História Reviravoltas do amor - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shadowhunters, The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Caroline Forbes, Clary Fairchild (Clary Fray), Damon Salvatore, Davina Claire, Elena Gilbert, Jace Herondale (Jace Wayland), Klaus Mikaelson, Kol Mikaelson
Tags Clace, Delena, Klaroline, Kolvina
Visualizações 314
Palavras 1.263
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi amorzinhos :3
Demorei muito não foi? ME DESCULPEM
desculpem os erros
Beijinhos ❤🍭

Capítulo 2 - Eu quero me casar


Fanfic / Fanfiction Reviravoltas do amor - Capítulo 2 - Eu quero me casar

Elena Gilbert


Apoiada no ombro de Clary, enquanto fingia prestar atenção no discurso de Caroline o qual não fazia ideia do que se tratava,  em uma das reuniões "super importantes" dela, apenas batucava os dedos na mesa, pensando em como eu gostaria de estar na minha cama agora.

Car: Presta atenção, Elena. É o seu futuro e o da sua empresa que está em jogo. - exagerou.

Lena: São 8 horas da manhã, Car. Para de falar um pouco. - resmunguei.

Car: Sabe o que eu acho que é necessário para ajudar a empresa? Um escândalo publicitário. 

Klaus: Como o que, love?- perguntou interessado.

Car: Um casamento. Ou melhor, o casamento da Elena. - sorriu animada. - Será ótimo para o aumento do rendimento da empresa.

Lena: Isso é loucura. Não irei me casar. - fiquei incrédula. - Diz pra ela, Clary.

Clary: Pois eu concordo com a Caroline. - me soltou do seu braço, me fazendo resmungar e a loira sorriu convencida. - Isso seria ótimo.

Lena: Ótimo pra quem, infeliz? Por que não casa você?

Clary: Eu já estou noiva, docinho. O mundo já sabe de mim. - beijou Jace, seu noivo que estava ao lado. O casal são advogados aqui na empresa. - Mas você... Ninguém nunca te viu com um macho. 

Car: Concordo, daqui a pouco vão pensar que você é lésbica. 

Kol: Ouu, isso seria demais. Quando for beijar uma garota, me avisa pra eu filmar. - Kol trabalhava na parte da contabilidade da empresa junto com Davina. Os dois estavam sempre discutindo por aí e jurando ódio eterno. Ou seja, em dois meses vão acabar juntos. - Aí, sua agressiva. - disse após Davina dar uma cotovelada nele depois o comentário desagradável dele.

Lena: Por que não fazem Kol e Davina se casarem?

Kol: Eu caso com ela. - todos o encaramos. Kol era um cafajeste. - Sempre achei que faríamos um ótimo menáge entre eu, ela e a garçonete do bar da esquina. 

Dav: Vai tomar no seu cu. - deu um tapa na cabeça dele.

Kol: Você tem um metro e meio, para de tentar parecer brava. - Davina acertou um tapa na cara dele e ele se calou.

Dav: Além de que, a dona da empresa aqui é você, e Klaus, mas ninguém se importa com ele. - brincou na última parte. - A mídia se interessa por você.

Lena: Mesmo se eu aceitar me casar... Onde eu vou arrumar um noivo?

Klaus: Eu cuido disso, irmãzinha. Confie em mim. - sorriu de forma que fiquei pensando se isso seria uma boa ideia.

Lena: Isso não quer dizer que irei aceitar.

Car: Promete pensar?- juntou as mãos, fazendo um bico.

Lena: Tudo bem. - me rendi.


Clary Fairchild


Depois de Elena sair da sala, Klaus nos contou quem gostaria que Elena se casasse e eu fiquei animada. Ninguém menos que Damon Fairchild. Isso mesmo, meu irmão. 

Vocês não devem estar entendendo, muito bem, não é? Vou explicar.

Lily Aldrin, nossa mãe é ruiva, já nosso pai Marshall Fairchild, é moreno dos olhos azuis. Lily depois de se casar mudou seu sobrenome para Fairchild.

Car: Gente, embora eu sempre tenha torcido para esses dois ficarem juntos.. Vocês acham mesmo que Damon irá concordar com isso? Quer dizer, ele ainda deve guardar uma mágoa da Elena.

Klaus: Fica tranquila, Love. Tenho tudo sob controle. Tenho a certeza de que Damon irá querer um feat entre as empresas e sobre a questão da Elena ser a noiva, eles só saberão quem serão seus futuros noivos no dia da festa de noivado. - sorriu.

Todos concordamos com a ideia.

Clary: Mas Klaus, como você tem a certeza que Elena vai aceitar?

Klaus: Ela não aguenta mais morar com a nossa mãe. Estão sempre brigando. - coçou a cabeça. - Agora, ligue para o Damon, Clary. 

E assim o fiz, pegando meu celular e discando o número de Damon.


_ E aí, pirralha

~ Oi Damon. - revirei os olhos.

_ O que quer de mim, ruiva?

~ Bom saber que me vê como uma interesseira.

_ Você só me liga pra pedir favor. 

~ Isso é um absurdo. Mas dessa vez é mais ou menos isso.

_ Sabia. - riu.


Antes de alguma coisa mais, Klaus tirou o celular da minha mão e começou a explicar as coisas para Damon, omitindo algumas partes.

Depois de desligar o telefone e me devolver o telefone, Klaus deu um sorriso.

Klaus: Ele aceitou. - todos nós vibramos. - Chega aqui em 3 dias.

Car: MEU DEUS. Eu tenho só 4 dias para arrumar uma festa de noivado. Santa Maria mãe de Deus, me ajude. - se desesperou. - Davina você cuida da decoração do salão que será no da empresa mesmo, Clary você ajuda Elena com o vestido e... - estava falando tudo rápido e com um tom de preocupação na voz. - E o que eu tô falando? Vocês são duas destrambelhadas. Querem saber? Eu cuido de tudo sozinha!- saiu correndo da sala.


Elena Gilbert


Saí mais cedo do serviço pois estava com dor de cabeça. Quando cheguei em casa e tudo que eu queria era apenas um banho e a minha cama, dormir o resto do dia inteirinho. E eu mal entrei em casa e Miranda, a que deveria ser minha mãe, já ficou falando no meu ouvido.

Mir: O que você tá fazendo aqui? Você devia estar trabalhando! Essa casa não se banca sozinha!- virou uma página da revista, com seus pés cruzados em cima da mesinha de centro na sala.

Lena: Se eu devia estar trabalhando, você devia estar cuidando da sua vida, então?

Mir: Escuta aqui, garota. - se levantou, vindo até mim e colocou o dedo na minha cara. - Mais respeito comigo, porque eu sou sua mãe. Eu lhe digo o que fazer. Por isso, volte lá e faça a sua única obrigação na vida. Vá tentar salvar o pouco que esta daquele lugar que um dia foi bom. Quando John era vivo ainda.

Lena: Eu vim pra casa porque não estava bem. Diferente de você, eu cumpro minhas obrigações e não fico vagabundiando por aí, vivendo sob as custas dos outros.

Mir: Você me chamou de vagabunda? - começou irritada.

Lena: Claro que não, porque para ser uma, precisa dar para vários. E ninguém te quer, não é mes... - fui interrompida por um tapa desferido em minha cara.

Mir: Nunca mais, eu digo, nunca mais repita isso, sua bastardinha. - saiu da sala.

Subi para meu quarto e me joguei na cama deixando que algumas lágrimas caíssem. Não pela dor, longe disso. Poxa, ela é minha mãe, por que me odeia tanto assim? O que eu fiz pra ela? Nada! Absolutamente nada! Faço todos os caprichos dela e a única coisa que ganho é desprezo e ignorância. 

Sequei as lágrimas e peguei meu celular, ligando para Klaus. Pedi para ele vir aqui até em casa e ele disse que chegaria em pouco tempo. 

Aproximadamente uns 30 minutos depois, Klaus chegou e colocou a cabeça para dentro da porta com um pequeno sorriso.

Klaus: Oi meu anjinho. - se sentou ao meu lado da cama e me puxou para um abraço, já sabendo do que se tratava. - Tudo vai ficar bem, little sis. - beijou o topo da minha cabeça. - Você sempre terá a mim.

Lena: Obrigada. - sorri, mesmo que fosse um bem pequeno. - Klaus..

Klaus: O que?

Lena: Eu já decidi.. Eu quero me casar. - avisei ainda meio incerta. - Não aguento mais aquela que se diz ser minha mãe.

Klaus: Ótimo! Relaxa, não irá se arrepender.

Lena: Espero viu. - soltei um riso anasalado. - Mas, eu vou me casar com quem?

Klaus: Confie em mim. 

Klaus ficou fazendo carinho nos meus cabelos e aos poucos fui pegando no sono, até quando eu perdi a consequência totalmente.



Notas Finais


O que estão achando?
Comentem aí gente ❤
Até o próximo ✨
Beijinhos ❤ 🍭


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...