História Relatos de um acidente 2 - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Acidente, Moto
Visualizações 2
Palavras 934
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Violência
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Mais uma história falando de acidente.
Espero q vcs gostem e deem opiniões ok.
Obrigada....

Capítulo 1 - Capítulo único


Fanfic / Fanfiction Relatos de um acidente 2 - Capítulo 1 - Capítulo único

Meu nome é Jani, tenho 30 anos e esse acidene aconteceu comigo.

Há 4 ano atras, eu tinha entrado em  depressão por conta de agressões que eu sofria do meu ex. Além de me agredir, ele também me ameaçava muito, dizia que iria me matar se eu contasse pra alguém ou tentasse fugir, el iria atrás de mim até o inferno, mais ele me mataria.

Um dia, resolvi por um fim nessa história e fugi, fugi pra casa de um amigo em outra cidade na tentativa de me esconder par acabar com tanto sofrimento. 

Ele me ligava com uma frequência muito grande e mandava mensagens ameaçadoras e eu nao contava pra ninguém sobre isso. 

Tinha entrado numa depressão tão forte que eu quase nao comia, não saía, não me comunicava com ninguém,  não dormia e quando dormia, tinha pesadelos. Eu vivia trancada dentro do quarto e quase nao via o dia, era tudo escuro, nenhuma claridade entrava ou saía do meu quarto, vivia a base de remédios, um mais forte que o outro, era horrível aquilo.

Um dia, resolvi sair do quarto, estavacom outros pensamentos, outras vontades, estava bem. Desci as escadas e olhando para a mãe do meu amigo, disse que me sentia bem mais anda queria espairecer, por isso, quria dar uma volta.

Peguei a moto que estava estacionada na garagem, era do meu amigo e sai. Peguei uma estrada que ia direto pra praia e por incrível que pareça, eu estava feliz, até que no meio do caminho, aparece um cara em uma moto igual a aminha , porém preta e a minha era verde. Ele parecia estar me seguindo, então acelero um pouco e vem a confirmação, ele realmente estava me seguindo.

Acelerei um pouco mais na tetativa de e distanciar daquele indivíduo, mais, quanto mais eu acelerava, ele acelerava também tornando aquele momento em uma perigosa perseguição. 

A estrada estava cheia de veículos e eu enfiava a moto no meio dos carros tentando fugir daquele cara que eu não fazia ideia de quem poderia ser, era um risco enorme que eu estava correndo ali, mais eu tinha que sair dali, só não sabia como. Ele até dava toquinhos na roda traseira da minha moto algumas vezes, mas consigo me equilibrar me equilibrar em cima dela até que  chega em um momento em que ele toca a roda com um pucl mais de força me fazendo desequlibrar e cair com a moto. Jogo meu corpo para o lado e sou arrastada junto com a moto pela estrada. Todo o meu corpo pelo lado direito é queimado devido ao atrito com o asfalto, meu capacete solta da minha cabeça, bate na roda traseira daquele cara e vola em minha direção, onde, que por impulso, bato minhas mãos queimadas no capacete e jogo para o lado. Sim, ele também caiu com a moto. O que poderi ter me matado ali então,  era meu próprio capacete qu volta em uma velocidade bem grande e acerta minha cabeça,  poderia ter afundado meu crânio e me levado a morte, ainda bem que  consegui ter o impulso de defender minha cabeça batendo as mãos no capacete e jogando ele para o lado. Minha perna também ficou presa em alguma coisa na moto que soltou e como eu empurrava a moto na tentativa detira-lá de cima de mim, ia rasgando minha perna deixando um estrago bem grande nela.

O pessoal que estava no meio da estrada foi se aglomerando ao meu redor, alguns ligando desesperados para ambulância e polícia, outras me pedindo para ficar quieta e outros só olhando curiosos.  confesso que estava mais preocupada em saber quem era o autor daquele acidente do que comigo mesma.

 chega as viaturas e ambulâncias e eu estava meio tonta, já tinha perdido muito sangue e estava exausta e quando os bombeiros se aproximaram de mim, lembro-me apenas de ter levantado a cabeça e olhado para trás.  Minha última visão foi meu ex sendo colocado no camburão, naqueles caixões improvisados de ferro que são levados para o IML e logo em seguida, minhas vistas escureceram de vez  e então, desmaiei.

Fui levada às pressas para o hospital sem batimentos cardíacos, fui dada por morta pelos médicos e levada para uma autópsia (necropsia) numa sala do IML por ter sido um acidente grave, mas para falar a verdade, eu estava bem. 

Passei mal no IML e vomitei por lá mesmo. Eu vomitei sangue, muito sangue e então fui levada às pressas a sala de cirurgia e foi confirmado que tive uma hemorragia interna onde os médicos limparam toda aquela hemorragia e me levaram para o quarto assim que terminaram.

Fiquei dias internada em observação e ligada a vários aparelhos tomando soro e medicamentos na veia até que por fim, recebo alta do hospital e posso voltar para casa bem e sem correr nenhum risco de morrer. 

 Esse acidente aconteceu no dia 27 de janeiro de 2015 e ainda tenho as marcas de uma tentativa absurda de assassinato.

Sempre que me lembro desse acidente, me sinto muito mal e penso na possibilidade enorme que tive de morrer naquele dia, ainda bem que deu tudo certo e eu estou aqui contando esse acidente.

Hoje sou casada com meu melhor amigo, aquele que fugi para casa dele e juntos temos dois filhos, um casal de gêmeos lindos, Taylor e Christine que estão com um ano já. Ah!

Sabe o tal motoqueiro que provocou o acidente? Pois é, era o maldito do meu ex. Tentou me matar mas no fim , ele quem foi para as profundezas do inferno com passagem só de ida (risos).


Notas Finais


Gostaram?? Comentem ai blz, deem notas de como foi essa fic pra eu saber se posso continuar com histórias assim ou se devo parar blz. Brigada, vlwwww


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...