História Rise, Interativa - Capítulo 4


Escrita por: e Pieny

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Personagens Originais
Tags Amanekuki, Fairy Tail Interativa, Fanfic Interativa, Guildas, Interativa
Visualizações 50
Palavras 232
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


só pra não esquecer
FAÇAM MULHERES TAMBÉM

Capítulo 4 - Divulgação.


Os poucos que estavam presentes na guilda, estavam paralisados e sem reação; na verdade, nem dava tempo de sequer alguma reação, se não apenas observar o desastre que seguiria-se. 

Khari resolvera ajudar a servir bebidas, e estava indo bem em servir nos copos de madeira. Mas como se fosse algo psicológico, ela não daria-se bem com os copos de vidro. E é claro que Eleonor estava em seu escritório, discutindo com algum Mago Santo, sem nem imaginar o que a pequena aprontava. 

A garota foi até o balcão dando pulinhos, onde parou de forma desengonçada e colocou os copos de vidro na bandeja, as mãos trêmulas. Quando ela deu o primeiro passo, foi que Eleonor abriu a porta do escritório. Elas se encararam, e o tempo parecia passar de forma mais lenta. 

— Khari! — Eleonor soltou uma exclamação sonora. 

O segundo passo de Khari fora a gota d’água para o desastre que todos sabiam que aconteceria em algum momento. A ponta de seu sapato arrastou no piso, e ela foi com tudo para o chão, batendo o queixo. Um alto e incômodo barulho de vidro quebrando-se invadiu o recinto. A garota começou a choramingar baixinho, a bebida molhando suas mãos e braços e os cacos de vidro espalhados pelo chão. 

— Khari! — A guilda inteira exclamou. Uns, em tom de reprovação; outros, como preocupação. 

— Desculpa... — Ela choramingava ainda no chão, com uma feição fofa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...