1. Spirit Fanfics >
  2. Roqueiros - As Notas Do Amor >
  3. Let Me Explain...

História Roqueiros - As Notas Do Amor - Capítulo 15


Escrita por:


Capítulo 15 - Let Me Explain...


Fanfic / Fanfiction Roqueiros - As Notas Do Amor - Capítulo 15 - Let Me Explain...

YUGYEOM

Tudo poderia estar indo nos conformes. A fase depressiva de Hoseok passou com um pouco mais de duas semanas, mas é aquilo... Uma fase, pode acabar desencadeando outras.

Tanto Hyunwoo quanto Kihyun andam uma pilha de nervos, pois pior que a fase depressiva de Hoseok, é a fase de embriaguez desenfreada. 

De acordo com Hyunwoo, ele sai da fase depressiva quando acaba se conformando de que os pesadelos não vão embora e que para isso, ele precisa cala-los e só há uma maneira disso acontecer... Então é aí que entra o velho amigo Jack Daniel's.

Durante o dia, apesar de se mostrar sorridente e interagir com todos na casa, o olhar de Hoseok é completamente oposto, ele é opaco, quase como se estivesse apenas sobrevivendo. Durante a noite, o Daniel's é a única companhia capaz de faze-lo dormir feito uma pedra, não deixando espaços para os pesadelos.

Kihyun se concentra em sua tarefa de preparar o jantar, enquanto eu apenas saboreio uma taça de vinho rose, sentado em um dos bancos que ficam de frente para o grande balcão de mármore.

— Eu vou ter que ir embora... 

— O que ? - Kihyun interrompe sua tarefa apenas para direcionar sua atenção para mim. — E o jantar?

Sorrio de sua expressão desanimada, antes de acenar, indicando a ele que eu ainda não terminei de falar.

— Isso foi o que eu disse ao Tae hoje a tarde após pensar muito sobre uma ligação que recebi do Wozzi dizendo que o Chae estava sofrendo de estresse pós traumático depois de passar por um atentado "terrorista" enquanto ele e Minhyuk voltavam do desfile da nova coleção da marca Diory. - Faço uma pequena pausa ao preencher a minha taça e a de Kihyun. — Mas assim que eu disse isso ao Tae, Hyunwoo logo me veio a mente e eu entrei em desespero... É difícil escolher quando se tem duas pessoas das quais você mais ama passando por um momento delicado...

— Yug... 

— Eu fiquei pensando... Como é que eu vou para o Japão e deixar o Hyunwoo agora, quando ele mais precisa de mim... Ainda mais eu não tendo uma data fixa de retorno!? - Uma lágrima teimosa escapou, mas eu fui rápido o suficiente para pegá-la. — Mas eu também não posso deixar meu irmão sozinho... Ainda mais passando por algo do qual ele não está conseguindo controlar.

Volto meus olhos para encarar Kihyun, e a mesma dor que eu sinto, eu posso ver em seu olhar.

— Yug você está dizendo que... 

Kihyun não consegue concluir sua fala, pois nessa hora, Hyunwoo passa pela porta da varanda de trás e o olhar não só decepcionado, mas também irritado que ele me lança, é o suficiente para me dizer que ele ouviu tudo o que foi conversado aqui. 

— E-ele ouviu Ki... - Todo o meu corpo começa a tremer ao me dar conta de que ele possivelmente entendeu tudo errado já que eu não terminei de contar tudo a Kihyun. — Ele ouviu e com certeza vai e-entender errado ...

— Pelos céus Yug, você está tremendo. - Kihyun contorna o balcão e para ao meu lado, me abraçando enquanto tenta me acalmar. — Respira e se acalme okay!? Vá falar com ele e explique o restante da história.

Aceno para Kihyun antes de me levantar, sentindo minhas pernas bambas e meu estômago apertado conforme meus passos me levam para mais próximo do seu quarto. Eu não fiz nada de errado e também não é como se eu estivesse indo embora definitivamente, mas porque apesar de saber disso, o aperto em meu peito se torna ainda mais forte?

Quando chego a porta do quarto, a mesma se encontra entreaberta e o barulho do chuveiro, indica onde Hyunwoo está. Sentindo-me apreensivo, eu adentro o cômodo e me sento na cama esperando ele sair.

Assim que a água do chuveiro é desligada, eu volto minha atenção para os meus dedos que agora se encontram em uma luta nervosa. Hyunwoo sai do banheiro vestindo apenas uma bermuda larga, mas interrompe seus passos ao me ver ali encarando-o.

— O que você quer Moranguinho? 

Apesar de usar o apelido do qual ele me deu, sua voz é gélida o suficiente para me fazer arrepiar.

— E-eu vim te explicar sobre a minha conversa com o K-Kihyun...

O seu suspiro pesado e a força com que ele fecha a porta do closet, denunciam sua impaciência para mim.

— Você deveria ter vindo falar comigo primeiro, Yugyeom! - Ele dificilmente me chama pelo meu nome, e escutar ele falando agora, só envia um gosto amargo a minha boca. — É esse o motivo pelo qual você esteve tão fora de foco essa semana? Quando você pretendia me falar que eu estava sendo um empecilho para você ir ajudar o seu irmão?

— N-não é bem assim amor, me deixa explicar direito...

— Não tem o que explicar Yugyeom, quando alguém da nossa família precisa da nossa ajuda, não devemos hesitar em ajudá-los. - Hyunwoo me encara com um olhar doloroso. _ Se fosse eu no seu lugar, você teria que me desculpar, mas eu iria por qualquer um deles.

Encaro Hyunwoo por alguns segundos, mas ele não sustenta o meu olhar.

— Então você está me dizendo que, mesmo com a possibilidade de ficar longe de mim, sem uma data fixa para poder voltar ou me ver, você iria sem sequer cogitar sobre o que nós temos?

— E o que exatamente nós temos, Yugyeom? - Ele diz sem me encarar e isso realmente machuca. — Nós não temos um relacionamento oficial e você sequer me permite tocar no assunto sobre a possibilidade de um.

Eu confesso que em momento algum eu pensei em ser mais do que qualquer um desses meninos na vida de Hyunwoo, mas ainda assim as suas palavras foram o suficiente para me machucar. O meu peito arde tanto quanto os meus olhos, enquanto eu mordo meu lábio inferior tentando segurar qualquer barulho que denuncie o quão quebrado eu estou agora. 

Sem lhe oferecer uma resposta, eu apenas pego meu celular e chave do carro antes de correr para fora do quarto e depois da casa. No começo eu me atrapalho com a chave, mas assim que consigo ligar a ignição, eu não tenho qualquer dificuldade em manobrar o carro e sair da propriedade, enquanto escuto meu nome sendo chamado por Kihyun.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...