História (REPOST) Bad Boys vs Bad Girls, inimigos? Talvez não - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Maito Gai, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Brigas, Drama, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Inogaa, Naruhina, Naruto, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Nejiten, Romance, Sabaku No Gaara, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Sasusaku, Shikamaru Nara, Shikatema, Temari, Tenten Mitsashi, Tsunade Senju
Visualizações 170
Palavras 3.429
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Cap5: A vingança dos derrotados


No colégio interno Konoha Boarding School, a única coisa que se falava pelos dormitórios e corredores e era o vexame da diretora durante o baile de boas vindas. Mas em um certo dormitório, mais precisamente na ala masculina, dormitório 75, cinco garotos não conversavam sobre isso.

Naruto: Então vai ser isso mesmo? – perguntou enquanto amarava o cadarço do tênis.

Neji: Sim. O plano 1578-3 Tinta com cola.

Naruto: Mas que nome idiota.

Neji: Nome idiota que você ajudou a dar.

Sasuke: Da pras duas meninas pararem de discutir? Não estão vendo que eu estou ocupado? – disse sem olhar para os amigos, estava ocupado demais brincando com duas bolas coloridas presas no mesmo barbante, que ao se chocarem vaziam um barulho irritante – Cara, isso vicia.

Gaara: Se você não parar com isso, as próximas bolas que estarão se chocando serão as suas.

Shikamaru: Vocês vão continuar discutindo ou vamos colocar o plano em pratica?

Neji: Ele tem razão. Sasuke e Gaara, vocês já fizeram a parte de vocês?

Sasuke: Já! E provavelmente agora todo mundo deve estar apreciando a nossa obra de arte.

Naruto: Mas e as provas, o que vocês fizeram?

Gaara: Fica de boa, nós fizemos o trabalho completo.

Shikamaru: Agora, só temos que esperar.

Os cinco se levantaram. O sinal ia bater em breve e não queriam se atrasar. Ao saíram deram uma bela admirada na “obra de arte” de Sasuke e Gaara. Mas eles não eram os únicos que faziam aquilo, os outros estudantes curiosos faziam o mesmo, e em poucos minutos o assunto que corriam nas rodinhas já era outro. O sinal logo tocou, obrigando a todos correm para suas salas.

Não muito longe dali cinco amigas andavam calmamente, na direção de sua sala, quando notaram algo um tanto quanto estranho. Todos os alunos as encaravam de um modo estranho. Não era o modo estranho como sempre as encaravam, era diferente.

Sakura: O que será que eles estão olhando? – sussurrou para Temari.

Temari: Eu não sei, mas provavelmente não deve ser algo bom.

Ino: O que vocês estão olhando,hein??? Perderam alguma coisa??? – gritou a pelos pulmões, fazendo todos que as encaravam virarem os rostos e correrem o mais rápido possível para suas salas.

Tenten: Resolveu o problema...

Hinata: Será que tem algo preso nas nossas costas e por isso eles estavam olhando?

Sakura: Eu acho que não...

Temari: Logo, logo nós vamos descobrir. Agora, eu acho que é melhor nós irmos, não to afim de escutar aquele professor chato falando merda.

Todas concordaram e foram para sala, por sorte o professor não tinha chegado. Se acomodaram em suas cadeiras, ainda recebiam os olhares, mas já não estavam dando muita bola.

Quando o professor chegou não disse uma única palavra, parecia nervoso e iria descontar toda a sua irritação nos alunos. E foi o que fez. Jogou suas coisas na mesa e começou a passar vários exercícios na lousa.

Durante toda a aula os alunos permaneciam quietos, mas mesmo assim não deixavam de olhar as garotas. Isso estava deixando elas um tanto quanto confusas e Sakura teria que buscar a resposta que queria direto na provável fonte causadora.

Sakura: O que vocês fizeram, hein, emo de merda? – perguntou ao moreno sentado ao seu lado, em um tom baixo para que só ele pudesse ouvir.

Sasuke: Do que você esta falando?

Sakura: Não se faça de santo. Você e seus amiguinhos idiotas fizeram alguma coisa, por isso todo mundo ta olhando pra gente.

Sasuke: Olha se esses idiotas querem estragar a visão deles olhando pra vocês, eu não posso fazer nada.

A rosa achou melhor não continuar a conversar com o Uchiha, era melhor parar naquele momento antes que perdesse a paciência. Voltou a copiar a lição, que parecia que não ter fim.

A hora do intervalo talvez seja a hora mais esperada pelos alunos. Um momento único no qual podem fugir da sala de aula, conversar a vontade e se livrar dos professores. Cinco garotas também torciam para aquele momento, mas infelizmente para elas a hora do intervalo também era a hora que tinham que ficar de olho em certo garotos para não cair em nenhum planinho deles. Mas, felizmente ou infelizmente ,alguns deles não tinham aparecido o que lhes causava um certo desconforto e preocupação.

Tenten: Cadê o cabeludo e o loiro com cara de idiota? – perguntou discretamente para a morena sentada ao seu lado.

Hinata: Eu não sei, mas isso não é bom, não é?

Em resposta teve uma sobrancelha arqueada, Tenten também não sabia se aquilo era bom ou não. Continuaram a comer, sabiam que eles estavam aprontando alguma, mas o que seria?

*

O corredor dos armários era um lugar obrigatório onde os alunos tinha que passar depois do almoço. Era lá que pegavam os livros e tudo que precisavam para o próximo período de aulas. Normalmente ele ficava vazio durante o almoço, mas não naquela segunda.

Um certo cabeludo e um loiro com cara de idiota estavam lá. Neji e Naruto carregavam com sigo um fita adesiva, um pedaço de papelão, uma sacola e um cartão. Estavam na frente do armário de Hinata. Neji colocou o ouvido perto da porta, pegou um papel no bolso com a senha que abria o armário.

Neji: Três pra direita, um pra esquerda e quatro pra direta. Abriu!

Naruto: Como você sabia a combinação?

Neji: Foi o Shikamaru que descobriu. Olhando a Hinata abrir e fechar o armário ele descobriu a combinação.

O loiro nada disse. Neji abriu o armário revelando um armário perfeitamente arrumado e limpo. Mas os dois não ligaram para isso. Neji pegou o bilhete o amarou em um barbante e prendeu uma ponta no teto do armário com fita adesiva. Depois pegou o pedaço de papelão e tampou o armário deixando uma brecha, e foi por ela que o Uzumaki derrubou o conteúdo da sacola. Depois disso Naruto fechou a porta, quando ela já tinha encostado no papelão, Neji puxou o mesmo rapidamente e Naruto fechou e trancou o armário tão rápido quanto o amigo. Perfeito. Agora, era só esperar o momento certo. Jogaram as coisas no lixo e foram para o refeitório.

Quando o almoço acabou, todos foram para seus armários buscar seus livros e cadernos. Hinata e suas amigas por sorte tinham seus armários um do lado do outro, o que realmente era muito bom. A morena tinha que pegar a apostila de química e não teria problema para encontra-la. A Hyuuga abriu o armário e tomou um susto. Quando o abriu, do mesmo pularam grilos, baratas e besouros. Um tanto quanto surpresas e assustadas as cinco deram um passo para trás enquanto as outras gritavam apavoradas.

Temari: Que merda é essa?

Enquanto as garotas não entendiam nada e as outras gritavam, os cinco garotos causadores daquilo junto com os outros riam da situação.

Sakura: Olha t...tem um bilhete ali. – apontou para o bilhete preso em um barbante.

A morena de coques já tinha suas suspeitas de quem tinha feito aquilo. Andou na direção do armário e pegou o bilhete, sem se importar com os insetos que já se espelhavam pelo corredor.

Tenten: Tem um recado aqui. – ela abriu o bilhete e leu para que as amigas escutassem – “Vocês não deviam ter nós provocado, agora vão pagar”

Ino: Quem escreveu?

Sakura: Deixa de ser burra garota, claro que só podem ter sido os cinco idiotas. – disse fitando cinco garotos que riam.

Tenten: Que coisa idiota – disse andando na direção dos cinco garotos, a morena jogou o bilhete em Neji – Se quiserem entrar nesse jogo pelo menos joguem direito, foi o que você disse, não foi, Hyuuga? Então, por que não segue seu próprio conselho? Foi muito idiota isso.

Neji: Vocês não deviam ficar tão seguras de si.

Os cinco garotos se retiraram, em breve elas saberiam o que queriam dizer.

Tenten: Vamos embora também. – ela já ia começar a andar quando ouviu uma voz fraca a chamando.

Hinata: T... Tenten o meu livro?

A Mitsashi sorriu. Andou ate o armário, pisando nos insetos que estavam no caminho, pegou a apostila de Hinata e ainda retirou alguns besouros que estavam lá, fechou o armário e entregou o livro para a Hyuuga e andou na direção do laboratório.

Ino: Você acha que aqueles idiotas estão tramando algo?

Temari: Talvez...

*

Na sala da diretora, Tsunade fazia uma tradição que cultivava a anos: bebia duas doses de saque. Poderia ate ser falta de responsabilidade dela, mas só assim se via capaz de aturar aqueles alunos.

Todos os funcionários do colégio sabiam o quanto seria ruim para eles se atrapalhasse naquele momento sagrado, mas Shizune, sua assistente, não tinha outra opção. Bateu duas vezes na porta e como não teve resposta entrou.

Tsunade: Shizune, o que faz aqui? Você sabe que não deve me atrapalha nesse horário – disse sem fitar a assistente, enquanto levava uma pequena dose de saque à boca e sorvia o liquido.

Shizune: Eu sei senhora Tsunade, mas é que temos um problema.

Tsunade: Que tipo de problema?

Shizune: Picharam a parede do dormitório masculino.

Tsunade cuspiu metade do saque e gritou incrédula: O que?

*

A aula do próximo turno era de química. A professora Kurenai entrou sorridente na sala, colocou seus livros sobre a mesa.

Kurenai: Boa tarde alunos. Antes de começarmos a matéria tenho um comunicado... A diretora esta chamando na sala dela a senhorita Tenten, Temari, Hinata, Ino e Sakura.

As cinco se olharam incrédulas, o que teriam feito para que a diretora as chamassem? Não sabiam o por que, e teriam que descobrir do pior jeito. Se levantaram e foram para a sala da diretora. Chegando lá encontrar um loira furiosa.

Sakura: Nos chamou?

Tsunade: Eu serei direta... – a loira respirou fundo e perseguiu – Por que fizeram isso?

Temari: Isso o que?

Tsunade: Já esqueceram? Então eu vou refrescar a memória de vocês... Por que picharam a parede do dormitório masculino? E caso não se lembre o que picharam eu vou lhes disser: “Foda-se essa porra de escola”

Todas: O que?

Tsunade: Foi isso mesmo.

Ino: Nós não fizemos nada disso, por que esta nós acusando?

Tsunade: Por que alem de pichar essa frase horrenda, tiveram a cara de pau de escrever seus nomes.

Tenten: Você acha que se tivéssemos pichado a parede teríamos escrito os nossos nomes?

Tsunade: É uma boa desculpa, mas pena que encontramos as latas de spray no armário de vocês – a loira colocou sobre a mesa cinco latas de spray.

Sakura: É serio diretora, não fomos nós.

Tsunade: Eu queria acreditar, mas eu tenho todas as provas contra vocês, desculpe. E dessa vez eu não posso perdoar, comunicarei ao pais de vocês...

Hinata: O que?

Tsunade: Sinto muito, deveriam ter pensado nisso antes de pichar o murro. Alem do mais, terão que desfazer o ato de vandalismo de vocês, vão ter que pintar a parede. Mas só depois que terminar as aulas. Falem com Shizune, ela dará a vocês o que precisam,mas caso se recusem a fazer isso levaram uma suspensão,entenderam? E espero que não tenha mais nenhum problema com vocês. Podem se retirar.

Elas saíram da sala da diretora com um única coisa na cabeça, os causadores de suas desgraças.

Temari: Foram aquele idiotas, tenho certeza.

Hinata: O pior é que vão ligar para os nossos pais.

Tenten: Eu não ligo, minha mãe nem vai ficar sabendo.

Sakura: Por sorte minha mãe foi fazer um estagio ou algo do tipo nos Estados Unidos.

Hinata: É, mas o meu pai esta em casa, e quando ele descobrir vai me matar...Ou pior, me tirar da escola e nunca mais vai me deixar ver vocês.

Ino: Isso não é bom, temos que fazer algo.

Tenten: A véia vai provavelmente pedir o numero dos nossos pais pra Shizune, que esta na secretaria, que é onde ficam as nossas matrículas...

Sakura: E você sugere que entremos lá e trocamos o numero da Hinata?

Temari: Mas pra isso temos que distrair a Shizune, e ninguém melhor que a Hinata.

Hinata: Eu? – perguntou assustada, apontando para si mesma.

Ino: Claro que só pode ser você. Quem mais tem essa carinha de anjo?

Tenten: Então, temos que fazer isso o mais rápido possível antes que a véia ligue pra Shizune.

Saíram correndo na direção da secretaria. Lá encontraram Shizune imprimindo algumas provas. Hinata e Ino iriam distrair a morena, enquanto Tenten entrava na sala para trocar o numero, e por segurança Sakura ficou na porta conversando com Temari para disfarçar.

Na sala, Tenten se deparou com uma porção de pastas de matriculas e registros. Não demorou muito para encontrar a matricula de Hinata, quando ia apagar o numero de contado se deparou com um computador, deveriam ter passado para lá os contados dos alunos. Por sorte ele já estava ligado. A morena entrou nos arquivos onde tinha os registro dos alunos. Conseguiu encontrar rapidamente o registro de Hinata, mudou seus contatos telefônicos para um numero que só ficava ocupado. Contava com Shizune para que viesse buscar o numero no computador. Não sabia se deveria apagar o numero da matricula impressa por que ficaria evidente demais, o melhor era dar chá de sumiço na matricula. E foi o que fez. A enfiou atrás de um móvel velho e saiu da sala.

Junto de Temari e Sakura, Tenten disfarçou e correram para fora de lá. Quando Ino e Hinata viram as amigas passando deram mais uma desculpa e foram embora.

Ino: Conseguiram?

Tenten: Sim, mas temos que torcer para que a Shizune procure os números no computador. Eu fiquei meio na duvida em apagar o numero por que ficaria muito na cara.

Hinata: Muito obrigada meninas, eu não sei o que faria sem vocês – a morena abraçou as amigas, mas aquele momento de amizade teve que ser interrompido, tinham que voltar para a aula.

*

O dia custou a passar, mas quando acabou a aula as garotas queriam que tivessem mais um período. Mas não podiam fugir, tiveram que ir pintar a parede. Pegaram a tinta e os pinceis, brochas e rolinhos. No caminho de sua punição encontrara com os causadores de seus infortúnios e desgraças.

Sasuke: Ora, ora as chatonildas vão pintar a idiotice que fizeram?

Como eles podiam ser tão arrogantes? Estavam mexendo com as pessoas erradas, isso era certo. E o pavio curto delas já estava preste a se acabar e quem estourou primeiro foi Sakura. A muito tempo queria dar um belo soco na caras daqueles idiotas e aquele era o momento perfeito para tirar aquele sorriso da cara de Sasuke. A rosada soltou as duas latas de tinta que tinha nas mãos e acertou com força o rosto de Sasuke, que só não foi de encontro ao chão por que foi amparado por Naruto.

Sasuke: Por que fez isso, sua louca? – gritou irritado passando a mão aonde ela tinha socado.

Sakura: Não se faça de mais idiota do que você já é. Foram vocês que picharam a parede e agora nós é quem teremos que limpar.

Sasuke: Isso foi pra vocês aprenderam a nunca mais por laxante na nossa comida. E esse soco não vai ficar por isso mesmo.

Sakura: Claro que não, vai ficar roxo.

Tenten: Parabéns, Sakura. Cada vez o seu soco fica mais forte. Mas é melhor irmos, quanto antes começarmos, mais cedo vamos terminar e mais cedo podemos fazer a vida desses idiotas um inferno.

Neji: Só a sua presença nesse local já torna as nossas vidas um inferno.

Tenten: Então esse é um ótimo motivo para que eu continue nessa escola. – a morena deu um pequeno sorriso, depois pegou um pincel o afundou na tinta branca e o passou no rosto de Neji. Ela deu as costa e foi na direção do prédio rindo.

A rosada também sorriu assim como as outras. Sakura pegou as latas do chão e foi fazer seu trabalho. As outras também saíram com um sorriso, eles poderiam ter ganho aquela batalha, mas elas também não saíram atrás e a guerra estavam bem longe de terminar.

Naruto: Você esta bem, teme?

Sasuke: Que murro.

Gaara: Elas não ficam pra trás, vai ser duro ter elas como rivais nesse troço.

Shikamaru: Complicou. Mas, vamos finalizar o nosso plano, ainda falta uma coisa para ser feita.

Sasuke: E vai ser muito bom... – ele sorriu assim como os outros e foram para seus dormitórios.

*

Ino: Esse piche é enorme,vamos demorar uma vida pra limpar ele.

As garotas olhavam um tanto quanto desanimadas a parede pichada, iriam demorar pelo menos dois dias para pintar tudo.

Naquele mesmo prédio, só que em uma posição mais confortável os garotos planejavam a ultima parte do plano de vingança.

Naruto: Shikamaru, cadê o negocio?

Shikamaru: Para de gritar, seu loiro idiota – saiu de dentro do banheiro carregando um balde grande cheio de uma gosma verde mau cheirosa.

Neji: Era isso que você tava fazendo?

Shikamaru: É uma coisinha que eu inventei e que se chama “puru fudun”

Naruto se aproximou do balde e deu uma bela cheirada: Puta lá merda, esse troço fede pra caramba. O que foi que você colocou ai, as meias do Sasuke?

Sasuke: Muito engraçado.

Shikamaru: Não. É uma mistura química de substanciais mau cheirosas, eu demorei um pouco pra fazer, mas se eu tivesse usado a meia do Sasuke teria economizado um certo tempo.

Sasuke: Foi tão engraçado que eu vou deixar pra rir amanhã.

Gaara: Parem de discutir, elas estão exatamente onde queremos – disse em um tom de voz baixa enquanto fitava as garotas que pintavam a parede.

Depois do aviso de Gaara, Shikamaru pegou baldes menores e colou uma quantidade igual do liquido gosmento e mau cheiroso. Eles abriram a janela, que por sorte era grande, se posicionaram contaram ate três e jogaram a gosma verde em cima das garotas. A gosma mau cheirosa caiu certinho nas cinco, as deixando completamente sujas.

As garotas assustadas olharam para cima e viram os garotos segurando os baldes e rindo desesperadamente.

Tenten: Vo..Vo..VOCÊS VÃO VER SÓ!!! – gritou exaltada, retirando a gosma dos olhos.

Temari: Esse troço fede.

Shikamaru: Bem feito.

Gaara: Isso é pra vocês aprenderem.

Sakura: Isso não vai ficar assim.

Sasuke: Não vai mesmo, isso vai endurecer e vocês vão ver.

As garotas saíram correndo na direção do vestiário feminino, lá poderiam tomar um banho e se livrar daquela porcaria. Enquanto elas tentavam se livrar daquele troço fedorento os garotos ainda riam da cena. Sabiam que provavelmente elas atacariam novamente, mas aquela primeira vingança não teriam um gostinho tão doce quanto as próxima que provavelmente viriam.

*

No dia seguinte, as garotas tiveram que voltar a pintar a parede desde cedo. Na noite anterior não conseguiram contar quanto banhos tiveram que tomar para se livrar daquele cheiro insuportável. O que mais queriam naquele dia era não ver a cara daquele idiotas, mas tinham aula e não daria muito certo matar aula em um internato.

Foram para a aula. O pior do que ter que aturar a simples existência daqueles cinco garotos, era ter que suportar as aulas de historia depois do almoço. O professor Yamato passou um serie de exercícios e capítulos para serem lidos e feitos, mas o pior foi que quando a aula estava preste a acabar ele anunciou algo ainda pior do que um serie de 20 exercícios.

Yamato: Antes do sinal bater quero informar que quero um trabalho. Antes que venham com reclamações permitirei que os trabalho sejam feito em dupla para diminuir o trabalho – um “eba” foi ouvido e exclamado por quase todos os alunos – Silencio, eu ainda não terminei. As duplas eu irei escolhei aleatoriamente – pegou a lista de chamada em cima da mesa e começou falar o nome das duplas – Hinata e... Naruto.

Naruto: Fala serie, justo a gaguinha?

Hinata: Cala a boca, seu idiota.

Yamato: Silencio os dois. A próxima dupla... Gaara e Ino, Neji e Tenten, Sasuke e Sakura, Shikamaru e Temari, Karen e...

O professor continuou a falar o nome das duplas enquanto dez jovens se olhavam como se quisessem dizer “Justo com você?”. Quando Yamato acabou de anunciar o nome das duplas e depois de todas as reclamações serem feitas ele voltou a falar.

Yamato: Quero um trabalho pequeno, vinte folhas no mínimo sobre a segunda guerra mundial. Vocês podem falar apenas sobre as batalhas, o exercito ou qualquer outra coisa relacionada a segunda guerra mundial. Lembrando que o trabalho deve ser manuscrito, com capa ,índice e bibliografia. É isso e quero para a nossa próxima aula que será na sexta, vocês terão hoje, quarta e quinta para fazer. Acho bom que o trabalho seja bem feito por que vale 1/3 da nota de vocês.


Notas Finais


Olá olá, mais um capitulo para vocês, espero que gostem
Até o próximo :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...