História Revenge - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Arma, Drogas, Máfia, Min Yoongi, Perda De Memória, Trafico, Vingança, Violencia
Visualizações 25
Palavras 1.558
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


EU SEI QUE A FOTO NO COISINHO ALI EM BAIXO EH O YOONGI ADULTO TAKKKKKKKKKKK Eu ia pegar uma quando ele era menor, mas como na memória ele ja tem 14 anos, nao ia fazer muito sentido ne

Bom, fiquem agora com esse cap meio bosta amo vcs ehnos

Capítulo 7 - Suga


Fanfic / Fanfiction Revenge - Capítulo 7 - Suga


                     11 anos atrás


  - Oppa! - Gritei com o mais velho.


  - O que foi, ___-ah?  - Falou com meu ursinho em mãos e um sorriso no rosto.


   - Devolva meu ursinho, Oppa.. - Falei triste. - Ele é meu único amigo após os treinamentos. 


   - Ya, eu também sou seu amigo. - Yoongi falou com um bico em seu rosto.


   - Mas você não está lá comigo depois dos treinamentos quando o papai....! - Ia falar das surras diárias que eu levava, mas Jin disse para eu não me atrever a dizer para ninguém, apenas os funcionários e membros de seu grupo sabiam. 


   - Quando o que? - Yoongi falou com meu ursinho ainda em mãos. 


   - Eu vou falar para o Ahjushii. - Falei me referindo ao seu pai. 


   - Uh? - Vi a expressão séria e triste em seu rosto. - Não faça isso ___-ah, por favor. - Ele pedia com medo.


   - AHJUSSHI!! - Corri até o Min mais velho que conversava com meu pai.- Ahjussi, Suga-Oppa pegou meu ursinho e não quer devolver. - Falei brava com um bico em meus lábios. Vi os dois mais velhos se levantarem e papai me pegar com raiva pelo braço. 


   - O que merdas você está fazendo com esse maldito urso, Yoongi? - O min mais velho deu um tapa em seu rosto, min apertou os punhos e segurou suas lagrimas.

 

Eu não queria que machucassem meu Oppa, é tão solitário depois que meu irmão foi embora.

 

  - Está vendo? É por sua culpa que ele está sofrendo, _______. - Papai falava em meu ouvido, segurando meu rosto para a cena em minha frente e me obrigando a ver. Senti meus olhos lacrimejarem.


  - Desculpa, Oppa. - Segurei o choro na frente dos mais velhos.

 

  - NÃO É ASSIM, GAROTA. - Um tapa foi desferido em meu rosto. - VOCÊ TEM QUE SER FORTE E DAR UMA LIÇÃO NELE POR CHORAR, NÃO CHORAR JUNTO, CRIANÇA FÚTIL. 


Senti meu braço ser puxado, mas não com força e sim com delicadeza. Abri meus olhos e Yoongi estava puxando meu braço para fora do jardim e dos mais velhos. Fomos para o sótão, onde Jin não entrava nem pagando, ele odiava lugares sujos, tais como a própria alma.


  - Você está bem? - Yoongi segurou meu rosto em suas mãos, olhando em meus olhos com um semblante preocupado.


  - Desculpe, Oppa. Foi minha culpa você apanhar. - Senti Yoongi me abraçar e acariciar meus cabelos, comecei a molhar seu ombro com minhas lágrimas.


  - Shh, não foi sua culpa. Nossos pais são podres, ___-ah. Por que esse tempo todo não me contou que ele batia em você? Eu podia ter feito algo. - Yoongi era 4 anos mais velho que eu, já sabia das coisas que aconteciam e sabia resolve-las.


   - Ele disse que é para me tornar mais forte, isso não é algo ruim, Oppa. - Falei sorrindo. - Eu vou ficar forte e protegerei você, Oppa, mas ele disse que preciso ser uma boa garota e aguentar tudo isso calada. - Falei simplista.

 

Por que Yoongi via problema nisso?

 

  - Ele fez uma lavagem cerebral em você, meu anjo. - Fez uma expressão triste. - ___-ah, não me importo de apanhar, mas ver você apanhando não é algo que eu aceite. Eu juro que vou proteger você, para sempre. 


  - Quando eu crescer eu vou proteger nós dois Oppa, eu prometo. - Falei abraçando o mais velho. 


  - Mas pra isso você vai apanhar mais, meu anjo. - Falou ele com um timbre triste.


  - Eu não me importo de apanhar se for pra te proteger. Você sempre foi o motivo de eu aguentar minhas surras, ficar consciente e me manter firme, estou fazendo isso para nunca me esquecer de você. - Sorri e o apertei.


  - Eu prometo que quando crescer, vou proteger você, ____-ah. Eu te amo. - Yoongi falou e olhou em meus olhos.


  - Eu também te amo, Suga-Oppa. - Dei um selar rápido em seus lábios mas que significou tanto em minha vida.


Após aquele dia, eu nunca mais vi Yoongi. Papai disse que ele era uma má companhia, assim como todos os outros seres vivos que estavam de nosso portão à fora, me privando totalmente do mundo externo. Me tirando da escola, cursos e qualquer outra coisa que eu fosse fazer. 

 

   Momento atual


  - Oppa... - Falei quase inaudível e encarei Yoongi com lágrimas nos olhos.


  - Se lembrou de algo? - Falou sorrindo esperançoso.


  - De tudo... Tudo. - Comecei a chorar.


Não deixei ele falar mais alguma coisa, abracei ele fortemente, sem ligar para o que ele era e seu sobrenome.


Com essa palavra, essas quatro letras, senti como um baque em minha cabeça.


Eu estava começando a me lembrar de literalmente tudo... 


Suga, a palavra que sem eu saber o por quê, me dava forças quando pequena.


Força para aguentar as surras.


Força para aguentar os gritos.


Força para aguentar os treinamentos.


Yoongi, sem fazer nada, me dava forças para viver.


  - Como foi se esquecer de mim, droga..? - Falou baixo com a voz embargada, acariciando meus cabelos.


  - Depois daquele dia, todas as vezes depois do treinamento, ele falava para eu te esquecer porque o 'amor só te torna fraco', isso em quanto eu era espancada. - Contava as memória que iam surgindo em minha cabeça.- Mas teve um dia, um maldito dia, que eu resolvi revidar novamente. - Falei confusa, sentindo as lagrimas descerem sem minha permissão por minha bochecha. - Ele me bateu tanto, Yoongi. Foram tantas batidas na minha cabeça que eu fui levada para o hospital...- Fui diminuindo o tom de minha voz, tudo fazia sentido. - Acabei perdendo a memória, grande parte da minha vida foi embora.- Arregalei os olhos.- Foi quando acordei no hospital no dia da minha... Adoção.


Esse tempo todo, Jin era um monstro e eu apenas não lembrava. Assim que perdi a memória, me encontrava vulnerável á Jin para fazer o que quiser e do jeito que quiser, foi como nascer de novo. Mas, por quê ele decidiu mudar?


  - Depois desse dia, da adoção, ele te bateu? - Neguei com a cabeça. - Eu sabia.. - Yoongi deu um sorriso de lado. - Ele colocou merda na sua cabeça, falando o que ele quisesse pra você acreditar.


   - Então isso quer dizer que... - Raciocinava ainda confusa.


   - Você não é e nunca foi adotada, ______. - Arregalei meus olhos processando essa informação. - Você é filha de sangue de Jin. Após sua perda de memória ele fez uma vida nova para você pra que pudesse ser o brinquedo dele novamente, tendo uma segunda chance de te "moldar" do jeito dele, e deu certo...


   - Não.. - Sorri sem graça. - Isso não é verdade, ele não era assim.. - Passei a mão em meus cabelos.


   - Como explica tudo isso, então? - Falou acariciando minha bochecha, limpando minhas lágrimas.


   - Merda.. Me deixa pensar. É difícil engolir que a pessoa que eu mais amei e me cuidou por tantos anos era o meu maior problema, ta?! Sempre achei que ele me escondia algo, mas não achei que escondia a minha vida inteira. - Falei escondendo meu rosto em minhas mãos. Eu estava pateticamente sentimental.


   - Eu sei que é difícil aceitar isso, mas eu 'to aqui pra te ajudar a passar por isso, lembra da minha promessa? - Assenti.- Então, vou cumprir ela, ___-ah. 


   - Merda Yoongi, por que tudo isso aconteceu tão rápido? Por que minhas memórias estão voltando agora? Eu te conheci ontem e te odiei, já hoje eu descubro que te conheço a anos e que eu te...!- Me calei antes de falar alguma besteira. Ouvindo um riso dele.


  - Me encontrar deve ter desencadeado tudo,  já que fui e sou um dos únicos na sua vida que me importo com você... Mas deixe para pensar nisso depois, não quero te ver tensa assim, agora, estou aqui para te fazer esquecer. - Sorriu e pegou em minha mão.


  - O que está fazendo? - Estranhei seu ato repentino.


  - Me daria a honra de levar a garota que se lembrou de mim para sair? - Após sua fala eu lembrei de sua declaração no carro, era tudo para mim.


  - Droga Yoongi. - Sorri boba, limpando minhas lágrimas e apertei sua mão. - Para onde quer me levar? Já está tarde, não tem lugar aberto.


  - Vamos ao parque, conheço um que fecha bem tarde, e ainda são 23:50. - Sorriu também e me puxou para o carro.- Fico feliz em ter te reencontrado, mesmo que tenha apontado uma arma para a minha cara 10 minutos depois. - Deu um beijo em minha testa, me encostando no carro.


  - Mesmo que seja uma merda, eu fico feliz em ter minhas memórias de volta. Se você me conhece, sabe que eu odeio falsidade, saber que vivi uma é insuportável. 


Abracei seu pescoço e juntei nossos lábios em um beijo delicado. Meu ódio pela família Min continuava o mesmo, mas esse baque de realidade que eu recebi fez meus sentimentos por Yoongi aflorarem tão rápido quanto uma bala atravessando o crânio de alguém.


O motivo de nostalgia perto dele.


O motivo de ser tão atraída por ele.


O motivo de não conseguir odiar ele.


É porque é apenas ele que eu nunca consegui ou precisei odiar.


Notas Finais


Desculpem o cap pequeno e qualquer erro:')

Tem alguns capitulos que vao ser pequenos mas vão ser importantes para a fic

obgg por acompanharem a fic, estou tentando dar o meu melhor, e também, eh a primeira história q estou escrevendo:')♡

Ate segunda meus galero


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...