História Reputation - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber, Selena Gomez
Personagens Justin Bieber, Selena Gomez
Tags Gravidez Na Adolescência, Justin Bieber, Reputation, Selena Gomez
Visualizações 370
Palavras 626
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura! 😘

Capítulo 6 - Qual é o meu problema?!?! Qual é o SEU problema!...


Fanfic / Fanfiction Reputation - Capítulo 6 - Qual é o meu problema?!?! Qual é o SEU problema!...

                 P.O.V BELLA

Eu estava incapaz de prestar atenção em qualquer coisa, eu simplismente não conseguia. A única coisa na qual eu conseguia pensar era em como eu fui burra ao me entregar para ele, por que ele fez aquilo? Eu não conseguia entender o porque. Eu só queria que essa droga acabasse logo pra mim poder ir pra minha casa, eu precisava chorar, precisava pra caralho. As três primeiras aulas acabaram, graças a Deus! Estava indo em direção ao meu armário e percebo que as pessoas estavam me observando, o que era bem estranho. Algumas pessoas riam, outras cochichavam e alguns idiotas sorriam maliciosamente pra mim. Mas, que porra está acontecendo? Estava completamente confusa até que chego em meu armário e entendo o porque. Havia uma foto colada na porta de meu armário, e eu não conseguia acreditar que aquilo era real. Era uma foto minha e de Justin, dava pra ver perfeitamente o meu rosto e a maior parte do meu corpo, que só não ficou totalmente exposto pois Justin estava em cima de mim. O pior era a frase escrita "Adeus cabaço!" senti meus olhos marejarem e uma lágrima solitária escorrer pelo meu rosto. Eu não acredito que ele estava fotografando.  Naquele momento senti uma raiva que até então era desconhecida por mim. Fui o mais rápido possível até o refeitório e é claro que ele estava lá, e ao contrário de mim que estava completamente acabada ele estava extremamente feliz, e confesso que aquilo me machucou ainda mais. Quando dei por mim eu já estava esmurrando seu peitoral, ele segura meus braços com força me empedindo de continuar.

_Você é louca garota? Qual é o seu problema?

Ele diz com a voz alterada.

_Qual é o meu problema!? Qual é o seu problema? Ficou durante dois meses, DOIS meses dizendo que estava apaixonado por mim, saindo somente comigo e depois de ter conseguido o que queria terminou comigo, como se eu não fosse nada! Fodas-se se você terminou comigo, eu não me importo. Agora aquilo JUSTIN? Aquilo é muita humilhação! O que você ganhou em troca além de machucar alguém?

Digo gritando. A essa altura eu já não conseguia segurar o choro, as lágrimas desciam intensamente pelo meu rosto.

_Você não foi NADA pra mim. Só foi mais uma, não significou nada! Pra que tanto drama? Todo mundo amou a foto! E...eu ganhei um carro novinho!

_O que quer dizer? 

_Que VOCÊ foi uma simples aposta! Fala sério, você realmente acreditou que eu estava apaixonado por você? Quem é você perto das outras garotas? Tem gente muita mais gostosa que você, achou mesmo que eu só ficaria com você? Eu te fiz um favor, já tava mais do que na hora de você perder o cabaço.

Eu já imaginava aquilo desde que vi aquela maldita foto, mas não conseguia acreditar precisava escutar da boca dele, e escutar aquilo dele foi como levar uma facada, como se uma parte de mim naquele momento tivesse morrido. 

Eu não conseguia responder nada, estava em choque. Eu apenas comecei a correr, eu corria como nunca havia corrido antes. Eu precisava sair de lá. Quando percebo que já estava longe o suficiente vou parando de correr e então começo a andar como se não tivesse rumo, eu não ouvia nada além das palavras de Justin. Sou tirada de meus pensamentos com uma buzina alta e só então olho pra frente assustada e percebo que quase fui atropelada.

_Olha por onde anda menina! 

Gritou o senhor de dentro do carro e eu apenas sai dali rapidamente indo para minha casa que ficava a uns dois quarteirões da onde estava.

Chego em casa e fecho a porta,  subo correndo para meu quarto onde fecho a porta e me deito na cama deixando que as lágrimas continuassem escorrendo pelo meu rosto...



Notas Finais


Desculpem a demora!
E ai, o que acharam do cápitulo? Comentem ai!
Espero que tenham gostado! Até mais! 💙💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...