História Roommate - ( Taehyung ) - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais, V
Tags Bangtan, Bts, Ficção, Romance, Sex, Taehyung
Visualizações 59
Palavras 1.166
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 33 - No outro dia


News: Assassino que aterrorizava X foi pego.

A polícia recebeu um chamado sobre uma garota sendo arrastada para um beco no meio da noite, graças a um garoto que viu tudo e chamou a polícia, sua quinta vítima no bairro saiu com vida.

Depois de passar a noite a investigar e fazer buscas foi encontrado na casa do suspeito 11 pares de olhos e várias bonecas humanizadas BIZARRAS, bem guardados e conservados. Parece que ele vem matando já a um tempo.

As mulheres do bairro x podem respirar aliviadas, o culpado finalmente foi preso!

Taehyung Pov's

Ao acordar de manhã abraçado a Yoojin, não tenho vontade alguma de me levantar, quero ficar assim pra sempre, desse jeito ninguém pode a machucar. Mas... Como meu desejo não pode ser realizado levanto com cuidado para não a acordar e faço algumas ligações... Faculdade... Jimin... Minjee... Estágio dela e por fim seu irmão.

_ Ela conseguiu dormir um pouco?

_ Ainda está na verdade, não quis acorda-la.

_ Hm... Já falei com Jin e ele deve aparecer aí daqui a pouco.

_ Tá bom.

_ Obrigado de novo Taehyung.

_ Disponha.

...

Meu precioso silêncio se vai quando todos chegam ao mesmo tempo fazendo a maior algazarra.

_ Será que podem ficar quietos? Ela ainda tá dormindo.

_ Desculpe.

_ Onde ela está?

Acho que Jimin não vai ficar feliz com a resposta.

_ No meu quarto.

Ele me olha em um misto de compreensão e desgosto.

_ Vou dar uma olhada nela.

Enquanto ele vai até lá Minjee e Jin me encaram na espera que lhes conte exatamente o que houve. Em um breve resumo conto tudo, o Hyung fica extremamente irritado, o que é de se esperar, e a garota compreensiva entende sem muito esforço porque da amiga ter dormido comigo.

_ Deve ter sido horrível para ela... É pra você também.

_ Você se machucou muito?

_ Não. – Minto levando a mal instintivamente a costela fraturada.

...

Jimin retorna com uma Yoojin encolhida embrulhada no meu edredom ainda sonolenta, mas parece melhor.

_ Minha Princesa.

Jin corre até ela a tomando em seu colo e se sentando no sofá, acaricia seu cabelo com tanto carinho e cuidado que surpreende o restante de nós, seu amor pela irmã é incondicional.

_ Você está bem?

Ela apenas mexe a cabeça positivamente... Parece um bolinho toda embrulhada.

_ Vou levar você para a casa de JongJin... Yuha está lá e vai cuidar de você.

Quem é essa?

Com calma ele pede a garota do meu lado que arrume uma bolsa para Yoojin e para mim pede um copo de leite para sua Princesa tomar... Jimin fica apenas parado encarando tudo pensativo com o punho fechado, não dá pra saber o que passa em sua cabeça.

...

Depois que ela parte relutante com seu irmão e Minjee, que foi junto por motivos de que sua melhor amiga precisa dela nesse momento, ficamos eu e meu amigo sozinhos no sofá em silêncio por um tempo... Até ele começar a falar.

_ Ela deveria ter me ligado.

_ Você estava no seu ensaio, sabe que ela não gosta de te atrapalhar.

_ Mas eu teria atendido e ido buscá-la não importa a hora.

_ Não adianta pensar nisso agora, já foi... ela ta bem.

_ Mas não fui eu quem a protegeu.

Entendo sua preocupação e frustração, ele anda tão ocupado que mal presta atenção nela e ainda me acontece isso.

_ Você não entende Tae... Eu gosto dela, mas seguir meu sonho está tirando ela de mim.

Não posso dizer isso a ele, mas de certa forma eu entendo... Ele é meu melhor amigo e namora a garota, que eu percebi a pouco tempo, que tenho sentimentos profundos além da atração óbvia, meu apresso e amizade por ele está impedindo que eu a tenha pra mim.

_ Não é seu sonho que está fazendo isso, é você mesmo.

Ele se encosta no sofá derrotado.

_ Isso não está dando certo.

Talvez eu me arrependa disso mais tarde, mas...

_ Faça dar certo! Você pode conciliar uma coisa e outra...

_ Não é fácil Tae, eu tenho uma apresentação importante pra fazer, preciso estar preparado, é de minha carreira que se trata, meu futuro, meu sonho, e a Yoojin... ela precisa de atenção, a qual não estou podendo lhe dar agora. Acha que não me sinto mal por isso?

_ Se esforce mais.

_ Toda vez que tenho que dispensar a companhia dela vejo em seus olhos a decepção por mais que em seus lábios haja um sorriso, isso parte meu coração.

_ Então não a dispense, ela só quer um pouco da sua atenção, não é tão difícil.

_ Como vou fazer isso?

_ Sei que vai pensar em algo.

Ele encosta a cabeça em meu ombro e tombo a minha sobre a sua.

_ Se não cuidar dela direito alguém vai toma-la de você.

E esse alguém será definitivamente eu.

Me levanto o deixando sozinho para pensar... Não acredito que o estou incentivando, poderia ter feito o contrário e tê-la pra mim... Aish!

-

A noite fico com o celular na mão indeciso se ligo para um dos irmãos dela ou não, quero falar com Yoojin, saber como está... Bem, pensar demais não vai me ajudar, então ligo para Jin de uma vez, esse me atende depois de um tempo.

_ Yo Taehyung.

Yo?

_ Oi, é... a Yoojin está acordada ainda?

_ Quer falar com ela?

_ Se ela quiser falar comigo.

_ Só um minuto.

Dá para ouvir ele andando e entregando o celular pra ela.

_ Alô?

_ Oi, está tudo bem aí?

_ Tae... sim, e aí?

_ Um pouco solitário.

Ela fica muda e a ouço abrir e depois fechar uma porta.

_ Seus machucados ainda doem muito?

_ Não estão doendo agora.

_ Que bom...

_ O que foi?

_ Eu queria estar aí... Em casa...

_ Deixe seus irmãos cuidarem de você, eles só estão preocupados.

_ Eu sei disso... Yuha até mesmo vai dormir comigo para garantir que eu descanse.

_ Quem é Yuha?

_ Noiva do JongJin.

_ Ah... E... Você falou com o Jimin? – Mudo de assunto.

_ Depois que sai daí não... acho que não tenho nada para falar com ele.

_ Não seja tão dura.

Ela fica em silêncio de novo, só ouço sua respiração fraca.

_ Yoojin?

_ Hm?

_ Fique bem e volte pra casa, tá bom?

_ Tá...

_ Amanhã eu te ligo de novo... Talvez. - Esse último falo pra mim mesmo.

_ Ok... Boa noite.

_ Boa noite.

Desligo o celular e me sinto mais tranquilo depois de ter falado com ela, mesmo assim sei que não vou dormir bem... Não é o fato de ela não estar aqui, mas sim o que falei pro Jimin mais cedo... Não é só ele que precisa se esforçar mais, talvez eu deva fazer isso também, me afastar um pouco... para o bem do relacionamento deles.


Notas Finais


Tae... Não menino, faz isso não! Mas que coisa!

Gente... Se pá eu posto o Capitulo 34 as 18hrs... See you!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...