História Romance proibido - Zayn Malik - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias One Direction, Zayn Malik
Personagens Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Hot, One Direction, Romance, Zayn Malik
Visualizações 79
Palavras 2.008
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - Chapter Eight


Fanfic / Fanfiction Romance proibido - Zayn Malik - Capítulo 9 - Chapter Eight

-acho que já está na hora de irmos. -digo puxando a Cailtin que conversa com um menino. 

-infelizmente você tem razão. -ela dá um beijinho na bochecha do menino e sai me puxando. 

Passo por Zayn e ele me olha como se quisesse me puxar e me beijar daquele jeito intenso que só ele sabe fazer, e eu concordaria facilmente com isso. 

Caminhamos até o carro e fomos o caminho todo conversando sobre coisas aleatórias e ouvindo músicas. Chegamos na minha casa e eu me despeço da Cait e entro em casa, meu pai provavelmente já está dormindo então subo para o meu quarto em silêncio. Tiro toda minha roupa e tomo um banho rápido, visto meu pijama e deito, tudo que eu quero agora é dormir. 

(Dia seguinte)

Acordo com meu pai batendo na minha porta como de costume, grito dizendo que já havia acordado e vou para o banheiro tomar um banho, eu estava acabada, a festa de ontem foi incrível  eu bebi mais do que devia. Visto uma saia xadrez vermelha e um casaco preto, calço meu tênis e desço as escadas correndo.

-bom dia flor do dia! Que horas você chegou ontem? 

-não sei pai, mas não foi muito tarde, não se preocupe. -ele me olha com um sorriso e volta a fritar os bacons.

Tomamos o nosso café da manhã como em qualquer outro dia, conversando e dando risadas de qualquer coisa. Depois que termino com o café pego minha bolsa e saio de casa, fico esperando meu pai dentro do carro e avisto o Zayn encostado em seu carro esperando por Julie, ele digita algo no celular e em instantes para e me encara, é como se ele soubesse que eu estava o encarando, dá um sorriso simpático que dificilmente vejo em seu rosto e entra no carro, me assusto quando ouço meu celular tocar, vejo pela barra de notificação e tem uma mensagem de um número desconhecido mas logo deduzi de quem era.

"Me encontra hoje atrás da arquibancada do ginásio depois das aulas. Tenha um ótimo dia, princesa" 

Dei um sorrisinho bobo lendo a mensagem mas logo acordei pra realidade *é ali que o Zayn leva todas as meninas que têm um rolo com ele!!* eu não quero ser mais uma, não quero ser a garota que vai para o matadouro do Malik e depois é esquecida por ele. 

...

Depois da segunda aula vou até a enfermaria para pegar um remédio pois estou com muita dor de cabeça, beber igual uma louca quando não se é acostumada dá nisso. E mais uma vez esbarro naquele ser de olhar hipnotizante e sorriso maravilhoso.

-cuidado princesa. -Zayn me segura pela cintura com um sorriso divertido.

-desculpa, é que eu estou meio zonza hoje. 

-ninguém mandou você beber daquele jeito. -diz em um tom de deboche, eu dou um sorriso falso e continuo andando mas ele me puxa pelo braço.

-você recebeu minha mensagem? 

-sim, e não vou me encontrar com você no local que você leva seus rolos, eu não sou igual elas

-não mesmo, você é muito diferente e por isso fico mais enfeitiçado por você a cada dia. -ele coloca uma mecha do meu cabelo atrás da minha orelha e me dá um selinho. -se você não quiser ir tudo bem, mas depois não fica reclamando. -ele dá um sorriso de lado e sai andando. 

Ele é tão convencido que me dá raiva, mas acho que irei pois não consigo resistir à aqueles olhos castanhos lindos. Vou para a sala da minha próxima aula que provavelmente já começou. 

No almoço eu não parava de pensar no Zayn, a minha ansiedade para encontrar ele me assusta, não acredito que me deixei levar pelo Zayn, justo ele. Olho para a mesa onde ele está e fico encarando aquela belezura e me imaginando com ele mais tarde, e mais uma vez ele percebe que está sendo encarado e me olha com um sorriso de canto daqueles provocadores que me sinto tímida e desvio o olhar.

-eu estou amando ver vocês se comunicarem por olhares, mas seria melhor se ele viesse aqui falar com você sei lá. -diz Jennifer brincando com sua garrafinha de água. 

-está rolando algo entre eles desde ontem na festa, os dois não paravam de se olhar, já tava me dando raiva. -diz Caitlin.

-não estava rolando nada entre a gente e não está rolando nada agora, eu só... nada. -dou um sorriso tímido e mordo a maçã que estava na minha mão. 

-não, não, não -Taylor me repreende e pega a maçã da minha mão. -começou tem que terminar 

-verdade, você sabe que eu sou muito curiosa. -Alice diz se inclinando pra mais perto de mim. 

-ta bom, eu só queria que vocês parassem de encher meu saco, é isso. -dou um sorriso e pego minha maçã de volta.

-você não ia dizer isso, desembucha logo o que ia dizer. -diz Jennifer. 

-vocês vão me zoar. -faço biquinho e elas já começam com as risadas. 

-somos suas amigas, estamos aqui pra isso. -diz Alice e eu dou um tapinha no braço dela.

-eu gostei muito de beijar o Zayn e quero fazer isso de novo. -digo rapidamente e as meninas me olham com pequenos sorrisos.

- finalmente você acordou pra vida. Parece que o senhor Malik está na mesma situação que você pois ele está te comendo com os olhos. -diz Cailtin olhando para o Zayn. 

-meu medo é de que isso seja passageiro e ele me deixe por outra na semana que vem, acho que estou muito envolvida nisso 

-você realmente está, mas não se prive de viver por medo do que pode ou não acontecer, vai que ele se apaixona por você. -diz Taylor e eu acabo rindo do que ela disse junto com as outras meninas. 

-até parece que o Zayn vai se apaixonar por mim, acho que ele não tem a parte do cérebro responsável por sentimentos. -digo rindo. 

-de qualquer maneira, você deve se jogar e se quebrar a cara mais tarde pelo menos vai ter vivido.

-e também você tem ótimas amigas consoladoras. -diz Jennifer rindo.

Quebra de tempo...

Falta um minuto para acabar a última aula e eu não consigo controlar o movimento acelerado das pernas, estou ansiosa e nervosa para ver o Zayn. Quando ouço o sino tocando e o professor sendo interrompido de sua explicação pego minhas coisas e saio andando até o ginásio, mas quando passo pela cantina vejo o Zayn de papinho com uma menina, ela segura os braços dele e o olha com desejo, não consigo ver a reação dele, saio dali rapidamente e vou em direção a porta principal. Resolvo ir para casa andando, óbvio, eu não tinha nenhuma carona. No caminho tento tirar o Zayn da minha cabeça por que sinto que já estou apaixonada por ele e não quero me permitir sentir isso, o Zayn nunca vai ser de uma única garota e eu preciso aceitar a realidade. 

Zayn on

No meio da última aula recebo uma mensagem da Marissa. 

"Você venceu, irei me encontrar com você lá no seu famoso cantinho, mas seja rápido com o que for fazer, não quero chegar tarde em casa." 

Dou um sorriso e bloqueio a tela do celular, me sinto ansioso para ver ela, não sei o que está acontecendo comigo mas parece que eu só sinto desejo nela. Ontem na festa eu até tentei ficar com outra garota para esquecer dela, eu fui até para o quarto com uma mas não consegui fazer nada pois não tirava ela da minha cabeça, conclusão: fiquei sem sexo e ainda tive que ouvir reclamações da Heather por que eu não estava a satisfazendo. De qualquer maneira, eu preciso tirar a Marissa da cabeça, não posso me tornar dependente dela dessa forma, isso vai totalmente contra minhas regras. Quando finalmente o sinal toca eu saio da sala que fica perto do ginásio, ando tranquilamente até que sinto uma mão me puxando pelo braço. 

-está ficando louca garota, o que você quer? 

-quero falar com você. -Maggie se aproxima de mim tentando me beijar mas eu desvio. 

-eu tenho um compromisso agora, depois falo com você. 

-não Zayn, o que aconteceu com você? Eu te liguei ontem e você não me atendeu, estou com saudades. -ela acaricia meus braços e me lança olhar safado, eu até que gostava disso mas agora só quero encontrar minha pequena.

-se eu não atendi suas ligações é por que provavelmente não queria falar com você como agora, desapega tá? -dou uma piscadela e saio andando, ela bufa e faz cara de brava mas eu continuo andando com um sorriso debochado.

Quando chego no local marcado não vejo a Mari, já era pra ela está lá mas ainda não chegou, sento em uma cadeiras que tem lá e acendo um cigarro. Depois de uma hora esperando a senhorita malvadinha percebo que ela me deu um bolo, e eu não aceito isso de jeito nenhum, entro no meu carro e dirijo até minha casa. Quando chego, encaro a casa dela e tento me segurar para não ir lá tirar satisfação, fico parado igual um idiota encarando a casa dela até que faço o que temia, caminho até lá e toco a campainha.

-Olá Zayn! -diz o senhor Roberts com um sorriso simpático. -seu pai está precisando de mim?

- não, na verdade eu vim aqui por que quero falar com a Marissa, ela está? -imediatamente o sorriso em seu rosto some e ele me olha confuso .

-o que você quer com ela? 

-nada, só quero conversar, se não for incômodo. -ele me olha desconfiado e chama a Marissa. 

Ele entra e alguns segundos depois a Marissa aparece na sala 

-o Zayn está te chamando lá na porta. -ouço ele dizer e ela caminha até a porta 

-o que você quer? -pergunta séria-

-saber por que você não foi me encontrar mesmo depois de ter confirmado, é algum joguinho?

-não é nenhum jogo, eu apenas vim embora depois de ver você se divertindo com uma garota qualquer. 

Dou um sorriso e ela me olha ainda séria. 

-está com ciúmes, senhorita Roberts? 

-nem um pouco, só achei que você não iria precisar mais da minha companhia. -diz em um tom de deboche e me encara com um sorriso falso-

Não consigo me controlar ao ver ela brava desse jeito, ela fica linda até com raiva de mim, preciso urgentemente beijar essa boquinha rosa ou vou pirar. Pego a mão dela e a puxo para a lateral de sua casa. 

-o que você está fazendo? 

- o mesmo que você fez comigo naquela noite. -ela me olha confusa e eu dou um sorriso me aproximando.

Seguro a nuca dela e a beijo profundamente, no primeiro instante ela fica imóvel mas depois se entrega do jeito que eu gosto, seguro sua cintura de maneira firme e ela acaricia meu cabelo me levando a loucura, sinto meu membro se animando mas não posso parar o beijo, eu necessito dele. Aperto a bunda dela e a ouço soltar um gemido baixo. 

-ouvir você gemer assim eu não aguento. -digo baixinho e ela dá uma risada. 

-você é louco. -diz se afastando. 

-completamente. -seguro a dela e a aproximo de mim novamente dando um selinho lento nela. 

-eu preciso ir, meu pai vai pirar se perceber que eu sumi com você.

-você se preocupa muito com seu pai, talvez devesse parar de ser tão certinha 

-e ser igual a você? Não, obrigada. -ela da uma piscadela e sai.

Ela de fato está me deixando louco e não sei quanto tempo irei suportar isso. Marrisa tem o poder de me deixar hipnotizado ao ponto de não querer mais nenhuma outra garota, só ela, e eu quero tê-la só pra mim. Por causa dela estou me tornando a pessoa que jamais imaginaria ser, só que eu não me importo com isso, me importo apenas com ela, essa anjinha/diabinha que eu gosto tanto, estou começando a sentir algo por ela e por incrível que pareça estou gostando disso. É, ela realmente me enfeitiçou. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...