História "Reunidos" - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Dark, Português
Visualizações 2
Palavras 337
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


"É esse o experimento?"
"É"
"Um mendigo?"
"É claro que não, é um desafio para ele."
"Entendo..."
"Enfim... Ele esta quase acordando. Vou aumentar a sua relação com o vacuo."
"Quer matar o esperimento?"
"Quero matar você se não me deixar explicar"
"..."
"Basicamente, ele tera que sobreviver daqui ate sua casa, com a relação do vacuo aumentada"
"Umm... Ele ja acordou"
"Oh... Merda"

Os dois desaparecem na sombra

Capítulo 1 - 1. Teste


Fanfic / Fanfiction "Reunidos" - Capítulo 1 - 1. Teste

...

Pai?

PAI!?

PAI!!!!

....

...

..

.







...

"O que?..."

Acordo finalmente depois de uma longa noit-

"Ei!, Acorda mendigo" - disse o velho me dando uma "bengalada"

"Mendigo?, Eu não sou mendigo!," - digo isso me levantando - "Enfim, e o que você esta fazendo em minha residencia?"

"Residencia?" - o velho começa a rir da minha cara - "Esse é o meio da rua meu jovem!"

O que?

Rapidamente me viro, notando os predios casas pessoas que estavam me olhando, e que pararam de me olhar quando elas notaram que eu estava olhando para elas. Que confuso

Ai para variar eu começei a surtar

"O que eu estou fazendo aqui, QUEM É VOC-..." Imediatamente parei quando vi a multidão que se formou em volta de nos dois.

Chuto que tinha umas 10 pessoas chamando a policia, e assim eu me dei o trabalho de me acalmar

Eu não queria que meus "apagões" voltasem.

É foi exatamente por esse mutivo que eu sai correndo no meio da multidão, atras de uma saida.

Obvio, não é a melhor decisão a sí tomar, mas se eu ficasse mais um pouco la o pior poderia acontecer.

Depois de um tempo, eu consegui despistar a multidão e o velho.

Enfim

Esses dias minha relação com o vacuo esta cada vez pior.

A minha radiação emitida ja esta insuportavel ate para mim

Sinto minha costa queimar

Meus labios corroer

Minhas pernas quebrarem...

...

Eu preciso ir pra casa

Começo a aumentar minha velocidade, eu não vou conseguir aguentar por mais tempo

Por favor...




-30 minutos depois-







...?







"É parece que ele não aguentou, Gs?_#"

"Infelizmente teremos que abaixar o tempo, ou todo experimento sera em vão."

"Faça o que quizer. Mas não facilite tanto assim para ele."

"É claro, é claro"



-15 minutos depois-


Ai... Meu deus...

Parece uma miragem mas não é!

MINHA CASA CARALHO

Mesmo praticamente derretendo abro um sorriso.

Boto as chaves, giro, entro, tranco a porta, entro no banheiro, preparo a água, me jogo na água e assim finalmente minha dor acaba.

Da pra sentir cada atomo do meu corpo se reposicionando

É claro que eu vou dormir na banheira, e propositalmente.




Então...




TCHAU!..


Zzzz





Notas Finais


"...que experimento fraco, e outra, por que você quis deixalo vivo, e ainda ajudalo?"

"Por que eu quis"

"..." Ela o encara com raiva

"C-calma, tambem ele é ate agora nosso unico experimento, ja que ninguem ate agora nos cedeu outro."

"Enfim... Tenho coisa para fazer, agora com licensa..." Diz ela saindo da sala

"..."

"..."

"Ok"


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...