História Rome And Juliet - Imagine Hirai MoMo - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias EXO, TWICE
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Dahyun, Momo, Tzuyu, Xiumin
Visualizações 135
Palavras 982
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Fluffy, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Slash, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Opa opa opa,cheguei!

Demorei sim, mas porque perdi a noção do tempo.

Desculpa e aí está.

Novinho, quentinho, bom quentinho não. ..fervendo!

Espero que gostem e boa leitura. '3'

Capítulo 4 - Sedenta


Fanfic / Fanfiction Rome And Juliet - Imagine Hirai MoMo - Capítulo 4 - Sedenta

                   QUINTA-FEIRA,11:03

Aquilo foi o ápice para a minha sanidade partir para outra.Não sei em que sentido ela falou mas eu interpretei no segundo,terceiro ou até quarto sentido.Minha intimidade pulsou e a excitação percorreu meu corpo de ponta a ponta. - C-como a-assim? - em um piscar de olhos a loira estava frente a frente comigo.Me encarava com suas orbes negras agora não doces e muito menos inocentes.Seu olhar denunciava o quão pervertida a japonesa estava sendo,no calor do momento agarrei sua nuca e choquei nossos lábios.Não pensei em nada naquele instante,se ela me rejeitaria ou cedesse,apenas precisava provar de seus lábios cor de morango.Me surpreendi quando sua língua adentrou minha boca e começou a brincar com a minha de uma forma excitante e deliciosa.Aquilo me excitava mais a cada segundo,seus dedos se enroscarem nos meus cabelos e ela os puxou.Jurava ter ido ao céu e ao inferno no mesmo centésimo de segundo.Meu lado sadomasoquista estava se ativando como um vulcão.Seus lábios se separaram dos meus e aquele olhar pervertido e carregado de excitação sobrevoou o meu corpo nu.Suas mãos foram para as curvas de minhas pernas e ela me ergueu me levando para o quarto e me colocando na cama com brutalidade.Aquele seu lado escuro e pervertido era novo para mim,mas não podia negar que estava adorando aquilo.A japonesa colocou suas mãos em meus joelhos e se aproximou com um sorriso ladino.Minhas pernas foram abertas com brutalidade,dando a visão de minha bocetinha pulsante para a asiática que umideceu e mordeu seus lábios.Seu olhar queimava minha pele e os segundos se perdiam no ar.Sua cabeça foi para o meio de minhas pernas,e me arrepiei por completo ao sentir a garota assoprar minha intimidade. - H-hirai? - apertei meus olhos com força sentindo a excitação me dominar.Sua língua quente e molhada entrou em contato com o meu clitóris,ela se movimentava lentamente e parecia me provocar com prazer e gosto.Sua língua percrustou toda a extensão de minha vulva,ora chupava,ora mordiscava meu botãozinho inchado.Eram movimentos circulares,de cima para baixo e vai e vem que a garota depositava em minha bocetinha encharcada.Arqueei as costas ao sentir sua língua me adentrar,entrava e saía com sutileza e aquilo era uma provocação para mim. - Mais rápido! - supliquei e a garota atendeu meu pedido desesperado.Apertei os bicos de meus seios entre o dedo indicador e o polegar enquanto gemia desesperadamente.Seu polegar fôra para meu botãozinho e o estimulava enquanto sua língua entrava e saia de minha vagina pulsante.As chamas do prazer me queimavam e aquilo parecia um sonho erótico que estava tendo com minha Juliet.Senti um formigamento em meu ventre,seguido por um urro agudo de minha parte.Senti meu líquido escorregar por minha vagina e em seguida ser chupado pela boca da garota.Minha visão estava turva e embaçada por questão da núvem de luxuria que acabara de se instalar aqui.Fui virada de bruços em uma velocidade sobre-humana,senti minhas nádegas arderem e palmadas sendo depositadas em ambos lados.

Não era dor e sim prazer que sentia.

Seus dedos adentraram meus cabelos e os puxaram para trás,deixando meu pescoço exposto. - Oh baby,eu estava louquinha para provar de seu melzinho garota.Agora tenho certeza que é o melhor que já provei. - meus olhos se fecharam automaticamente e a japonesa depositou um tapa em minha face,deixando uma ardência gostosa na minha bochecha destra.Mordi o lábio inferior e descartei a possibilidade daquilo ser um sonho erótico ou algo do tipo.Minha intimidade já pulsava novamente e eu a desejava,queria provar de sua boceta e experimentar cada gota de seu sêmen .Senti seus dedos soltarem meus cabelos e o colchão da cama se movimentar.

 - Espero que tenha gostado da prévia. - sussurou com a voz fodidamente sexy em meu ouvido.Estalei a língua no céu da boca desacreditada que ela me deixaria naquela situação.

Molhada mais uma vez.

- MoMo? - ditei manhosa olhando em suas lumes escuras e apertei meus seios sendo dominada pela excitação que comandava cada ato meu. - Ja fiz minha parte,babygirl. - fechei meus olhos com força e respirei fundo ouvindo uma risada sacana da loira e seus passos se distanciaram de mim.Me deixando nua entre os lençóis.

Sedenta por mais.

              

             >>>>>>>>>>>>


Hirai já havia ido embora e eu ainda não acreditava no que aconteceu naquele quarto.Minha temperatura estava normal,não sentia calafrios e nem me encontrava embaixo das cobertas.

Estava feliz por um lado e receosa por outro.

Hirai havia me provado do que era capaz,mesmo tendo uma carinha de anjo inocente a garota era um demônio disfarçado.Momo me provocou de uma forma imperdoável,por esse motivo resolvi dançar no ritmo de sua música e jogar o seu jogo.

Provocações.

Me achei criativa ao ter dado um nome ao jogo,aliás não é sempre que se tem oportunidade de jogar sua criatividade ao vento.Ouço o barulho do meu celular,notificando uma nova mensagem.O peguei e sorri ao ver aquele nome estampado na tela.

Hirai Mommy.

Olá babygirl,quero apenas te convidar para almoçar comigo.Por favor não rejeite meu convite e me encontre no restaurante do centro ao lado da cafeteria.Te espero lá as onze e meia.

Beijos,baby.

Sorri abobalhada e naquele instante pensei em descartar a possibilidade da japonesa vim a me evitar.Resolvi não responder e deixar a dúvida no ar,quero que a garota tente ao menos decifrar minha resposta que é meio obvia.

Eu irei,é claro!

Me levantei e abri a porta do guarda-roupa.Seria um almoço e eu queria a provocar,mas nada muito decotado para não parecer uma vadia qualquer.Apenas peguei um vestido rosa pastel colado na cintura e rodado em baixo,que batia no meio de minhas coxas.Em meus pés optei por um scarpin branco meia pata.

Estou levando a sério esse meu papel de baby.

Coloquei as vestimentas separadas e chequei o relógio de parede.

Onze e cinquenta da noite. 

Ainda não estava sonolenta,ou com vontade de dormir.Hirai ocupava a minha mente e me enlouquecia.Liguei a televisão e coloquei em um programa qualquer.Não estava afim de fazer nada,exceto ver a noivinha japonesa invasora de pensamentos.


Notas Finais


Foi isso, até o próximo bebês.

I love vocês.

Byeeee!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...