História Roommates - Taekook - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bts, Fluffy, Jungkook, Lemon, Namjin, Roommates, Seoul, Taegi, Taehyung, Taekook, Yaoi, Yoonmin
Visualizações 557
Palavras 1.829
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Just look at me, only me


Na manhã do domingo, Taehyung e eu estávamos tomando café da manhã juntos, na mesa da cozinha. O sol batia na janela, e seus raios passavam pelo vidro. O céu estava em um tom lindo de azul.

O mais velho olhou pra mim e começou a rir do nada, enquanto comíamos.

- O que foi? – Passei a mão pelo rosto. – Minha boca ta suja de kimchi?

- Não. – Continuou a rir, agora de leve.

Olhei pra ele erguendo uma sobrancelha, ainda sem entender.

- O que foi então, Tae?

- É que... você parece um coelhinho. – Falou estendendo o braço em minha direção e batendo o dedo indicador na pontinha do meu nariz. - E eu só percebi isso agora, enquanto olhava você comer.

- Ah não... – Coloquei o cotovelo na mesa e abaixei a cabeça, apoiando-a na mão.

- O quê? – Ele perguntou curioso, ainda rindo.

- Minha família inteira me chama assim. Porque desde pequeno, meus primos falavam que eu parecia com um. – Falei ainda cobrindo o rosto com as mãos. – E agora, você vem me dizer isso. – Ergui o olhar pra ele.

- Aaaah, jura? Então eu vou te chamar de coelhinho. – Tae disse com um olhar divertido.

- Ai! Antes fosse a minha boca suja de kimchi! – Rimos juntos.

Depois do café da manhã, sentamos em nossas camas. Cada um mexia em seu notebook. Quase uma hora depois, abaixei a minha tela do computador e olhei para o mais velho.

- Tae! – O loiro olhou para mim e tirou os fones para me ouvir. - Tem um parque em Seul, que eu sempre tive vontade de conhecer, desde quando me mudei pra cá. Tá afim de ir hoje?

- Eu quero! – Respondeu surpreso. - É o Lotte World Adventure, né? – Falou rapidamente.

- Esse mesmo! – Respondi com um brilho enorme nos olhos. Eu devia estar parecendo uma criança animada, quando os pais avisam que vão levá-la para algum lugar divertido. – Como você sabe?

O mais velho não se conteve e soltou uma risada espontânea.

- É um dos parques mais famosos da Coréia, só podia ser esse! Eu já vi algumas reportagens sobre ele. Parece ser um lugar incrível. – Sorriu pra mim. - Bom, vamos depois do almoço?

- Sim! Logo vou preparar a comida. Podemos ir no fim da tarde. A noite lá deve ser mais legal ainda. – Respondi.

- Ok, Kookie. Vou terminar algumas coisas da faculdade enquanto isso, então. – Falou virando para o notebook.

***

Mais tarde, Taehyung e eu chegamos ao Lotte World Adventure. Tudo era tão iluminado por ali. Vários brinquedos gigantescos estavam à nossa frente. Seria difícil escolher em qual iríamos primeiro. Crianças e adultos passavam de um lado para o outro.

Logo na entrada do parque, havia uma barraquinha com alguns acessórios de lá. Tae soltou um barulho agudo indescritível e passou correndo por mim, indo em direção à barraca.

- Quero duas dessa aqui. – Falou para a senhora que atendia no balcão, enquanto apontava para a estante e tirava a carteira do bolso, com a outra mão.

Ela pegou alguma coisa que eu não consegui ver direito e entregou em sua mão. Ele a pagou e virou pra mim, rindo.

- O que é isso aí? – Perguntei curioso, olhando para suas mãos.

- Tiaras de bichinhos.

- Quê? – Perguntei erguendo a sobrancelha e rindo.

- Tiaras de sapo. Você coloca pra ficar com orelhinhas verdes em cima da cabeça. – Respondeu colocando uma e batendo a mão na orelhinha direita. – São fofinhas!

Achei engraçado o fato do mais velho ficar tão animado com tiaras de bichinhos do parque. Só consegui rir em resposta.

- Coloque! – Esticou o braço na minha frente, me entregando a tiara.

Eu coloquei a tiara na cabeça e peguei o celular para olhar no reflexo, como tinha ficado. Soltei uma gargalhada.

- Definitivamente, precisamos de uma foto com isso, hyung. – Falei, apontando para o celular.

O mais velho assentiu e tiramos uma selca juntos, com o barco viking aparecendo no fundo.

- Wooow! Eu quero ir alí! – Falei virando pra trás e apontando para o barco, onde várias pessoas gritavam em cima. Ele balançava de um lado para o outro em alta velocidade.

- Er... Kookie, tenho que confessar uma coisa. Eu morro de medo de altura. – Taehyung falou envergonhado, enquanto olhava para o enorme brinquedo.

- Sério? Mas então o que vai querer fazer no parque, hyung?

- Carrinho bate-bate? – O mais velho respondeu fazendo uma careta, esperando que eu concordasse. – Algodão doce? Tiaras de bichinhos? – Riu.

- O quê? Você tá brincando né, Tae? Está no Lotte World! Tem que aproveitar tudo.

- Toda vez que vou em um parque, prometo pra mim mesmo que vou conseguir aproveitar, mas sempre fico com medo e desisto de ir nos brinquedos. – Disse frustrado. - Eu tenho medo de olhar pra baixo quando estou lá em cima. Esse é o problema. - Olhou pro topo do brinquedo. - Mas eu queria muito ir.

- Então vá comigo. – Sugeri.

Enquanto eu falava, Taehyung ficou com o olhar fixo no enorme barco, parecendo assustado.

- Tae! Tae! Olha pra mim. – Puxei-o pela manga da blusa, com a intenção de tirar a sua atenção do brinquedo, fazendo com que ele olhasse em minha direção. Coloquei uma mão em cada lado de seu rosto e o segurei, deixando meu olhar fixo ao seu. – Quando estivermos lá em cima olhe pra mim, só pra mim. Vai ficar tudo bem. Você não vai estar sozinho. Eu vou estar lá com você.

Taehyung soltou um sorriso ladino.

- Hum... Ok, Coelhinho, vou confiar em você. - Assentiu.

Eu sorri em resposta e o puxei pelo pulso em direção à fila do brinquedo.

Algumas crianças gritavam em ansiedade, na nossa frente, enquanto observavam o barco.

- Uaaaau! Que enorme! É tão alto lá em cima! – A garotinha falou para a mãe, puxando sua saia.

Taehyung, que antes olhava para o chão, levantou os olhos arregalados para mim, após ouvir o comentário da garota.

- Relaxaaa. – Gargalhei, rindo de sua expressão. As orelhinhas de sapo em sua cabeça, só deixaram a situação ainda mais cômica. – Olha pra mim, lembra?

O loiro assentiu.

Logo o brinquedo parou e entramos. Pegamos dois lugares vagos, perto da ponta do barco. Estava lotado.

Taehyung sentado ao meu lado, olhava em volta, um pouco nervoso.

- Hyung, se não quiser fazer isso, ainda dá tempo de sairmos.

- Não, Kookie. Eu quero fazer isso. – Respondeu sério.

Virei em sua direção, ainda esperando uma segunda confirmação.

- É sério! – Olhou pra mim, rindo. - Fica tranquilo. – Bateu uma mão no meu joelho.

Logo, o brinquedo começou a se mexer. Eu olhava várias vezes para o mais velho, preocupado com sua reação. Agora, ele parecia estar aproveitando.

Depois de alguns instantes, o barco começou a alcançar alta velocidade.

- Wooooooo! – Gritei, jogando as mãos para o alto.

Tae virou o rosto em minha direção e jogou os braços pra cima também. Depois de algum tempo, quando o brinquedo estava atingindo sua altura máxima, ele olhou pra baixo e soltou um grito em desespero.

- Tae! Olha pra mim e não pra baixo! Olha pra mim. – Coloquei a mão em seu queixo, erguendo seu rosto em minha direção. – Só pra mim! – Insisti.

O mais velho, ofegante, assentiu olhando nos meus olhos.

Quando o barco viking foi pra trás novamente, pronto pra descer em alta velocidade, Taehyung fechou os olhos e segurou a minha mão com força. Ele permaneceu assim por um tempo, até conseguir se sentir confortável com a nova experiência. Em cada descida, as pessoas ao nosso redor gritavam em um coro. Depois do brinquedo subir e descer algumas vezes, o mais velho abriu os olhos e jogou as mãos para o alto, junto com a minha, a qual ele ainda segurava apertado, gritou junto com as pessoas e sorriu, olhando pra mim.

***

O brinquedo parou e descemos do barco.

- Terra firme! – O loiro gritou.

- Bom, acho que não vai mais querer ir em brinquedos assim né? Quer fazer o que agora? – Perguntei andando ao lado dele.

- O quê? Tá brincando, né? Eu adorei! E vou de novo! – Respondeu, ainda olhando para o barco.

- J-Jura? – Fiquei surpreso.

- Claro! – Disse rapidamente.

- Mas você parecia tão assustado.

- No começo sim, e eu estava quase desistindo, mas depois... Eu consegui, Kookie, eu consegui! Superei meu medo e foi graças a você. – Me abraçou jogando um braço por cima do meu ombro, juntando seu corpo ao meu. – Você passou confiança pra mim e ficou ao meu lado. Muito obrigado. – Agradeceu olhando nos meus olhos, com um sorriso sincero. – Bom, agora quero conhecer os outros brinquedos. – Continuou.

- Humm... Ok, então. Se você está falando. – Respondi, ainda surpreso. – Qual deles vai querer?

- Um mais difícil que esse.

- Quem é você, e o que fez com Kim Taehyung? – Gargalhei. – Então temos que ir na montanha russa do escuro. Ela deve dar frio na barriga. E pelo o que eu ouvi, é muito rápida.

Ele concordou. Fomos andando até o brinquedo e entramos na fila.

Quando chegou a nossa vez, passamos pelo túnel escuro e chegamos até a montanha russa. Deveríamos sentar em duplas dentro do carrinho, um atrás do outro. Sentei na frente e Taehyung atrás de mim.

Logo, o carrinho começou a se movimentar e ganhar velocidade. Como era escuro, não conseguíamos ver qual rumo a montanha russa tomaria.

O carrinho começou a subir cada vez mais.

- Tae, não assuste, mas ela vai descer de uma vez! – Gritei para que o mais velho pudesse me ouvir.

Ele nem perdeu tempo em responder. Passou rapidamente seus braços pela minha cintura, entrelaçando os dedos em minha frente e me segurando com força, enquanto colocava seu queixo em cima meu ombro.

O carrinho desceu em alta velocidade e gritamos juntos, assim como, todas as outras pessoas que estavam na montanha russa.

Taehyung continuou colado em mim até o brinquedo parar. Assim que saímos dalí, como já estava na hora do jantar, decidimos comer algo pelo parque.

- Tem uma barraca de macarrão aqui perto da montanha russa. Ta afim? – Falei, apontando para o local, com algumas mesas em volta.

- Sim, sim! – Kim respondeu.

Jantamos e depois fomos em brinquedos mais “calmos”. Não queríamos sair vomitando dali.

***

No fim da noite, Taehyung e eu voltamos para o dormitório.

- Aaaai, estou exausto! – Me joguei na cama. – E cheio! Não deveríamos ter tomado aquele milk-shake gigantesco depois do macarrão. Parece que eu vou explodir, hyung! – Falei virando o rosto pra ele.

Tae gargalhou.

- Eu também acho que comi demais! – Falou deitando em sua cama. – Foi muito legal hoje. – Olhou pra mim.

- Precisamos fazer isso de novo outro dia, hyung.

- Definitivamente! – O mais velho disse sorrindo. – E muito obrigado de novo, Kookie. Sem você eu não teria conseguido superar esse medo.

- Ah, que isso! Por nada, hyung! – Respondi, levantando da cama e indo tomar banho.


Notas Finais


Estão gostando, meus anjinhos?
Taekook juntinho na montanha russa é pra deixar a gente no chão mesmo, né? Itiiiiii <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...