História Respost - ANIMES - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Death Note, Dragon Ball, Naruto, Noragami, One-Punch Man, Pokémon, Shingeki no Kyojin (Attack on Titan), The Ancient Magus' Bride (Mahou Tsukai no Yome), The Seven Deadly Sins (Nanatsu no Taizai), Tokyo Ghoul
Personagens Absol, Akamaru, Androide Nº 17, Armin Arlert, Articuno, Ash Ketchum, Champa, Eevee, Eren Jaeger, Erwin Smith, Freeza, Frost, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Goku, Goku Black, Haku, Hit, Ibiki Morino, Iruka Umino, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakaroto, Kakashi Hatake, Killer Bee, Kimimaru, King Liones, Kisame Hoshigaki, Kofuku, Konan, L Lawliet, Levi Ackerman "Rivaille", Light Yagami, Madara Uchiha, Maito Gai, Meliodas, Merlin, Nagato, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Nora, Obito Uchiha (Tobi), Orochimaru, Pain, Pein, Personagens Originais, Piccolo, Pikachu, Professor Carvalho, Raito Yagami, Rock Lee, Sai, Saitama "Caped Baldy", Sasuke Uchiha, Serena, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shuu Tsukiyama, Speed-o'-Sound Sonic, Tobirama Senju, Toneri Otsutsuki, Touka Kirishima, Uta, Utakata, Vegeta, Whis, Yato, Ymir, Yukine, Zabuza Momochi, Zamasu
Tags Anime, Death Note, Dragon Ball, Leitor, Naruto, Noragami, One Punch Man, Oneshots, Pokémon, Romance, Tokyo Ghoul, Xleitor, Xreader
Visualizações 57
Palavras 1.330
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drabble, Drabs, Drama (Tragédia), Droubble, Ecchi, Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Caulifa - Hentai


Fanfic / Fanfiction Respost - ANIMES - Capítulo 2 - Caulifa - Hentai

        Caulifa X Homem! Leitor

                      Hentai 

___________________________________







A sayajin do sexto universo treinava incansavelmente ao lado de (S/n), seu namorado. Ele era um desafio e tanto para ela superar, e ela, um ótimo divertimento para ele. A personalidade Tsundere e a força de vontade que Caulifa possuía o divertia, e o deixava cada vez mais apaixonado por ela.

- Vamos lá Caulifa, você pode fazer mais do que isso! - Ele disse, reunindo Ki nas mãos e lançando esferas de energia para a Sayajin.

- Cale-se (S/n)! Eu vou chutar sua bunda, apenas observe! - Caulifa gritou agressivamente desviando das esferas tão bem quanto pode, com um sorriso selvagem no rosto.

- Mostre-me então! - (S/n) gritou divertidamente, desviando dos chutes de caulifa.

A Sayajin conseguiu acerta-lo no estômago, lançando ele para longe. Logo em seguida ela lançou diversas bolas de Ki, no qual, mesmo com certa dificuldade, o mais velho fora capaz de desviar.

- Bons reflexos, para um perdedor! - Caulifa gritou voando rapidamente até (S/n), desferindo soco atrás de soco, no qual ele bloqueava.

- Vamos, Caulifinha, não seja tão má! - O homem disse, sarcástico, segurando um dos punhos de Caulifa e socando-a no estômago, com uma força moderada. Ele não queria realmente machuca-la. - Bem, você realmente me cansou... Acho que esta bom por hoje, você teve uma grande melhora.

- Oque?! Vai arregar, é? - Caulifa disse maliciosamente, tentando fazer (S/n) voltar atrás para que ela pudesse lutar um pouco mais.

- Sim, eu vou. - O homem disse ja voando para a casa compartilhada deles.

- Aaaw! (S/n)! Volte aqui! - Caulifa gritou voando atrás dele.

{...}

Depois de chegarem em casa, Caulifa e (S/n) pretendiam tomar banho, porém como não conseguiram chegar a um acordo sobre quem iria primeiro resolveram ir ao mesmo tempo.

- Tira logo essa faixa! - Caulifa gritou, impaciente, apenas aguardando seu namorado dentro do chuveiro.

- Eu prendi esse nó bem demais, não consigo desfazer! - (S/n) disse, concentrado em desfazer o nó das calças sem destruí-la.

- Bem, eu resolvo isso. - A Sayajin apontou um dedo para o nó liberando um pequeno feixe de Ki, rasgando o nó fazendo as calças de (S/n) caírem, o deixando apenas em sua cueca. - Viu? Fácil, fácil! - Caulifa disse com as mãos na cintura e um sorriso convencido no rosto.

- Bem, você destruiu minha calça... - O homem resmungou retirando a cueca e entrando no chuveiro, fechando o box atrás dele, deixando Caulifa ligeiramente corada. Ela não havia se acostumado completamente com ambos nus em um mesmo local.

- Ela já estava rasgada e suja do treinamento mesmo. - Caulifa respondeu, como se fosse a coisa mais óbvia do mundo, escondendo seu rubor e se esticando para pegar o sabonete em uma pequena prateleira no canto superior do box espaçoso.

- Ainda assim. - (S/n) se arrastou atrás de Caulifa, a abraçando pela cintura e mordiscando levemente o lóbulo da orelha, fazendo-a estremecer.

- Não me diga que você quer fazer aquilo agora? Nós nem mesmo nos lavamos! - Caulifa franziu a testa e se virou para (S/n), apontando o sabonete que ela pegara a segundos antes na cara dele.

- Bem, poupa tempo para que não tenhamos que nos lavar depois de fazer amor também! - O mais velho pegou suavemente o sabonete e o colocou de volta a prateleira sem esforço, passando o braço pelos ombros de sua namorada consideravelmente mais baixa do que ele. - Vamos la pequena...

- Ei! Você sabe que não gosto que me chamem de pequena, você não é uma excessão!

- Ah, não é? - (s/n) perguntou aproximando o rosto do pescoço de Caulifa, esticando o braço para ligar o chuveiro ao lado deles, deixando a água morna correr por suas peles, relaxando os músculos.

- N-não... - Caulifa respondeu, incerta.

- Eu te amo, sabe? - (S/n) disse em meio a risadas leves, levando uma mão para se apoiar na parede e a outra para as partes intimas da Sayajin, circulando o clitóris dela lentamente com o dedão e acariciando as dobras com o anelar e o do meio.

A água que escorria pelos corpos suados e sujos os relaxavam, assim como os deixavam ainda mais ligados.

- É-é claro que eu sei idiota! - Caulifa disse segurando um gemido, apoiando as mãos molhadas na parede a frente dela, levando os quadris para mais perto de (S/n).

- Vamos pequena, não seja uma Tsundere. - O mais velho disse, atrevido, enfiando os dois dedos que antes acariciavam as dobras na buceta da Sayajin, fazendo-a soltar um gemido longo e alto. A esta altura, o pau de (S/n) já estava molhado, e não era devido a água.

- N-não sou Tsundere! - Caulifa gritou com as pernas trêmulas, aproveitando o sentimento dos dedos de seu companheiro entrando e saindo dela com velocidade.

- Sei. - (S/n) disse sarcasticamente, retirando os dedos de dentro dela ao sentir que ela estava perto de liberar, fazendo a Sayajin gemer em protesto.

- Por que parou?! - Caulifa virou apenas a cabeça, olhando de canto de olho para (S/n).

- Para poder colocar meu pênis em você, ué. - O mais velho disse descaradamente, deixando a mais nova constrangida. Mesmo que eles tenham feito isso algumas vezes antes, Caulifa continuava a corar com facilidade.

- N-não diga isso assim, idiota! - O mais velho usou uma de sua mãos para retirar o excesso de água do rosto, logo depois segurando a cintura de Caulifa com ambas as mãos.

- Sim, sim, como quiser. - (S/n) disse em meio a risadas, se colocando lentamente dentro de mulher a sua frente.

- E-ei, eu não di-disse que você p-podia ainda~! - Caulifa disse, quase como um gemido, assim que (S/n) já estava completamente dentro dela.

- Eu deveria me retira então? - (S/n) perguntou, atrevido, se retirando lentamente dela.

- Não ouse! - Essa foi a deixa para que ele se retirasse rapidamente e voltasse para dentro com tudo, se movendo para frente e para trás a uma velocidade enorme, sem cerimônia, fazendo com que a Sayajin gritasse de prazer, inclinando-se para frente a procura de apoio extra, esmagando seus seios e sua bochecha no piso gélido e úmido das paredes do banheiro, já cheio de vapor.

- (S-s/n)! - Caulifa gemeu, sentindo (S/n) traze-la um pouco mais para trás, indo mais fundo, atingindo um ponto especial que a fazia delirar.

- Heh, n-não esta tão resistente agora, n-não é? - (S/n) perguntou, segurando Caulifa fortemente com uma mão, levando a outra até o peito, apertando-o.

- Ca-cale-se! - A Sayajin gritou, apoiando a testa na parede, olhando para o chão cheio de água. (S/n) resolveu espremer o bico do seio dela em meio ao dedos, resultando em Caulifa tremendo abaixo dele, sentindo o orgasmo cada vez mais próximo.

- E-ei estou perto Caulifa!

- Eu s-sei! - (S/n) sentiu as paredes internas de Caulifa se apertarem em torno dele, logo depois ela gozou, gritando e jogando a cabeça para trás, tremendo.

- Caulifa! - (S/n) gemeu, vindo logo depois dela, liberando-se dentro da Sayajin.

Ambos estavam muito cansados para dizer algo ou se mexer, antão continuaram na posição em que estavam, respirando pesadamente enquanto a água quente escorria por eles.

- Heh... - Caulifa se endireitou desajeitadamente, encostando as costas no peito de (S/n. Em momento algum o membro dele fora retirado de dentro dela. - Imagina...

- O quê? - Caulifa perguntou cansadamente, fechando os olhos procurando relaxar.

- O valor da conta de água... - (S/n) respondeu, rindo, embora estivesse nervoso por dentro.

- O que?! Droga! - Caulifa gritou, rerirando-se de (S/n) e pega do o sabonete, ensaboando-se rapidamente. - Não fique me olhando, se lave logo que estamos gastando água!

- Sim senhora! - (S/n) gritou, sarcástico, abrindo o box e correndo, ainda molhado, pegar um outro sabão.

- Idiota, não corra pelado pela casa! E você esta molhando tudo!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...