História Romeu e Julieta (Park Jimin Vampire) - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Lendas Urbanas, Mitologia Nórdica
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Jimin, Park Jimin, Vampire
Visualizações 47
Palavras 1.432
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Estupro, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Annyeoong pessoinhas do meu doki-doki ^~^
Turo bom com vcs?! Espero que sim 👅♥
Tenham uma boa leitura! 💟

Capítulo 9 - Maldição


Fanfic / Fanfiction Romeu e Julieta (Park Jimin Vampire) - Capítulo 9 - Maldição

Jungkook: Você gosta dele?

 

Então aí eu paro para pensar, Park Jimin eu gosto de você? Tudo indica que sim, a forma como me olha ou como fala comigo, seu sorriso… eu gosto de você.

 

✦ Jungkook On ✦

 

Eu não acreditava que isso fosse possível, uma Provazzi se apaixonar por um de nós, mas se ela disser que sim estamos ferrados, por deus que ela diga que não e se alguém descobrir então Jimin é um vampiro morto! E aí sim estaríamos ferrados de várias formas possíveis.

 

✧ Jungkook Off ✧

 

Estava pensando no que responder a Jungkook quando vemos Jimin vir até nós por entre as árvores, ainda parecia estar brilhando um pouco mas suas presas e garras sumiram, ele parece cansado, estava para ir falar com ele quando noto que seu corpo inteiro brilha mas sua mão direita não, parece ter uma mancha preta que sobe em espiral dos dedos ao cotovelo, Jungkook também nota, e parece ficar ainda mais pálido, ele vai até Jimin e segura sua mão.

 

Jimin: Um último presente, é claro.

 

Jungkook parece chocado e arrasado, vejo sua bile subir e descer com dificuldade e começo a me preocupar, o que é aquilo?

 

S/n: Mas o que é isso?

 

Jungkook: Uma maldição... que afeta a imortalidade de nós vampiros e nos faz definhar aos poucos.

 

Olho chocada para Jimin, ele está morrendo? Mas como isso é possível? Ele é um vampiro! Vampiros não morrem apenas com estacas e esquartejados...

 

S/n: Mas isso não é possi…

 

Jungkook: Sim é. Black Annis é uma bruxa ancestral ou era, apenas ela retinha o poder para esse feitiço e apenas ela sabe… retirar. Ele tem no máximo um dia.

 

Jimin vê a dor em meus olhos e diz:

 

Jimin: Eu encontrei seu irmão, você precisa vê-lo.

 

Estou chocada demais para dizer alguma coisa e começo a entrar em pânico, olho consternada para Jimin, ele está morrendo? Não consigo acreditar, Jimin está mesmo morrendo? Minha mente está uma confusão e não consigo focar em nada, espera ele acabou de dizer que encontrou meu irmão? Não consigo pensar direito ou entender o que devo fazer e quando me dou conta já estou na porta do chalé, abrindo-a e passando pelo corredor, dou de encontro na sala e vejo meu irmão sentado no sofá e assim que ele me vê se levanta com dificuldade, e mal posso acreditar que ele está realmente vivo e corro o abraçando fortemente com lágrimas nos olhos e ele solta um suspiro de alívio.

 

Tyler: Oii maninha.

 

S/n: Oii idiota. Digo limpando minhas lágrimas e nos sentamos no sofá enquanto Jungkook e Jimin ficam parados do outro lado do cômodo conversando em voz baixa, enquanto Jenna está em um sofá distante já dormindo.

 

S/n: Eu estava com tanto medo. Começo a analisá-lo. Ele perdeu muito peso e tem marcas vermelhas pelo corpo e há vários hematomas em seus pulsos e tornozelos, provavelmente onde Black Annis colocou as correntes, ele parece tão frágil e tão diferente do meu forte e invencível irmão Tyler.

 

Tyler: Estou bem agora, de verdade. Ele diz com carinho e se vira para Jungkook e Jimin dizendo: Obrigado por nos salvarem, devo minha vida a vocês.

 

Jungkook e Jimin o olham enojados, como se fosse o cúmulo ter de ouvir aquilo, e Tyler prossegue com sua atenção focada na mão de Jimin:

 

Tyler: Quanto a sua mão, eu sinto muito mas acho que sei quem pode ajudar.

 

Jimin e Jungkook parecem subitamente interessados e se aproximam um pouco.

 

Tyler: Ela sempre recebia visitas de um velho, acho que seu nome é Ouroboros.

 

Jimin desvia os olhos rapidamente e Jungkook parece nervoso com um tique no olho esquerdo, então respira fundo e diz:.

 

Jungkook: Pode ser uma possibilidade Jimin…

 

Jimin o interrompe com um aceno.

 

Jimin: Você não pode estar falando sério, é o Ouroboros!

 

Jungkook: E você acha que não sei?!

 

Desligo minha mente por um minuto pensando em como sinto saudades de casa, minha mãe, meus avós, meus amigos, sinto tanta saudade deles, quando noto em como meu irmão está tenso ao meu lado olhando de Jimin para Jungkook e fazendo fricções no pulso esquerdo como se fosse uma ação para tranquilizá-lo, mas porque? Noto que isso começou desde que ouviu o nome de um deles.

 

Tyler: Seu nome é J-Jimin? Park Jimin?

 

Jimin assume uma postura intimidante, o porquê dele ter feito isso não entendo.

 

Jimin: Sim.

 

Tyler: E você é... Jungkook?

 

Jungkook apenas concorda com a cabeça sério e Tyler prossegue:

 

Tyler: Bom, obrigado por nos salvar mas agora acho que podemos nos virar sozinhos, não é S/n?

 

Vejo o desespero em seus olhos para que eu aceite, está quase implorando, mas que poha deu nele? Parece doido para sair daqui, também estou mas preciso desses dois, e também tem o Jimin… Não quero deixá-lo, não posso.

 

S/n: Você acha que vou conseguir ajudar você a andar enquanto cuido da Jenna? Precisamos deles para voltar.

 

Olho para o lado e vejo Jimin com raiva tendo uma discussão com Jungkook em voz baixa, até que Jungkook parece vencer ela e vem até nós.

 

Jungkook: Precisamos levar Jimin imediatamente a Ouroboros e Tyler e Jenna para sua casa para se recuperar então, eis o plano: Eu levarei Tyler e Jenna para sua casa e Jimin e S/n vão até Ouroboros, tentar achar a cura.

 

Meu irmão ao meu lado arregala os olhos, e parece querer protestar mas Jimin grita:

 

Jimin: Você sabe como é para mim deixar ele ir até sua casa?! Ele diz em um acesso de raiva resfolegando e com os punhos cerrados.

 

Estou cada vez mais confusa, parece que todos sabem algo que não sei e sinto que é apenas questão de tempo para que saiba.

....

Eu e Jimin estamos vasculhando o chalé a procura de suprimentos para a pequena viagem, parece que Ouroboros mora não muito longe daqui, Jimin aparenta estar bem na medida do possível para alguém que está morrendo, tento não pensar muito nisso porque tenho medo de perdê-lo já que me apeguei a ele de uma forma que não consigo explicar, eu me apaixonei por esse vampiro misterioso, por mais que eu não o conheça muito bem eu gosto dele, de como é cuidadoso, protetor e em momentos como esse sorri de uma forma calma apenas para não preocupar Jungkook e eu, então eu o observo cheirar umas maçãs e selecionando umas e jogando fora outras, ele me vê o observando e dá uma piscada sorrindo como se dissesse “bruxas, nunca se sabe” ele vem até mim, então lhe conto uma piada sobre vampiros e ele gargalha alto e é nesse momento que meu irmão entra e pede para conversar com Jimin.

 

● Jimin ON ●

 

Estou apaixonado por ela, não posso mais negar isso. Tentei não gostar dela, dei o meu melhor para não me envolver deus é testemunha, mas ela me fascina e não consigo resistir a sua risada, sua voz , seu toque, seu olhar, ou como me arranca risadas facilmente e tudo nela me atrai, não consigo mais sufocar esses sentimentos, e esses são os sentimentos mais perigosos que eu já tive em toda minha existência, estava pensando tudo isso quando o irmão dela entra e nos pega rindo um do outro. Já sei o que vem a seguir, mas me preparo mesmo assim; nós vamos até a porta e ele para se virando para mim e tem uma expressão de ódio no rosto:

 

Tyler: Ela não sabe quem você é.

 

Não é uma pergunta, é definitivo.

 

Tyler: E você vai contar.

 

Começo a ficar nervoso, a ideia de ver S/n me olhar de uma forma diferente da que me olha, com ódio ou repulsa, me faz ter um arrepio involuntário pelo corpo todo.

 

Jimin: Não, não vou e você também não vai, ou se esquece de que me deve uma?

 

Ele parece irritado com minha resposta e percebo que se não fosse por seu estado lamentável ele me daria um soco agora mesmo.

 

Tyler: Não toque nela.

 

Sinto vontade de socar a cara dele mas me contenho, por S/n.

 

Jimin: Acho que nós dois sabemos quem vem de um clã mais propenso a este tipo de “coisa” e não sou eu. Digo enquanto passo as mãos no cabelo e sorrio debochado para ele o provocando.

 

Vejo um ódio tão profundo em seus olhos que eles parecem em chamas, querendo me devorar vivo.

 

Tyler: Eu não me importo com quem você é, e se machuca-la eu vou mata-lo.

 

Nada melhor que conhecer o irmão da mulher pela qual me apaixonei…

Continua?


Notas Finais


Estamos chegando perto de segredos que virão a tona! Como eu demorei um poquinho para postar resolvi aumentar mais o tamanho do capítulo ☛☚😊
O que estão achando? Estão tão ansiosos quanto eu pelo próximo?
Espero que estejam gostando! 💕
Até o próximo (*○’3`)★+゚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...