1. Spirit Fanfics >
  2. Romeu e Julieta - Versão Jikook >
  3. Intro: Serendipity

História Romeu e Julieta - Versão Jikook - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


Dica de música: Intro - Serendipity ❤

Capítulo 16 - Intro: Serendipity


Fanfic / Fanfiction Romeu e Julieta - Versão Jikook - Capítulo 16 - Intro: Serendipity

Seul, Coréia do Sul --- 10:00

A empresa estava fechando o mês com bons lucros e meu appa também parecia feliz com a notícia da empresa Park estar no topo, afinal sempre fomos os melhores em produção de roupas. A nossa marca era mais conhecida e é claro que toda empresa tem uma rival, nós não eramos diferentes. 

A empresa Jeon era uma indústria de roupas, como a nossa e sempre disputavamos o topo e a capa das revistas.

Por sorte, esse ano, Park's era a empresa de mais fama.

Ser o filho herdeiro de uma grande indústria não é tão fácil, estou trabalhando com o meu pai para ser um grande CEO. Porém ele quer que eu case, "porquê um homem só é completo com uma mulher ao seu lado", segundo ele.

Discordo, não há como eu, Park Jimin ser feliz com uma mulher. Sim, elas são fantásticas, porém amizade é a única coisa que quero.

Afinal, eu sou gay.


Jimin: Essa reunião foi excelente - exclamo, entrando na minha sala e retirando meu blazer, jogo o mesmo sobre a minha cadeira. Milly, a minha secretária estava preenchendo alguns papéis - Mais uma vez fechamos em alta e meu appa está super feliz, e não vai acreditar... Somos a capa da revista Staff, como a melhor empresa de 2020. 

Milly: Isso pede uma comemoração - disse, deixando os papéis sobre a mesa - Que tal um café!?

Jimin: Excelente - respondi, andando até o elevador e apertando o botão - Dessa vez, eu pago.

Milly: Nem pensar - resmungou, batendo no meu ombro.


Chegamos na Starbucks e por sorte, ela estava vazia. Uma surpresa, raramente, ela estava assim.

Adentro o local e ando até o balcão, um rapaz alto e aparentemente mais velho me atendeu. Deveria ser o novo funcionário que Jin tanto falava.

Jimin: Olá - disse, olhando para o crachá dele e vendo o nome "Kim Namjoon" - Kim Namjoon.

Namjoon: Olá, seja bem vindo a Starbucks - respondeu ele - O que deseja, senhor Jimin!?

Jimin: Apenas, Jimin - sorri gentilmente - Quero um capuccino.

Enquanto esperava meu pedido reparo alguns enfeites na parede, Milly senta ao meu lado e começamos a conversar sobre uma história antiga, Romeu e Julieta.

Milly: A história é maravilhosa e queria agradecer a Shakespeare por fazer essa obra de arte - exclamou, balançado os braços no ar - Os dois morrem e ela é uma donzela de 14 anos, morta de amores por Romeu.

Jimin: E você acha isso legal? - sentindo-se diferente ao ouvir ela falar sobre a história, parecia tão familiar - Acho... Estranho esse negócio aí.

Namjoon: Seu capuccino - entregando o copo, e recebendo o dinheiro

Jimin: Vai na frente, Milly - falou, acenando para ela e a mesma fez isso.

Namjoon: Gosta dessa história!? - pergunta, erguendo a sombrancelha.

Jimin balança a cabeça, negando a resposta. Mas sentia algo diferente dentro de si, como se conhecesse muito bem a história.

Julieta... Quem foi Julieta!?

Namjoon: Há alguns conspiradores dizem que eram dois homens - exclamou ele, limpando o balcão - Não sabem os nomes deles, porém como naquele tempo era algo errado. Colocaram uma mulher e um homem, acho isso tão estúpido, toda forma de amar é válida.

Jimin: Bem, eu não sei o que dizer - sorriu, fitando um doce de morango e chocolate, apontou para o mesmo e Namjoon seguiu o olhar dele - Pode me dar um pedaço!? 

Namjoon pegou e embalou o doce, entregou para Jimin. O mesmo pegou e saiu do Starbucks, quando ia atravessar a rua, sentiu que estava sem o celular.

Correu para dentro do café, porém esbarrou com uma pessoa que estava andando no mesmo instante.

O rapaz era alto, bronzeado, tinha cabelos castanhos claros e levemente encaracolado, seus olhos eram duas amêndoas. Possuía um corpo atlético, a calça marcava as coxas torneadas do rapaz.

Ele era tão familiar.

Jimin: Quem é você!?

XXX: Meu nome é Jeon J-JungKook - respondeu, olhando profundamente nos olhos do menor - E você!?

Jimin: Park Jimin - ainda fitando o rapaz.

Os dois sorriram e falaram um "olá" em uníssono, de longe Namjoon observava tudo e sorria ao ver a cena.


Namjoon: Se encontraram - exclamou, abrindo um grande sorriso e mostrando as duas covinhas - Nem mesmo a morte separa dois corações puros e cheios de amor. 


Notas Finais


Até a próxima hehe


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...