História Roommate's lover - Hot Imagine Mark Tuan - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags Got7, Harem, Hot, Mark Tuan
Visualizações 163
Palavras 518
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Harem, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Se adicionou na biblioteca é porque gosta de uma putaria, em safadhenhas 😏
Tô zoando, tava com saudades de vocês, e meu lado Namjoon tá difícil de controlar depois de escutar "Do You".


Voltando a fanfic...

Vamos começar com um pequeno prólogo para saber se vocês estão gostando desse projeto, acho que esse imagine vai ser um shortfic. Detalhe: putaria da melhor qualidade vai rolar solta! Mas claro que vai ter uma historinha no meio e algumas tretas antes (treta is life!)
Eu sempre coloco metas para serem batidas em cada fanfic e me desafio, e com essa não será diferente.
Meta da fic: detalhar e prolongar os hots, talvez diversificar um pouco as cenas. É broxante demais ler um hot pequeno e forçado.
Em uma temporada eu quero fazer uma fic focada na putcharia E um hot mais longo, sem tantos erros.
Aceito sugestões de cenas e vou dar os devidos créditos!

Apreciem sem moderação ❤

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Roommate's lover - Hot Imagine Mark Tuan - Capítulo 1 - Prólogo

-Boa noite. - Mark diz com aquela voz de sempre, sorrindo de maneira que nem eu consegui indentificar suas intenções.

Apesar do sorriso doce é difícil fazê-lo sorrir, mas quando o faz, me sinto a mulher mais sortuda do mundo por morar com o dono do sorriso mais... é difícil até achar um adjetivo pra tanta perfeição.

Incrível como apenas uma frase educada e rotineira é capaz de me deixar toda derretida por ele.

-Boa, Mark. - tento ser fria, mas ainda assim minha voz saiu alterada.

Viro de um lado para o outro tentando me acomodar na minha cama, e, timidamente, caio no sono.

Sonho on

Sinto mãos suaves acariciando minhas coxas devagar, quase torturando meu psicológico que já não andava lá essas coisas. Conheço muito bem essas mãos.

-Mark...?

Seu nome em forma de gemido arrastado escapa de minha garganta.

-O que quer que eu faça, Baby girl?

Com vergonha não ouso abrir os olhos.

-Vamos, fale. Mais alto e em bom som.

Sonho off

Abro meus olhos e percebo minha situação.

Mais uma vez acordo tocando-me enquanto penso no meu colega de quarto no meio da noite. Seu cheiro doce invade minhas narinas, o vendo dormir tranquilamente.

-Me fode Daddy... - sussurro manhosa, querendo e não querendo que ele acordasse e me vesse daquele jeito.

Tiro meu shorts junto com a calcinha e levanto minha blusa branca até acima dos seios, os deixando a mostra, massageando meu clitóris com a mão esquerda enquanto aperto meus seios com a direita.

-Tô tão molhada...

Escuto sons de minha lubrificação estalar. Quando percebo acabo imaginando Mark me estocar com força, sorrindo largamente, suado e com aqueles cabelos loiros colados na testa. Que visão dos deuses!

-Isso magrelo... mais rápido... - digo rebolando em meus dedos.

Está perto. Minha respiração pesada vai se transformando em gemidos.

-Eu vou gozar... Ah~!- me desfaço em meus dedos levantando os quadris, mordendo meus lábios quase os fazendo sangrar e fechando meus olhos.

Os espasmos tomam conta do meu corpo. Imaginar Mark fazendo sexo comigo sempre me faz gozar violentamente.

Já com a minha respiração normalizada, viro para o lado, vermelha como uma cereja.

-Eu tenho que parar com isso...

Escuto uma risadinha no meu pescoço, minha alma saiu pela minha boca e teimou em passar pelo meu cu que quase nem existia de tão trincado.

-Quer dizer que você me chama de magrelo enquanto imagina eu te fodendo, hein? - o hálito fresco desse infeliz bate na minha nuca, fazendo-me arrepiar completamente.

Oi janela! Tudo bom? Me deixa pular em você? Sei lá só O MEU SENPAI ME PEGOU NO FLAGRA!!

-E quem disse que era você?
-Eu não sou surdo. Escutei chamar meu nome enquanto dormia e acordou com esse fogo todo.

Continuo em silêncio e imóvel.

-Eu sempre soube que as tímidas são as mais safadas, mas logo você, S/N? Ah, a quem estou querendo enganar? Você tem uma puta cara de safada.

Finalmente o encaro e percebendo que ele segurava seu membro já ereto, sorrindo de canto e pelado.

-Você não é a única que tem sonhos eróticos com o colega de quarto. - Se masturba devagar, olhando para mim e mordendo os lábios. - Que tal concretizar esses sonhos?

E foi assim que virei amante do meu colega de quarto.


Ou quase.


Notas Finais


Curtinho, eu sei. Mas é só uma amostrazinha *Ninna sorri maliciosamente*. Os capítulos vão ficar gigantes a partir daqui.

Espero que tenha apreciado ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...