1. Spirit Fanfics >
  2. Resistindo Ele - Mikelly >
  3. Jantar em família

História Resistindo Ele - Mikelly - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura ❤️

Capítulo 13 - Jantar em família


- Mike, precisamos conversar. - Kelly se pronunciou.

- O que foi? - Mike perguntou. - Aconteceu alguma coisa?

- Eu quero que você conheça os meus pais. - Kelly respondeu.

- Eu acho ótimo. - Mike sorriu dando um longo selinho nela.

- Eu já conheço seus pais e eles me adoram, agora é minha vez de te apresentar recentemente para os meus pais, já que você agora é meu namorado, e eles odeiam o Jerry. - Kelly comentou entre risos.

- Eu vou adorar conhecer eles, mas que tal ser um jantar aqui em casa? Eu acho boa essa ideia de nossos pais se conhecerem, aliás estamos de relacionamento novo e nossos pais odeiam nossos exs. - Mike exclamou.

- Ótimo eu vou falar com eles assim que meu pai sair do hospital. - Kelly disse.

- O que aconteceu com seu pai? - Mike perguntou.

- Ele teve um mal estar por que o idiota do Jerry falou que não devia. - Kelly deu de ombros.

- Ele vai ficar bem? - Mike segurou nas mãos dela.

- Vai sim. - Kelly disse simplesmente. - Antes de ir embora eu quero te dar uma coisa.

- O que?  - Mike perguntou sorrindo malicioso.

- Você vai adorar. - Kelly puxou ele para um beijo longo e lento. 

Mike deitou por cima dela, ainda com seus lábios colados ao dela, as mãos dele deslizou pelas coxas indo em direção a bunda e dando uma leve apertada. 

Eles separaram os lábios quando o ar faltou, Mike tirou a blusa dela levando as mãos em seus seios delicadamente acariciando por cima do sutiã, passou as mãos por trás da suas costas desabotoando o sutiã dela, a boca dele foi em direção aos bicos dos seios dela sugando com gostosura enquanto ela acariciava seus cabelos castanhos claros olhando em seus olhos com perversidade.

 Ele desceu beijando a barriga dela, descendo cada vez mais até chegar em sua calcinha preta de renda, ele lambeu os lábios beijando o íntimo dela por cima da calcinha, ela tremeu gemendo ofegante, ele tirou a calcinha dela com o dente e por fim enfiou a língua na sua entrada fazendo ela soltar um gemido gostoso acompanhado de um palavrão, ele levou a ponta da língua em direção ao clitóris fazendo movimentos circulares deixando-o louca pedindo mais. 

Ela pediu para que ele não parasse que a mesma estava quase lá, Mike aprofundou mais o sexo oral fazendo ela gemer manhosa por sentir que seu orgasmo estava dando sabor a língua dele, novamente ele subiu até a ela lhe dando um beijo delicioso fazendo ela sentir seu próprio gosto, ela passou a mão por dentro da cueca dele tirando seu pênis duro com ereção de dentro da cueca, começou a masturbar fazendo movimentos leves para cima e para baixo com as mãos, Mike sentou na cama segurando o cabelo dela fazendo um rabo de cavalo com mãos, puxou seu rosto levando-a boca em direção a sua glande, ela passou a língua em sua cabecinha, ele soltou um arfo delicioso para ela, ela continuou chupando enquanto massageava suas bolas dando mais tesão ainda a ele.

 Quando viu que ele estava quase lá, ela parou. Mike deitou ela novamente na cama subindo por cima dela, ele sabia o que ela queria naquele momento e sabia como queria, ele encaixou perfeitamente seu pênis na entrada dela beijando o pescoço dela. As pernas dela estava abertas em volta dele, ele estava entre elas estocando lentamente segurando nos seios dela, as estocadas foram aumentando fazendo a cama balançar, ela gemia baixinho com seu nome nos lábios, Mike apoiou os braços lado a lado na cama e começou a ir mais forte fazendo ela gemer mais alto, o barulho da sucção era delicioso, ela amava sentir ele dentro dela, aquilo era gostoso para ambos, Mike estava suando e ficando cada vez mais ofegante. Kelly fechou as pernas ao redor dos quadris dela puxando seu peitoral para encostar em seu corpo suado, seus lábios voltaram a se encontrar com um beijo de língua delicioso aperfeiçoado com gemido calado, os dois chegando ao ápice juntos e continuando o sexo, aquilo foi uma tortura prazerosa.

Casa de Lucca

- Amor, eu vou no salão marcar a hora do cabeleireiro, aliás, eu fiz ótimas amigas aqui. - Rebecca comentou.

- Eu fico muito feliz que você tenha feito amigas, e que está se adaptando bem aqui meu amor. - Lucca deu um selinho nela.

- Óbvio que essas amigas que eu fiz, foi no curso de maquiagem que você está pagando pra mim. - Rebecca sorriu. - Eu não posso ficar sozinha em casa e não ter amigas aqui em Nova York, até porque meu futuro noivo trabalha muito.

- Eu não podia simplesmente tirar você da casa dos seus pais e da sua cidade natal para vir morar comigo, e não dar essa liberdade de ter amigos novos aqui. - Lucca disse.

- Mas eu não me arrependo de ter saído de lá para morar aqui com você, confesso que no início eu tive medo de que você fosse um psicopata né, mas eu tive que arriscar. - Rebecca respondeu fazendo ele sorrir.

- Eu nunca machucaria um amor de pessoa como você, aliás, eu sempre quis uma pessoa como você do meu lado depois de tanto pisões que eu levei por amar alguém do coração de gelo e fria. - Lucca comentou.

- Eu te amo muito, queria muito ficar para bater papo, mas eu tenho que ir. - Rebecca deu um selinho nele e saiu.

- Também amo você, eu acho. - Lucca bufou. - Eu ainda amo muito a Alice, eu não consigo esquecer essa garota nunca.

Apê. País de Kelly

- Oi mãe, eu posso entrar? - Kelly perguntou, Sharon apenas assentiu. - Pai, como você tá se sentindo?

- Estou bem, mas acho que está na hora de termos uma conversa franca. - Jason respondeu.

- Foi para isso mesmo que eu vir aqui, eu quero conversar com você e com mamãe. - Ela disse. Sharon sentou ao lado de Jason.

- Pode começar a falar. - Sharon mandou.

- Vocês estavam certo, todo esse tempo eu só não queria enxergar o quanto Jerry me faz mal. - Kelly começou. - Ainda por cima inventei essa história de terapia para tentar mudar ele, mas o problema não era eu e sim ele. - Disse. - Vocês estavam certo disso, e eu simplesmente não escutei vocês.

- E por que você acha isso agora? - Jason perguntou.

- Mike Drew esse é o nome dele, eu sei que vocês vão pensar que eu agir como o Jerry em trair ao invés de terminar um relacionamento horrível. Mas eu ainda estava muito confusa em relação ao Jerry até encontrar o Mike. - Kelly exclamou com os olhos lacrimejados.

- Você deveria ter nos contado sobre o tal Mike. - Sharon disse.

- Eu sei que eu deveria ter contado, eu sei, mas eu estava confusa, eu não conseguia me decidir em quem escolher. - Kelly respondeu secando as lágrimas. - Eu não consegui acreditar em mim mesma que estava se apaixonando por outra pessoa, que eu ia finalmente começar um relacionamento novo.

- Você gosta mesmo desse Mike? - Jason perguntou.

- Eu o amo, e agora eu tenho certeza disso. - Kelly disse. - Eu sei que vocês vão pensar que, novamente um relacionamento bobo como foi com Jerry, um relacionamento que não levavamos a sério, acontece que com o Mike diferente.

- Acreditamos em você. - Sharon se pronunciou.

- Vocês não acham que eu estou mentindo? - Kelly sorriu, ainda em lágrimas.

- Não querida, eu já fui adolescente assim como você. - Sharon comentou. - Eu já me apaixonei muito antes de se casar com seu pai, já quebrei muito a cara em relacionamentos assim como seu e do Jerry. - disse.

- Sua mãe era líder de torcida e eu era apenas um garoto normal na escola. - Jason sorriu.

- Eu já tive muitos namorados e não era legal, eu era uma garota popular que não era amada de verdade e acabava se machucando por ir pela cabeça dos outros. - Disse. - Depois de ter escutado minhas amigas, anos e anos que eu deveria ficar apenas com jogadores de basquete, porque eles eram ricos e populares. - Sharon respondeu pegando na mão dela.

- Você nunca me contou isso, mãe. - Kelly exclamou.

- Sabe filha, às vezes eu sou rude com você, porque não quero que você passe pelas mesmas coisas que eu passei. - Sharon a olhou séria. - Mas se você se sente tão bem ao lado do Mike como nunca se sentiu ao lado do Jerry, se ele realmente gosta de você e te faz se sentir bem, te faz sentir a mulher mais feliz do mundo quando está ao lado dele, saiba que com essa pessoa que você deve ficar para o resto da sua vida. - Terminou.

- Estamos planejando um jantar na casa dele, entre nós e os pais dele. - Kelly disse dando pulinhos.

- Eu acho que ela realmente está apaixonada de verdade. - Jason sorriu . - Olha o brilho nesses olhos quando toca no nome Mike.

- Aí pai. - Kelly revirou os olhos. - Eu amo vocês, e eu vou querer saber da história da vida de vocês depois, parece que o senhoritos tem muitas coisas a contar.

- Aceitamos ir nesse jantar é claro, mas com uma condição. - Sharon disse.

- Qual? - Kelly perguntou. - Todas do mundo.

- Você vai largar de vez do Jerry e vir morar aqui comigo e com seu pai. - Sharon respondeu dando de ombros. - Vamos vender aquele apartamento, queremos nossa filha de volta.

- Eu aceito. - Kelly abraçou eles. - Vocês são os melhores pais do mundo.

- E só mais uma coisa, minha filha. - Jason disse. - Não se culpe por ter arrumado um namorado como Jerry, você não fez nada de errado, às vezes é errando que se aprende, você vai cair muitas vezes antes de ser resistente ficar de pé.

- Obrigada pai. - Kelly sorriu pegando na mão dele.

Casa de Hanna

- O que você tá fazendo com as coisas? - Erick perguntou.

- Estou me livrando delas. - Hanna respondeu alterada.

- Hanna, para com isso. - Erick tomou da mão dela. - São lembras de namoro.

- E daí?  - Hanna perguntou. - Faz alguma diferença pra você?

- Eu não acredito que você está fazendo birra por que eu falei da Amanda que morreu. - Erick bufou revirando os olhos.

- Acontece que você iria odiar se eu falasse dos garotos que eu já peguei antes de ser sua. - Hanna exclamou.

- Eu sou seu, você quer que eu faça o que? Deixe você me domar?  - Erick perguntou.

- Isso mesmo, Erick Burker. - Hanna respondeu.

- Eu te amo, maluca. - Erick deu um selinho nela.

Algumas semanas depois...

A casa de Mike já estava arrumada, já havia alguns vinhos, taças e pratos em cima da mesa. Ele estava vestido com uma roupa social preta e um tênis branco, seu pai estava de terno e sua mãe de vestido longo preto com as costas nua e um coque no cabelo, Kelly e seus pais não demoraram muito para chegar. 

Kelly estava com um vestido preto até o meio das coxas acompanhado de um salto vermelho e um rabo de cavalo, seu pai estava de terno e sua mãe com um macacão grande de tecido preto com um salto baixo de cano quadrado.

- Boa noite. - Sharon cumprimentou Jenny e Tom. Jason fez o mesmo.

- Seja bem vindos, fiquem à vontade. - Jenny disse.

- Sentem! Eu vou servir um vinho a vocês. - Tom se pronunciou.

- Você está linda. - Mike roubou um selinho dela.

- Estou nervosa isso sim. - Kelly respondeu.

- Fica calma vai dá tudo certo, vamos lá me apresentar meus sogros. - Mike disse pegando na mão dela.

- Pai, mãe. - Kelly chamou. - Esse é o Mike!

- Olá Mike, é um prazer conhecer você. - Sharon comentou pegando na mão dele.

- O prazer é todo meu em conhecer vocês, agora sei da onde a Kelly herdou tanta beleza. - Mike disse.

- Você faz a nossa filha muito feliz toda vez que ela fala Mike, é como se tivesse um sensor de brilho dentro dos olhos dela. - Jason comentou.

- Pai, para. - Kelly respondeu com as bochechas coradas.

- Vamos jantar? Está tudo na mesa. - Jenny chamou.

Casa de Mandy

- Já vai. - Mandy gritou indo abrir a porta, ela tentou fechar a porta mas ele impediu

- Pensou que eu não ia encontrar você, vadia? - Rosnou.

- Tommy? O que você tá fazendo aqui? - Mandy perguntou amedrontada.

- Hora de acertamos as nossas contas, Mandy. - Tommy respondeu.

- Vai embora daqui ou eu chamo a polícia. - Mandy correu pra pegar o telefone, mas Tommy pegou da mão dela e jogou no chão.

- Vai chamar ninguém sua vadia, vamos acertar isso entre dois, a muito tempo eu esperei por isso e agora que chegou a hora Mandy Gulliver. - Tommy empurrou ela no sofá.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...