História Reviravolta de uma Suicida - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 10
Palavras 913
Terminada Não
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 26 - Capítulo 26


     Lucy

_ Emma você não quer dormir aqui em casa?

_ Espera vou ver com meus pais só um minuto.

_ Tá.

_ Bom eles deixaram. Emma falou.

_ Que bom, vou avisar minha mãe espera ae.

_ Tá.

Desci as escadas vi minha mãe cozinhando.

_ Mãe a Emma vai dormir aqui tá.

_ Tá bom filha, a janta tá quase pronta.

_ Ok. Subi correndo as escadas.

_ Voltei.

_ É mesmo nem percebi. Emma falou sorrindo.

_ Aff.

_ O que vamos fazer? Ainnda são 19:30. Emma perguntou.

_ A sei lá o que você quer.

_ Eu quero uma coisa mas não ta na hora ainda.

_ O que seria essa coisa? Falei já pensando em merda.

_ Começa assim ó.

_ Aaaaaa. Gritei por conta do susto, Emma me empurrou na cama ficando por cima de mim e logo depois me beijou. Depois se sentou no meu quadril.

_ Só isso. Falei debochando dela.

_ Quando eu começar só vou parar quando eu quiser.

_ Assim que eu gosto. Falei mordendo a boca.

_ Pior que nem vai dar tanto tempo amanhã tem aula lembra. Falou meio triste.

_ O bom de ser amante da noite é que a gente dorme bem pouco então daria a noite inteira pelo menos pra mim.

_ Tá mas e se a gente tiver algo importante amanhã.

_ Nos damos um jeito. Falei entrelaçando nossos dedos.

_ Tem certeza disso.

_ Não mas eu mereço um prêmio por ter aprendido toda a matéria, seria justo.

_ Você não aprendeu tudo.

_ Quer saber que se dane eu quero hoje e pronto.

_ Tá bom então nervosa.

Peguei a mão de Emma e  pousei sobre meus seios.

_ Vamos começar?

_ Eu até gostaria mas sua mae ainda tá acordada e a gente nem jantou ainda.

_ Aaaaa tá então.

_ Filhaaaaa a janta tá pronta.

_ To indo.

_ Vem Emma. Peguei em sua mão a levando até a cozinha.


Depois da janta...


_ Vamos começar. Falei toda animada.

_ Você é toda minha?

_ Sou.

_ Então dança pra mim.

_ Aaaa eu tenho vergonha. 

_ Na festa você não teve.

_ Me pede outra coisa.

_ Espera só te falta um intuito. Emma se levantou e ligou a música. (Two Fet - Go f u c k Yourself) Deixou em uma playlist.

_ Pronto, agora me faça a garota mais feliz do mundo. Emma falou se sentando na beira da cama.

_ Tá bom.

Comecei a tirar minha calça depois minhas meias então tirei minha blusa ficando só de calçinha e sutiã. Comecei a fazer movimentos lentos com o corpo dançando no mesmo ritmo da música cheguei perto de Emma a beijando depois virei seu rosto tirei os cabelos que cobriam seu pescoço dei uma mordida forte fazendo a mesma se arrepiar. Depois sentei no seu colo de costas pra ela e começei a rebolar senti as mãos de Emma na minha bunda enquanto eu dançava pra ela.  Segurei em seu pescoço e a beijei nossas bocas se encaixavam perfeitamente adentrei com minha língua sentindo a de Emmá enconstar na minha. Paramos o beijo depois tirei a calça de Emma em seguida sua blusa a joguei pra trás mas a mesma inverteu as posições.

_ Agora você é só minha. 

Emma pegou meus braços e os  prendeu com um laço na cabeceira da cama. Depois pegou uma venda e colocou em meus olhos. Em seguida sentou em meu quadril com leves toques ela careciava minha barriga, depois apertou meus peitos e tirou o sutiã novamente ela desceu até minha barriga mas dessa vez ela subiu lambendo até chegar em meus seios e o chupar inteiro. Estava toda arrepiada meu corpo se contorcia inteiro. Emma pegou na barra minha calcinha e a tirou abriu minhas pernas e fez uma breve massagem nas minhas pernas até chegar em minha intimidade adentrou com sua língua meu corpo ficou completamente arqueado.

_ Ooooowwee Emmaaaaa. Gemi enquanto ela percorria meu corpo inteiro  com suas mãos delicadas. 

_ Sua mãe não pode nos ouvir. Falou perto do meu ouvido seguido de uma mordida no pescoço. Novamente desçeu até minha intimidade. Quando ja não bastava a língua Emma usou dois dedos. Me adentrando cada vez mais forte. 


1:45 da madrugada.


_ Emma eu não aguento mais.

_ Você não queria a noite inteira agora aguenta. 

Emma me fez gozar quatrovezes mas não parou por ai vinha uma quinta vez. Emma me soltou e me colocou de quatro puxou meu cabelo pra trás despois apertou minha bunda seguida de um tapa estralado. Mordi meus labios depois saiu um pequeno sorriso. Emma começou a me chupar, mas logo eu gozei de novo Emma bebeu tudo.

3:30

_ Emma por favor para. 

_ Tá bom já estou quase satisfeita mesmo.

_ O que, a gente passou quase 6 horas tranzando e isso não te satisfez?

_ Não.

_ Você não tá cansada? 

_ Mais o menos.

_ Meu Deus. Falei espantada com sua resposta.

Me deitei no peito dela para então dormimos.

_ Você gostou? Emma perguntou.

_ Lógico mas eu tenho certeza que vou ficar dolorida.

_ Isso significa missão cumprida. Emma deu risada.

_ Espera você fez com a intenção de me machucar?

_ Eu não magina.

_ Emmaaaaaa.

_ Ei você não foi a unica que se machucou minhas costas estão todas arranhadas, e eu com certeza vou ficar com um chupao enorme no pescoço.

_ Aaaaaa tá então vamos dormir. Emma riu novamente.



Notas Finais


Espero que tenham gostado do Capítulo❤❤🌈🌈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...