1. Spirit Fanfics >
  2. Renascentes >
  3. Alice e Thomaz

História Renascentes - Capítulo 4


Escrita por: e _DarkSchuy_


Notas do Autor


Nem sei o que escrever

Capítulo 4 - Alice e Thomaz


18:30 21/07/2019


Marina


Alex estava muito ferido, Noah estava completamente desesperado, nunca tinha visto ele daquele jeito.

— THOMAZ ELES CHEGARAM, VEM AQUI AGORA... É URGENTE POR FAVOR- Gritou Alice desesperada.- Coloque ele em cima daquela mesa.

Ela apontou para uma mesa de pedra que estava no meio daquela sala. A sala era totalmente diferente do que ela já tinha visto, a sala era enorme e não dava para saber qual era o tamanho exato, nas parede do lado direito tinham estantes com várias coisas científicas, só que com cores. A luz da sala sempre regulava entre roxo e azul escuro, e na parede esquerda tinham uma grande fornalha acesa, atrás dela tinha uma porta enorme “acho que é a saída”... Pensaram. Na frente tinha uma sala com armamentos e de lá saiu um homem de cabelos escuros com um óculos de aviador na cabeça. Um olho de cada cor, um sendo roxo e o outro azul escuro como a luz da sala. Ele tinha uma pele clara e usava uma calça marrom com suspensório e uma blusa branca manchada de óleo.

— O que houve ?- Perguntou o tal Thomaz preocupado na mesa que Alex estava.

— Já te explico... Cura logo ele, antes que seja tarde.- Disse Alice.

— Certo…-Respondeu Thomaz, que colocou suas mãos sobre Alex e o mesmo começou a brilhar com uma cor verde intensa. Todo sangue que saía dele estava desaparecendo, os machucados nos braços e na cara pareciam se fechar.

— Moço, as costas dele estavam com um machucado enorme. -Disse Noah com a voz fraca de alívio.

— Ok, você consegue virar ele? -Disse Thomaz para Noah que acenou com a cabeça e o virou aos poucos enquanto o machucado ia sumindo...

— Isso é incrível. -Disse Luna encantada.

— Prontinho, novinho em folha.-Disse Thomaz abaixando as mãos.

— Noah?- Disse Alex acordando.

— Alex!- Disse Noah com a voz fraca e aliviada abraçando seu irmão. -Eu...Eu senti tanto medo.

— Não chora cara… eu tô bem…-Riu Alex.

- Onde estamos?

— Nem a gente sabe.- Disse Ângelo.

— Vocês estão na minha oficina de magia e mecânica.- Disse Thomaz alegre.- Esse é o presente que Hefesto me deu.

Hefesto? o Deus da forja e do fogo?- Disse Luna.

— Ele mesmo… Além da vida eterna que Hades me deu. -Disse Thomaz.

— Só você ganhou presente dos Deuses ?- Disse Marina.

— Não, Alice também ganhou, conte-os Alice. -Disse Thomaz.

— Ah calma, assim você vai explodir a cabeça deles.-Disse Alice.- Espera ai, vocês não parecem que estão surpresos.

— Pois é, a gente viu a Luna erguer uma parede de terra, o Noah soltar fogo pelas mão e um homem-sombra espancar Alex e imobilizar a Marina.-Disse Ângelo.

— Então tá né…  Eu sou Alice Pendragon, segunda filha do Rei Arthur Pendragon. Meus presentes foram a excalibur aprimorada que Ares, o Deus da guerra me deu e a vida eterna de Hades.- Disse Alice.

— Segunda filha? Rei Arthur Pendragon?.- Disse Luna confusa.- A mitologia grega aconteceu a 700 antes de cristo e a época medieval no século X, como é possível se os deuses gregos já tinham deixado de existir, não????

— É aí que os humanos se enganam, sim os Deuses sumiram da Terra, porém, nunca deixaram de existir. Os humanos são ignorantes demais para aceitar a verdadeira história.- Disse Thomaz virando a cara. 

— Depois você conta essa história. Nós precisamos saber como Noah e Luna fizeram..- Perguntou Marina interrompida por Thomaz.

— A sim, por favor me sigam.- Disse Thomaz voltando acompanhado para a sala que ele veio. Quando passaram pela porta o cenário mudou para um campo de treinamento, o chão era grama mas as paredes eram brancas, o teto era aberto e no canto tinha um mini lago.- Aqui é a minha sala de treinamento e por favor Noah, aponte as mãos para aquele espantalho.

— Que espantalho ?- Disse Noah, e um espantalho surgiu da parede.

— Quando você atacou o homem-sombra no que você estava pensando ?- Perguntou Thomaz para Noah e o mesmo olhou para Alex que estava atrás dele.

— Nos momentos com o meu irmão.- Disse Noah.

— Pense nisso novamente e tente disparar o fogo.- Disse Thomaz para Noah que focou os pensamentos no seu irmão e disparou fogo pelas mãos queimando assim  o espantalho.

— Eu ainda fico impressionado com isso. Mas isso ainda não responde a pergunta da Marina.- Disse Noah com o fundo dos olhos vermelho-fogo.

— Eu sei, só tô testando uma coisa.- Disse Thomaz.- Marina coloque as mãos na água por favor.

— Eer, ok- Disse Marina que foi até a água e pôr as mãos lá.

— Você está apaixonada em alguém ?- Disse Thomaz.

— Hum… Acho que não, por que?- Perguntou Marina e Ângelo abaixou a cabeça.

— Porque a água só se ativa com sentimentos profundos.-Disse Thomaz.

— Entendi, já que é isso...-Disse Marina, que começou a olhar para a água. Em poucos instantes a água do lago começou a fazer um tornado de água no lado. Marina levanta a água do lago, que começa a se erguer e Marina coloca uma mão na frente da outra e a água do lago vira uma bola atrás dela. Marina joga a bola de água para cima e a bola estoura, fazendo chover neles. 

— Isso...não… era necessário.-Sibilou Thomaz.- Luna coloque as mãos no chão e tente erguer a parede de terra.

— Sem pensar em ninguém ?- Perguntou Luna.

— Não.- Disse Thomaz, Luna se agachou e colocou suas mãos sobre a terra… Mas nada aconteceu.

— Não está… .-Não estou conseguindo Thomaz. -Disse Luna meio triste.

— Já sei, ARPÃO.- Grita Thomaz e um arpão aparece da parede e atira em direção a Luna... Em reação, se ergueu uma parede de pedra e quebrou a lança de ferro.

— Que merda foi essa cara, 'cê ta louco?? -Disse Noah que pegou ele pela gola da roupa de Thomaz.

— Calma, cara, se ela se ferisse eu poderia curá-la, isso é só um incentivo...-Falou Thomaz totalmente calmo.

— Mano, ele ta certo, calma.-Disse Alex colocando a mão no ombro de seu irmão.- Cara o que você tá tentando fazer?

— Vocês já irão entender.-Disse Thomaz.- Ângelo... Pense em fazer algo com o ar.

— Ok.- Ângelo não se moveu e nem fez algum gesto com as mãos. Mas uma grande ventania parecia circular Ângelo.- Mas que po...

— Ângelo chega. -Disse Thomaz com a mão no queixo.- Alex e Noah, vocês são gêmeos né.

— Sim- Disse os gêmeos uníssono.

— Alice, tem algo estranho, não eram só quatro ?-Pergunta Thomaz.

— Sim, mas acho que ele também não é normal.- Disse Alice.

— Alice vai explicar a historia pra vocês, Alex por favor venha comigo.- Disse Thomaz colocando a mão no ombro de Alex e sumindo.

— Pra onde eles foram?- Perguntou Noah.

— Para ser sincera, nem eu sei.- Disse Alice calma.-Mas eles voltam. Sobre a história é o seguinte: No séculos da mitologia grega, 4 pessoas tão bondosas que os deuses os adoravam até mesmo Zeus que odiava os humanos gostava deles. Hécate a deusa da magia, avó de Thomaz, previu que a humanidade entraria em perigo e avisou Zeus que se perguntou o que fazer. Hécate deu a ideia de dar poderes aos 4 humanos bondosos. Assim feito, Zeus escolheu 4 deuses para dar suas bênçãos para os humanos, os deuses escolhido foram: Poseidon, Deméter, Hefesto e o próprio Zeus.

— Mas nenhum de nós controla os raios.- Interrompeu Luna.

— Sim, mas como Poseidon tomou o mar de Pontos do deus primordial do mar, como Hades tomou o mundo inferior de Tártaros, Zeus roubou o ar de Éolo.-Disse Alice.- Esse quatros dons foram entregues para para os humanos bondosos, mas não previram que foi por causa da inveja de outros humanos que o incidente aconteceu. Um humano chamado Ziam, um ótimo mago cientista como Thomaz, teve a obsessão de tomar esses poderes e tentou criar seus próprios humanos poderosos.

— Ele conseguiu ?- Perguntou Marina.

— Infelizmente, ele criou 12 experimentos inspirados nos 12 deuses do olimpo, eles eram fortes demais, quase conseguiram matar os quatros, mas na última batalha entre eles, hécate, sem saber o que fazer, percebeu que eles iriam perder, então pensou muito rápido e chegou em uma solução... Jogou um feitiço de reencarnação, então todas as vezes que morressem, os poderes deles reencarnariam em outros corpos. Só que demora para as crianças crescerem e também já nasciam com poderes, os 12, eram assim que o chamavam, matavam as crianças a sangue frio, mas Zeus os impediam de sugar os poderes das crianças. Zeus não aguentava  mais ver as crianças morrendo assim, então para selarem os 12 e Ziam eles se sacrificaram e os selaram dando em troca sua liberdade, isso foi na época em que Hécate deixou o pai de Thomaz no mundo, Merlim.

— THOMAZ É FILHO DE MERLIM ?- Berrou Ângelo surpreso.

— Sim, continuando… Merlin se tornou um mago muito poderoso, com seus poderes descobriu que Ziam ainda tinha criado um último experimento, nome dela era Lissa, A Sombria, ela era capaz de controlar as sombras, possuir pessoas com a sombra mobilizar pessoas e sugar a vitalidade. Aquele homem-sombra que atacou vocês é uma coisa que ela criou... Aquilo é um Shade, um possuído das sombras. Merlim não sabia fazer selamentos como sua mãe, então ele só adormeceu por alguns séculos. Nesse tempo, Merlim treinou meu pai, meu pai conheceu a última semideusa, filha de Ares e me teve. Depois minha mãe morreu quando eu tinha 1 ano e então meu pai se casou com a aprendiz de Merlin, Morgana meio irmã de Thomaz.-Disse Alice tentando recuperar o fôlego.

— Alice, acho que você se perdeu na história.- Disse Noah.

— Calma, voltando ao assunto, meu pai teve mais um filho com Morgana, o Dustin, nossa, meu irmão era perfeito, pegou os dons de morgana e treinou com meu pai e ainda por cima, ele tinha um dos poderes dos 4, Ar. Lissa percebeu que os 4 tinham reencarnado, então ela foi a caça, Merlim ciente disso, pois uma barreira de proteção no reino de Camelot com ajuda de Morgana, graças aos deuses Lissa não conseguiu quebrar a barreira até eu e Thomaz crescermos. Eu virei a chefe dos cavaleiros com 15 anos e Thomaz quase estava no nível de merlim com 15 anos.- Disse Alice.

— Isso é incrível, vocês eram tão talentosos e tão jovens.-Disse Luna maravilhada.

— Pois é.-Disse Alice dando uma risadinha triste.

— Espera, se Dustin era seu irmão cadê ele ?-Disse Noah olhando para os lados para ver se o encontra.

— A barreira rompeu quando Merlim morreu, e não percebemos que Lissa estava montando um exército de sombras, fomos a guerra.-Disse Alice triste que foi cortada pela mão de Thomaz no seu ombro e Alex do lado de Thomaz, e o mesmo começou a falar...

— Vencemos as 2 primeira batalhas, nesse curto período eu e Dustin nos apaixonamos, tínhamos planos para o futuro.-Disse Thomaz cerrando os punhos e segurando as lágrimas.- A 3° batalha foi decisiva, e eu estava protegendo muito Alice e Dustin, só que eu vi alguns feridos e parei para curá-los, Dustin viu que uma lança de sombra estava indo em direção a Alice e se jogou na frente da lança, ele caiu no chão eu fui correndo para curá-lo, eu não era poderoso o suficiente para cura aquela ferida feita pelas sombras… ele morreu em meus braços com Alice do meu lado.

— Meus pêsames.- Disse Marina olhando os dois chorando.

— Obrigado.- Disse Thomaz enxugando as lágrimas.- Quando Dustin morreu eu e Alice despertamos o Ódio dos Deuses, um poder que só semideuses tinham, destruímos o exército de Lissa, mas aquilo era só uma migalha do poder dela. Batalhamos com Lissa e ela nos matou... mas algo aconteceu e nós conseguimos nos comunicar com os deuses. Zeus deu poder suficiente para selar Lissa por alguns séculos, nos nomeu guardiões de vocês 4 e nos deu os presentes e imortalidade.

— Que final raso, credo.-Disse Luna.

— Pois é. Bom, já está tarde, acho melhor vocês irem.- Disse Thomaz estalando os dedos.

— Ué como viemos para aqui em casa? -Disse Noah confuso.

— Gente… Já pararam pra perceber que nós tivemos que limpar a casa alugada ?-Disse Marina confusa.

— É verdade, casas assim tinham que esta sempre limpa.-Disse Luna.

— Amanha nos resolvemos isso, vamos dormi, hoje foi um dia cheio.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...