1. Spirit Fanfics >
  2. Romance entre um ex inimigo >
  3. Tortura

História Romance entre um ex inimigo - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Tortura


Fanfic / Fanfiction Romance entre um ex inimigo - Capítulo 4 - Tortura

Seus pulsos estavam preços por cordas bem apertadas,e estavam presas no teto lhe deixando em pé. Ela podia ver Lydia sentando em um canto amarrada também,quando Negan estava na frente dela na mesma posição. Seus braços doíam assim como suas pernas,pelas horas em pé e o esforço dos braços esticados. Ela cria perguntar se  eles estavam bem,mas sua boca estava com um pano para ela não fazer barulho. Quando a porta é aberta,vários homens entra falando e rindo. Negan olhava para eles com raiva,mas eles pareciam não se importar. Se aproximando de uma mesa,um deles retira o pano que a revela um horror.

_Vamos começar?*Sorri psicopata para os três

Pegando em uma faca lisa e fina,ele se aproxima de Negan. Passando a lâmina pelo seu peito o cortando,do centro do mesmo até ao umbigo. Lydia cria virar o rosto,mas um homem prendia sua cabeça para ela observar tudo.

_Rafael, não lhe deixes perder nada*Olha para o homem

Rafael_Pensas que eu só o que? Um idiota Miguel?*Rosna 

Revirando os olhos para Rafael, Miguel muda sua atenção para Negan. Os olhos de Negan não lhe mostrava nada para além de raiva,que deixava Miguel mais animado. Balançando a faca Miguel corta o entrebraco de Negan, bem perto de onde as cordas estavam prendendo os pulsos. 

Miguel_Ele é forte,gosto disso. Á muito tempo que não temos um desafio*Sorri largamente 

Voltando para a mesa,ele fica a haver o que podia usar desta vez. Pegando um ferro com uma ponta fina,ele aponta a mesma para a lareira que estava ligada. 

Miguel_Vamos ver se gritas de outra maneira

Se aproximando de Carol,ele pode ver a mudança em seu olhar. Uma vez raivoso ele fica assustados e com pavor,só de ver Miguel perto de dela. Apontando a ponta do ferro para a pernas dela,tocando e queimado aos pousos. Pela surpresa dos dois homens no comando,o grito não vinha da mulher mas de Negan.

Rafael_Oooh,interessante

Miguel_Não é*Da uma risada*_Eu tive uma ideia,vai chamar o Thomas.

Soltando o rosto e os cabelos de Lydia, Rafael se levanta e abre a porta gritando por Thomas. Quando o homem alto e musculoso entra,ele olha para todos.

Thomas_Que foi?*Fala com uma voz bem rouca 

Rafael_Temos um desafio 

Aponta para Carol e Negan,que tinham seus olhares preocupados um para o outro. Thomas então entende e entra no comudo fechando a porta, estalando os dedos das mãos ele para perto de Negan. Ele o esmurra no rosto e peito,quando lhe dava pontapés em suas pernas. Negan fico todo roxo e inchado,já quasse não conseguia abre os olhos para ver alguém. Mas ele podia ver Carol na sua frente com lágrimas nos olhos,quando ela tinha que ver ele aser espancado quase até á morte. Quando Thomas se cansa,ele pega no pano limpando suas mãos manchadas de sangue.

Thomas_Deixo o resto contigo

Ele sai sem dizer mais nada,deixando Miguel a lidar com o resto. E é o que ele faz,pegando sua faca ele corta a camisa de Carol lhe deixando de sutiã. Negan rosna para ele,fazendo exatamente o que Miguel cria que ele fizesse,ficar desesperado. Ele passa a ponta da faca suavemente sobre o pescoço de Carol,e vai descendo até seu seio coberto. Descendo até ao umbigo,ele corta a alterar da barriga fazendo o sangue escorrer. Carol fecha os olhos pela dor,mas ela não solta um gemido.

Miguell_Tu mulher é suprendente*Lambe seu lábios*_Até onde ela pode aguentar? 

Passando sua mão pela sua cintura,ele nota umas cicatrizes no lado direito do seu rosto. Passando seus dedos pelas suas costas e sentindo mais,ele lhe olha confuso.

Miguel_Parece que alguém gostava de te bater,né minha senhora?*Lhe sorri 

Os olhos de Carol ficam escuro e ela aproxima um pouco do seu rosto,focando bem seu olhar de raiva para com ele. Miguel da uma risada se afastando dela,mas deixando seus dedos deslizarem pela pele macia. Quando Negan e Lydia pensavam que ele tinha desistido,ele se vira para Carol rapidamente e crava a faca sobre seu ombro. Carol da um grito abafado,fazendo Rafael e Miguel rir alto. Ele lhe tira o pano da boca, e ao mesmo tempo lhe beija selvagem e bruto. Mordendo a língua dele, Miguel se afasta lhe dando um estalo forte no rosto.

Miguell_Sua puta*Cobre a boca a sangrar 

Cuspindo para a cara dele,lhe mostrando que não tinha medo ou receio. 

Miguel_Tudo bem,queres bruto? Será então*Rosna com raiva

Ele não penso muito,pois a raiva lhe segava. Ele nunca tinha tido alguém como ela,que não tinha medo e lhe desafiava com o olhar. Ele lhe dá um forte murro na barriga,antes de se afastar. Lhe rodeando ele nota as marcas nas suas costas,então ele tem um ideia para lhes deixar melhor ainda. Pegando em um pau fino e maliavel,ele bate com ele em sua mão fazendo um barulho parecido a um chicote. Carol arregala os olhos vendo Negan aflito e a tentar se soltar,quando Lydia chorava e suplicava para eles pararam com isso. Atrás de Carol, Miguel da uma chicotiada em suas costas.

Rafael_Criança conta comigo até 10

Lydia_Não,por favor só pare*Implora 

Miguel_Ou contas conosco até 10 ou lhe do 30. Tu escolhes

Lydia olha para Carol,vendo dor em seu olhar. 

Lydia_Um *Quase que susurra 

Cada vez que Miguel batia nas costas dela,Lydia contava em voz alta. Se ela falhasse a contagem,ele começa tudo de novo. Então Lydia fez o possível para que ele não o fizesse,mesmo que na segunda volta ele tinha feito de propósito pra recomeçar. No fim as costas de Carol estavam coberta de cortes feios, o sangue pingava no chão e sua cabeça estava caída para a frente. 

Miguell_Por hoje está bom,volto amanhã

Ele deixa os três ali,sem se importar com algum coisa.

Lydia_Eu sinto muito,eu sinto muito Carol*Chora 

Carol só consegue lhe dar um pequeno e fraco sorrio,mas o suficiente para Lydia entender. A menina olhava para todos os lados,tentando achar forma de saírem dali. Vendo um caco de vidro no chão,ela com o pé o puxa para ela com alguma difículdade. Com ele nas mãos ela consegue cortar as cordas,não se importando em cortar a palma da mão. Correndo para Negan ela o solta,o fazendo cair de joelhos.

Negan_Carol*Diz seu nome baixo e rouco 

Se erguendo eles vão até Carol,quando Lydia corta suas coradas Negan lhe segura o mais delicado que podia. Com ela em seus braços,Lydia pega no façam sobre a mesa e abre a porta. Tudo estava em silêncio,sem qual quer sinal de algum guarda. Andando pelo local,que parecia uma pequena fábrica,Lydia liderava o caminho. Levantando a mão,Negan para de andar.

Lydia_Tem um logo a frente,eu devo conseguir matar sem ser notada

Negan_Usa uma faca mais pequena, e lhe corta a garganta pra ele não gritar 

Lydia_Ok,mas não tenho faça

Negan_Carol sempre tem uma escondida em sua bota,pega e usa

Lydia_Ok,serei rápida 

Pegando na faca de Carol,Lydia anda em passos silêncios até ao homem. Atrás dele Lydia passa seus braços pelo seu pescoço,um mão cobria sua boca quando a outra corta rapidamente sua garganta. Ela crava a lâmina mais funda que podia,e lhe puxa rapidamente sem perder tempo. Com o homem morto eles já podiam passar, e correr para dentro da flores. Longe o suficiente Negan coloca Carol sentando,para verificar seu ombro. 

Negan_Ela precisa de pontos,está a perde muito sangue*Aflito 

Lydia_Está ali uma barraca,pode ser que aja alguma coisa 

Negan retira o lenço que Carol lhe tinha dado,e passa em redor do seu ombro o apertando,lhe fazendo soltar um gemido de dor.

Negan_Desculpa meu amor,vamos cuidar de ti. Prometo*Beija sua testa 

Pegando nela nos braços de novo,eles vão até a barraca perto dali. Lydia entra primeiro para ver se estava limpo,não vendo ninho zombie ou alguma pessoas ela faz sinal para Negan entrar. Entrando Negan coloca Carol no sofá que ali havia,quando Lydia percorria toda a cassa a procura de costura e medicação. 

Lydia_Achei*Corre para eles

Entregando uma caixa de primeiros socorros,como linha grosa e um agulha. Negan passa álcool nos objetos antes de retirar o lenço do seu ombro e o custurando. Demoro alguns minutos, e Carol acabo desmaiando pela dor e falta de sangue. Quando ele envolve seu ombro em ligaduras,ele encosta Carol em seu peito quando Lydia limpava as feridas das suas costas. 

Lydia_Melhor tratarmos desse olho e lábio também*Aponta para o rosto dele

Negan_Eu tô bem,aproveita que está escuro e vai até Alexanderia buscar ajuda.

Lydia_O que?Não,eu não vou sem vocês*Aflita 

Negan_Carol está fraca para se mover,e eu também não tô muito bem para correr*Confessa*_Nos ficamos bem aqui,tens que ser rápida

Lydia olha para Carol a dormir encostada no peito de Negan,ela sabia que eles precisavam de ajuda. Então ela inspira fundo,antes de concordar em sair. Dando um beijo na cabeça de Carol e lhe prometendo que voltaria,Lydia pega na faca de Carol e sai da cabana. Trancando a porta para que ninho zombie podessem entrar,Lydia só esperava que aquelas homens não encontrassem eles ali dentro. Quando Negan vê ela a sair,ele veste seu casaco nela para lhe proteger do frio.Se deita para trás no sofá e levando Carol com ele, salva em sua braços Negan promete se vingar pela dor que aquele homem lhe fez passar. Ele não tinha se apercebido que tinha dormido,só quando sente alguém a retirar Carol dele que ele age por impulso. A puxando de volta para ele,Negan segura com força o pescoço da outra pessoa. 

Daryl_Negan,so só eu

Focando sua visão em Daryl,Negan solta seu pescoço marcado mas não larga Carol.

Maggie_Ela está bem?*Pergunta se aproximando dele

Negan_Olha para ela,e me diz se achas que ela está bem*Rosna para Maggie

Maggie da um passo para atrás assustada,em todos os anos que conviveu com Negan ela nunca o viu com tanta raiva como agora.

Lydia_Tudo bem Negan,só estamos aqui para vos levar para Alexanderia*Se aproxima dele com cuidado 

Negan_Eu não vou solta-la*Havia 

Lydia_Não esperava que fizesses

Quando os três se afastam do sofá,Negan pega na Carol em estilo de noiva e se levanta só sofá. Ele se desequilibra um pouco,mas não deixa Daryl ou Lydia se aproximar para ajudar. Sentado atrás da carroça,Negan sente Carol a se mexer.

Negan_Tudo bem,estás segura agora*Fala baixinho*_Descansa meu amor,em breve estamos em casa

Daryl e Maggie trocam um olhar para as palavras meu amor,eles não dizem nada mas suas expressões são mistas. Dando um beijo na testa de Carol e lhe vendo a se a calmar,Negan encostas sua testa na sua e se deixa cair no sono mais um vez.

 

Continua


Notas Finais


Espero que tenham gostado,eu não coloquei muitos detalhes na tortura pois me faltou inspiração hahaha mas não acho que tenha ficado muito mau.
Mas me falem vossa opinião 😊

Beijoooos 😘💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...