História Roommater-fillie - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais, Stranger Things
Tags Fillie
Visualizações 122
Palavras 1.050
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - Cap. 7


*POV MILLIE*

 Segunda-feira, 13:05

O sinal tocou avisando que mais aulas estavam por vir, era segunda e eu já estava cansada de todas as aulas. Não aguentava ver a cara do Sartorius nos corredores e salas, não aguentava mais ser rendida pelo Finn sem saber o que fazer.

-Bom dia turma-fala a Sra. Potts entrando com um enorme sorriso- como eu estou de bom humor hoje, vou passar um trabalho para próxima semana. Um resumo pra falar a verdade, eu quero que vocês junto com sua dupla o resumo de seu filme favorito-fala ela e eu dou um pequeno sorriso- Eu quero que escreva com suas palavras, não precisa ser formal.

-Então princesa, qual vai ser o filme?-fala Finn

-Não sei, que tal 10 coisas que Eu odeio em você?-pergunto

-Gosto-fala o cachedo

-Ótimo, na sua casa?-Pergunto e o cacheado me olha confuso

-Por que na minha?-Pergunta ele 

-Meu pai e cismado com os meninos que vão lá pra casa-falo lembrando de meus antigos amigos

-Então na minha casa?-pergunta o garoto para confirmar

-Sim, sábado?

-Sábado-fala ele com um sorriso

Segunda-feira,15:30

Eu,Sadie e Jack esperávamos ansiosamente Gaten chegar junto com Lizzy, pelo o que eu escutava Lizzy era uma pessoa maravilhosa e que eu iria amá la assim que a conhecesse.

-Olha eles ali!-grita jack

Gaten estava com a garota morena em seu lado, provavelmente a garota morena ao seu lado com um enorme sorriso era a tão falada Lizzy

-Oi gente-fala Gaten com um sorriso

-Oi-falamos em uníssono

-Você é a famosa Millie Brown?-Pergunta a morena 

-Sim, e você deve ser a Lizzy-falo e abraço a garota

-Ouvi muito sobre você nessa última semana-fala a garota-Principalmente do lobão e do Noah

-Finn fala de mim?-Pergunto surpresa

-Sim, ele fala…-fala a garota mas logo e interrompida por Jack

-Então o treino já vai começar-fala o garoto quando os garotos entraram no campo

Eu prestava atenção em Finn, enquanto o que Lizzy havia me dito ficava repetindo em minha mente. Como assim o "Lobão" falava de mim para ela? Por que me confundes tanto Finn Wolfhard? Por que eu sinto tantas borboletas em minha barriga quando estou com você? E todos os arrepios e quando eu fico vermelha ao ouvir um elogio seu? Aí Wolfhard por que eu sou tão rendida por você? 

-Você tá estranha, aconteceu algo?-Pergunta o cacheado após sair do banheiro

-Não, por quê?-pergunto

-Não mente pra mim, princesa-fala 

-Nada Finn, só uma coisa que eu escutei hoje-falo

-Que coisa?-pergunta

-Você fala muito de mim?-Pergunto

-Que?-Pergunta o garoto confuso

-Você fala muito de mim?-Pergunto novamente ao garoto

-Por que?

-A Lizzy falou-falo

-É, acho que falo-fala Finn com um sorriso sem graça

-Depois eu que sou secretamente apaixonada por você?-pergunto rindo

-Você nunca me perguntou e eu nunca neguei-fala o garoto baixinho

-Oi?-pergunto pra ter certeza que escutei certo

-Você nunca me perguntou e eu nunca neguei-fala finn e dá uma leve corada

-Eu fiz Finn Wolfhard corar?-pergunto rindo

-É você fez-fala timidamente 

-Aí você fica muito bonitinho vermelho-falo apertando de leve as suas bochechas

-É você fica muito bonitinha de qualquer jeito-fala o garoto se aproximando de mim-Se por acaso eu te beijar você continua sendo a mesma pessoa comigo?-pergunta ele e eu selo nossos lábios

Era o melhor beijo da minha vida, era um beijo calmo que parecia ser o encaixe perfeito. O encaixe perfeito para meus lábios, se eu não estivesse sentada eu estaria no chão agora, eu não sentia minhas pernas. Nos separamos pela maldita falta de ar, encosto minha cabeça em seu pescoço onde o mesmo me abraça

-Preciso dormir-falo quebrando o confortável silêncio

-Boa noite, princesa-fala o garoto e dá um beijo em minha testa

-Boa noite lobinho-falo 

Sábado, 18 de agosto

  14:30

Já havia passado praticamente uma semana desde o beijo em que demos, não nos beijamos mais até hoje não por falta de vontade até porque a vontade era enorme, mas talvez por falta de oportunidade.

Estava a caminho da casa dos Wolfhard para fazer o bendito resumo que a Potts havia passado. A casa não era tão longe da minha, era enorme e repleta de flores em seu quintal

-Millie?-Pergunta Natalia 

O que porras a Natalia fazia ali? Quem é Natália? É a antiga melhor amiga da Maya na qual minha irmã tinha uma queda e por isso ela decidiu se distanciar da amiga. Eu a amava, ela passava o dia brincando comigo quando a Maya a chamava para ajudá la a cuidar de mim

-Natty?-falo confusa 

-O que você tá fazendo aqui?-pergunta Natalia

-O Finn me deu o endereço errado né? Eu mato aquele garoto-falo e reviro os olhos 

-Não, você está na casa certa-fala ela rindo-Finnie a Millie chegou

-Finnie?-pergunto rindo

-Ele odeia esse apelido-fala Natalia rindo- A Maya tá bem?

-Acho que tá, faz um tempinho que não falo com ela-falo 

-Ela se mudou?-Pergunta Natalia

-Foi morar perto da Universidade ou como eu prefiro dizer "Fugir do mala do nosso pai"-falo- ainda não engulo ele por expulsá la de casa por gostar de meninas

-Ela ta namorando?

-Não, ela não namorou ninguém depois de ter confessado a paixão por você-falo e a garota fica meio triste e logo percebo

- Tia Kelly e a Ava estão bem?-pergunta a mais velha

-Estão, elas são o motivo para que eu não vá morar com Maya e Charlie-falo e ela sorri

-Lembro quando você e Maya não se suportavam-fala ela rindo

-É agora nos amamos-falo rindo junto com ela

-Então vocês se conhecem?-Pergunta Finn na escada

-A Millie e a irmã daquela minha amiga Maya-fala Natalia

-A que você é apaixonada?-Pergunta Finn e o mesmo é atingido por uma almofada

-Cala a Boca, Finn!-fala a garota irritada 

-Vem princesa-Finn me chama 

-Tchau Natty, vou falar pra Maya que você perguntou dela-falo e a garota ri

-E eu vou falar da sua paixão por ela-fala Finn e fazemos um High Five 

-Você sabe que seu pai nos odeia né?-pergunta Finn

-Eu sei-falo -Não sabia que você era irmão da Natalia

-Como você conhece a minha irmã mas não sabe que eu sou o irmão dela?-Pergunta o garoto

-Porque eu não vinha pra cá e nem você ia pra minha casa-falo entrando no quarto do Finn

Era um quarto enorme, sua cama de casal estava bagunçada junto com sua escrivaninha cheia de papéis jogados por cima dela. Havia um enorme armário cheio de livros e eu nem sabia que o garoto gostava de ler, um armário com um espelho no meio me chamava tanta atenção quanto a guitarra ao lado de sua cama.

-Você toca? 

-Toco, depois do filme?-pergunta o cacheado se jogando na cama

-Pode ser- falo e me ajeito ao seu lado



Notas Finais


A sla ta um pouco merda eu sei...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...