História Remix of suffering - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Acnologia, Alzack, Angel, Anna Heartfilia, Aquarius, Aries, Azuma, Bacchus Groh, Bickslow, Bisca Connell, Brandish μ, Briar, Cana Alberona, Câncer, Capricórnio, Carla (Charle), Charlie, Chelia Blendy, Coco, Crux (Kurukkusu), Dan Straight, Doranbolt, Droy, Elfman Strauss, Erik (Cobra), Erza Knightwalker, Erza Scarlet, Eve Tearm, Evergreen, Flare Corona, Freed Justine, Frosch, Gajeel Redfox, Gemini, Gildartz, Grandeeney, Grandine, Gray Fullbuster, Happy, Hibiki Lates, Horologium, Hughes, Ichiya Vandalay Kotobuki, Igneel, Irene Belserion, Ivan Dreyar, Jackal, Jellal Fernandes, Jenny Realight, Jet, Jude Heartfilia, Jura Neekis, Juvia Lockser, Kagura Mikazuchi, Karen Lilica, Kinana, Kyouka, Laki Olietta, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Lector, Leon, Levy McGarden, Libra, Lisanna Strauss, Loki, Lucy Ashley, Lucy Heartfilia, Lyon Vastia, Lyra, Macao Conbolt, Makarov Dreyar, Mary Hughes, Mavis Vermilion, Meredy, Mest, Metalicana, Metallicana, Michelle Lobster, Mickey Chickentiger, Midnight, Mikuni Shin, Millianna, Minerva Orland, Mirajane Strauss, Mystogan, Nab Lasaro, Nashi Dragneel, Natsu Dragion, Natsu Dragneel, Nikora "Plue", Ophiuchus, Orga Nanagear, Pantherlily, Pisces, Ren Akatsuki, Risley Law, Rogue Cheney, Romeo Conbolt, Ruby Strum, Rufus Lore, Sayla, Scorpio, Sherry Blendy, Silver Fullbuster, Skiadrum, Sting Eucliffe, Tauros, Taurus, Ultear Milkovich, Ur, Virgo, Wanaba, Warren (Edolas), Warren Rocko, Weisslogia, Wendy Marvell, Yukino Aguria, Zeref
Tags Eletrônica, Fairy Tail, Gale, Graylu, Gruvia, Harém Não Definido, Jerza, Metsu, Naca, Naer, Nagura, Naju, Nale, Nali, Nalu, Nami, Natkino, Natsu Dragneel, Natsuxbrandish, Natsuxdimaria, Natsuxminerva, Natsuxsorano, Natsuxultear, Roju, Rolu, Stinlu
Visualizações 178
Palavras 1.414
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


E depois de muito, muito mais muito tempo... FINALMENTE ESTAMOS DE VOLTA PORRAAAAAA

Primeiro de tudo, peço perdão pelos erros, mas já arrumei um revisor! Então a partir do próximo capítulo terá uma qualidade melhor!

Só postei sem ele revisar, por que tinha que atualizar essa fic logo.

É isto, boa leitura!

Capítulo 5 - Mudanças necessárias?


Já fazia um certo tempo desde que as aulas haviam começado, Natsu como sempre estava bem no fundo da sala e claro, sozinho. Mas pela primeira vez na sua vida de estudante, ele não estava dando a mínima para o professor á frente do quadro. Sua mente estava muito longe para se preocupar com uma aula de Física.

Desde que Gray mostrou o tanto de Download que suas músicas tiveram em apenas uma única noite, aquilo era única coisa que passava pela sua mente... Era surreal, 98 mil downloads em uma noite e com certeza já havia passado dos 100 Mil.

Pensar que esse tanto de gente gostou da sua música era surreal... Talvez o idiota do Gray tivesse ração, ele estava desperdiçando seu talento deixando essas músicas guardadas a sete chaves. Se tudo continuar nesse ritmo, será questão de tempo até ele começar a ganhar uma proporção internacional e consequentemente, fechar um acordo com alguma gravadora de música.

Natsu – Pensei que ia morrer antes de dar ração em algo para o Gray... – Pensou abrindo um leve sorriso.

Mas nem tudo era um mar de rosas... Com a fama que provavelmente iria ter no futuro próximo, também iria vim o dinheiro junto e aí que está o grande problema. Ele teria que arrumar uma boa desculpa, para não levantar nenhuma suspeita... Talvez inventar uma tia rica que descobriu da sua existência, não seja uma ideia tão ruim.

Mas o rosado é afastado dos seus mais diversos pensamentos, quando o sinal da escola começou a tocar e isso significava uma coisa... Finalmente havia chegado o intervalo! Em questão de segundos a sala ficou vazia, até mesmo o professor havia desaparecido daquele lugar. E como era de costume, Natsu sempre era o último a se retirar do local... Ele adorava assistir o desespero das pessoas em sair da sala, se empurravam, se batiam e se xingavam sem parar... Aquilo sempre animava o seu dia, não importa a merda que ele estivesse.

Quando o seu showzinho acabou, Natsu respirou fundo e se levantou...

Natsu – Melhor me encontrar com o Gray – Se espreguiçou – Tenho muita coisa pra resolver com ele – Pegou sua mochila e em seguida saiu da sala.

...

Como era de costume, Natsu e Gray se encontravam sentados numa confeitaria que ficava bem próxima a sua escola. Todo o dia no intervalo eles iam comer um bolo e conversar, já que era o único local de paz que eles poderiam fazer isso. Natsu havia pedido o seu tão amado bolo de morango e Gray um de chocolate.

E claro que o assunto deles era o mesmo de sempre... E com sempre quero dizer o dessa semana.

Gray – Não tá curioso pra saber o número de downloads no momento? – Indagou soltando uma leve risada.

Natsu – Claro que sim – Respondeu comendo um pedaço do seu bolo – Se você parar de fazer drama, vai ajudar muito – Disse colocando o garfo ao lado do prato.

Gray – Certo, certo... – Abriu um largo sorriso, enquanto começava a mexer no celular – Aqui está a parcial de downloads no momento – Virou a tela do celular para o rosado que mesmo não estando com nada na boca, acabou se engasgando com a própria saliva

Natsu – 150Mil! – Arregalou os olhos e bateu no próprio peito, tentando não morrer engasgado – Só pode tá zoando com a minha cara, né possível – Jogou suas costas contra as costas da cadeira, tentando sair do choque que aquilo havia lhe causado.

Gray – Isso é muito possível – Riu enquanto desligava o celular e colocava no bolso – E te garanto que até amanhã chega nos 200 – Disse e voltou a comer o seu bolo.

Natsu nada disse, apenas ficou calado e aos poucos a sua ficha ia caindo... Até que finalmente ela caiu e ele saiu do seu choque de realidade.

Natsu – Isso é insano... – Passou a mão pelo cabelo e respirou fundo – As coisas tão acontecendo mais rápido do que eu imaginei... – Disse abrindo um singelo sorriso

Gray – Pode se preparar que isso é apenas o começo... Eu vou fazer você ser o maior do mundo! Tocar nos melhores festivais e ficar rico! – Disse animado.

Natsu – Você por acaso sabe ser empresário de alguém? – Perguntou cruzando os braços.

Gray – Tudo tem sua primeira vez – Respondeu dando os ombros e comendo outra parte do bolo. Natsu apenas riu e fez o mesmo – Mas não se preocupa, te prometo que não vou fazer nenhuma merda... Principalmente agora que te convenci a entrar nesse ramo, não vou estragar isso.

Natsu – Sei disso, por isso confio tudo isso em você... Esconder minha identidade e lançar minhas músicas – Apoio as mãos na mesa – Tenho certeza que você vai se sair bem e quem sabe, futuramente, você não administre outras pessoas – Abriu um sorriso

Gray – Será? – Indagou levando sua mão até o seu queixo, e começou a se imaginar no futuro tomando conta da carreira de vários famosos.

Natsu – Terra chamando Gray, terra chamando Gray – Começou a estalar os dedos na cara do moreno , que despertou na hora – Não pense tão longe, primeiro tenho que da certo – Disse voltando a comer o seu delicioso bolo.

Gray – Você já deu certo – Respondeu com largo sorriso convencido nos lábios – Mas como eu lhe disse, vamos mudar esse seu visual das meias a cueca – Disse olhando o rosado de cima a baixo.

Natsu – De novo isso? – Revirou os olhos em frustação – Já falei que não quero mudar nada em mim, o que me importa é as minhas músicas fazerem os outros felizes – Cruzou os braços e fitou o moreno seriamente.

Gray – Que merda de DJ você quer ser, andando parecendo que saiu da casa da tua vó? – Perguntou com a sobrancelha arqueada. A resposta do Natsu foi o mais puro silêncio – Confia em mim, você vai se sentir muito melhor quando mudar esse visual... Você já é um cara de personalidade ótima, carisma então nem se fala – Abriu um sorriso de canto – Chega de ter essa autoestima baixa! Mudanças são necessárias as vezes.

Natsu – Merda... – Passou a mão pelo rosto e suspirou – Ok, ok... Me convenceu – Disse derrotado. Querendo ou não, Gray estava certo.

Gray – Isso! – Disse animado e batendo palmas – Você não vai se arrepender! – Disse e voltou a comer o resto do seu bolo.

Natsu – Já estou me arrependendo – Revirou os olhos e comeu o último pedaço do seu bolo – Quando sua amiga vai chegar? – Indagou jogando o garfo no prato vazio.

Gray – Na próxima semana – Respondeu com a boca cheia de bolo – Hum... – Fez um sinal de espera, enquanto engolia o bolo – Ela vai vim fazer um curso de moda e você vai ser a cobaia dela – Soltou uma leve risadinha.

Natsu – Legal... Sempre quis ser um rato de laboratório – Disse sarcasticamente.

Gray – Relaxa, ela é ótima nisso – Disse se escorando na cadeira e suspirando – Tô cheio... – Jogou o garfo no prato que ainda tinha um pouco de bolo. – Posso te pedir um favor, em relação a isso? – Se ajeitou na cadeira.

Natsu – Lá vem... – Riu num tom de puro sarcasmo – Vai logo, acho que estou te devendo mesmo.

Gray – Bom... Como você sabe, ela é de fora da cidade... E não tem aonde ficar – Coçou a nuca, enquanto dava um sorriso de puro nervosismo. – Então eu pensei que...

Natsu – Pensou em pedir pra ela ficar na minha casa ... – Completou a frase. Gray na hora ficou em silêncio.

Gray – Exato – Soltou uma risadinha – Você sabe que moro com os meus pais e não ia da certo ela lá, então será que pode me quebrar esse galho? – Pediu, enquanto fazia a famosa carinha de “cão abandonado”

Natsu – Sabe que essa merda não funciona comigo – Disse olhando para a carinha dele, que logo foi desfeita pelo moreno – Como eu disse... Infelizmente eu tô te devendo, então... – Suspirou em derrota – Pode mandar ela lá casa.

Gray – Obrigado irmão – Disse se levantando da cadeira e erguendo a mão na direção do rosado.

Natsu – Fazer o que, né – Riu e apertou a mão do amigo. – Agora vamos logo pra escola – Se levantou e pegou a mochila – Estudos em primeiro lugar – Abriu um sorriso orgulhoso e seguiu para fora do estabelecimento.

Gray ficou parado, enquanto via seu amigo saindo do local.

Gray – Esse lado nerd dele tem que sumir – Fez um sinal de negativo com a cabeça – DJ CDF... – Pegou sua mochila, mas na hora que ele parou de andar – Pera aí... Tá aí, um bom nome – Estalou os dedos – NATSU, ESPERA! – Gritou correndo para fora da confeitaria – TENHO UM NOME GENIAL PRA VOCÊ!


Notas Finais


É isso galera, apartir do próximo tudo vai tá melhor!

Desculpem qualquer erro!

Comentem o que acharam

ValeuS2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...