História Reputation - Capítulo 40


Escrita por:

Postado
Categorias Aaron Carpenter, Alexandra Daddario, Bella Thorne, Blake Gray, Cameron Dallas, Camila Mendes, Chloë Grace Moretz, Cole Sprouse, Emma Roberts, Jack & Jack, Katherine McNamara, Kaya Scodelario, KJ Apa, Madison Beer, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nick Jonas, Sam "Wilk" Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff, The Vamps
Personagens Aaron Carpenter, Bradley Simpson, Cameron Dallas, Camila Mendes, Chloë Grace Moretz, Emma Roberts, Hayes Grier, Jack and Jack, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Katherine McNamara, Kaya Scodelario, KJ Apa, Matthew Espinosa, Nash Grier, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Aaron Carpenter, Adolescência, Amizade, Amor, Cameron Dallas, Jack And Jack, Matthew Espinosa, Nash Grier, Old Magcon, Romance, Romance Gay, Shameron, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Visualizações 52
Palavras 1.974
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 40 - Eu te amo para sempre


              |Shawn Mendes|

—Está tudo bem,posso fazer isso sozinho—Dispenso a ajuda de Cameron para colocar as caixas no porta malas,não tem tanta coisa vinda dele,são suas roupas e nada mais.Ainda precisávamos passar na casa dos meus pais para que eu possa pegar algumas coisas no meu quarto.

  Não estava definitvamente nos meus planos viver dessa forma.Afastar meus pais,se casar e agora me mudar para o apartamento chique que ele está bancando no momento,me sinto idiota por só trabalhar no starbucks.

   O apartamento é maravilhoso,Cameron abre a porta,o aroma de lavanda preenche o ar,a sala é enorme e aquecida,toda mobiliada como imaginei.Moveis rústicos e  com aparência confortável.Ele aponta para as paredes.

—A gente devia mesmo pintar esse lugar...azul?—Dou de ombros,as paredes são brancas,mas nada impede uma mão de tinta para dar vida ao lugar.Precisamos de cores nas nossas.

—Definitivamente azul—Coloco as mãos na cintura,mordendo o lábio.Meus olhos percorrem por todo o ambiente.Uma sala com lareira sempre foi meu sonho,não entendo porque.

  Passamos horas arrumando tudo no lugar,minha mãe ligou no fim da tarde enquanto Cameron e eu comíamos pizza que pedimos a uma hora atrás.Mordo um pedaço,degustando do sabor da calabresa e do queijo se misturando.Coloco a chamada no viva voz.

—Já organizei suas coisas...pode vir buscar—Concordo,vendo Cameron revira os olhos lentamente.Bato com o pedaço de pizza na sua cara e largo no prato,correndo para a sala antes que Cameron me alcance,ele pula para desviar das caixas espalhadas,me escondo atrás do sofá.Espiando por cima do encosto,ele sumiu de vista.

  Respiro aliviado,quando estou prestes a levantar.Levo um grande susto quando Cameron me puxa para cima dele,nos fazendo rolar na cerâmica gélida,fico por cima dele,minhas pernas em volta do seu quadril,suas mãos espalmadas nas minhas costas.

—Eu te odeio!—Grito,dando um soco no seu peito.Ele me olha indignado colocando a mão sobre onde acabei de acertar.

—Au!—Ele exclama cheio de sarcasmo.Reviro os olhos,me levantando devagar e o ajudando a ficar de pé com um puxão.Minhas mãos alcança sua nuca,e nossos lábios se tocam graciosamente como se fosse a primeira vez—Vamos buscar logo as suas coisas...não estou a fim de aguentar seu pai pelas próxima a horas do meu dia incrível.—Suas mãos tocam as minhas costas.

—Sabe que ele vai na cerimônia,né?—Cameron me olha com desinteresse.—Ah não ser que você não queira se casar comigo...

—Nossa!como você é chato!tá bom—Não tem coisa melhor do que ver Cameron irritado.Trancamos o apartamento e descemos até o estacionamento onde estava o carro.Discutimos sobre isso,ele também tinha a moto,talvez eu pudesse aprender a andar e de repente ela fosse minha.Algum dia.Espero.

         —Seu pai não está em casa—Minha mãe diz quando atravessamos a sala indo para a cozinha ao lado,ouço o barulho de passos rápidos descendo as escadas, dois braços contornam minha cintura,Aaliyah me abraça com força,me fazendo perder um pouco de ar e falhar com a minha risada baixa.Cameron estapeia a cabeça dela,minha irmã se afasta e soca o braço dele,em seguida o abraçando.Eles são bem estranhos.

—Posso ir no meu quarto...só para dar uma olhada?—Minha mãe assente.Olho para Cameron que balança a cabeça concordando.

   Subo as escadas rapidamente.Afasto a porta do meu antigo quarto,não há muita coisa,os lençóis já foram substituídos por cobertas rosas e almofadas coloridas.Os pôsteres continuam ali,os quadros e todos os discos,me aproximo da cômoda,pegando um porta retrato onde uma foto de Camila e eu em um show do Imagine Dragons,são lembranças incríveis,mas acho que chegou a hora de eu seguir em frente.Ela conheceu pessoas nova,decidiu viver e agora é a minha vez.Tiro o cordão que ela me deu do pescoço,uso isso todos os dias,mas agora preferido deixar perto do porta retrato com a nossa foto,daqui alguns meses ou até mesmo anos,essa foto pode não estar mais nesse lugar.

Alcanço o meu disco de vinil preferido do Fall Out Boy,também pego roupas,poucas delas,enfio dentro de uma caixa pequena,equilibro-a no braço esquerdo e fecho a porta.Depois de pegar tudo que preciso.Aaliyah se aproxima e suspira deixando os ombros caírem.

—Espero que não se importe de eu ter...pegado seu quarto—Nos envolvemos em um abraço apertado,o suficiente para quando nos afastarmos estarmos em lágrimas.Não estou indo embora do país,mas nós não costumamos a ficar afastados por tanto tempo.

  Minha mãe também está chorando emocionada,quando nos abraçamos digo a ela que a amo tanto,só não posso ficar.Preciso recorrer ao meu novo estilo de vida.Cameron força um sorriso,segurando meus ombros,a forma como ele me olha enche meu coração de amor.

—Temos que ir...tem muita coisa para arrumar ainda—Ele diz.Minha mãe balança a cabeça concordando,as pontas dos dedos tocando as bochechas para se livrar das lágrimas.

  O clima na casa da minha mãe foi sossegado,tive que ir embora antes do meu pai chegar,não estou com raiva dele por ser tão controlador,só chateado,mas agora não importa.Cameron e eu pensamos em fazer tatuagens iguais depois do casamento,acho que seria legal desenhar algo que lembre nossa vida.Passamos na loja de tintas ao caminho para o apartamento,meu marido é simplesmente o cara mais exagerado do mundo.O lugar fica no bairro rico próximo ao shopping center ao norte,temos uma vista incrível de Toronto,as luzes minúsculas dos prédios e a iluminação constante da lua.Nosso cantinho se tornou especial para nós dois.

   Retornamos para o apartamento,deixamos as compras no corredor.Cameron bate palmas duas vezes e as luzes vão ascendendo uma de cada vez.

—Certo...Você exagerou no luxo...eu nunca mais vou precisar levantar para ascender a luz—Coloco as sacolas das tintas no chão.Cameron exibe uma risada alta,olhando ao redor admirando.

—Eu nunca mais vou sair daqui!—Ele exclama ainda dando gargalhadas que tornam sua animação ainda mais divertida.

  Temos uma jacuzzi!isso é incrível.Uma vasta varanda com um mini bar montado mais ao canto,quatro bancos giratórios e uma fileira inteira das bebidas caras que ele ama.Tipico do Cameron.

—Eu sempre tive uma fantasia de transar com você em uma jacuzzi—Ele não disse isso.Ah não!—Estou brincando—Cameron se aproxima de mim,agarrando minhas coxas e prensando meu corpo contra a parede.Seus lábios se envolvem aos meus,um beijo apaixonado,lento e muito gostoso.

  Ele me faz esquecer os problemas,me faz ser o homem mais feliz do mundo,era tudo que eu mais queria,e agora realmente tenho tudo que preciso para ter uma vida diferente.

               |Cameron Dallas|

  Decidimos deixar algumas coisas para arrumar amanhã de manhã.A lua brilha iluminando a varanda.Encho uma taça com vinho branco,entregando a Shawn que está na jacuzzi curtindo a temperatura razoável da água.Sento na beirada de madeira,me curvando sobre seu ombro para beijar a sua bochecha.Meus olhos percorrem por suas pernas longas.Mordo meu lábio,aproximando meu rosto do dele,traçando uma trilha de beijinhos por seu pescoço.Ele encolhe os ombros rindo.

—Babe...—Murmuro perto do seu ouvido.Ergue o rosto lentamente para me olhar.—Eu estava pensando...—Sua mão toca meu rosto,a ponta dos seus dedos acariciando meu queixo,mordo com cuidado sua bochecha.—Em te ensinar a pilotar a minha moto—Shawn abre a boca para dizer algo,está chocado demais com a minha decisão.Beijo seus lábios,bagunçando seus cabelos úmidos.

  Ele toma um gole do vinho,estalando a língua.A taça é repousada na beira da jacuzzi.Deixo Shawn relaxar um pouco,entrando e indo direto para a cozinha.Preciso preparar algo especial para ele,ele gosta de comida japonesa,então penso em preparar sushi,não faço ideia de como se faz isso,então deixo isso de lado e decido ficar no macarrão instantâneo.

—Você até cozinha bem...—Elogia Shawn,enrolando macarrão no garfo e levando a boca.O sorriso que envolve seus lábios é lindo.Como eu sou um cara de sorte.

  Depois de colocar todos os pratos na lava-louças,fui para a sala,liguei a lareira para deixar a sala mais aquecida.Shawn foi ao quarto se trocar.Afasto o sofá para trás para deitarmos no tapete de cor creme,definitivamente acho que me sai bem na escolha do apartamento,apenas nosso.Em um mês estaremos realmente casados com o preparo escandaloso do nosso casamento.

—Amor acha que eu devo...—Me calo no mesmo instante,a boca ficando aberta e as palavras presas no fundo da minha garganta.Porra.Ele está usando apenas um pequeno short de um pijama esquisito,mas mesmo assim isso é mais do que atraente.Secado seu corpo com os olhos,em meio a luz refletida vindas do lado de fora,posso ver seu rosto e a expressão tímida.Seus passos lentos o trazem até a mim,mordo o lábio me contendo.A situação é agradável,ele está realmente tentando me seduzir,isso é divertido.O olhar dele sensual ainda mais com a tatuagem um pouco a baixo do olho esquerdo.Devo admitir que isso me deixou bem intrigado,afinal,eu o transformei em outra pessoa.Um garoto santo para um totalmente descontrolado.

—Vamos ver o que voce faz comigo essa noite?—Seus lábios se esfregam contra os meus,é uma sensação arrepiante.Minhas mãos automaticamente vão para as suas costas e descem até a sua bunda,alcançando a barra do short esquisito,sinto sua pele sob meus dedos.

  Agarro suas coxas por trás,o deitando no tapete,rapidamente puxo a camiseta por cima da cabeça,a peça voa para algum lugar,levando em seguida a minha calça de moletom e a cueca junto.Minhas mãos se apoiam no chão em cada lado da sua cabeça,minha boca ocupada demais traçando beijos delicados em seu pescoço,recebendo seu grunhido em resposta.Puxo a coberta que está sobre o sofá,e envolvo nossos corpos com o tecido quentinho.Seus dedos escorregam por minhas costas,e minha língua traça um caminho por seus músculos contraídos do abdômen,arranco de uma vez a peça fina,beijando o interior das sua coxa.Preciso provar o máximo dele,provar o quanto o desejo.

    Ele se joga por cima de mim,ficando em meu colo.Minhas mãos se espalham por suas curvas graciosas,as coxas grossas até o quadril indo direto para a sua cintura.Sua língua descobre um pouco mais de mim,beijando e chupando incessantemente em movimentos lentos de vai e vem,aperto meus olhos e cravo os dentes no lábio inferior para cobrir meu desejo de gemer.Por alguns minutos todas as vezes que ele demorava em minhas parte mais sensíveis,meu corpo tremia e as pernas começavam a ficar bambas.Shawn se afastou,não me deixando chegar ao real ponto.Ao se colocar em meu colo novamente,sua boca contornou um leve caminho até a minha,passando pelo queixo e em seguida com um jeito sensual,a ponta da sua língua escorregou por meu lábio inferior.

—Shawn...—Murmuro,segurando-o firmemente sobre mim ,friccionando seu quadril em meu corpo,o desejo cada vez mais apertado.Se curvando,suas mãos passeiam em meus cabelos,enquanto nos beijavamos com a loucura movendo nossas almas inquietas.

   Ele se levanta com a coberta enrolada no corpo e corre para o corredor.Cubro os olhos com um braço jogado sobre o rosto.Escutando o barulho de passos e o peso sobre meu corpo novamente,retorno a posição,me apoiando pelos cotovelos.Shawn balança um pacote azul de preservativo.Pego a embalagem e rasgo na lateral,puxando o látex,por baixo das cobertas,desajeitamente coloco,esticando por toda a extensão.

—Vem cá...—Sussurro,abrindo os braços para que ele possa se juntar ao meu corpo mais um vez,ele se enfia em baixo da coberta,e encaixa levemente meu membro em sua entrada apertada.Queriamos ser rápidos,por um momento achei que ele iria desistir,seus olhos se apertam com força e os lábios se espremem um no outro.Seguro seu quadril,esfregando a palma das minhas mãos em círculos por sua pele.Ele geme um pouco inseguro,começando a se movimentar sobre mim,indo para frente e para trás.Suas mãos se espalmam em meu peito,suas unhas pequenas deixando marcas e aliviando o desconforto da dor.

      Não sei quanto tempo se passou,talvez não o suficiente,chegamos ao lindo orgasmo juntos,algo do sexo que nunca consegui fazer com outras pessoas,e pensar nisso me deixa bem desconfortável,não me imagino fazendo amor com outra pessoa.Com ele não é só uma foda qualquer é mais do que isso,um sente a alma do outro,se conectam e se conhecem através dos olhares de desejo.Eu jamais mudaria esse sentimento.

  Deitados no chão,Shawn com a cabeça repousada em meu ombro,sua bochecha esmagada contra a superfície,sua mão passeando por meu peito,e a coberta escondendo o emaranhado que nossas pernas cruzadas uma na outra fazem,o sentimento do amor retorna,a lareira ligada que aquece o lugar completa o clima é melhor do que transar na jacuzzi.

—Eu amo você...—Shawn sussurra baixinho,seguro seu queixo levantando seu rosto,meus lábios se encostam aos seus várias vezes,selinhos e mais selinhos.—Eu amo você para sempre—Completa,beijando minha bochecha.

—Eu também amo você—Murmuro contra os seus lábios,dando uma mordidinha divertida—Para sempre.

 




  


Notas Finais


Shameron está feliz?na minha fanfic gente...que milagre é esse?

O que acharam?está quase perto desses dois lindinhos de casarem e já aviso preparem os lencinhos que vai ser emocionante.

Como as aulas estão começando não faço ideia qual vai ser o cronograma das postagens,vou tentar não atrasar,para recompensar nos finais de semana tento preparar dois capítulos e postar certo?eu estudo de tarde e de manhã faço teatro,então...vou tentar me organizar para não deixar vocês de mãos vazias.Obrigado leitores e até a próxima :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...