a cada dia me afastam. Eu sei que lhe devo respeito, mas creio que também mereço algum. Como sua filha, como estudante, como alguém que tenta lhe agradar, e principalmente, como pessoa. Você não percebe que sou humana? Antigamente eu daria tudo pra ser como você, mas hoje em dia tudo o que quero é distancia desse teu jeito seco, arrogante, grosso e frio. Do jeito que você age, parece até que é bom descontar os problemas em mim. E não pense que é drama, não diga que eu nunca disse nada disso a você, porque é mentira! Tantos milhões de vezes tentei conversar com você, tentei convencer-te a mudar seu jeito, mas você não escuta.Você é incapaz de concordar comigo não é? Eu não sei mais olhar nos teus olhos, e aprendi que conversar com você é perda de tempo, você me ensinou isso, então não me culpe se, algum dia eu for e não voltar.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...