1. Spirit Fanfics >
  2. Riddle - Draco Malfoy >
  3. Chapter 58

História Riddle - Draco Malfoy - Capítulo 58


Escrita por:


Capítulo 58 - Chapter 58


• 03 de fevereiro



Bebês.

Menstruação atrasada.

Bebês

Vómitos e enjoos.


Eu estava grávida.


Como eu pude ser tão idiota de me esquecer de tomar a poção ou usar camisinha com ele? 


Eu estava grávida.


Eu estava grávida de um cara que iria se casar em algumas semanas.


Draco iria se casar em algumas semanas com Astoria.


Eu me sentia tão... Burra, estúpida.


Eles estavam noivos, ele iria se casar com ela, ela que sempre falava ser minha amiga, falava ter esquecido ele.


Apertei o anel que Draco tinha me dado há anos atrás na minha mão, eu sinto falta dele, sinto falta de tudo que passamos. Mas ele não é meu, não mais, eu tenho que aceitar isso, não irá ser comigo que ele irá casar em duas semanas, não será comigo que ele irá casar, não será comigo que ele irá construir uma família. 


- Eu sempre te amei, amo tudo em você, eu amo a sua mania de mexer no cabelo quando está nervosa. Você vai me achar um idiota apaixonado depois disso, você é linda e sabe disso, você é corajosa e bondosa com muitas pessoas, você nunca se deixou influenciar pelos meus pais, amo a sua irônia e seu sarcasmo a sua forma de enxergar o mundo, a sua inteligência, eu sempre me pergunto se você está na casa certa porque quando paro para pensar acho que você deveria estar na Grifinória, lá deveria ser a casa. Eu acordo todos os dias e penso em você, só consigo pensar em ficar todos os dias te agarrando e protegendo. Eu fiquei tão feliz no quarto ano quando a gente se beijou, você ficou tão preocupada com a Astoria enquanto eu fiquei dias sorrindo que nem bobo por ter beijado a garota que eu amava enquanto você parecia arrependida por causa da Astoria... Você poderia partir meu coração em dois mas quando ele se curasse, continuaria batendo por você. Eu amo você, Raven Black Riddle, futura senhora Malfoy


- Draco... - abri a boca tentando racionar o que o loiro acabará de falar - Eu fui tão cega esses anos correndo atrás do Potter e nunca percebi quem realmente me amava, no quarto ano eu não me arrependi eu me senti completa com aquele beijo igual nunca me senti, nem com o Theo, nem com Taylor e muito menos com o cicatriz. Eu te amo, Draco Malfoy, como nunca amei ninguém. Eu daria minha vida por você. Talvez você seja o amor da minha vida, não sei nos próximos anos mas eu apenas quero ficar com você agora, aproveitar o nosso relacionamento.


O que aconteceu com todas as juras de amor?


"Futura senhora Malfoy"


Eu não era mais a futura senhora Malfoy, ela era.. 


Senti duas mãos em meus ombros e em seguida um abraço, continuei com o rosto virado para frente enquanto as lágrimas escorriam pelo meu rosto.


- Rav, essa dor vai passar, eu prometo. - Hermione falou com uma voz calma me apertando


- E-Eu sinto... Eu sinto como se eu tivesse uma ferida que nunca irá se fechar. - falei me virando e a abraçando 


- Ela irá se fechar, irá virar uma cicatriz fechada e essa dor irá passar, eu prometo. 


Eu acho que suporto mais uma cicatriz, não? 


A morte da minha mãe. 


A morte de meu pai. 


A cicatriz provocada por Remo. 


A morte de Remo. 


A morte da antiga Raven. 


Ela levou as suas mãos até aos meus cabelos soltos, como Draco amava. 


Porque mesmo depois de todo esse tempo eu ainda me pergunto por que não posso seguir em frente da maneira que você fez tão facilmente. 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...