1. Spirit Fanfics >
  2. Romione: Você salvou minha vida >
  3. Capítulo Um

História Romione: Você salvou minha vida - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Capítulo Um


De novo aquele cenário que eu já conhecia, eu na parede, encurralada, enquanto Vítor está ali, bêbado de novo, com uma garrafa de vidro apontada na minha direção. E já sei o que vem a seguir, ele irá jogar aquilo, e como ele está bêbado, não consegue ver direito, então irá jogar aquilo em algum lugar perto de mim, aquilo irá quebrar e os pedaços de vidros irão vir em minha direção, me cortando, depois ele irá me dizer que é porque eu me comportei mal, que eu mereço, irá me xingar, e depois fará sexo comigo, que ele insiste em chamar de amor, mesmo que eu já tenha parado de chamar assim a muito tempo. Ele irá me tornar mulher dele, como em todas as noites desde que mudei para essa maldita casa com ele. E depois de fazermos ele irá dormir, e eu vou para o banheiro, chorar, enquanto faço curativos, nos lugares em que o vidro cortou, é sempre assim, já é até uma rotina nossa. Isso ocorre pelo menos quatro vezes na semana, uma se ele não tiver problemas no trabalho.

E como ocorrido a garrafa é arremessada, ela atinge a parede ao meu lado, e eu por não aguentar mais me sento no chão, me encolhendo, pensando quando que isso vai acabar, quando alguém vai ver que não estou bem aqui. 

Meus pais, meus amigos e meus familiares amam o Vítor, eles acham ele perfeito, eles acham que nós somos felizes juntos, que somos o casal perfeito, mas como é notado, isso não é nem um pouco verdade.

— Você, — diz Vítor, com aquela voz ridícula de quem está bêbado. — é uma vadia, — faço que sim com a cabeça concordando. — só não te expulso dessa casa, porque te amo. — Você acha que isso é amor, mas na verdade é só obsessão.

— Eu também te amo. — digo baixo, para fazê-lo parar.

— Mentira, — Você está certo, não é verdade, você deve saber isso tão bem, pois já mentiu muitas vezes para mim. — Quem era aquele que estava com você ontem? O que veio te deixar aqui?

— Foi o Harry ele-

— Cala a porra dessa sua boca, sua puta. Está me traindo com o Harry? — ele diz de um modo ameaçador, que me faz encolher ainda mais na parede.

— Como pode pensar que eu te traio?, ainda mas com o Harry, ele é meu irmão. — digo, Harry é meu irmão adotivo, seus pais me adotaram, quando eu tinha cinco anos, ele pode não ser meu irmão de sangue, mas eu trato ele como um.

— Nem são irmãos de verdade, já me cansei de casos de irmãos adotivos que se pegam, e olhe aqui Hermione, — ele se ajoelhar na minha frente, vira meu rosto com força para ele. — Se estiver me traindo com aquele filho da puta do Ha-

— Não fale mal do meu irmão e muito menos da minha ma-

Paro ao receber um tapa na cara, ele já deu tantos que esse nem dói tanto, não igual ao dia que ele me deu com uma panela que tinha acabado de sair do fogo na minha cara.

— Fica quieta sua vagabunda. Agora vai pro quarto. — agora vem a parte que eu mais odeio, a parte em que ele me obriga a transar com ele. Faço que não, tentando sem sucesso, fazer com que ele entenda que eu não quero mais aquilo, mas ele não entende, ele pega meu braço com força, me puxando do chão, me arrasta até o quarto, que quando vi pela primeira vez, achei o melhor lugar da casa, pra mim ele era perfeito, ali era o lugar que eu mais queria ficar junto a Vítor, mas agora eu só queria saí dali, queria nunca mais ver esse lugar, nunca mais ter nenhum contato com Vítor. 

Ele me joga naquela cama, onde já me fez dele muitas outras vezes, e na maioria eu não queria, ele começa a tirar sua roupa, e diferente da nossa primeira vez, eu não sinto desejo, vontade e amor. Eu sinto nojo, aversão e um ódio extremo. Um ódio por não ser capaz de me defender dele, de não conseguir fazer isso parar, de não consegui sair desse relacionamento, de não conseguir contar isso que eu sofro pra ninguém.

E mesmo contra minha vontade, ele me faz dele, ele faz sexo comigo, me faz ter sensações que eu odeio ter com ele. 

Eu preciso de ajuda. Eu preciso de alguém para me ajudar. Eu preciso muito de alguém.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...