1. Spirit Fanfics >
  2. Resident evil: Visões diferentes >
  3. Sherry

História Resident evil: Visões diferentes - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Eai gente kahsjsj, desculpa essa demora toda pra escrever, prometo q vou tentar atualizar mais vezes a história

Capítulo 7 - Sherry


Semanas antes do surto em Raccoon City 

William B.: Anette, nosso projeto vai mudar o mundo! Poderemos usar o G pra curar doenças, criar super-humanos! 

Anette: Eu só quero terminar isso e... voltar até Sharry...

William: Nós vamos criar um mundo melhor para Sharry viver, não vê? Um mundo sem doenças, justo, igual. 

Fora dos laboratórios da Umbrella, mais especificamente num apartamento da cidade.

Sharry: Por quê mamãe e o papai sempre me deixam sozinha? 

É como se... eu fosse apenas uma pedra no caminho deles...

Algo que eles não se importam igual aos seus experimentos...

Será que eles me amam? 

6 horas depois...

Anette: Sherry? Você está aí? - anda procurando pelo apartamento junto de William a procura de Sherry.

William: Ela deve estar dormindo. - telefone toca - Quem é? 

Wesker: William, como está indo o G?

William: Está indo super bem! Nós já estamos na fase de testes.

Wesker: Nós não temos tanto tempo pra isso. Você precisa acelerar isso, Birkin. Precisamos do G para as armas biológicas logo.

William: Eu sei Albert, mas o projeto G ainda está na- 

Wesker: Birkin, nós precisamos desse vírus logo pra aprimorar o projeto T-103, a Umbrella quer o G vírus logo.

William: Porra... certo, eu-

Wesker: Seja mais cuidadoso. O governo está desconfiando que a Umbrella faz experimentos ilegais por causa da montanha arkley, então trate de terminar logo o G. 

William: MAS QUE PORRA!!

Anette: O que foi, William?!

William: Vamos terminar o G. Sem testes. Só vamos terminar logo.

Anette: O QUÊ?! William, temos que testar o G! 

William: DROGA, ANETTE! NÃO TEMOS TEMPO PRA ISSO! VOCÊ NÃO VÊ?!

Anette: É CLARO QUE NÃO! VOCÊ SEMPRE ESCONDE COISAS DE MIM WILLIAM! VOCÊ NÃO TEM A CORAGEM DE COMPARTILHAR AS COISAS COM SUA ESPOSA! 

William: VOCÊ NÃO ENTENDE, ANETTE!

No quarto de Sherry...

Sherry: É sempre assim, o papai recebe uma ligação, se irrita e os dois discutem. Tudo isso começou quando os dois foram trabalhar num tal T alguma coisa...

Desde então, mamãe ficou fria, distante... Papai mal fala comigo, é obcecado pelo trabalho. Eu queria ter uma família... uma família normal, que me amasse, que estivessem aqui comigo...

Semanas depois, no surto de Raccoon City 

Sherry: Mamãe? Papai? 

Telefone começa a tocar

Sherry: Alô? 

Anette: SHERRY? Oh meu Deus... Sherry! 

Sherry: Mamãe, o que foi? Aonde você tá?

Anette: M-mamãe tá nos laboratórios, querida... Olha, por favor, sai do apartamento, liga pra polícia! Pede ajuda!

Sherry: Por quê?!

Anette: O mundo Sherry... a cidade está infectada! Olha, liga pra polícia. A mamãe vai consertar isso... eu prometo. - desliga. 

Sherry: Droga... Ok, Sherry. É só ligar pra polícia. - liga.

Marvin: Alô?! Quem é?!

Sherry: Oi, meu nome é Sherry-

Marvin: Uma garota?! Aonde estão seus pais?! Eles não estão com você no meio desse caos?! 

Sherry: Não... Você poderia me ajudar? 

Marvin: Claro... -atira- eu só preciso... sair daqui. Aonde você está garota? 

Sherry: Bem... eu tô no apartamento que fica uma rua acima da escola de Raccoon. 

Marvin: GAROTA, AONDE?!

Sherry: O-o grandão! O maior de todos...

Marvin: Claro, o de rico... Certo, eu estarei aí. Não saía daí garota, me espere, pelo amor de Deus - desliga - 

Sherry: O que está acontecendo - olha pela janela - Mas que droga é essa?! O que é isso...?

O tempo se passa e Marvin finalmente chega no apartamento.

Marvin: Ei! Garota?!

Sherry: Aqui! Eu tô aqui...

Marvin: Os seus pais, aonde estão?

Sherry: Não sei... num laboratório talvez...

Marvin: Ok... vamos.

Os dois saem do apartamento e dão de cara com um zumbi. Sherry se aterroriza ao ver uma "pessoa" nesse estado. Marvin pede que a menina fique atrás dele que ele resolve a situação.

Sherry nos pensamentos: Eu não posso acreditar no que eu tô vendo... sangue pra todo lado... pessoas correndo, gritando...

Será que... Será que mamãe e papai estão envolvidos nisso? Eles seriam capazes? 

Marvin e Sherry então num carro, rumo ao algum lugar seguro.

Marvin: Cê não devia tá vendo essas coisas...

Sherry: Hm?

Marvin: Digo, olhe pra isso... Não é uma coisa que uma criança deveria presenciar... Você devia tá num parque se divertindo, na escola. Mas não aqui, não nesse inferno...

Sherry: Eu... eu tô com medo...

Marvin: Qual é seu nome, garota?

Sherry: É Sherry, senhor.

Marvin: Prazer, Sherry. Me chamo Marvin. Não se preocupe, vou fazer o possível pra te manter segura.

Sherry: Obrigado... 

Marvin: Quantos anos tem, Sherry?

Sherry: 10 anos.

Marvin: Eu tenho um filho da sua idade. Tomara que... Tomara que esteja tudo bem...

Sherry: Com certeza ele deve estar bem, senhor Marvin! - tenta o tranquilizar - 

O carro de polícia infelizmente acaba a gasolina, forçando-os a continuar a pé. 

Eles vêem pessoas desesperadas correndo por suas vidas, e atrás dessas pessoas uma horda. Uma grande horda de zumbis. 

Marvin: Porra, que desgraça! Corre, Sherry!

Sherry, assustada, começa a correr desesperadamente. 

Eles entram num beco, querem ir para a delegacia, já que lá é o único "local seguro" da cidade. Quando de repente... 

???: quebra uma parede - SHERRY!! SHERRY!!

Marvin: GAROTA, CORRE!

Sherry: O QUÊ? PRA ONDE?

Marvin: SÓ SAIA DAQUI, VAI! 

Sherry obedece e sai correndo, chorando de desespero. Um monstro queria algo com ela e ela nem mesmo sabia o que.

Sherry: Mais uma vez isso acontece...

Quando eu penso que tudo não pode piorar, eu fico sozinha...

Afinal, sempre foi assim, sempre estive sozinha...

Sozinha, sem ninguém. E agora, tô mais sozinha do que nunca... Como vou sobreviver a isso? Como?

     ...


Notas Finais


Galera eu sei q a Sherry na vdd tem 12 anos no jogo oficial e pa, mas eu quis dar uma mudada kdjsks. Espero que tenham gostado :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...