História Roommates - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chen, D.O, Personagens Originais, Sehun
Tags Baeksoo, Mpreg, Soobaek, Topsoo
Visualizações 643
Palavras 1.278
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, gente! Voltei!
Desculpem-me por não ter postado capítulo domingo passado e ter atrasado hoje ><
Estava viajando e foi a maior correria arrumando as coisas antes de ir e, na volta, estava cansada demais.
Para compensar, além deste, quero postar mais dois capítulos esta semana para vocês. Ok?

Boa leitura!!!

Chu~~~

Capítulo 12 - Capítulo 12


Fanfic / Fanfiction Roommates - Capítulo 12 - Capítulo 12

Kyungsoo chegou do trabalho cansado. Entrou no quarto e encontrou Baekhyun deitado sobre o peito de Sehun enquanto ambos olhavam para a tela do notebook que repousava sobre a barriga do mais novo.

— Oi, hyung! – Falou Sehun desviando a atenção para Kyungsoo.

— Oi. O que vocês estão fazendo? – Kyungsoo perguntou guardando sua mochila e indo pegar o pijama no armário.

— Assistindo o filme do Homem Aranha. – Sehun respondeu.

— Ah, esse filme já saiu?

— Já, hyung. E já até saiu dos cinemas. – Respondeu Sehun rindo da desatualização de Kyungsoo.

— Droga. Eu estava querendo ver.

— Por que não assisti conosco? – Baekhyun perguntou observando o mais novo.

— Não quero incomodar vocês e eu preciso tomar banho.

— Não vai incomodar, hyung. A gente pode assistir de novo o início, só tem quinze minutos que começamos, né? – Sehun falou olhando no final para Baekhyun, que assentiu confirmando.

— O Sehun cozinhou hoje. Você pode tomar banho enquanto eu esquento a comida para você e depois vemos o filme. O que acha? – Baekhyun falou.

— Tá bom então. Obrigado. – Disse Kyungsoo pegando suas coisas e indo para o banheiro.

— Já faz anos que moramos juntos e o hyung não perde essa mania de pensar que está nos incomodando. – Sehun resmungou retirando os cabelos da testa de Baekhyun.

— Ele sempre foi assim?

— Sim. Desde o início. Eu já me acostumei, mas... Tem horas que cansa. Sabe? É como se ele não nos considerasse amigos.

— Eu não acho que é assim, Sehunnie. Talvez ele esteja evitando atritos.

— Eu sei, mas amigos abusam dos outros, provocam, procuram encrenca só por encrencar... É assim.

— Tipo você e o Jongdae.

— Sim. Isso mesmo. – Confirmou Sehun sorrindo ao pensar em Jongdae, que estava trancado no quarto terminando um trabalho. — Eu queria que o hyung se sentisse livre para nos contar as coisas, brincar conosco e que não agisse como se pudesse nos incomodar até por respirar. Sabe? – Perguntou vendo Baekhyun assentir pensativo.

— Você já falou isso para ele?

— Não.

— Por que você não fala com ele? Acho que se você falar, talvez as coisas mudem. Talvez ele só precise saber como você se sente.

— Tá bom, hyung. Vamos arrumar o jantar dele. – Disse Sehun voltando o filme para o início e fechando o notebook antes de levantar da cama.

— Acho melhor a gente ir assistir ao filme na sala. – Comentou Baekhyun levantando da cama e seguindo Sehun para fora do quarto.

♦♦♦

Kyungsoo saiu do banheiro e foi para a cozinha, encontrando Baekhyun terminando de arrumar a mesa enquanto Sehun estava arrumando o filme na sala.

— Vocês já jantaram? – Perguntou observando a mesa disposta para uma pessoa.

— Já. O Jongdae também. – Baekhyun respondeu sentando-se em frente a Kyungsoo.

— E onde ele está? – Perguntou começando a comer.

— Está no quarto terminando um trabalho.

— Ah, sim. Odeio trabalhos. – Falou dando um suspiro longo.

— Você também? – Perguntou Baekhyun rindo. Era difícil ver o mais novo reclamando de alguma coisa.

— Eu também sou humano, hyung. – Kyungsoo respondeu com um sorriso que derreteu o outro.

— O filme já está preparado. – Disse Sehun chegando na cozinha e ido até a geladeira.

— A comida está muito gostosa, Sehun. – Kyungsoo elogiou fazendo-o sorrir orgulhoso.

— Obrigado, hyung. Mas estou com saudade da tua comida, faz tempo que não cozinha para nós. – Comentou Sehun tomando um pouco de suco. — Acho que o Baek hyung nunca provou a tua comida, né? – Perguntou a Baekhyun servindo suco para ambos.

— Não mesmo. – Respondeu Baekhyun.

— Qualquer dia eu cozinho então. – Kyungsoo falou sorrindo para Baekhyun que se pegou derretendo pelo sorriso dele. Novamente.

“Que droga eu estou fazendo?”, perguntou-se balançando a cabeça.  

 

Kyungsoo terminou de comer e os três foram para a sala assistir ao filme relaxados nos sofás.

Sehun estava caindo de sono quando o filme acabou e somente desejou boa noite antes de ir para o quarto.

— Acho que já vou dormir também. – Baekhyun disse enquanto levantava do sofá.

— Eu quero conversar com você. – Kyungsoo disse surpreendendo-o.

— Agora? – Baekhyun perguntou virando-se para o mais novo.

— Sim. Pode ser no quarto? Estou cansado.

— Ok... – Baekhyun concordou indo para o quarto.

 

Kyungsoo entrou no quarto e encontrou Baekhyun sentado com as pernas cruzadas na própria cama.

— Sobre o que você quer conversar? – Baekhyun perguntou observando o mais novo andando pelo quarto.

— O que está acontecendo entre você e o Sehun? – Perguntou sentando-se na própria cama e encarando o mais velho.

— Como assim?

— Vocês estão namorando? – Kyungsoo perguntou sendo direto e vendo Baekhyun arregalar os olhos.

— Claro que não. O Sehun é meu amigo. – Respondeu Baekhyun indignado.

— Desculpa... Eu só estava curioso. – Kyungsoo disse abaixando a cabeça.

— Eu até queria gostar dele de outra forma. Sabe? – Comentou Baekhyun chateado. — Mas eu não consigo.

— Por que não? Você gosta de outra pessoa?

— Gosto.

— Ah. – Kyungsoo balbuciou ficando calado por um tempo antes de perguntar: — O Sehun sabe disso, né?

— Sabe. – Disse Baekhyun esperando que Kyungsoo perguntasse de quem gostava. Mas ele só ficou calado pensativo.

Baekhyun se sentiu frustrado e deitou na cama, pronto para dormir e deixar isso de lado.

Mas ouviu suspirar baixinho.

— Baek... – Kyungsoo o chamou hesitante em pé ao lado da cama de Baekhyun.

— O que foi? – Perguntou observando o outro de rabo de olho.

— Não quero me intrometer e você responde se quiser, mas... – Kyungsoo falou sentindo um nó na garganta. — De quem você gosta?

Baekhyun virou-se na cama e observou Kyungsoo sentando e o encarando.

— Por que você quer saber? – Perguntou baixinho.

— É de mim? – Kyungsoo perguntou de uma vez.

Baekhyun o observou por um bom tempo, antes de fechar os olhos e assentir.

Se sentiu um covarde. Mas não queria ver a reação de Kyungsoo.

“Como você descobriu?”, pensou triste. “Será que eu disse alguma coisa?”, começou a repassar mentalmente tudo o que poderia ter dito e ficou com medo de ter dito algo enquanto dormia. Afinal, sabia que falava às vezes enquanto dormia e era algo totalmente fora de seu controle.

Sentiu o toque dos dedos de Kyungsoo em sua bochecha.

— Olha para mim. – Kyungsoo pediu observando Baekhyun abrir os olhos lentamente. — Sabe que eu gosto de você? – Kyungsoo perguntou antes de se inclinar e depositar um beijo em sua testa.

 

Baekhyun ficou calado estático tendo assimilar o que Kyungsoo disse.

Sentia o toque dos lábios dele em sua testa sinalizar como uma sirene.

— Baek? – Kyungsoo o chamou, franzindo o cenho.

Baekhyun o encarava como se não o visse já há algum tempo.

— Você está brincando comigo. – Baekhyun balbuciou.

— Claro que não.

— Então por que está me dizendo isso agora?

— Porque é a verdade. E eu cansei de ficar em dúvida se você estava com o Sehun ou não.

— Eu nunca estive com o Sehun. – Baekhyun disse sentando na cama.

— Como é que eu iria saber, Baek? – Perguntou Kyungsoo exasperado. — Toda vez que olho para vocês, estão juntos de alguma forma. E parecem namorados. Como é que iria saber que não são namorados, quando chego aqui e encontro vocês dormindo abraçados ou assistindo filme deitados juntos?

— Ele é meu amigo e não tem nenhum problema. Eu também dormi com você. E você nunca falou nada, nunca demonstrou nenhum interesse.

— Eu não ia falar nada quando você poderia estar com ele. – Disse Kyungsoo baixinho.

Depois do seu último relacionamento fracassado, tinha se prometido nunca gostar da mesma pessoa que um amigo.

Afinal, ele nunca seria o escolhido.

— Mas eu não estou. – Disse Baekhyun encarando Kyungsoo que permanecia calado, como se estivesse com o pensamento longe.

 

— Eu quero ficar com você. – Ouviu Kyungsoo dizer após o que pareceu uma eternidade.

— Então fica... – Baekhyun murmurou encarando Kyungsoo que piscou algumas vezes antes de abrir um sorriso imenso que o deixou um pouco desnorteado.

Mas também sorriu ao sentir-se ser abraçado pelo mais novo.


Notas Finais


Eitaaaaaa! Será que agora vai?

Até o próximo!

Chu~~~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...