1. Spirit Fanfics >
  2. Revenge - Deku Villain >
  3. Twenty Six

História Revenge - Deku Villain - Capítulo 26


Escrita por:


Notas do Autor


Me desculpem pela demora, ainda estou reorganizando o roteiro da fanfic ~

Capítulo 26 - Twenty Six


A mandíbula travou. O suor escorria pelo rosto pálido de All Might.

Os olhos escuros... O sorriso falso que deslizava suavemente naquele rosto.

Era ele. A pessoa que estava diante dele era aquela pessoa.

O fantasma estava ali.

 

¨¨Algumas horas antes¨¨

Midoriya tocou a maçaneta fria da diretoria. Estava vacilando em abri-la, seus instintos estavam em alerta, mas nem um resquício de intenção maldosa o sondou.

Havia treinado até seus ossos quase se tornarem pó, não confiou em ninguém, apenas nele mesmo e nas habilidades amaldiçoadas que carregava. Mesmo que fosse um profissional ou uma criança, ele conseguiria distinguir a menor diferença de emoção. Humanos nunca conseguiam camuflar completamente suas emoções, afinal, eram pessoa falhas que tentavam segurar algo natural e acabavam mostrando suas garras com o menor movimento.

Mas não obtendo nem sequer uma visão do que estaria ali atrás, sua cara se tornou feia.

Abriu-a com cuidado e murmurou um “licença” tentando controlar o mau-humor dentro de si. Cravou as unhas em sua carne para voltar a si e sorriu tenaz mascarando o repudio dentro de si.

- Eu sou Midoriya Izuku.

...

As sobrancelhas se arquearam em frustração e desentendimento.

– Não, eu não entendi o que você quis dizer com isso. – Midoriya respondeu perplexo. A princípio, quando entrou ali, o diretor o olhou, sorriu e voltou a tomar sua xicara de chá, mas não se deixou enganar por aquela aparência frágil e tamanho minúsculo. Ainda rasgava a carne de sua palma tentando controlar a carranca feia que carregava por dentro.

Ele não sabia desde quando seu mau-humor foi tão horrível ao ponto de não conseguir controlar, se considerava um bom ator na maioria do tempo, mas agora estava extravasando ao ponto de quase perder o controle das ações.

Foi apenas quando recebeu o cartão verde e se sentou que conseguiu arrumar o pouco de sanidade que ainda tinha e, finalmente, conseguiu respirar. Mas só aconteceu da ‘conversa’ começar depois de longos minutos no silencio mortal, enquanto isso, a curiosidade corroía cada resquício da consciência do jovem.

Mas agora...

Os olhos verdes escureceram olhando para o papel que lhe foi entregue para assinar. O diretor tinha um enorme sorriso enquanto, vez ou outra, batucava na mesa com felicidade. Era estupido demais. Midoriya pensou em constrangimento, massageando a têmpora por ter imaginado demais até minutos atrás.

Ele queria nunca ter ido ali.

Foi uma enorme perca de tempo.

Afinal, qual era a dessa “condecoração”? Ele não era uma boa pessoa e não necessitava de nenhuma medalha de honra. Aconteceu de, concidentemente, ele salvar um garoto que estava sendo alvo de alguns peixes pequenos, enquanto, casualmente andava pela cidade planejando um ponto bom para abater alguns heróis que faziam suas rondas noturnas. Se soubesse que isso o daria tanta dor de cabeça, nunca teria salvado aquele garoto.

“Além do mais, caro diretor, você sabia que eu também estava ali para causar confusão e matar pessoas?”

Obviamente ele nunca diria aquilo em voz alta, apenas guardaria no fundo da mente, mas não podia evitar expressar completamente sua mudança de expressões. Não esconder nada escondia tudo o que precisava sem suspeitas.


Notas Finais


Até o próximo capitulo ~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...