História Relics - Capítulo 32


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Piadas, Zoeira
Visualizações 5
Palavras 3.260
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


H-hey galera! Demorei um pouquinho né não? Heheh.. sry '._.
Eu demorei pq eu tinha ficado meio sem criatividade pra escrever... aí depois eu comecei jogar uns jogos, ler umas webcomics, cuidar de algumas coisas da escola... e tinha ficado meio desanimado pra escrever. Mas welp, agora eu estou de volta kkk e... talvez eu volte a escrever um pouco mais pra terminar esse "arco" antes do natal e fazer um especial e.e e falando em especial... sry por não fazer um de Halloween '._. e Feliz Halloween pra vcs kk Bom, vou tentar fazer mais especiais de Relics, okay?
Enfim, eu não tenho mais tanto pra falar, então...

Boa leitura xD!

Capítulo 32 - Novas Aulas!?


 [Ainda Sexta-Feira...]

 

 [PoV Autor]

 

 O nosso protagonista dos cabelos castanho-alaranjados se levanta de sua calma, esfregando seus olhos devido ao son-

 

 - Voltaram os capítulos que começam comigo dormindo? Isso é o que, algum tipo de Reality Show?

 

 Osh, como assim?

 

 - Por que você voltou a começar eles comigo dormindo?

 

 Porque aí eu posso fazer a piada das 6:50 da manhã!

 

 - Espera, o que?-

 Lucian volta seu olhar para o relógio digital, que marcava 6:50.

 - Mas tu é filho da p*ta mesmo...

 E com uma veia saltando na testa e uma carranca no rosto, Lucian se levanta, parando o tempo e indo fazer sua higiene matinal...

 

 E após alguns "minutos" que se passaram com o tempo congelado... é, minutos. Talvez vocês não tenham percebido antes, mas isso é algo muito roubado. Tipo, só pensa; você poder pausar o tempo por 10-15 minutos te permite fazer várias coisas... principalmente naquele lendário x1 :v

 

 Logo, a porta se abre e Lucian entra com a toalha no rosto... agora como ele conseguiu abrir a porta sem usar as mãos, ninguém sabe... e falando nisso, que cara sem modos!

 

 - O que? Por que?

 

 Você ainda tá pingando água e só o seu cabelo tá seco... além de que algo me diz que você andou até aqui só com a toalha na cabeça pra fazer essa cena de poser :v

 

 - Eu não fiz isso!

 

 Então por que você ainda está molhado?

 

 - P-por que...!... ehr... está quente, eu estou molhado pra não ficar quente demais, sabe?

 

 E agora, voltando nossa visão para o banheiro, podemos ver que a palavra "Sauna" seria como um polo norte para o que víamos aqui...

 

 Lucian, você reclamou nos primeiros capítulos da água nível lava, mas parece estar aproveitando bastante né não?

 

 - ... é relaxante, sabe? E como aqui não tem fontes termais, vai nisso mesmo.

 

 É, faz sentido... mas calma aí, você ficou quanto tempo lá mesmo? *Começo a checar meu relógio...

 

 Relógio: 6:51

 

 ...

 

 Time O' Clock é roubado ' -'

 

 

 [Quebra de Tempo]

 

 Uou, quem diria... a quanto tempo não temos uma quebra de tempo, não?

 

 - Calado.

 

 Que isso Lucian, pra que ser cruel com os amiguinhos?-

 

 De repente, ele me encara com olhos de descrença... o quê que foi agora?

 

 - Desde quando somos amigos?

 

 Ah, assim você fere meus sentimentos ;=;

 

 - E você tem sentimentos?

 Ele arqueia as sobrancelhas.

 

 O que te faz pensar que eu não tenho?

 

 - Sei lá, talvez o fato de você ter feito a Liz ir pro hospital e a Susan... na real, eu nem sei o que houve com ela...

 

 Ó, não fui eu, foi o Darren!

 

 - É, sei, culpa os outros pelo seu plot.

 Lucian vira seus olhos.

 - Um dia os leitores ainda verão que você é o mais cruel aqui.

 

 Olha, não é como se todos os autores que procuram causar certo drama fossem cruéis... eles só são sem coração... no mínimo :v

 

 - E o cara ainda admite...

 

 E você admite que é um vilão ' -'

 

 - Quando foi que eu admiti iss-

 

 - PASSA A GRANA!

 

 Quando fomos perceber, Lucian que estava andando com o tempo normal para passar os minutos infernais, acaba percebendo que o mesmo bandido de muito tempo atrás (não o Vassal) o abord...

 

 - Te conheço?

 Lucian arqueia uma sobrancelha com tédio.

 

 - Claro que sim! Você foi aquele canalha que atirou no meio joelho!

 

 - ...?...

 Algum tempo se passa com Lucian refletindo, o figurante apenas o encarava.

 - Aaaah!!!

 E então,

 - Não lembro, passar bem.

 E Lucian passa por el-

 - Na real, você é um assaltante né?

 

 - É claro que sim! Não percebeu pela minha arma!?

 Ele mostra seu revólver para Lucian.

 

 - Ah, entendo, entendo... olha a minha.

 Lucian tira uma Golden Desert Eagle reluzente do bolso e aponta para o figurante, que logo começa a suar com a arma que dobrava o tamanho de sua própria.

 

 - Q-que seja! Ganha quem atira primeiro!

 Ele atira em Lucian, mas... bom, o protagonismo não deixa né?

 

 Lucian, de alguma forma, para o tempo antes que a bala o atingisse... ela simplesmente toca em seu peito, mas não causa nenhum efeito.

 

 Nosso protagonista então vira a bala calmamente, direcionando-a para o joelho do figurante e voltando o tempo ao normal...

 

 - AAAAH, P*RRA, DE NOVO O MEU JOELHO!!! MAS QUE P*RRA ACABOU DE ACONTECER AQUI!?

 E logo, Lucian atira no outro joelho.

 

 - Claro que eu lembro de você, p*rra. Achou que eu esqueceria de um banco portátil assim?

 E logo nosso protagonista coleta os fundos monetários que o figurante possuía no momento e liga para o médico ganancioso, informando-o de outra vítima...

 

 [Algum tempo depois...]

 

 Lucian chega na escola após parar o tempo mais um pouco, voltando-o o normal quando faltavam apenas 5 minutos... e hey, Lucian, você não se acha meio apelão demais não?

 

 - Hm, não. Na real, eu acho que eu poderia ficar um pouco mais forte... mas por que você acha isso?

 

 Ué, porque se você for ver outros personagens que tem poderes de mexer no tempo, eles só fazem isso por alguns segundos... ou uns minutos, no máximo. Já você apela com praticamente um dezena de minutos congelados :v

 

 - É, mas eu não posso interagir com as pessoas com o tempo parado, diferente deles.

 

 Na real você pode interagir um pouco, não vem mentindo não!

 

 - Hm, mais ou menos. Mas não é da mesma forma que os outros... tipo, se liga no Dio! Ele para o tempo por 11 segundos e sola geral!... e além disso, ele tecnicamente não para só por 11 segundos.

 

 Verdade... ele também tem o stand dele... mas ainda sim você ainda é apelão! Você até Stand os limites ainda mais com o seu protagonismo!

 

 - ... voltou com as piadas merdas?

 

 Bom, é que não podemos deixar Relics perder sua essência, sabe? Fora que você também adora fazer umas!

 

 - Isso é culpa sua!... fora que agora eu não tenho ninguém pra contar elas... bom, na real, eu vou poder contar pra Susan quando ela chegar na sala.

 

 ... e se ela não chegar?

 

 - A Susan não falta.

 Lucian desvia o olhar.

 - Eu acho.

 

 Hm... e se ela não puder vir por algum motivo... tipo o amigo do Kakashi, sabe? Por Obito e.e

 

 - ... psicopata. Já não bastou você ter mandado a minha irmã pro hospital?

 

 Bom, não é como se eu quisesse ter feito aquilo, sabe?... mas bom, temos que ter drama na história. Fora que você também podia ter impedido aquilo de acontecer se você tivesse levado a luta mais a sério :v e também, eu nem mostrei muito da Liz em respeito a ti!

 

 - Não foi só porque você estava com preguiça?

 

 O que? N-não!

 

 - Porque não sabe escrever?

 

 E-ehr, t-também não!

 

 - Os dois?

 

 ... t-talvez? D-digo, de jeito nenhum!

 

 - ... que seja, só vamos pular a cena logo que eu tô ficando cansado de esperar.

 

 E depois eu que sou o preguiçoso...

 

 - Bom, não fui eu que demorei quase um mês pra postar um capítulo novo...

 

 Mas você aproveitou, não é mesmo?

 

 - Hm, não posso negar isso.

 Novamente ele desvia os olhos.

 

 

 [Quebra de Tempo]

 

 Dado algum tempo da preguiça de Lucian para esperar, o portão finalmente é aberto, porque saca, a única entrada que se abre aqui são as que envolvem o Lucian, porque parece que elas estão possuídas pela idiotice dele-

 

 - *Maneirisse.

 

 '=' não me corrija!

 

 Mas continuando... Lucian logo entre na escola e passa pelo guarda, que o aborda devido a última vez.

 

 - Hey, foi você que tinha passado por aqui ontem depois do horário, não foi!?

 

 - Ontem não; um mês atrás.

 

 - Um mês...? Mas não tem nem duas semanas que as aulas começaram!

 

 - Esquece, você não quebra a quarta parede, não tem como você me entender.

 Lucian simplesmente passa pelo guarda, ignorando-o.

 

 - Para onde você acha que está indo!?

 

 - Olha, eu acho que eu estou indo pro 2°C, mas... considerando que se passou tipo que um mês desde a última vez que eu fui pra sala, eu acho que eu me perdi. Se importaria de me mostrar a direção?

 

 - A única direção que eu vou te mostrar é a da sala do Diretor!

 

 - *Direthor, você escreveu errado.

 

 -  Como assim escrevi errado?

 A expressão do pobre Houppa se contrai em confusão.

 

 - Ih, pior, seu nome é Houppa, né?

 

 - S-sim, por que?

 

 - Hm, é uma pena que hoje não tem português, se não eu me livrava de dele mais rápido...

 Lucian murmura para si mesmo em certa tristeza por não poder completar seus planos malignos.

 

 - Como assim se livrar de mim???

 

 - Ah, você ouviu? Hm...

 Lucian ativa o modo thinking.

 - Se liga naquele cara pulando o muro!

 

 - O que? Ond...

 

 - TIME O' CLOCK, CONGELE O TEMPO!

 

 - Mas oi...(?)

 Uma onda de cor negativa se espalha pelo mundo, deixando-o em seu estado comum novamente, porém com toda a matéria estando estática.

 

 - Welp, hora de encontrar a sala.

 E assim Lucian sai assobiando uma música que faria o Careca querer da copyright em Relics.

 

 

 [Quebra de Tempo Congelado...]

 

 Lucian estava apoiado em sua cadeira, inclinando-a de trás para frente em um movimento hipnótico... poxa Lucian! Você já tem um relógio pra brincar de hipnotismo, pra que usar a cadeira!

 

 - Que mané brincar de hipnotismo!?

 Ele fica possesso, provavelmente pelo fato de alguns minutos já se passarem e Susan ainda não ter chego.

 - Nada a ver!

 É cego?

 - Tu vai pro inferno depois dessa.

 Putz... não quero ser torturado por você...

 - Tá me chamando de demônio?

 Que nada, você é o líder deles!

 - Tch!

 Lucian se levanta possesso, fazendo os alunos que olhavam a cadeira hipnotizados voltarem ao normal, confusos sobre o que faziam.

 

 - Alô? Testando, testando...

 Uma voz passa pelo interfone que havia em cada sala, logo sendo acompanhado por um barulho bem semelhante ao de uma testa batendo no microfone.

 

 - Aquela galera da secretária de educação decidiu aumentar o horário de aula de vocês... de acordo com eles, vocês estavam com muito tempo livre e "tinham que se f*der estudando coisa à toa", por isso... é, vocês se deram mal. Vocês e os professores.

 O homem cuja voz parecia a do Direthor dá algumas risadas na parte dos alunos, mas acaba voltando a ser séria no momento dos professores.

 - Agora eu vou dizer os horários de cada turma...

 

 E assim ele diz os trecos de turma por turma - de novo - e... bom, vai estar aí pra vocês :v

 

 

 Segunda

 Química, Biologia, Física, Artes, Matemática 

 

 Terça

 Português, Matemática, Geografia, História, Inglês

 

 Quarta

 Filosofia, Sociologia, Português, Espanhol, Educação Física. 

 

 Quinta

 Química, Geografia, Biologia, Português, Matemática, Geografia

 

 Sexta

 Física, Matemática, História, Ensino Religioso, Educação Física

 

 

 ...

 

 Bom, após isso, uma leve anarquia completamente caótica se passou em cada sala, mas os alunos foram acalmados pelos professores... sendo que cada um usou seu modo """amigável""" de acalmar as coisas, que variava desde liberar uma fumaça daquela lendária Cannabis até espancar alunos com réguas ou capturá-los para sempre com pequenas esferas avermelhadas.

 

 O barulho de tijolos sendo caminhados ecoava pelo corredor, parando no momento que a porta foi aberta com um som semelhante à uma porta prismal.

 

 - OLÁ TURMA! PRONTOS PARA IREM PARA O INFERNO???

 Um cara de capacete azul perguntou de forma totalmente animada.

 

 - O que? Como assim?

 Um aluno próximo ao professor perguntou enquanto o mesmo montava uma curiosa estrutura arroxeada.

 

 - Assim!

 O mano vai pra trás do aluno e o mete um soco na fuça, mandando-o que no portal com perfeição.

 

 Passados alguns segundos, a metade superior do garoto volta cheia de hematomas.

 

 - ME AJUDEM!!!

 Do nada uma mão rosa...

 

 - Mão?

 Por algum motivo, Lucian indaga com um tom de deboche e... espera...

 

 É UMA MÃO, ENTENDERAM? UMA MÃO! Mas continuando...

 

 Uma mão agarra o cabelo do aluno, e um homem-porco meio morto e todo blindão sai de lá.

 

 - Tu NãO vAi EsCaPaR nÃo PirRaLhO!

 E com uma voz grossa ele puxa o coitado de volta pra lá, que como último suspiro grita:"TUDO PORQUE EU QUERIA UM BACON!!!".

 

 Os outros alunos encaram tudo indignados, mas Lucian apenas caminha até o portal e enfia a mão no bolso, tirando uma frágil e inofensiva GRANADA.

 

 - F*da-se isso.

 Ele tira o pino e joga no portal, explodindo-o em vários blocos.

 

 - Ei, agora aquele cara vai ficar preso lá!

 Steve comenta.

 

 - F*da-se ele.

 Lucian volta para seu assento e a aula continua com o professor mostrando blocos aleatórios...

 

 

 Dado outro tempo, Careca chega no momento que Lucian assobiava uma melodia familiar para o homem, que como a mafia japonesa, o YAKUSA de Copyright e tenta chamar o "diretor" para prendê-lo, no entanto...

 

 - Que provas você tem?

 

 - De que?

 Perguntam ambos.

 

 - De que eu estava assobiando uma música com copyright.

 

 - As câmeras são uma prova!

 

 - Estamos em uma ficção escrita, aqui não tem sons.

 

 Logo o Windows mental dos dois para de funcionar enquanto eles imitam o Buzz Lightyear em seu pensamento, que dura até o próximo horário.

 

 - É impressão minha ou você está rushando tudo isso?

 Você é uma impressora?

 - E eu preciso ser uma pra ter uma impressão?

 Hm, na real não. Já vi você fazendo bastante papel de trouxa mesmo :v

 - Repete?

 

 [Quebra de Temp-]

 

 - Se liga, se vai fazer quebra de tempo, pula logo pra saída.

 Osh! Mas aí esse capítulo vai ter sido ainda mais estúpido do que ele já está!

 - ... só estou esperando o momento que você for reiniciar a fic.

 Quanta falta de fé em mim...

 - Quem teria fé em você?

 Ei!... bom, por falar em fé e.e...

 - Espera, que sorriso é esse???

 *Estalo os dedos.

 

 

 [Quebra de Tempo]

 

 A porta se abre conforme um brilho cegante adentra a sala... e emitindo esse brilho, um homem vestido em uma armadura que lembrava um templar, tendo como única diferença o sol com um rosto estampado em seu peitoral.

 

 - Eu sou Solaire de As Toras, subordinado do Lorde do Mormaço...

 O homem falha enquanto se ajoelha.

 - E serei seu professor de Ensino Religioso nesta maravilhosa escola!

 

 E com a apresentação de Soraile, todos adquiriram certa visão dele... um homem com grande cavalheirismo, um cavaleiro iluminado... mais um cara numa armadura estranha... e o "Que merda de cópia cagada do Solaire é essa???"

 

 - Agora, vamos...

 Ele se levanta, alonga seus membros e...

 - LOUVAR O SOL!

 Ele junta toda a força de seu corpo e concentra seu Chi, chakra, reiatsu e tudo que pôde para louvar o sol com tanto poder que um sol pareceu se formar atrás dele.

 

 - Agora, comecemos com as apresentações para darmos-nos melhor uns com os outros.

 E ele prossegue socializando com cada pessoa enquanto Lucian apenas junta alguns pauzinhos no meio da sala e tira um isqueiro.

 

 - O que você está fazendo?

 O nobre cavaleiro indaga.

 

 - Acendendo um Bom-fire.

 

 - OOOOH!

 Após o jovem acender a chama, o professor fica de joelhos e começa a novamente louvar o sol...

 

 Enfim, o professor passa a aula inteira ensinando os alunos a maneira mais eficiente de louvar o sol e-

 

 - O que você está fazendo olhando tudo isso de longe?

 Lucian me indaga.

 - E que cara de desconforto/prazer é essa? Sua aleatoriedade e bipolaridade se fundiram?

 

 É porque por um lado, eu adoro as referências e esses memes do Sol, já pelo outro...

 

 ISSO QUEIMA!!!!!

 

 *Corro em círculos conforme aquele sol brilhante queima a minha frágil "pele" de sombras...

 

 - Que vergonha disso... o que eu fiz pra merecer um autor tão retardado...

 

 Ei! Eu não sou... tão retardado!

 

 - Que seja.

 Ele desvia os olhos... e mano, teus olhos tão desviando mais que o Sans contra a Frisk, credo! E falando nisso... heheh... só espere por Inglês e Espanhol... e.e

 - Que medo...

 (Arrepio)

 - Mas falando nisso, obrigado por ter pulado a aula de história. Menos problema pra mim.

 Ah, eu não pulei, é só que...

 - Só que o que...?

 Soque você!-- Não, só zoando. É só que aquela aula... fica pra outra "história" e.e

 - Porque eu fui perguntar...

 

 

 [TRIM!!!]

 

 O sinal toca e Lucian se prepara para sofrer novamente. E bota sofrer nisso!

 

 - Ei seus frangos, hora de correr!

 Sônico chega correndo na sala na velocidade do som.

 

 - Como assim correr, professor?

 Pergunta um dos figurantes.

 

 - Vocês vão malhar as pernas! Vou deixar vocês com 0,01% da minha velocidade quando estou cansado.

 Ele da uma fungada e prossegue em chutar todos os alunos para fora da sala.

 

 - Bloqued, b*tch.

 Lucian para o tempo antes que Sônico o chute e chuta o professor, mandando-o para fora da sala.

 

 - O que...?

 Seus olhos se arregalam conforme ele vê Lucian, e o mesmo logo se torna mais sério, como se desafiado.

 - Você é mais rápido que eu?

 

 - Provavelmente não, mas sou mais foda.

 

 - Hm... que bom. Ninguém pode ser mais rápido que eu... sou o Alien mais rápido do mundo.

 

 - Cof cof Goku.

 

 - Repete?

 O professor fita Lucian com um olhar penetrante.

 

 - Go, quero terminar logo esse Ku.

 

 - Muito bem então...

 

 E assim o professor leva os alunos pra uma caminhada... caminhada da qual Lucian simplesmente ignorou para voltar para sua casa...

 

                                   Continua no próximo capít-

 

 - Espera, vai acabar assim?

 

 Como assim?

 

 - Se liga, eu posso até preferir que não aconteça nada porque assim eu vou ter mais paz, mas... você não acha que é um fim meio tosco?

 

 Eu acho, mas isso é porque não vai acontecer nada realmente importante por agora, então... se prepare e.e

 

 - Ah, okay então...

 

 

                              Continua no próximo capítulo...

 

 Só que não e.e

 

 

 [Em VSF...]

 

 - A paciente se chama Susan Smith, e o garoto do lado dela se chama Maycon Rodriguez. Os dois são primos, mas a primeira é a filha de Marianne Smith e Emmanuel Smith, senhor Matamorte.

 

 - Então essa é a filha dos Smith... realmente ela é bonita como todos dizem! Olha essas belas curvas!

 

 - O-o que? D-doutor, seu pervertido!

 A paciente chuta o joelho de Matamorte, que a encara confuso.

 

 - Por que você fez isso???

 

 - Pelas besteiras que você estava falando de uma adolescente!

 

 - Besteiras dela...? Como assim??? Eu estava falando das curvas da riqueza da família dela!

 Ele mostra uma tabela que mostrava o nível de riqueza dos Smith, que aumentava muito e abaixava pouco.

 

 - D-de qualquer forma senhor Santiago, você vai cobrar a filha dos Smith? Eu soube que eles são bem rígidos com quem os trata mal...

 

 - Não se preocupe Daisy, não é como se eu não pudesse fazer nada contra eles... e não se esqueça que temos a ajuda da carteira móvel conosco...

 

 - Carteira móvel...?

 

 - Ah, o irmão dá cofrinho detonada, entende?

 

 - Ehr... quer dizer Lucian, irmão da Liz?

 

 - Sim, sim! Esses mesmo!... quer dizer, eu acho que esse era o nome deles, certo?

 

 A garota dá um facepalm frenta aos apelidos carinhosos que o doutor inventava.

 

 - Mas de qualquer forma, prepare a sala de cirurgias, hora de fazer mágica!

 Um sorriso ganancioso surge no rosto de Santiago conforme ele planeja novas formas de lucrar...

 

                              Continua no próximo capítulo...


Notas Finais


E aí, o que acharam? Curtiram? Ksks eu não curti tanto assim, achei que o meio ficou "meio" tosco... mas pelo menos eu voltei o animo de escrever lá pelo final kk eu também vou tentar dar mais foco e talz... e galera, se vocês aí realmente se importarem com a frequência com a qual eu posto os caps, não hesitem em me mandar mensagens mandando eu tomar vergonha na cara e escrever kkk
Welp, até o próximo capítulo galera kkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...