História Riders of Berk - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Como Treinar o seu Dragão
Personagens Alvin, o Traiçoeiro, Astrid, Cabeçadura Thorston, Cabeçaquente Thorston, Melequento, Perna-de-Peixe, Personagens Originais, Soluço, Stoico
Tags Dragões, Hiccstrid, Luta, Zoeira
Visualizações 93
Palavras 2.161
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Galera me desculpe pela demora, mas eu estava pensando no futuro da fic e eu tive algumas ideias... "Interessantes" acho que vcs vão gostar, então queria pedir a paciência de vcs logo o Hiccstrid aparece, bom para quem é um personagem eu tbm queria sua paciência seu personagem vai ter o testaque que merece, mas preciso focar nos protagonistas, enfim espero que curtam o cap!

Capítulo 14 - Lutem!


Fanfic / Fanfiction Riders of Berk - Capítulo 14 - Lutem!

Pov Ariel

Vou na direção do Rocky e desfiro um murro que ele defende usando sua mão direita, sem pensar duas vezes eu acerto um chute em seu rosto que o faz dar um passo para trás seguido de outros murro que o arrasta para trás.

-Vamos ver o quanto você aguenta, grandão!-eu falo fazendo minha guarde de luta, ele apenas se levanta com sorriso.

-Vou tentar não machucar muito esse rostinho bonito!-ele fala então percebo sua mão direita ficar envolto de uma espécie de corda preta com alguns espinhos.

No momento em que eu avancei na direção do Rocky, o mesmo estende a mão direita liberando a corda na minha direção, tento me esquivar mas a corda se enrola envolta do meu tronco então Rocky me puxa para perto dele e me segura apertando minha cabeça, eu começo a desferir socos e chutes nele para o forçar a me soltar porém Rocky me olha com um sorriso então me prensa contra o chão, sem nem me recuperar eu cruzo minhas pernas no seu braço e seguro seu pulso o puxando a todo instante.

Pov Astrid

-Finalmente alguém usando um golpe de imobilização!-comentou Alia ao ver Ariel dar uma chave de braço no Rocky.

-Mas ela está lutando contra um exilado!-comentou Jade.

-E o que tem de mais nisso?-perguntou Edward.

-Os exilados são conhecidos por serem dragões da classe Rocha, o trunfo deles é a força e a resistência-eu explico-é mais fácil você quebrar o aço, do que o braço de um classe Rocha...

-Eu sou mais a Ariel!-Disse Erick ao levantar.-DALE ARIEL, QUEBRA O BRAÇO DELE!!!

Olho para o Soluço, vejo ele olhando a luta concentrado, eu tinha que falar com ele... Outra hora agora ele está ouvindo alguma música sad do Xxxtancion ou Evanescence....

Pov Hiccup

"...Eu nem sei

Conversar com uma menina

E as únicas que eu vejo são as de pornografia

Eu só queria alguém comigo

Eu só queria namorar

Mas só o que eu sei

É ver pornô e me masturbar

Eu queria trabalhar

Mas eu sou um vagabundo

Eu queria ser bonito

Mas eu sou um preto imundo

Eu queria ser legal

Mas sou chato pra caralho

Se fracasso fosse emprego

Eu seria milionário...."

Tiro o meu fone pois parecia ter ouvido alguém me chamar, mas foi só impressão minha, odeio quando isso acontece...

Pov Alice

-Ok! Ok! Faremos assim; nós passamos pelo Hiccup então eu te empurro em cima dele aí vocês ficam com os rostos próximos um do outro depois só deixar a mágica acontecer!-Jackeline diz enquanto mostrava as mãos dela "se beijar".

-De onde você tira esses planos?!-pergunto após ouvir outro plano "genial" da Jackeline.

-Um mestre nunca revela seus truques!

Pov Ariel

Rocky começa a desferir socos em mim, para eu o soltar mas continuo firme.

-Ggrrrrr....-Rocky levanta seu braço, comigo nele, e bate no chão fazendo minhas costas se chocar no chão, e ele repete isso com cadê vez mais força, o chão já começava a ficar marcado.-GGGRRR!!

Rocky levanta seu braço o mais alto que ele pode então bate no chão então eu acabo soltando, antes deu levantar Rocky segura meu tornozelo então me arremessa contra o chão mais uma vez, mas mesmo com dificuldade eu levanto.

Pov Astrid

Ariel se levanta, então recebe uma sequência de socos, que a nocautea.

-Ariel está fora de combate, o exilado Rocky é o vencedor!-diz o juíz apontando para Rocky

Ephraim vai até Ariel junto de alguns paramédicos, mas ela não quis ser atendido, percebo que ela estava claramente frustada com sua derrota.

-Eu estou bem!-Ela diz para o médico que insistia em tentar a atender.

Pov Autor

De longe podia ouvir os ecos feitos pelos pés da pequena tropa do Viggo, que estavam caminhando nos túneis do esgoto, atrás de mais dragões e como isso é um tipo de crime, Viggo tem que fazer de forma mais secreta que puder. Porém Viggo sabe a fachada social que isso é, afinal as nações unidas tem coisas mais importantes para se preocupar, sabendo disso semanalmente Viggo manda uma tropa em cada cidade do mundo para achar novas armas em potencial...

-Os Cães farejaram alguma coisa!-um soldado disse olhando para os enormes cães que rosnavam para um túnel.

-Vamos devagar, Deus sabe que espécie iremos encontrar lá!-disse o capitão do pelotão.-vamos!

Não muito longe dali, havia uma pequena dragonina magrela tentando acertar um alvo com dados velhos, e outros que ela fez usando pregos velhos, enquanto um pequeno rato a olhava, a dragonina era Camy que estava tentando imitar a sua "protetora" mas errava todos os dados.

-Mais que droga!-disse a garota indo até os dados caídos, Camy junta os dados então para um instante ao ouvir um barulho.-ouviu isso, Mon?

A garota olha para trás e uma rede é atirada nela a prendendo na parede, a garota fica com um medo absurdo ao ver o símbolo no ombro daqueles homens, o símbolo que indicava serem caçadores, ela tenta se soltar mas faltou força.

-É um filhote!-disse o capitão da tropa ao se aproximar da pequena dragonina, que estava com seu coração agitado.

-Que espécie?-Perguntou um soldado ao por a arma no ombro.

-Veremos agora!-disse o capitão pegando um aparelho, com o tamanho equivalente ao de um tablet, ele segura o aparelho na frente de Camy em seguida uma luz azul sai do aparelho escaneado a garota.-Aqui diz; "espécie não encontrada"

-Uma espécie nova... Que interessante!-disse um soldado de óculos.

-Luiz, pega ela, Viggo vai gostar disso!-disse o capitão ao levantar.

-É pra já chefia!-quando Luiz foi pegar Camy, que se debatia para se soltar, Seu fiel companheiro Mon morde o tornozelo do soldado, Luiz olha para o filhote de cachorro então o dá um chute que o arremessa contra a parede do outro lado.-lanche para vocês!-disse Luiz para os farejadores que se aproximavam do pequeno filhote.

-MON!!!-Camy olha para seu único companheiro inconsciente no chão com dois enormes farejadores indo até ele, ao ver essa cena Camy começa a sentir uma sensação nova, uma mistura de ódio com desespero, que ela nunca havia sentido.-grrrrr....

A tropa percebe o chão tremendo um pouco, a água do esgoto se agitava, o Capitão percebe o filhote de dragão rosnando como um lobo selvagem. A rede que prendia Camy começa a pegar fogo e por conseqüência sendo consumindo em segundos, a dragonina magricela fica flutuando.

-O qu...-o capitão perde a fala ao ver os olhos do filhote completamente brancos e uma enorme chama branca envolto dela fazendo o chão se quebrar com facilidade.-ATIREM!!!

A tropa inteira dispara na direção de Camy, mas as balas eram evaporadas em segundos, nem mesmo encostavam na chama.

-Grrrr... AAAAHHH!!!-Camy fecha suas mãos em seguida a chama que estava a envolvendo se agita então...

Pov Jackeline Snape

Subo no ringue/arena e vejo meu adversário, outro exilado, ele era um pouco maior que eu, tinha um moicano verde ridículo, enquanto o juíz falava as regras ele ficava me provocando, falando coisas do tipo; "vou tentar não te machucar" "seu esporte é lavar louça" "vou te quebrar no meio" e digamos que me irritar não é algo tão difícil...

-Pronta?-o juíz pergunta para mim e eu confirmo com a cabeça.-Pronto?-o exilado confirma também.-lutem!

Eu vou na direção dele e ele vem na minha, ele tenta me acertar um soco mas eu passo por baixo do seu braço em seguida seguro o tronco do seu corpo e o jogo contra o chão, antes dele fazer qualquer coisa subo em cima dele e começo a desfirir socos e mais socos no seu rosto, até o juíz me tirar de cima dele que estava inconsciente.

Pov Heather

Entro em uma taverna que havia não muito longe da arena onde estava ocorrendo o torneio.

-O que vai querer, moça?-perguntou o Barman assim que eu me sentei junto ao seu balcão.

-Qualquer coisa que for forte!-eu respondo.

-É pra já!-ele diz pegando um copo e uma garrafa da partilheira, após um curto tempo o Barman me alcança o meu copo.

-Deixe a garrafa!-eu peço.

-Aqui está!

-Obrigada!-Agradeço e pego meu copo.

Bom, acho que não fomos apresentados ainda. Eu sou Heather, só Heather, sobrenome eu não tenho... E minha vida é uma disgraça gigante, sou uma das armas do Viggo, a sua favorita, mas também fasso parte da minúscula resistência dos dragões... Eu sei, você deve estar pensando, "nossa ela é uma a gente dubla" "decide logo que lado está", ou algo assim, mas não é tão simples assim, Viggo tem um exército e o poder de um exército também, enquanto a "resistência" tem eu e mais quatro dragões, sendo que só um desses quatro entende algo de luta....

-Olá princesa...-olho pro lado e vejo um homem típico dos bares.-eu estava pensando e...

-Minha paciência vai durar o mesmo tempo que estiver bebida nesse copo!-falo enchendo mais um copo e o esvaziando com um gole.-tchau!

-Você é bem marrenta... Gosto assim!-ele põe a mão no meu ombro então eu bato sua cabeça no balcão em seguida uso a minha calda o jogando em cima de uma mesa que se quebra.

-Desculpe pela mesa!-falo pondo algumas notas de cem que cobririam o prejuízo da mesa.

-Sem problemas!-disse o Barman pegando o dinheiro.

-Ei você, não....-um amigo do primeiro cara vem até mim, mas com minha calda eu o pego pelo pescoço e aperto até ele desmaiar.

Depois nós terminamos nossa conversa agora estou prestes a participar de uma briga de bar...

Pov Astrid

Erick está em uma luta complicada contra um dos alunos da academia Berserker, após mais está luta dele finalmente será a minha, encerrando as de hoje, nossa academia por enquanto é a que possui mais alunos, oito se eu e o Erick não perder....

-Não queria ter que apelar pra isso, mas eu prefiro garantir minha vaga para a próxima fase!-Disse Erick com um sorriso.

-Venha!-Respondeu o Berserker.

Erick cria um clone dele então vai na direção do Berserker, que passa a ter dificuldade de se esquivar ou de se defender dos golpes do Erick, que estavam em uma sincronia perfeita por serem a mesma pessoa. Não demorou muito para Erick derrotar seu adversário com a ajuda do seu clone.

(N/A: eu fiz essa luta da Astrid um pouco diferente se gostarem me avisem, :3)

Entro no ringue e vejo meu adversário subir, nós vamos até o juíz que explica as regras então nos afastamos e é dado o início da luta.

Me aproximo do meu adversário com a guarda fechada, tentando controlar a adrenalina que parecia querer explodir, meu adversário não parece ter muita resistência e nem força, é provável que seu trunfo seja a velocidade.

Ele avança na minha direção desferindo socos que eu defendia usado minhas mãos, dou um giro de 90° então desfiro um muro que o derruba, ao cair meu adversário tenta me dar uma rasteira porém eu escapo fácil dela, assim que ele levanta eu pulo e o acerta um chute no seu estômago no ar ainda desfiro mais dois na sua barriga e antes de chegar ao chão eu tento acertar um último chute no seu rosto porém ele se defende. O Berserker tenta me afastar com um soco mas eu dou um pulo para trás, em forma de esquiva, ele ainda tenta desferir um chute mas eu giro 90° novamente, esquivando do golpe, segundos após isso eu seguro o tronco do seu corpo e o jogo contra o chão, o deixando caído de bruços​, vou pra cima dele e desfiiro fortes socos na sua cabeça em seguida dou joelhadas na sua costela que estava menos desprotegida, minhas joelhadas chegavam ao fazer sair do chão, meu adversário reage com uma cotovelada, porém eu me livro dela ao jogar ele para trás, levanto ao mesmo tempo que ele.

Dou um suspiro profundo para controlar um pouco mais a adrenalina, não posso me empolgar muito para que nada de muito grave aconteça, o Berserker avança na minha direção novamente, esquivo do primeiro soco, acabo recebendo o segundo é defendo o terceiro, ele tenta acertar um chute mas eu defendo dando uma cotovelada no se joelho e logo em seguida desfiro dois murro em seu rosto, percebo que ele iria dar um chute então defiro cinco chutes rápidos na sua coxa, quando ele dá um passo para trás eu pulo acertando uma joelhada no seu rosto, o fazendo dar alguns passos para trás.

-Aggrrr!!-ele corre na minha direção e dá um pulo para me acertar um soco porém eu sou mais rápida e acerto um chute em sua barriga que o deixa caído no chão.

Antes dele se levantar por completo eu acerto um soco que faz cair com a boca sangrando, porém ele volta a levantar e ainda tenta me acertar um chute mas esquivo passando por baixo da perna e revido com um mortal, que fez meu pé atingir seu queixo, ele cai mas volta a ficar de pé só que meio desorientado, corro na direção então um pouco distante dele dou um pulo e acerto os dois pés no seu peito, o derrubando de vez.

Após o juíz anunciar minha vitória eu me retiro do ringue.

Pov Autor

Camy acorda em meio a alguns escombros sem entender nada, ela olha em volta e não acha nenhum prédio ou casa ou carro ou vida, a paisagem era cinza de cimentos, a garotinha decide apenas seguir caminhando para a cidade mais próxima, o que a pequena dragonina não sabia é que em seu surto de raiva ela destruiu duas cidades e devastou algumas das cidades vizinhas...


Notas Finais


Eae curtiu o cap? Me diz aí oq achou

Aaahh eu já estave esquecendo o próximo cap vcs vão saber quem foi os eliminados do torneio e terá uns love um pouco de suspense vou tentar por a boa e velha zoeira, tlvz saia terça ou sexta, dpd dq for decidido na greve da minha escola.
Era isso um bom fim-de-semana pra vcs, continue sendo essa pessoa maravilhosa que vc é, bjs e vlw flw


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...