1. Spirit Fanfics >
  2. Ride >
  3. Capítulo único

História Ride - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


OI AKAKAKKAKA
desculpem qualquer erro...
Que vergonha, deus

Boa leitura~

Capítulo 1 - Capítulo único


Hoje Taeyong tinha de tudo para ter a sua primeira foda com seu namorado, não que Taeyong seja virgem, mas poxa já iam fazer sete meses que namorava Jaehyun. Sempre que tinha o momento certo, o momento exato, Jaehyun sempre inventava uma desculpa, isso deixava Taeyong extremamente chateado, o fazia pensar que não era tão atraente assim, isso acertava em cheio sua autoestima.

Mas hoje não, não hoje, os de cabelo tingindo estava confiante de si. Suspirou baixo, Taeyong tinha acordado cedo para deixar seu plano, perfeito, e colocá-lo em prática. Lee saiu de sua casa, indo até uma loja de cosméticos, comprou uma tinta vermelha, já estava cansando de seus cabelos loiros, e comprou algumas maquiagem, um brilho labial, um lápis de olho e um delineador. Saiu da loja de forma apresada, ainda tinha sua última parada, assim que chegou ao local, tinha um letreiro brilhante e com as paredes pintadas de roxo. Claro que ele sabia que um Sex shop não abriria agora, somente foi pegar o que tinha encomendado no site da loja, assim que pegou o produto e foi embora.

Não demorou tanto assim para chegar em casa, pegou o celular de seu bolso e olhou as horas.

— Meio dia e meia...

Murmurou pra si mesmo, ainda lhe restava para pintar o seus cabelos loiros. Ligou o bluetooth de seu celular e conectando em sua caixinha de música, deixou uma música do SoMo tocar. Oh... Como amava aquele cara, a voz dele era exatamente perfeita, após ser deliciar na voz do cantor, começou a pintar seus cabelos.


Depois de longos quarenta e cinco minutos com o produto em seus cabelos, pode lava-los. Se olhou no espelho e sorrio, o ex loiro tinha amado o resultado, estava tão belo.



Já era mais ou menos uma hora e pouquinho. Taeyong foi até seu quarto e começou a arrumar o cômodo, trocou as cortinhas por uma escura, os lençóis da cama que eram claros, agora era um vermelho intenso, Lee também tinha trocado a lâmpada do quarto por uma com uma luz vermelha e azul, que se assimilava de uma boate, Taeyong tinha alguns pisca pisca em seu quarto que iluminava a noite para que batesse em nada durante a noite, trocou as luzinhas piscantes por luzes rosas. Após terminar de arrumar seu quarto já era umas três horas.

Pegou a sacola que tinha um emblema do Sex shop e tirou a roupa que estava dentro da sacola, sorrio de ladinho imaginado como Jaehyun estava realmente ferrado em suas mãos. Deixou a roupa sobre sua cama e fui tomar um banho, mas não um banho qualquer, um banho longo.

O recente ruivo se inclinou, apoiando se sobre a parede do banheiro, seus fios molhando sobre a testa deixava Taeyong extremamente sexy, pena que Jaehyun não estava lá para vê-lo nessa forma. Levou três de seus dedos em sua boca e os chupou, os lubrificando bem, sentia a água escorrer pelo seu corpo. Oh... jovem Taeyong estava fazendo algo tão pecaminoso ao pensar em seu namorado. Tirou seus dedos de sua boca e os levou até sua entrada, adentrou o primeiro em seu interior, um gemido sofrengo saiu lábios, movimentou o indicador calmamente assim podendo se acostumar com a invasão, logo em seguida entrou com o segundo dedo.

— Porra...

Soltou um rosnar baixo, começou a movimentar seus dedos em seu interior em forma de tesoura, alargando sua entrada, não demorou muito para que seu banheiro estivesse impregnado com seus gemidos manhosos e longos, por fim colocou o terceiro dedo, Taeyong travou o maxilar ao sentir o enorme prazer, começou a movimentar ambos dedos com fervor em seu interior, e os gemidos do ruivo saiam de forma alta e extensa.

Acabou demorando mais do planejado no banheiro, mas estava satisfeito, não tinha pelos em nenhuma região e sua entrada estava bem mais que alargada. Assim que terminou de se secar bem, foi até seu quarto com a toalha sobre a cabeça, como não tinha ninguém em casa, podia muito bem andar pelado na residência. Entrou em seu quarto e se sentou sobre a cama, colocou uma cueca que mais parecia uma calcinha, pegou a sainha preta e a colocou, realmente era bem curta a saia, dava pra ver bem a poupa de Taeyong, e era isso que mais novo queria. Iria provocar Jaehyun até seu último momento de lucidez. Colocou o mini crooped que tinha, pegou as meias 7/8 e as colocou logo prendendo sobre a saia.

Lee se olhou no espelho e porra, como estava gostoso, agora o toque final era maquiagem, com cuidado Taeyong se maquiou e ficou surpreso consigo mesmo por fazer um delineador tão impecável assim, pegou uns dos batons rosa e passou levemente sobre seus lábios finalizando com o gloss e terminando sua maquiagem.

— Agora, vamos ligar pro Jaehyun

Pegou seu celular que estava sobre o criado mudo perto de alguns lubrificantes e camisinhas, digitou o número do namorado e esperou que atendesse, tocou umas três vezes para poder ser atendido.

— Tae? Amor, o que houve? — A voz de Jaehyun estava baixa e meio sonolenta, ele tinha acabado de acordar.

— Amor estou incomodando em algo? — Como Taeyong conseguia ser falso quando queria.

— Não, Não... — Um bucejo saiu da boca de Jaehyun.

— Pode vim aqui em casa? — Lee pediu de uma forma totalmente manhosa, não tinha como não negar aquele pedido.

— Estou indo... Até daqui a pouco — É assim a chamada de encerrou.

Um sorriso travesso brotou nós lábios de Lee com certeza seu plano estava agindo perfeitamente. Novamente conectou o celular na caixinha deixando sua playlist que tinha feito para esse momento, colocou em uma música diminuiu o som da caixinha deixando o quarto cada vez mais erótico, isso arrepiou o corpo do ruivo, escondeu a caixinha e ficou esperando seu namorado atrás da porta, Jaehyun não escaparia facilmente das garras de seu namorado.

Jaehyun havia chegado na casa do namorado, ao entrar na casa do mesmo não tinha visto ninguém, estranhou ao escutar uma música, não era tão alta mais dava pra escutar.

Take off those heels, lay on my bed

Whisperdirty secrets, while im pullin on your hair

(Tire esses saltos, deite em minha cama

Sussurre segredos sujos, enquanto estou puxando seu cabelo)


Jaehyun de fato estranhou a música, mas fui a seguindo, parando no quarto de seu namorado, arqueou sua sombracelha em forma duvidosa, assim que entrou no quarto de Taeyong, pode escutar a porta fechar e ser trancada. Virou-se pra trás para ver quem era é porra... 

Como Taeyong está gostoso...

Pensou Jaehyun, mordendo seus lábios levemente ao reparar bem como Taeyong estava vestido, o ruivo chegava perto de Jaehyun um sorriso malicioso nós lábios, acabou fazendo o mais velho ir pra traz e acabado por cair na cama do mais novo. Lee se sentou no colo alheio e sorrio.

My body on your body, baby, stickin like some glue

Naughty, let's get naughty, girl it's only one or two

Thefevers fuckin' running, feel the heat between us two!


(Meu corpo no seu corpo, amor, grudados como cola.

Safada, vamos ficar safados, garota são só uma ou duas

A febre está correndo, porra, sinta o calor entre nós)

Jaehyun engoliu em seco ao perceber o que se tratava tudo isso, Taeyong tinha planejado isso muito bem até nos mínimos detalhes. Sentiu os dedos de seu namorado percorrer sobre seu corpo. O moreno abaixo do ruivo estava ansiando pelo que seu namorado ia fazer, não estava nem um pouco querendo fugir.

Taeyong se inclinou sobre o corpo do namorado, aproximando seus lábios do mais velho, um selar casto foi depositado nos lábios alheios, acabou que selar se transformou em um beijo quente para ambos, Jaehyun abriu a boca cedendo a passagem para Lee, o ruivo explorava toda a cavidade bocal do moreno abaixo de si, como beijar seu namorado era excitante. As mãos do mais velho pousou sobre a cintura alheia, fazendo Taeyong movimentar levemente sobre seu colo.

Um arfar saiu entre o beijo, o mais novo não pode contar um sorrisinho nos lábios, ambos tiverem que se separar pela bendita falta de ar, os dedos de Tae deslizaram sobre o tórax coberto de Jae, ao chegar na base da blusa do mais velho, começou a tirá-la de forma desastrada, os lábios levemente rosado do ruivo começou a marcar o pescoço do namorado, deixando chupões fortes e algumas mordidinhas.

— Jae... — A voz de Taeyong estava tão rouca pelo tesão que sentia, que deixava o moreno mais excitado. — Eu quero te chupar... Deixa?

Rebolou com mais firmeza sobre o colo alheio, um gemido baixo saiu de seus lábios ao sentir o membro do garoto abaixo de si, quase desperto a culpa não era de Lee estava tão sensível naquela região, que não pode segurar o gemido em sua garganta.

O Jung subiu sua mão até os cabelos ruivos, os puxando levemente, fazendo o garoto gemer manhoso pelo puxar.

— Eu vou foder essa sua boquinha, vou deixar você rouco com o meu pau, é isso que quer não é?

Isso foi um tiro final pra Lee que gemeu de uma forma tão gostosa aos ouvido de Jung, o mais velho passou a língua entre os lábios os umidecendo, assim que viu Taeyong se agachar entre suas pernas. Como o ruivinho tava necessitado de ter o pau do namorado em sua boca, antes que podesse desabotoar a calça alheia foi interrompido.

— Eu quero que use somente a boca. — Yoonoh acariciou os cabelos tingindo de seu namorado.

Oh como aquilo deixou Taeyong salivando, nunca pensou que seu namorado iria agir dessa tal maneira, tão dominante, tão sério, tão rude, claro que não iria mentir estava amando aquilo tudo. A música já tinha trocado e o toque a voz do cantor combinou tanto com aquele momento.


You don't have to be alone

I can fuck you right

I can make you scream and moan

Imma do this right

Imma take you to that zone

(Você não precisa ficar sozinho

Eu posso te foder bem

Eu posso fazer você gritar e gemer

Eu vou fazer isso direito

Eu vou te levar a essa zona)


Como Taeyong amava esse cantor, apoiou-se sobre a coxa do Yoonoh, começou a desabotoar a calça do mais velho com a boca, segurou o zíper com os dentes e o abaixando. Jung o ajudou a abaixar suas calças para não dificultar tanto. O olhar de Jaehyun ao seu namorado era tão penetrante, que fazia Lee tremer as vezes com o olhar, só simplesmente aquele olhar o deixava- o extremamente quente. O ruivo não tardou de passar a boca sobre a boxer de Yoonoh, sugando levemente o tecido sentindo como o membro de Jaehyun que já estava duro, segurou o cós da boxer com a sua boca, a tirando com a ajuda de Jung.

O de cabelo tingidos gemeu em deleite com a cena do pau de seu namorado já estava extremamente duro por causa dessas enrolações barra provocações. Não tardou para Lee abocanhar o pau alheio, sugou levemente a glande do maior, o fazendo gemer baixo. Passou sua língua sobre a fenda que já saia a pré-porra, sentindo o gostinho do orgasmo do maior, por mais que parecesse o gosto da porra não era tão ruim. 

Porra até nisso, você é perfeito? Não cansa?

Pensou Lee, para não enrolar tanto no pau alheio, o ruivo começou a descer sua boca e a subir. Os olhos de Jaehyun o que Lee estava fazendo deixava-o mais excitado do que já estava. Taeyong sentiu o pau do mais velho pulsar sobre sua boca, o menor gemeu entre o membro do mais velho, fazendo o mesmo gemer rouco e segurar os cabelos de Tae. 

Começou a conduzir os movimentos de vai e vem do Lee, e também não tardou a mexer sua cintura, estocando a boca do menor, a cada estocada dada por Jaehyun, Taeyong gemia baixo e abafado pelos movimentos rápidos de seu namorado. Quando Jung percebeu que estava preste a soltar sua porra na boca do menor, tirou seu pau da cavidade bocal alheia, fazendo o mais novo resmungar por ter parado seus movimentos. Yoohon chamou Lee para que levantasse, o maior bateu em sua coxa levemente para que seu namorado se sentasse em seu colo, que logo foi atendida por Lee. 

O moreno posou sua mão sobre sua cintura, apertando levemente o local, a mão grande de Jaehyun vai até a nuca de Taeyong o puxando, logo grudando seus lábios no menor, um beijo excitante viam por ambas partes, arfares, gemidos baixos e altos. Tae separou os lábios para poder gemer alto e manhoso.


Promise that you won't kiss and tell

I'm for real, I wanna give you a supply

Of how it feels when your heart is beating fast

And sweat drips off your body

I'm roaring loud (say it with me)

We're roaring loud


(Prometa que você não vai espalhar por aí

Eu falo sério, quero te mostrar

Como é quando o seu coração bate rápido

E o suor escorre pelo seu corpo

Estou rugindo alto (diga comigo)

Estamos rugindo alto)


Podia parecer que o destino estava ajudado ambos, porque todas as músicas que tocava se encaixava bem em cada ação, toque, sentimentos. Jaehyun desceu suas mãos pelo corpo de Taeyong, até chegar nas nádegas do mais novo a apertando com força e sem pudor, aqueles toques só deixava mais e mais o ruivinho excitado ansiando mais para ter o pau dentro si. Aquelas roupa que Lee usava só deixava Yoonoh mais excitado e louco para comer o cuzinho de Taeyong, como estava louco para deixar o namorado sem andar.


Jung mordeu os lábios do namorado levemente e os puxando, ao finalizar o ósculo, começou a beijar, morder e marcar o pescoço do mais novo que não importava com nada, estava tão submisso ao namorado que estava deixando que o mais velho fizesse tudo o que quiser em seu corpo. 

Por instinto Taeyong começou a rebolar no colo de Yoonoh, seu corpo tremeu ao sentir o pau rosado roçar entre suas nádegas, estava tão ansioso para esse momento que porra, seu corpo tremia ao qualquer toque do mais velho, gemido baixos e manhosos saiam de sua boca.

— Jaehy... — Chamou o namorado de forma manhosa e chorosa — Eu... Eu quero você, eu quero você dentro de mim... — Rebolou com mais força no colo do moreno o fazendo gemer alto.

— Você vai me ter.. — Beijo o peito coberto de Taeyong — Mas vai ter que esperar mais um pouco, já esperou tanto, esperar mais um pouquinho não vai mudar nada, hm? 

O mais novo gemeu frustado, estava querendo tanto seu namorado dentro de si, surrando sua próstata sem dó alguma, fechou seus olhos, gemendo alto com a imaginação que acabou de ter. Yoonoh sorriu ao ver a situação de seu namorado.

— Estava imaginado que eu te fodia? — Disse rouco e grave ao pé de seu ouvido, Taeyong se arrepiou todo com a voz de Jaehyun.

Jung apertou a coxa de seu namorado com força, fazendo tremer e morder os lábios tentando segurar o gemido alto, as mãos de Yoonoh subiu pelas coxas de Lee, as mãos sapecas fez questão de desprender os fios da meia sete barra oito.

— Você vestiu tão fodidamente gostoso para mim... — Um tapa ecoou pelo quarto junto ao gemido arrastado de Lee — Você está tão desesperado para me ter? — Acariciou o membro do ruivo levemente, fazendo gemer baixo e sofrêngo por está recebendo atenção que tanto queira em seu pau. — Me responda!

Porra, a voz de Jaehyun tinha mudado completamente fazendo Lee se arrepiar de cima a baixo, soltou um fugar choroso ao sentir aquele prazer imenso, nunca em sua vida recebeu tanto prazer sem ao menos ser penetrado.


Run it back, done with that

Thought you were never coming back, oh

Don't do that, heart attack

You're the only one that I want

And I've waiting for this call for so long

You know I've been waiting so damn long

(Executá-lo de volta, feito com que

Pensei que você nunca fosse voltar, oh

Não faça isso, ataque cardíaco

Você é o único que eu quero

E eu tenho esperado por este apelo durante tanto tempo

Você sabe que eu estive esperando por tanto tempo maldito)




— Senhor... — Gemeu sofrengo pelo aperto em seu membro. — Eu te quero, por favor, me faça seu... 

Uh... Jaehyun amou escutar a forma que Lee tinha o chamado. Isso fez Yoonoh se arrepiar todo, com a força de suas mãos acabou rasgando o tecido fino da cueca, Taeyong arregalou os olhos ao sentir sua peça intima ser rasgada, era sua peça favorita, seu crooped foi tirando também e jogado em algum lugar, deixando Lee somente com a sainha curta. Jung começou a beijar sua seu tórax deixando as marcas roxeadas em seu pescoço, o ruivo foi jogado na cama com uma certa brutalidade o que fez gemer.

— Tae, Tae... Você vai ficar sem andar! — disse se posicionando entre as pernas dele. — Você vai conhecer o lado que ninguém viu. — Rosnou ao ver a afeição do seu namorado de puro prazer.

Jaehyun acabou de movimentado seu quadril fazendo uma estocada nem um pouco gentil, as mãos de Lee foi rapidamente em sua boca tampando um gemido que foi praticamente um grito. Os olhos do mais novo já encheu de lágrimas e soltou um fugar prazeroso.

Taeyongjá estava entrando em combustão podia gozar com esses simples movimentos. 

Yoohon estava percebendo quão necessitado o ruivinho estava, enquanto submisso estava, o olhar do mais velho passou entre o quarto vendo um pote de lubrificante ao lado de várias camisinhas. Um sorriso nós lábios apareceu, se inclinou para pegar o pote de lubrificante, e acabou que seu pau roçou sobre a entrada de Lee e o ruivinho novamente gemeu alto, rebolou contra o pau do moreno, fazendo ambos soltar gemidos baixos.

— Não enrola mais por favor... — Passou suas pernas em volta de Jaehyun.

— Eu preciso te preparar. — Jaehyun acaricou as coxas alheias.

— Não... não precisa, eu... Eu me preparei no banheiro... — Lee estava quase chorando por tamanho tesão que sentia.

— Isso muda tudo. — Riu de forma maliciosa para Taeyong.

Jaehyun tirou as pernas do mais novo de sua cintura, segurou o falo de seu membro colocando a camisinha por sua extensão. Finalmente, finalmente Lee iria sentir seu namorado em seu interior. Jung abriu o pote de lubrificante e despejando sobre sua mão, deixando mais seu pau lubrificado. O mais velho se posicionou entre as pernas do ruivo e começou a entrar sua extensão lentamente provocando Taeyong.

O mais novo gemeu alto por ser finalmente penetrado pelo Jaehyun, alguns gemidos baixos e frustados por causa da enrolação sabia muito bem que seu namorado estava fazendo pra lhe provocar e levá-lo a beira da loucura. Yoohon viu que seu namorado estava frustado e deu um riso baixo, fazendo Taeyong o olhar sério, mas a afeição deste acabou quando Jung entrou totalmente em seu interior.

— Porra! Ah! — Gemeu Taeyong novamente.

Yoohon começou a movimentar sua cintura rapidamente sem nenhum tipo de enrolação. As pernas bronzeadas de Taeyong envolveu sobre sua cintura, as mãos que apertava os lençóis passou a arranhar as costas de Jaehyun. As lágrimas que Lee tentava conter ao máximo para não derramar, acabou sendo um esforço atoa, ao ver as lágrimas de seu namorado, rapidamente as limpou, o recente ruivo deu um sorrisinho mínimo ao ter ver que mesmo que Jung esteja bruto, ainda sim se preocupava com Lee.

O quarto estava preenchido de gemidos altos, arfares e o ranger na da cama. Em umas das estocadas brutas de Jaehyun faz acertar em cheio o ponto doce Lee, o mais novo revirou os olhos do tamanho prazer que sentiu, um sorriso maroto brotou nos lábios de Jae, e focou a somente atingir esse local. Taeyong soltou um gemido alto e rouco, revirava os olhos a cada vez que seu namorado surrava sua próstata sem dó alguma.

— D- Deixa eu sentar em você... — A voz de Taeyong foi em um sussurro, Lee passou a língua entres os lábios ressecados.

Jaehyun saiu de seu interior e se apoiou sobre a cabeceira da cama, Lee se levantou de forma meio trêmula, o ruivinho ainda não acreditava que ser fodido pelo seu namorado fosse tão bom. Se sentou no colo de Jung, segurou o membro do Yoonoh e começou a sentar sobre seu pau do mesmo, nesse procedimento as pernas de Lee falhou o fazendo se sentar com força, uma ardência percorria Taeyong, mas não era algo tão doloroso e sim prazeroso, um gemido baixo saiu de seus lábios.

— Parece que meu namorado é um masoquista — Yoonoh gemeu ao ver a expressão de Lee.

O ruivo tinha os labios semi abertos, suas bochechas levemente vermelhas o suor escorria fazendo seus cabelos avermelhados colarem na testa. Porra Taeyong era um pedaço de mal caminho, a beleza dele parecia ficar cada vez mais intensa. As vezes Jaehyun duvidava que Lee fosse humano de tão perfeito e lindo que seu namorado é.

Após um tempo Lee começou a se movimentar no colo do namorado de uma forma absurda, como que alguém tinha perdido as forças das pernas conseguia se mover desse jeito. Jung segurou a cintura do namorado que ainda estava coberta com sainha curta, que dava pra ver muito bem o quão excitado estava, com uma mão na cintura do Lee, o ajudava com os movimentos. Com a outra mão livre segurou a base do pau de Taeyong.

Nenhuma palavra coerente saia da boca do ruivo, ainda quando Yoohon começou a masturba-lo de acordo que quicava em seu colo. Lee já tinha perdido a própria lucidez, nem lembrava mais seu próprio nome, a única coisa que sabia era o prazer enorme que sentia. Não se passou nem um segundo a mais, a mão que estava em sua cintura tinha a abandonado, sentiu-se ser tirado do colo do mais velho e um resmungar chorão tinha saindo de seus lábios, estava quase à atingir seu ápice.

E novamente Lee estava deitado em sua cama que estava totalmente bagunçada, sentiu um acariciar em sua bochecha, Taeyong não pode falar nada, somente um gemido alto ecoou pelo seu quarto, Yoonoh tinha entrado nele sem aviso nenhum e lá estava Lee Taeyong chorando pelo prazer que sentia enquanto seu namorado o estocava sem piedade alguma. Soluço, choramingo, gemidos altos saiam da boca de Lee.

Quando o ruivo de pele amorenada estava preste a atingir seu ápice a mão de Jaehyun foi diretamente ao pescoço de Lee o apertado levemente. Porra, aquilo deixou Taeyong com mais excitação e tesão que já tinha, gemidos baixos e rouquidão saiam de seus lábios, a dificuldade de respirar era pouca, mas muito prazerosa, sentiu sua visão ficar embasada, logo atingindo seu ápice de forma monstruosa, sua porra saia em abundância e em jatos fortes. Yoohon continuar a estocar seu interior até poder atingir seu ápice, após tempo um tempo depois, seu orgasmo também veio enchendo a camisinha de seu líquido gosmento.

Tirou a mão do pescoço de Taeyong vendo-o levemente vermelho e saio de seu interior, tirou a camisinha de seu pau logo dando um nó e jogando no lixo perto da cama.

— Satisfeito? — Disse Jaehyun enquanto deitava ao seu lado.

Estou... — Murmurou baixinho. Já que a voz do mesmo tinha sido quase perdida, abraçou o tronco do seu namorado e Lee se rendeu o cansaço.

Mas com muita certeza, iria se recuperar e transar novamente com o namorado, ambos tinham esse pensamento. 



Hooked me on your line when you came

When I saw your light

Gave me life, all the way

OOh, you're my type

Take the flight all the way, oh whoa

Now I got you here right beside me

Think I might

think I might wife thee

Love me all the time, all life, please

Try me, try, oh

(Me fisgou na sua linha quando você surgiu

Quando eu vi sua luz

Deu todo sentido à vida

OOh, você é meu tipo

Faço a viagem por todo o caminho, oh whoa

Agora eu tenho você aqui ao meu lado

Acho que eu poderia

acho que poderia te fazer minha esposa

Me ame o tempo todo, toda a vida, por favor

Tente, tente, oh)


Notas Finais


As músicas que usei são todas do SoMo

Ride
First
Mirror
Curve
Roses

Escutem elas são perfeitas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...