História Resistindo Ele - Mikelly - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor Confuso, Atrações, Hot, Mikelly, Romance, Saga, Traições
Visualizações 51
Palavras 2.560
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oiie amores voltei com mais um capítulo espero que gostem ❤️😍

Boa leitura ❤️😍

Capítulo 6 - Te quero mais uma vez


Kelly acordou pela manhã Mike anida estava dormindo apenas de cueca, ela levantou da cama sem acordar ele e foi até o sofá pegar sua roupa que já havia secado, ela se vestiu e desceu encontrando Jenny e Tom sentados na mesa do café.

- Sente-se com nós, querida. - Jenny se pronunciou.

- Eu estou sem fome, eu tenho que ir pra minha casa agora. - Ela respondeu um tanto sem jeito.

- Você quer uma carona? Eu posso levar você. - Tom perguntou.

- Eu só preciso de um dinheiro pro táxi, não se preocupem comigo. - Ela caminhou até a cozinha, Tom tirou 50 dolares da carteira e deu a ela. - muito obrigada sr Marshall e muito obrigada também sra Marshall.

- De nada querida, volte sempre que quiser. - Jenny sorriu.

Kelly chega em casa e Jerry estava sentado com alguns amigos bebendo, ele certamente já estava bêbado, ela olhou para o centro da sala e tinha garrafas suficientes para ela saber que ele iria provocar uma briga.

- Aonde você tava? - Jerry foi até ela e segurou em seu braço.

- Larga meu braço! - Ela puxou - eu estava com meus pais, eu não posso ficar um dia fora que você começa a encher sua cara de bebidas? - ela rosnou com as sobrancelhas arqueadas.

- Que se dane o seus pais, eu quero ter tempo pra nós dois para fazemos coisas de namorados. - disse. - todos os meus amigos transam com as namoradas, até a Sam que é uma nerd transa com o Kairon - Jerry comentou com a voz embolada.

- Eu não sou a namorada do seus amigos, tá achando ruim vai procurar alguma que lhe dê nas horas que você bem entende - Ela caminhou até a sala - a festa acabou, vaza todo mundo. - mandou e os amigos dele bufou revirando os olhos e saindo.

- Eu não acredito que você chega aqui e simplesmente expulsa meus amigos - Jerry sorriu com irritação.

- Eu não acredito que eu tenho que suportar essa sua babaquice, esse apartamento é meu, o que você deveria estar fazendo? Nem procurar um emprego você vai Jerry, sinceramente eu não sei aonde eu estou com a cabeça de continuar insistindo no nosso relacionamento - Ela disse indo em direção ao quarto e ele foi atrás dela.

- Kelly eu te amo, por favor não me deixa eu sei que não sou o namorado perfeito, mas eu amo você - Jerry ajoelhou nos pés dela.

- Para com isso, você sabe que eu não gosto das maneiras que você age comigo. - Ela sentou na beira da cama.

- Eu vou arrumar um emprego e mudar isso, me dá uma chance, olha se você quiser a gente se casa, mas não me deixe Kelly. - Jerry disse juntando as mãos.

- Eu não vou te deixar Jerry, mas isso tudo tá um saco! Desde que se mudamos você não procurou um emprego, não dá a mínima pra nada. - Kelly exclamou.

- Eu prometo que a partir dessa semana eu vou procurar um emprego e dar mais valor ao nosso relacionamento. - Jerry respondeu.

- Tudo bem, eu preciso tomar banho - Ela disse indo até o banheiro, Kelly não conseguia tirar a transa com Mike da cabeça, ele foi carinhoso e pensou nela a todo momento desde que a tocou, foi especial e aquele dia jamais sairia de sua cabeça, ela havia gostado do corpo dele ao dela, ela estava gostando de outro garoto, estava totalmente confusa, porém negando tudo.

Casa de Mike

- Como se chama aquela garota que veio aqui com você ontem a noite? - Jenny perguntou.

- Kelly, vocês viram aonde ela foi? - Mike perguntou.

- Ela foi embora, que garota mais educada você trouxe aqui, até obrigada ela sabe falar. - Jenny comentou e Mike sorriu.

- Você deveria trazer ela aqui mais vezes, ela parece ser uma boa moça. - Tom se pronunciou.

- Gente vamos com calma, eu e a Kelly estamos apenas se conhecendo. - Mike retrucou - minha noite foi ótima, mas agora eu tenho que ir trabalhar. - ele pegou uma maçã e saiu.

- Escreve o que eu estou te dizendo, Mike e essa garota vai namorar. - Jenny comentou para Tom.

- Por que você coloca tanta fé que esse relacionamento vai acontecer? - Tom perguntou dando um gole no café.

- Querido desde que essa garota entrou naquela empresa, Mike não fala em outra garota. - Jenny disse. - e outra, ela é a primeira garota que sai daqui sem entrar em pé de guerra com o Mike, você não acha que essa garota seja madura o suficiente para mudar o seu filho?

- Tem razão, ela é a primeira garota que foi gentil com nós. - Tom respondeu.

•••

Empresa

- Bom dia, amigas. - Kelly disse com um sorriso no rosto, ela estava feliz.

- Uii, parece que alguém andou fazendo umas coisinhas antes de vir ao trabalho. - Hanna respondeu sorrindo maliciosa.

- Não seja boba, eu estou apenas dando bom dia as melhores amigas do mundo. - Kelly revirou os olhos. - Alice como seu encontro?

- Vocês não vão acreditar quem era o bofe que eu estava louca pra conhecer - Alice comentou entendida.

- Quem? - Hanna e Kelly falaram juntas.

- Lucca, o Lucca daqui. - Alice rosnou. - aí que ódio, eu não acredito que me produzi toda pra encontrar aquele menino. - ela comentou irritada.

- Mas vocês saíram pra algum lugar? - Kelly perguntou.

- Óbvio que não, eu fui pra minha casa, vocês acham que eu ia sair com aquele pobretão? - Alice revirou os olhos.

- Alice esse negócio de você só querer sair com homens ricos um dia pode pegar mal pra você. - Hanna comentou.

- Lucca é uma pessoa legal. - Kelly se pronunciou.

- Kelly eu preciso falar com você. - Mike disse ao chegar.

- Tudo bem. - Ela se levantou e acompanhou ele até a sala dele. - aconteceu alguma coisa?

- Claro que aconteceu, tá esquecida da noite de ontem? - Mike perguntou.

- Eu não esqueci da noite de ontem, mas acontece que não deveria ter acontecido, eu namoro. - Ela disse.

- Para de marra se você não quisesse que tivesse acontecido você poderia muito bem ter falado que não queria e eu iria entender. - Mike respondeu com as sobrancelhas arqueadas.

- Foi maravilhoso, eu não esperava que podia ter sido melhor, com você é claro. - Ela exclamou baixo.

- E com seu namorado? - Mike perguntou.

- O Jerry é um cara muito apressado, se dependesse dele a gente teria tido nossa primeira transa no ônibus do passeio da escola. - Ela respondeu e eles sorriam.

- Eu fico feliz que você tenha gostado. - Mike sorriu. - eu também gostei muito de ter transado com você.

- Eu só fico mal por estar traindo meu namorado dessa forma, eu não pensava que seria mais fácil perder a virgindade com um desconhecido do que com uma pessoa que eu namoro desde o ensino médio. - Ela caminhou até a cadeira da frente da mesa dele.

- Talvez esse desconhecido aqui te faça bem. - Mike deu de ombros.

- Você é um cara legal. - Ela sorriu - mas eu sinto em dizer que não pode rolar isso de novo, eu amo meu namoro.

- Ama mesmo? Você já se perguntou isso? - Mike a questionou.

- Jerry é um completo idiota as vezes, mas eu o amo e quero encerrar isso antes que aconteça mais uma vez. - Ela disse saindo da sala dele.

~••~

Jerry conseguiu um emprego na lanchonete e começou a trabalhar no mesmo dia, ele odiava trabalhar, em sua cabeça ele não teria mais tempo para os vídeos games. Mas algo ali lhe chamou atenção de querer trabalhar a qualquer momento, uma garota ruiva de cabelos cacheados, pele branca com algumas sardas, ela era garçonete assim como ele.

- Seja bem vindo, novato. - Ela sussurrou no ouvido dele. - meu nome é Sky e o seu? - Perguntou.

- Jerry, é um prazer trabalhar ao lado de uma pessoa como você. - Jerry sorriu malicioso.

- O prazer é todo meu, o maior prazer é aquele que vamos realizar em cima da pia da cozinha. - ela piscou sorrindo maliciosa e saiu para atender uma mesa.

- Trabalho péssimo, mas em compensação vou comer uma buceta todos os dias, diferente daquela namorada ingrata que eu tenho. - Jerry falou para o mesmo.

- Falando sozinho? - Ela perguntou deslizando a mão pela barriga dele.

- Pensando alto! - Jerry respondeu perto do rosto da garota.

- Quero saber que tipos de pensamentos são esses. - ela desceu a mão parando no pênis dele e alisando por cima da calça.

- Você vai me deixar duro no meu local de trabalho? - Jerry perguntou sorrindo malicioso.

- Você é o primeiro cara que tem uma chance com a ruivinha peituda aqui, então não jogue fora. - ela comentou.

- O que você quer dizer com isso? - Jerry perguntou.

- Depois do trabalho a gente pode se encontrar pra tomar alguma coisa e depois eu te levo na minha casa e iremos ver se você faz o serviço direito. - eles sorriram maliciosos.

Algumas horas depois Jerry estava na casa da garota ruiva que ele conheceu no trabalho, a garota estava em cima dele cavalgando em seu pênis enquanto ele batia na bunda dela mandando ela ir mais forte, Kelly ligava e ele apenas ignorou a ligação até que os dois chegaram ao ápice.

- Quem é essa chata que tá te ligando? - Sky perguntou saindo de cima dele.

- Minha namorada. - Jerry revirou os olhos.

- Você é um canalha, traindo sua namorada. - Sky pegou um cigarro de maconha dentro do criado mudo e acendeu sentado ao lado de Jerry, ela deu um trago e entregou o cigarro a ele.

- Viver sem sexo não dá, óbvio que não é a primeira vez que eu tô traindo essa tonta. - ele soltou a fumaça e sorriu.

- Você trai ela sempre? - Sky perguntou tragando o cigarro.

- Já trai ela no baile do ensino médio e com uma garota quando fui no bar com meus amigos. - Jerry respondeu simplesmente.

- Como você é mal. - ela fez bico negando com a cabeça. - se ela não te dar sexo, pode deixar que eu faço isso todos os dias pra você.

- Nosso relacionamento é uma merda, eu só fico com a coitada por pena sabe? Mas depois que ela perder a virgindade comigo eu dou um pé na bunda dela. - ele disse.

- Eu gosto assim. - Sky voltou a beija-lo e cavalgar em seu pau.

...

- Amor eu estou indo para o bar com os meus amigos. - Erick comentou dando um selinho nela.

- Eu também vou. - Hanna levantou do sofá tirando o roupão e ficando apenas com um vestidinho rosa claro e um salto preto.

- Ainda tá desconfiada? Hanna você pode parar com essa história de traição? - Erick exclamou irritado.

- Tá escondendo alguma coisa bemzinho? - Hanna perguntou com as sobrancelhas arqueadas.

- Não estou escondendo nada, apenas pedindo pra você parar com essa loucura. - Erick repreendeu.

- Vamos logo. - Hanna disse.

Bar

- Eu não sabia que a noite dos amigos podia ter mulheres. - Lucca comentou encarando Erick.

- Desculpa em ter que lembrar aos raparigos que o Erick é meu marido. - Hanna sorriu forçado.

- Vamos pedir 4 cervejas. - Mike disse chamando o garçom e pedindo a bebida.

- Como foi o encontro Lucca? - Erick perguntou.

- Temos mesmo que falar isso com a Hanna aqui? - Lucca deu de ombros.

- Eu vou no banheiro, volto já - Hanna saiu.

- A garota era a Alice. - Lucca comentou.

- E o que aconteceu? - Mike perguntou.

- Ela me deu um fora e voltou pra casa dela, olha eu sinceramente desisto de tentar ficar com ela, ela tá uma pessoa muito fria. - Lucca exclamou.

- Eu e a Kelly transamos. - Mike comentou deixando Lucca e Erick boquiaberta.

- Você tá me zoando, vai se foder. - Erick riu dando um gole na bebida.

- Eu estou falando sério cara, ontem a noite teve um blackout e ela dormiu na minha casa e a gente acabou transando. - Mike revirou os olhos.

- Você é louco, como conseguiu tão fácil? - Lucca perguntou sorrindo.

- Ela era virgem, eu também não entendi porque ela deixou eu tirar a virgindade dela, mas foi a melhor noite da minha vida. - Mike arfou.

- Cara ela tá tão na sua. - Erick disse.

- Quem tá na dele? - Hanna perguntou.

- Papo de homens, porque você não vai pra casa da sua amiga ficar lá assistindo filme românticos e comendo pipoca?. - Lucca perguntou.

- Lucca querido não me culpe porque a Alice não quer você eu lamento, mas vocês precisam aceitar que o Erick sossegou. - Hanna sorriu debochada.

Apartamento de Kelly

Ela estava deitada no sofá apenas com os flashback do sexo com o Mike, o quanto ele foi carinhoso com ela coisa que o Jerry jamais seria, o quanto ele pensou no prazer ela. Ela queria replay de tudo aquilo e não conseguia negar que estava louca para ter uma segunda vez maravilhosa como aquela. Sem pensar duas vezes Kelly pegou o celular e mandou uma mensagem de texto para Mike, ela já estava de pijama esperando ele responder a mensagem, Jerry chegou abrindo a porta e estendendo o casaco no cabideiro.

- Onde você estava? Eu te liguei a noite toda. - Kelly perguntou encarando ele.

- Trabalhando, primeiro dia de trabalho não é nada fácil .- Jerry se jogou no sofá e deu um selinho nela.

- Eu preciso ir na casa de uma amiga, ela tá passando mal e me ligou pra ajudá-la, mas não se preocupe que eu irei dormir em casa. - Kelly vai até o quarto e usa um vestido preto rodado acompanhado com uma botinha preta.

- Se poder trás uma pizza? Pagamento só final do mês. - Jerry disse e ela apenas assentiu dando um selinho nele.

De volta ao bar.

- Galera eu tenho que ir, meu pai acabou de me mandar uma mensagem avisando que eu preciso preencher uns dados para recuperar o meu carro. - Mike disse virando o último gole de bebida.

- Mas você só bebeu 3 copos. - Lucca respondeu.

- Eu amo vocês, tchau .- Mike deixou o dinheiro em cima da mesa e saiu. Ele novamente olha a mensagem sorrindo pelo que viu.

"Mike me encontra na praça, precisamos conversar sobre aquilo".- Loirinha.

Mike chega até a praça e ver Kelly sentada no banco de pedra esperando por ele, quando ela avista abre um sorriso de orelha a orelha e vai até ele lhe dando um selinho.

- Aconteceu alguma coisa com você? .- Mike perguntou.

- Vamos ir para um lugar mais apropriado. - Ela disse e ele assentiu. Eles dois caminharam até um hotel e ele perguntou se ela tinha certeza que ela queria ficar ali e ela apenas assentiu ainda segurando na mão dele, ele pega as entradas e pega a chave do melhor quarto do hotel, eles entram para o quarto e ela solta a mão dele e ele senta na ponta da cama, Kelly tranca a porta e volta a ficar de frente com ele, ela abre os botões do vestido e deixa cair no chão ficando apenas de calcinha, Mike olhou ela de cima baixo com excitação e sorriu ao ver que ela queria mais uma vez, ele passou a mão pela bunda dela e puxou para cima dele.

 


Notas Finais


Beijos até o próximo capítulo ❤️😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...