1. Spirit Fanfics >
  2. Revenge for Alexandria - CARL GRIMES >
  3. 16. Minha liderança

História Revenge for Alexandria - CARL GRIMES - Capítulo 18


Escrita por:


Capítulo 18 - 16. Minha liderança


Fanfic / Fanfiction Revenge for Alexandria - CARL GRIMES - Capítulo 18 - 16. Minha liderança

LIA MONROE

O dia já havia amanhecido. Saí da sala e deixei Rick sozinho com o filho. Caminhei até meu pai e apenas o abracei, chorando em seu ombro. Ele ficou fazendo carinho em meus cabelos e, quando me soltou, pude perceber algumas lágrimas em seu rosto também.

一 A vovó, a Jessie, elas... morreram! - disse e vi ele ficando surpreso, mas não falou nada e apenas voltou a me abraçar.

Como é que é? A Deanna está morta?! Quem vai ficar no comando de Alexandria? - um morador falou.

Estamos perdidos! Não podemos deixar um estranho, que fez esse lugar ficar dessa forma, cuidar do próprio. - uma mulher se pronunciou logo em seguida.

Eu vou embora! Prefiro morrer sozinho do que ficar aqui e ver minha casa sendo atacada outra vez, por causa de uma menina que não sabe de nada. - um velho disse e eu fiquei com raiva. Me soltei do meu pai e subi na varanda da casa.

ESCUTEM! - gritei, para chamar a atenção de todos. Os três que estavam fofocando me olharam assustados e meu grupo surpresos. 一 MINHA AVÓ ESTÁ MORTA! - uma lágrima solitária escorreu pela minha bochecha. 一 E COMO SABEM, ELA E MEU AVÔ ME QUERIAM NA LIDERANÇA DESSE LUGAR ALGUM DIA... E ESSE DIA CHEGOU! MAS NÃO VOU FAZER ISSO SOZINHA, RICK VAI ME AJUDAR...

O homem que fez Alexandria ser infestada por zumbis?! - a mulher disse mais alto dessa vez e eu a encarei.

NÃO QUERIA ALEXANDRIA ASSIM?! - apontei para o lugar. 一 PORQUE NÃO FEZ ALGUMA COISA PARA AFASTÁ-LOS DAQUI? QUE EU SAIBA... RICK FOI O ÚNICO QUE PENSOU NISSO! - ela se encolheu um pouco e ficou quieta. 一 COMO EU DIZIA... AGORA EU ESTOU NA LIDERANÇA DE ALEXANDRIA! QUEM QUISER TENTAR A SORTE LÁ FORA PODE IR. MAS, SE QUISEREM FICAR POR AQUI, VÃO TER QUE SEGUIR AS ORDENS DE UMA GAROTA DE DEZOITO ANOS! - vi os três ficando em silêncio e meus amigos me olhando orgulhosos. 一 ALGUM PROBLEMA? - ninguém disse nada. 一 Ótimo! Vamos limpar a casa. - desci de cabeça erguida e fui até a rua, e comecei a verificar se os corpos estavam realmente mortos.

Belo discurso chefe... - levantei a cabeça e vi Enid me olhando. 一 Olha eu...

一 Não precisa Enid. - me levantei e bati as mãos, retirando a sujeira. 一 Você foi embora por que não queria ver isso... - apontei para a rua, cheia de corpos. 一 Tudo bem. - sorri sem mostrar os dentes para ela.

一 Não está brava?! - neguei e ela me abraçou. 一 Que bom... não queria ficar brigada com minha melhor amiga.

一 Nem eu... - disse entre o abraço. 一 E no momento eu preciso dela comigo. - me soltei dela e sorri fraco.

Começamos a tirar, juntas, os corpos das ruas e colocar fogo neles. No meio disso, achei os corpos dos Anderson's e os enterrei com a ajuda de Aaron. Quando acabamos, me sentei ao lado da cova de Jessie e fiquei olhando a cruz com seu nome.

"Você está bem minha querida?" - fechei os olhos e apenas ouvi a voz da minha mãe.

一 Estou... - respondi limpando a única lágrima, que insistiu em cair. 一 Ou pelo menos vou ficar.

"Sua avó, a Jessie, os garotos... eles estão bem, okay? Estão comigo." - ela disse e eu sorri.

一 É, eu sei que estão. - coloquei a pulseira da loira pendurada e me levantei, batendo a mão na calça. Me virei e dei de cara com meu pai. 一 Vamos para casa? - perguntei abraçando sua cintura.

一 Rick mandou te avisar que o Carl acordou. - ele me deu um beijo na cabeça e começamos a andar juntos.

一 Vou para casa, tomar um banho e descansar, depois eu vejo ele.

(...)

Acabei dormindo durante a tarde toda. Me levantei e desci as escadas, enquanto vestia a minha jaqueta. Cheguei na cozinha e fiquei parada no meio do cômodo, olhando para os lados, procurando o que faltava, mas ela não apareceu. E nunca iria aparecer.

FLASHBLACK ON

Lia Monroe, onde você está sua danadinha? - ouvi minha avó chegando na cozinha. Tampei a boca com as mãos e soltei um risada baixinha. 一 Você está aqui não é mesmo? Eu vou te pegar! - olhei para o lado do balcão e não a vi ali. Quando voltei a me encostar, ela me pegou no colo e começou a fazer cócegas em minhas barriga. 一 Te achei!

一 Ah vovó... não vale! - fiz uma cara empurrada e ela riu.

一 Vale sim mocinha. - rimos e ela me voltou para o chão. 一 Vamos, nosso filme já vai começar. Temos que comemorar seus cinco aninhos. - entramos no carro e fomos rumo ao shopping da cidade.

FLASHBLACK OFF

Filha? - meu pai colocou a mão em meu ombro e eu voltei a vida real. 一 Está tudo bem querida?

一 Sim... - dei um sorriso e deixei algumas lágrimas caírem. 一 Vou ver como o Carl está. - disse enxugando o rosto.

一 Claro... só quero que fique bem. - ele me abraçou e beijou meu rosto. 一 Vou ver a Rosita... acho que é algo sério. - ele deu de ombros.

一 Fico feliz por vocês. - sorri e fui para a porta.

Coloquei as mãos nos bolsos e olhei para baixo. Senti alguém caminhando ao meu lado e, pelos passos silenciosos e mãos também nos bolsos, só poderia ser o Dixon. Ele não disse nada por um bom tempo e eu só ouvia ele suspirar.

一 Sinto muito. - ele disse por fim e eu o olhei. 一 Pela sua avó.

一 Obrigado Daryl. - sorri de lado para ele e parei de frente a enfermaria. 一 Bom eu... - Ele me surpreendeu com um abraço rápido.

一 Isso... é... não foi nada okay? Só achei que precisava... e alguém me disse uma vez que isso ajudava. - ele tentou se explicar e eu ri.

一 E ajudou, obrigada. - disse olhando para ele, que deu um sorriso de lado e caminhou para algum lugar. Entrei no quarto e pude ver Carl deitado na cama, acordado e com uma faixa ao lado direito do rosto.

一 Oi... meu pai me contou o que aconteceu. - me aproximei e ele me deu um beijo na palma da mão. 一 Sinto muito. - sorri fraco para ele e lhe dei um beijo rápido. 一 Como você está? - perguntei e ele deu um longo suspiro.

一 Vou ter que treinar minha mira, mas estou bem. - Carl sorriu.

一 Estarei te ajudando com isso, cowboy. - disse e me deitei ao lado dele na cama, abraçando sua cintura.

一 E eu vou cobrar, badgirl. - ele disse e me deu um beijo na cabeça.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...