História Riverdale, a cidade mistério - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Riverdale
Personagens Alice Cooper, Antoinette "Toni" Topaz, Archibald "Archie" Andrews, Cheryl Blossom, Chuck Clayton, Clifford "Cliff" Blossom, Dilton Doiley, Elizabeth "Betty" Cooper, Ethel Muggs, Forsythe Pendleton "FP" Jones II, Forsythe Pendleton "Jughead" Jones III, Frederick "Fred" Andrews, Ginger Lopez, Hal Cooper, Hermione Lodge, Hiram Lodge, Jason Blossom, Joaquin, Josephine "Josie" McCoy, Kevin Keller, Marmaduke "Moose" Mason, Mary Andrews, Melody Valentine, Oscar Castillo, Penelope Blossom, Polly Cooper, Pop Tate, Reginald "Reggie" Mantle, Sierra McCoy, Smithers, Tina Patel, Treinador Clayton, Trev Brown, Valerie Brown, Veronica "Ronnie" Lodge, Waldo Weatherbee, Xerife Keller
Tags Ação, Amizade, Archie Andrews, Betty Cooper, Jughead Jones, Mistério, Riverdale, Romance, Sexo, Veronica Lodge, Yaoi, Yuri
Visualizações 43
Palavras 1.010
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Lemon, Mistério, Orange, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Self Inserction, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


espero que gostem e boa leitura :3

Capítulo 2 - Festa


*POV Betty on*

Eu fiz as mesmas coisas que ontem, dessa vez deixei o cabelo solto. Coloco um short azul e blusa regata branca, um tênis da Vans todo preto e me dou tchau pra minha mãe e meu pai, saio de casa. No meio do caminho pra escola, eu encontro Archie.

Archie: Oi... Animada pro baile?

Betty: Sim, e você?

Archie: Eu tô, principalmente porque vou com duas meninas -ele ri-

Betty: -também rio- Acha que Cheryl vai fazer a festa mesmo após a morte do Jason?

Archie: Eu realmente não sei...

Continuamos andando até o colégio em silêncio, e após 5 minutos chegamos no destino.

Betty: Archie, nós podemos conversar?

Archie: Pode falar -ele sorri-

Betty: O-o que houve entre você e Jughead? -fico nervosa-

Eu tava com medo da reação dele, vai que ele fica bravo e briga comigo?!

Archie: N-nada, Betty. Não se preocupa -ele vai embora-

Betty: ah...

*POV Archie on*

Depois da Betty me perguntar aquilo, me lembrei do motivo. Preciso falar agora com Geraldine, uma professora de música. Saio correndo até a sala dela e entro. Fecho a porta e vou mais perto dela

Geraldine: Pois não? -ela se vira e mostra uma aparência de negação- Archie, o que você ta fazendo aqui? -ela começa a falar baixo- 

Archie: Nós precisamos conversar sobre dia 4...

*Flashback on*

Eu tava ajudando meu pai com umas coisas da construtora dele. Eu tava na mão-de-obra e ele lá dentro resolvendo a papelada. O sol tava muito quente, eu estava suando muito. De repente eu vejo um fusca azul passando com uma mulher me olhando. A moça não me parecia estranha. Ela usava um óculos rosa com formatos de coração e bebia alguma coisa. Me aproximei do carro e vi que era a professora de música, Geraldine Grund. Era dia 4 de Janeiro, manhã

Archie: Professora? 

Confesso que achava aquela mulher um pitel. Ela me convidou pra entrar no carro dela, e eu que não sou bobo nem nada, entrei. Conversa vai, conversa vem, carro andando... Nós paramos em um rio, o Sweet Water. Nós acabamos nos aproximando... literalmente. Acabamos nos beijando, foi um beijo quente, com um pouco de 'quero mais". Transamos no fusca mesmo (a vontade era tanta que ficamos por ali mesmo). Depois, umas 10 horas da manhã, nós preparamos um picnic. Estávamos prestes a nos beijar quando ouvimos um tiro. Entramos correndo no fusca e Geraldine me levou de volta pra construtora. 

Geraldine: O que você acha que foi esse tiro?

Archie: Não sei, mas é melhor você tomar cuidado quando voltar pra casa

Geraldine: Sim... Bom, até amanhã -ela sorri e me da um beijo doce-

Desço do carro e entro em casa. Não falo nada pra ninguém, nem da Geraldine e nem do tiro

*POV Polly on*

Eu estava pronta pra fugir com meu namorado, Jason Blossom. Iríamos pro outro lado do Sweet Water hoje, dia 4. Eu tava doida por ele, Jason é meu mundo... Meus pais falam sempre que eu estou literalmente maluca, mas se amor é considera loucura, eu já deveria estar em um hospício. Desço as escadas e vou pra sala. Quando me viro..

Polly: Quem são eles, mãe?

???: Nós somos do Sisters of Quiet Mercy.  Eu vim te levar 

Betty: O que?!

De repente, dois homens agarram meus braços e me arrastam até fora de casa. Eu me debato, tentando sair daquele aperto, mas eles eram muito fortes. Me colocaram em um carro e me apagam. Quando acordo, eu estou naquele lugar... horrível, sem vida. Eu nem me despedi da minha irmã. E o meu bebê com o Jason? E o Jason? E eu? Eu começo a chorar por ter esses pensamentos inevitáveis na minha cabeça.

*POV Cheryl on*

Fui com meu irmão até o rio Sweet Water, ele me disse que queria fugir sozinho dos pais. Eu obviamente ajudaria ele e não contaria a verdade pra ninguém, nem que seja minha melhor amiga. 

Cheryl: Pronto?

Jason: Claro

Entramos no barco e ele foi remando. Depois de alguns minutos, chegamos no outro lado do rio. Nos despedimos e ele logo saiu andando tranquilamente. Voltei remando e cheguei de volta, começou a chover. Eu tirei uma luva e joguei-a no rio, fingiria que minha luva caiu no rio quando fui começar a remar(pois eu tiraria a luva), então Jason tentou pega-la e, sem sucesso, caiu no rio e se desesperou. Acabaria morrendo afogado. Mas eu comecei a chorar ali, encostada em uma pedra. Liguei pra polícia e, cerca de 10 minutos, eles chegaram. Me viram ali, chorando, molhada com a chuva.

*POV Archie on*

Quando cheguei em casa, tomei banho e fui direto no Twilight Drive-in, onde Jughead, meu melhor amigo, trabalha e mora. Contei tudo pra Jug, menos a parte da professora. 

Jughead: Você pode contar isso pra alguém, ué

Archie: É o que eu tô fazendo

Jughead: Pro xerife Keller, ou o delegado, não seu amigo né

Archie: ....Pode ser. Bom, eu vou indo, só precisava desabafar. Até amanhã

Mais tarde, uma notícia chocante e horrível estava passando em todos os jornais de Riverdale. "Morre Jason Blossom", estavam falando. E explicaram como: Ele estava no Sweet Water as 10 horas...

Archie: Quando eu e Geraldine estávamos la...  Será que aquele tiro tem alguma coisa a ver com a morte de Jason? -pensei angustiado- 

Depois de receber essa notícia, eu fui correndo pra ver Jughead que com certeza queria falar comigo

Jughead: Archie! Você precisa falar do tiro pro xerife! 

Archie: Eu não posso, Jug.

Jughead: Claro que pode , é só falar 

Ele começa a se irritar. Era evidente que dizer pra ele que não é capaz de fazer algo, o irritava

Archie: Jughead, você não entende! Eu não posso

Jughead: Por quê?!

Archie

*Flashback off*

*POV Archie on*

Archie: Temos que falar o que aconteceu lá, Geraldine

Geraldine: Não podemos falar o que ouvimos, o que houve entre nós não pode ser contado nunca.

Archie: Aquele tiro que ouvimos pode ser a causa da morte de Jason!

Geraldine: Não conta... e ponto final!
 

 

 

 


Notas Finais


o q vcs acharam? tive que parar aqui se não eu ficaria até amanhã escrevendo. Depois eu continuo. bjs, até a proxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...