História Resident Evil Online - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Resident Evil
Personagens Ada Wong, Chris Redfield, Claire Redfield, Jill Valentine, Leon Scott Kennedy, Personagens Originais
Tags Resident Evil
Visualizações 1
Palavras 818
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Survival, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 11 - Armas disponíveis.


Fanfic / Fanfiction Resident Evil Online - Capítulo 11 - Armas disponíveis.

 

Acordei parecia que eu tinha tomado todas, minha cabeça estava girando. Estava em uma cama não muito macia, abri meus olhos tomando um susto! Esse lugar não era meu quarto! Me levantei quase caindo da cama, quando a tontura parou analisei o lugar.

 

Era um lugar minúsculo, um apartamento minúsculo. Andei mais um pouco, vi que só tinha um sofá , uma cozinha pequena e tinha a porta de saída. Tenho uma impressão que já vi esse lugar em  algum filme americano, de caras solteiros.

 

Olhei para minha mão, definitivamente não era a minha! Antes de entra em pânico, o célula começou a tocar no bolso da minha calça.  Peguei e olhei, o numero era desconhecido, então eu atendi.

 

- Alo ? – atendi um pouco nervoso.

- Olá jogado sete, muito prazer em te conhecer. Mas vamos corta o papo furado e ir direto ao assunto. – era uma voz de mulher, bem misteriosa. Fiquei quieto, fiquei nervoso de fala alguma coisa para essa mulher.

 

preciso passar algumas informações básicas para que possa começar o jogo : A primeira e nunca menciona sobre o fato de você ser um personagem criado nem o mundo real, para minguem desse jogo.

 

Segunda regra e seu nome a parti de agora e Jimmy Shaliam, sugiro que decore esse nome, não pode utilizar seu nome real. 

 

E por ultimo só e permitido falar sobre o mundo real para os outros jogadores.

 

 

 

Jogo? Eu estava em um jogo?

 

Agora que eu parei pra pensar, ontem eu recebi um convite, criei meu personagem e do nada acordo em um lugar estranho.

 

Respira! respira!

 

 

Mas agora pensando bem, eu pareço diferente! Me sinto diferente!

 

Sair correndo entrei em uma porta e tinha um banheiro. A primeira coisa que fiz, foi me olha no espelho e fiquei horrorizado! Aquele no reflexo não era eu!

 

Saia sons na minha boca que eu nunca tinha escutado, tentei fala alguma coisa, mas não saia nem uma palavra. Respirei fundo tentei me acalmar e avaliar a minha situação.

 

Se essa historia do jogo for mesmo verdade, então não posso fica aqui.

 

 

Notei que o celular ainda estava ligado e então perguntei : - Você ainda esta ai? – e então escutei uma risada do outro lado da linha.

 

- Achei que você ia entra em surto, mas que bom que se acalmo.

- Me fala o que eu tenho que fazer? – perguntei.

- Você tem que ir na localização que irei te enviar, no seu celular, ai saberá o resto. Ah uma ultima coisa, seu sortudo! Se fosse você olharia mais atentamente esse apartamento. Quem sabe pode encontra umas coisas muito interessante. – E então desligou.

 

 

Olhei em volta do apartamento e notei uma mochila preta muito suspeita, foi em direção a ela e a peguei. Notei que ela era muito pesada, quando eu abri tomei um susto.

 

ESTAVA CHEIA DE ARMAS !!!

 

Armas pesadas como, uma mini metralhadora e três modelos diferentes de pistolas e também tinha bastante munição. Claro isso faz sentido já que se eu lembro bem, meu personagem e do exercito, ou melhor era.

Me lembro que coloquei na historia que ele tinha saído, porque fico meio instável. Ainda bem que fico com as armas.

 

Que sorte a minha...

 

Nunca atirei em nada de verdade, será mesmo que vou conseguir?

Preciso tomar cuidado.

 

Levei a mochila comigo e então fechei a porta do apartamento. Pelo que eu estou vendo aqui no GPS o lugar de encontro não fica muito longe daqui, dava para ir andando.

 

 

Sair e prédio e então andei quatro quarteirões, levando nas costas essa mochila pesada.  Estava muito pesada já estava sentindo o suor  e um pouco cansado.

 

Quando finalmente cheguei, olhei bem o lugar era um bar, o nome era Harveys Bar um nome interessante, para não dizer outra coisa. Cheguei perto da entrada, que dizia esta fechado. Fiquei quieto por um tempo, e escutei vozes.

Sem pensar duas vezes coloquei a mão na maçaneta e abri a porta.

 

Quando olhei em volta vi pessoas com ícones verdes na cabeça e cada um tinha um numero diferente, e também estava escrito player.

 

- Olá novo jogador, jogador 7, bem vindo!  – disse o jogador numero 1.

-  Vocês são?

- Pessoas do mundo real que foi sugado para esse jogo como você. – falou

-Então não é  um sonho... – falei meio triste com a informação.

- Infelizmente não... – falou a garota do lado dele.

 

Eles parecem legais, já os outros só ficaram olhando para mim, sem dizer nem uma palavra. Não posso julgar minguem aqui, não nessa situação bizarra que estamos.

 

- O nome do meu personagem é Artur Fastethel. Me proibiram de dizer meu nome verdadeiro. – falei.

- Todos nos fomos proibidos não se preocupe, muito prazer Artur.

 

 

 

Em um lugar não muito longe dali

 

 

 

- Falta pouco, muito pouco, logo todos que estão na cidade vão esta reunidos. E ai o jogo finalmente vai começar.

 


Notas Finais


Cansai! Estou arrependida de ter botado muitos personagens!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...