1. Spirit Fanfics >
  2. Romantic Special. >
  3. Seongjoong- Ateez.

História Romantic Special. - Capítulo 5


Escrita por: Kj2003

Notas do Autor


Esse é mais um pedido de uma leitora, Kiss, podem mandar pedidos a vontade My Dear.

Novo apelido de vocês anjinhos, agora meus lindos leitores e leitoras, seram chmados de My Dear, que significa, Meu querido(a).

Capítulo 5 - Seongjoong- Ateez.


                  Autora Pov.

Recentemente retornando com Zero: Fever part.2 e o álbum  japonês  into the A to Z, Ateez seguia muito bem. Além  de ganharem win com Fireworks( I'm The One), faixa principal  do álbum,  venderem muito,   promoverem  e participarem de vários  programas musicais. 

Também  tendo participação confirmada  no tão  aclamado KINGDOM.

E já  era de se esperar que a concentração  do grupo estivesse totalmente  voltada para as performances que teriam que executar no programa de "sobrevivência".

Todos os sete membros- Sete, já  que Mingi ainda estaria se recuperando  de seu problema nas costas- davam ideais e tentavam dar o máximo  de si, principalmente  Hongjoong, qual era o líder  do grupo  e tinha muito trabalho, fazendo arranjos ou mudando algumas  coisas nas músicas  que eram dadas ao grupo  ao decorrer das gravações do programa.

Mais naquela semana, com todos protocolos a serem seguidas por conta do covid-19, as gravações  foram adiadas pra semana  seguinte. E pro alívio  do grupo, Kq entertaiment decidiu deixar os mesmos descansarem, o Kim agradeceu imensamente  por aquilo, todos necessitavam descansar a mente um pouco.

O combinado foi que, os  mesmos iriam pra empresa fazer suas atividades  normalmente por dois dias, e os outros cinco teriam folga.

Segunda-feira foi até  que calma na visão  dos garotos, na terça apenas ensaiaram algumas músicas,  sendo elas The leader, Fireworks, Thanxx e Inception.

Ao fim do ensaio, que teria finalizado antes do esperado, sendo ainda cinco horas da tarde, o manager se encarregou  de deixar os mesmos até  dentro do dormitório  e checar como estaria indo a recuperação  do Song.

Hongjoong foi pro quarto assim que chegou, nem mesmo viu quando seu  Manager foi embora.

Apenas tomou um bom banho, deitou fechando os olhos e ficou ali uns bons minutos, tentado dormir.

Mais sabia que não ia conseguir. Há tempos uma coisa vinha dominando seus pensamentos e HongJoong não queria ceder a seus desejos pecaminosos.

Ultimamente se sentia tenso de mais e só havia uma maneira de acabar com aquela tensão. Aquilo já havia virado um abito pro Kim.

Desejava Park Seonghwa, desejava muito. Desde o comeback de Hala Hala.

Um dia desses ainda poderia ser pego por um dos amigos. Mais a adrenalina e o perigo de ser flagrado em um momento tão íntimo, gemendo um nome bastante conhecido pelos mesmos,   o deixava mais excitado.

Porém o Kim era muito cauteloso e  não deixaria ninguém o ver, conhecia bem o que cada um dos sete amigos iriam fazer  naquele momento e seria sua deixa.

Sabia que em alguns instantes o Kang e o Choi iriam atrás de si, pra confirmar  se também iria dormir, assim  como todos os outros.

Não demorou muito, logo Yeosang e Jongho abriram  a porta pra checar se o mesmo estaria dormindo. O Kim pode escutar os mais  novos cochichando algo e depois a porta ser fechada.

HongJoong abriu os olhos e pegou o celular, abriu em seu site preferido separando algum vídeo, já deixando tudo pronto.

O Kim apenas queria um pouco de privacidade e sabia que se os outros achassem que estaria dormindo teria o que queria.

Com todo o trabalho que vinham fazendo ultimamente, sabia que os outros já deveriam estar de banho tomado e dormindo.

O Kim  não  tinha mais tempo de tirar a tensão  do corpo, e nada melhor  que sua caixinha especial, qual mantinha debaixo de sua cama longe do olhar dos amigos.

Hongjoong  esperou pacientemente  até  que desse sete horas da noite, abriu lentamente a porta de seu quarto e vagou pelo espaçoso  dormitório, qual estava um breu,  o menor ligou a luz da sala para iluminar  um pouco.

Andou pelos corredores abrindo a porta do quarto dos amigos e checando se já haviam pegado no sono, Wooyoung não estava em seu quarto e não foi surpresa nenhuma  pro Kim o ver  dormindo agarrado com San no quarto do mesmo.

A química  que aqueles dois tinham era notada ao longe. Se bem que ele também desejava ser assim com um certo Hyung.

Seonghwa era a perdição na vida do Kim.

Hongjoong  olhou no quarto  de todos, Yunho dormia com Mingi, e Yeosang com Jongho.

Seonghwa parecia estar confortável  já que dormia por debaixo das cobertas. Por um momento o Kim desejou ser as cobertas  na cama do mais velho, pra sentir seu cheiro.

Apenas com esse pensamento, o Kim sentiu o pênis endurecer um pouco. A carência e o desejo que tinha por seu Hyung o deixavam assim.

Em passos ligeiros Hongjoong logo voltou à seu quarto, mais antes desligou a luz da sala.

Enquanto o Kim entrava apressado em seu quarto e acabando por deixar a porta entreaberta. O Park saia da cozinha com um copo d'água  logo notando a movimentação estranha do líder.

Mais deixou pra lá, estava apenas esperando o milho de pipoca no microondas estourar, o sono não vinha e o mesmo decidiu assistir à algum  um filme, comendo várias besteiras.

Talvez convidasse o mais baixo para assistir consigo.

☆☆☆☆☆

Depois de se certificar que não havia nenhuma outra pessoa acordada além de si, O Kim deixou as luzes de seu quarto acesa.

Hongjoong pegou sua caixinha de baixo da cama e à abriu sorrindo.

Pegou o que lhe faria ver as "estrelas" aquela noite, deixando a seu lado, na cama.

O Kim deitou confortavelmente, apoiou a cabeça em seu travesseiro,  retornou a aba do site qual havia visitado mais cedo.

Os fones sem fio devidamente colocados em seu ouvido, o volume do vídeo qual escolheu  a dedo aquela noite, totalmente aumentando.

Já nu da cintura para baixo. Trajando apenas uma camisa grande, o Kim esperava ansiosamente pelo início do vídeo.

Hongjoong ficou totalmente duro, só de imaginar o que faria com o objeto rosa ao seu lado. E em quem pensaria brincando com seu corpo.

Logo a frase,  Somente maiores de dezenove anos, brilhou na tela do aparelho, e o vídeo não demorou a se iniciar. Uma de suas mãos já estava acariciando a glande vermelhinha, já inchada, que liberava pré gozo aos poucos.

O Kim mordeu os lábios,contendo os suspiros de prazer.

Seu  corpo tremeu, escutando aqueles  gemidos da música desde o início do vídeo.

E quanto mais os minutos se iam passando, mais o Kim se deliciava, se masturbando em uma velocidade alucinante, vendo o líquido esbranquiçado, descer aos poucos deixando as veias no Pau mais visíveis, intercalando em ir devagar,  rápido, parando para deslizar os dedos molhados com lubrificante entre suas pernas, pelo pênis ereto, chegando até nos testículos, descendo mais até sua entrada, os enfiando ali, no seu cuzinho qual piscava, necessitando do vibrador rosa.

O Kim se segurava ao máximo para não gozar apenas com a metade dos minutos do vídeo rolando. Mais já se tornava uma tarefa difícil. Se não pegasse o bendito vibrador logo, iria chegar ao ápice apenas se fodendo com os próprios dedos. 

Esse era o efeito que Seonghwa causava em si, a tensão que sentia não era só por causa do trabalho.

O Park havia uma parcela de culpa ali também. O Mais velho o deixava tão louco de tesão,  aquele bendito olhar sedutor, aquelas mãos veiudas qual agarrava sua  cintura por trás em momentos de interação com as fãs. As sarradas na calça apertada, que pareciam querer rasgar pela intensidade nos movimentos do mesmo.

O Kim se contentava em apenas se masturbar vendo seus compilados de vídeos e  gemer seu nome.

E era isso que faria. Com o corpo anunciando que seu o ápice estaria próximo. HongJoong largou o aparelho celular sobre a cama, permanecendo apenas com os fones.

O Kim ficou de quatro, direcionado pra porta do quarto.

Pegou seu vibrador já apertando três vezes o botãozinho que ficava em sua lateral. Deixando o vibrador na velocidade máxima.

Enfiou o pênis de cor rosa em sua entrada, qual entrou com muita facilidade. As mãos foram pro travesseiro o apertando. Enquanto o bendito vibrador raspava aos poucos em sua entrada.

- S-Seonghwa.- O Baixinho chamava por seu Hyung, gemendo seu nome um pouco alto demais, sem se dar conta disso. A cada vibração que sentia o pau parecia querer explodir.- Hyung.- O Kim fechava os olhos se concentrado na imagem do mais velho sarrando e as gotas de suor descendo pelo peitoral e deixando a camisa marcada em seu corpo, mostrando.

- Awn, Hwa! H-Hyung.- O Kim desabou na cama, com o corpo todo tremendo já esperando o ápice vir.

HongJoong nem mesmo se dava conta, que seus gemidos estavam mais altos  do que o normal, consequentemente, acabou atraindo  atenção  de um serto Hyung seu, que estaria na sala, assistindo a um filme.

O Kim nem notou, que era observado, desde o minuto que ficou de quatro. De imediato, ao ver aquela  cena, o Park quis correr dali, não  era certo ficar vendo seu líder  em um momento íntimo  como aquele, mais logo que ouviu o mais novo gemer seu nome.

Seonghwa  se sentiu preso ali, vendo o Kim gemer gostosinho chamando por si, a calça  moletom que usava poderia ser folgada, mais seu pau duro a deixava apertada.

E Encostado  na porta do quarto, dessa vez fechada por si. Park Seonghwa, se masturbava ao ritmo do vibrador que tremia no interior do Kim.

Seonghwa  ligou o botão  de foda-se  pras consequências, no  momento, só  queria saber a sensação  de arregaçar o cuzinho do Kim com seu pau. E se o mais novo estaria chamando por si, era porque o queria.

E bem, Seonghwa  sabia que aquele vibrador ali facilitaria seu trabalho de se emterrar sem nenhuma dificuldade  na entrada do mais novo.

Porém,  tinha quase  certeza que seu pau era maior e mais grosso que o vibrador.

O Park andou até  a cama do líder já  retirando as próprias roupas, ficando totalmente  nu, Exibindo o belo físico. Seonghwa  agarrou as pernas do mais novo e o puxou pra beirada da cama, retirou de si o vibrador e os benditos fones de ouvido. 

Foi tudo muito rápido, em um momento Hongjoong  se fodia com o vibrador e no outro, sentiu  as pernas serem puxadas e o corpo virado pra cima, as pernas foram entrelaçadas  a cintura de alguém, com os olhos cheios de lágrimas, devido o prazer que  sentia e o quase orgasmo, sua visão  estava um pouco  embaçada.

Mais logo reconheceu o rosto a cima de si, quando suas lágrimas  foram limpas pelo mesmo.

Hongjoong  nem pode assimilar direito as coisas, Seonghwa  logo tratou de enfiar todo o pau na entrada judiada do mais novo, que arqueou as costas e gemeu mais alto.

- Continue gemendo  assim, e vai acordar o dormitório  todo.- O Kim fitou aquele homen de feições  serias sobre si, se debruçando  sobre seu corpo, passando os braços  por suas costas o puxando  pra mais perto e metendo fundo em si, mais rápido  que o vibrador, qual estava em velocidade máxima.

O Kim nem conseguia  mais gemer, seu lábios  tremiam, Park Seonghwa, seu hyung, estava ali o fodendo com maestria e o olhando com desejo e volúpia.

- Você  queria tanto assim meu caralho no seu cuzinho, um?.

Hongjoong  nem mesmo respondeu o Park, e nem precisava depois de presenciar o mais novo gemendo descontrolado, por seu nome, e se fodendo com um vibrador.

O Kim abraçou  as costas do mais velho, a medida que sentia o pau grosso acertando sua próstata  sem parar. Os cospos pingavam suor, a cama tremia, só  não  batia na parede porque estava um pouco afastada.

- Continua  gemendo, chame por mim e me diga o que você  quer.- O Park passou a estocar o Kim de forma lenta enquanto encarava seu rosto e os olhos fechados. Seus lábios  rasparam de leve nos do mais baixk.

- Hwa, Hyung!.

- O que você  quer?. Um?. É isso?.- O Park sorriu sacana  e estocou o menor de uma só  vez permanecendo parado, com acabeça do pau pressionada diretamente  na próstata  do Kim.

De imediato o Kim  tremeu, seu orgasmo viria  logo.

- Hyung.- O Kim gemeu choroso e abriu os olhos fitando o rosto do Park.

Seonghwa  aproveitou pra beijar o menor, e o Kim, rebolou contra a pélvis  do mais velho, buscando  mais contato e querendo que ele voltasse as estocadas.

- Kim Hongjoong, se eu soubesse que você  me queria tanto assim, já  teria dado um jeito nisso, mais não, você  ficou gemendo por mim, de uma forma tão  deliciosa e deixou um problema entre as pernas do Hyung. Você  vai ser um bom garoto e ajudar certo?.- O Park sussurou contra os lábios  do menor, que remungou  um sim.- Que ótimo, porque depois que  acabarmos aqui, você  vai mamar  o seu Hwa.

Hoongjoong estremeceu, O Park largou seus lábios, e voltou ao ritmo  alucinante em que estava antes o fodendo  com todas suas forças.

O Kim revirou  os olhos de prazer e o Park tremeu.

- Abre, abre pra mim amor.- O Park susurrou rente o ouvido  do menor.- Abre mais as pernas.

Hoongjoong  obedeceu e abriu mais as pernas, fazendo com que as tirasse da cintura do maior.

Os abdômens grudados um no outro. O Pau do Kim foi negligenciado durante todo o ato, mais nem precisava  ser tocado, Hongjoong  já  podia sentir  o pênis  duro como rocha, dar sinais de que o ápice  estava a um fio de vir.

- Hwa, mais rápido. - O Kim disse com a voz trêmula.

- Shiii, você  pode mandar no grupo, mais eu comando na cama Kim!.- Aquela frase dita de maneira sexy e arrastada foi o ápice  pro Kim, que gozou sujando a si e o Park, sua entrada contraiu ao redor do pau do mais velho, que também  gozou sentindo  o aperto das paredes internas do Kim, espremendo sua intimidade.

O Park desabou sobre o menor regularizando sua respiração.

O Kim olhava pro teto desacreditado do que aconteceu. Foder com Park Seonghwa  era melhor do que pensava.

- Espero que, jogue esse vibrador fora, agira você tem algo bem melhor pra te foder, e lembre, que me deve uma mamada.- O Kim suspirou fechando os olhos e sorriu, parece que ainda teria muito momentos como esse pela frente.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...