1. Spirit Fanfics >
  2. Retrato Perfeito - Edição de Ouro >
  3. Anteriormente...

História Retrato Perfeito - Edição de Ouro - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olá <3

Voltei aqui para lançar minha nova Edição de Ouro, desta vez de "Retrato Perfeito (continuação de Cisne Negro")!
Essa Edição veio com algumas correções de enredo e/ou ortográficas, assim como alguns detalhes que não existiam na Edição Original.

Sintam-se livres para me perguntarem sobre qualquer curiosidade ou detalhe. Ficarei feliz em responder!

Espero que gostem <3

Capítulo 1 - Anteriormente...


Fanfic / Fanfiction Retrato Perfeito - Edição de Ouro - Capítulo 1 - Anteriormente...

A história se inicia em Cisne Negro com nosso personagem principal, Diego, sendo confrontado cara a cara com a possibilidade de ter seus segredos vazados em seu colégio. Por ser um dos principais jogadores do time de basquete (e por ter grande fama entre as garotas, por causa de inúmeras festas), Diego tem medo que descubram sua bissexualidade e sua atuação na Companhia de Dança do colégio. A verdade é que Diego era, sem que ninguém soubesse (além de seus colegas da Companhia), a Rainha dos Cisnes, e sempre usava uma máscara para se esconder da plateia.

         As coisas começam a sair do controle quando a Companhia é contratada para performar na vigésima primeira festa de aniversário de Peter. Diego e seus amigos, Julie e Sam, não eram muito chegados a Peter (a quem chamavam de Príncipe) por causa de sua reputação: ele era filho da diretora e herdeiro de uma das empresas mais ricas da cidade. Sem poder dizer não para a proposta, Diego precisa recusar o convite para a festa como convidado especial, para poder se apresentar.

         Apesar do preconceito de seu pai (que não o aceitava como dançarino e era bem restrito quanto o papel do “homem” na sociedade), Diego faz uma de suas melhores performances na festa. Infelizmente, talvez por instinto, Peter o reconhece e acaba descobrindo sobre a verdadeira identidade da Rainha dos Cisnes, após uma série de eventos indesejados.

         Diego, entretanto, não se sente irritado por isso e decide dar uma chance ao Peter, bem no momento que o Príncipe, de uma forma completamente inesperada, acaba revelando que é homossexual. Diego se afasta por um tempo, espalha os segredos de seu novo confidente, e repentinamente é convocado, pelo Peter em si, para conversar. A personalidade de Diego sempre o fez se esconder dentro de si mesmo, e ele tinha medo de se aproximar do Príncipe por causa disso – tinha medo de se apaixonar –, mas, logo depois de conversarem, Diego dança para Peter. O que ambos não esperavam é que Sam estava vendo essa conversa desde o início, e, por causa da distração, Diego cai e fica impossibilitado de dançar por um tempo.

         Durante sua recuperação, Diego é diariamente visitado por Peter, mas usa sua armadura (ou seja, a grosseria), para dispensar o garoto todas as vezes. Logo depois de se curar, nosso dançarino principal volta para sua Companhia de Dança apenas para descobrir que colocaram seu parceiro de cena, Alex, em seu lugar. Motivado pela raiva, Diego bola um plano para se vingar de Alexander e da Companhia por causa dessa escolha.

         Ao mesmo tempo, seu relacionamento com Peter começa a tomar rumos inesperados. Quanto mais Diego se força a afastar o Príncipe, mais se sente atraído pelo mesmo. E isso era algo que nem ele, nem o Peter, nem ninguém estava entendendo muito bem.

         Finalmente, a Festa da Companhia acontece (como uma comemoração pelas apresentações de Alex como a Rainha dos Cisnes) e Diego coloca seu plano em execução. Algumas coisas importantes acontecem nessa festividade. Antes de tudo, antes de deixar seu companheiro de dança envergonhado na frente de todos, Diego se une a Cristina, uma conhecida há pouco tempo, para se divertir e não se sente culpado por ainda não estar verdadeiramente com Peter. Depois de se recompor, Diego finalmente confronta Alex e o humilha na frente de todos ao dançar bêbado e com ambos os tornozelos machucados.

         Logo depois de retomar sua reputação na Companhia, Diego é encurralado por um grupinho de garotos, liderados por Patrick, o líder do time de basquete, e é espancado. No meio da confusão, fica claro que toda a violência acontece por causa dos rumores espalhados por Sam sobre a cena envolvendo Diego e Peter. Mesmo sendo o culpado pelas agressões, Sam tenta ajudar e acaba sofrendo também nas mãos de Patrick.

         Depois de alguns minutos, Diego e Sam são achados por Julie e Peter, que os ajudam e afastam da festa. É somente nesse momento que Diego perdoa Peter e Sam por terem interferido na vida que criou para si mesmo, ao mesmo tempo que decide dar um passo a mais e confiar no Príncipe.

         Então, numa noite, contrariando tudo o que sabia sobre si mesmo, Diego realmente se une a Peter. Ambos se beijam numa madrugada, meio embriagados, sozinhos na praça do bairro.

         Depois disso, as coisas só ficam mais complicadas.

         Diego ainda não pode contar a todos sobre sua bissexualidade (embora todos já duvidassem e já soubessem sobre seu papel na Companhia), especialmente para seu pai, que era um homofóbico assumido. Por causa disso, Peter e Diego entram num relacionamento secreto, com as pressões de todos os lados.

         Certo dia, ambos são descobertos após uma grande confusão e Diego é obrigado a se separar de Peter. Após alguns dias, o pai de Diego o manda para um Reformatório, onde nosso personagem principal sofre horríveis violências e conhece dois garotos muito úteis para sua situação atual. Lucas e George. Ambos tinham um plano para escapar do Reformatório, mas a presença de Diego apenas aumenta as tensões e Lucas dedura seu colega, George, levando Diego a ser punido também.

         Depois de ter sido chicoteado e obrigado a confessar que planejava escapar, Diego consegue convencer sua agressora de que seu pai não ficaria muito feliz se descobrisse o que acontecia nos porões daquela instalação. Por seu poder de convencimento, Diego é largado numa rua escura perto de sua casa, à noite, com o corpo ensanguentado e feridas abertas em seu torso.

         O pai de Diego, obviamente o culpado, é mandado para a prisão logo depois. A mãe de Diego, Alden (seu irmão gêmeo), Peter, Julie, Sam e Cristina ajudam na denúncia contra o patriarca, na alegação de violência doméstica e crime de ódio.

         Depois desse final feliz inesperado, Diego retorna para a Companhia de Dança e decide se apresentar pela última vez no ano. Mas Peter tinha outro plano, e o aborda no palco, quando todos os olhos estavam sobre Diego, e o beija. Assim, Diego revela seu último e mais importante segredo.

         Bom, talvez não o último. Porque Cristina e Julie também tinham um segredo (e contam logo depois dessa apresentação), porque Diego, com toda sua irresponsabilidade e infantilidade, engravidou Cristina na Festa da Companhia. E agora é uma questão de princípios, vida ou morte, e muito mais. Nem Diego saberá dizer se assumirá o filho e perderá seu relacionamento com Peter, ou se deixará a criança órfã e continuará com a consciência em tormento



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...